Timber by EMSIEN-3 LTD
Quarta, 30 Dezembro 2020 10:52

Relatório da Transição cita conflito entre Secretaria e Fundação de Saúde

Escrito por
Alan e o vice Guto, com os presidentes do Cidadania, José da Silva 'Peninha' e do PL, Carlinhos Cantor Alan e o vice Guto, com os presidentes do Cidadania, José da Silva 'Peninha' e do PL, Carlinhos Cantor Divulgação/Rogério Vidmantas

A falta de um sistema organizado de matrícula dos alunos na Rede Municipal de Ensino foi o principal problema apresentado pelo coordenador da Equipe de Transição do prefeito eleito Alan Guedes, professor Henrique Sartori, no encontro convocado pelos futuros gestores que acontece no Sindicato Rural de Dourados.

O grupo apontou ainda necessidades de solução para a rede de tecnologia de informação (TI); alimentação nas unidades de ensino do município; contratação emergencial de serviço de limpeza pública da cidade e uma saída para a conturbada relação contratual entre a Secretaria municipal de Saúde e a Funsaud, a poderosa e deficitária Fundação de Serviços de Saúde, responsável pela administração do Hospital da Vida e da UPA (Unidade de Pronto Atendimento), um dos primeiros gargalos enfrentados pela administração que se encerra.

Com a pandemia do novo coronavírus, o colapso financeiro da Fundação se agravou e as dívidas superam os R$ 35 milhões, detectou a Equipe de Transição. O primeiro secretário de Saúde da atual gestão, Renato Vidigal, defendeu a extinção da Fundação de Saúde, mas foi voto vencido no comando politico de Délia Razuk. Apesar de fazerem parte da mesma estrutura municipal, Secretaria de Saúde e Funsaud passaram boa parte da atual administração em rota de colisão por questões financeiras, relata a assessoria do novo prefeito.

“Esses são alguns dos pontos prioritários que demandam solução imediata por parte do novo prefeito e com certeza a questão da crise na saúde é a que mais preocupa a população”, afirmou Henrique Sartori. O coordenador da equipe de transição deixou claro que o relatório apresentado nesta quarta-feira (30) não se trata, ainda, de uma auditoria, “mesmo porque não haveria tempo nem estrutura para trabalho mais aprofundado; trata-se do diagnóstico, elaborado pela ótica da equipe indicada pelo prefeito eleito”, informou.

Segundo ele, o documento foi resultado das 21 reuniões realizadas entre o time de Alan Guedes e a equipe nomeada pela prefeita Délia Razuk para conduzir a transição. O trabalho foi concentrado no Centro de Convenções Antonio Tonanni, na Avenida Guaicurus. “Foram dias de trabalho intenso, com muitas reuniões, análise de documentos e pesquisas para se chegar a esse relatório, que em 90 dias terá de ser encaminhado para o Tribunal de Contas”, explicou Sartori.

Última modificação em Quarta, 30 Dezembro 2020 11:04

DESTAQUE NACIONAL

  • Douranews Anúncio
  • unimed fevereiro

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis