Timber by EMSIEN-3 LTD
Quinta, 02 Julho 2020 18:14

Com 105 mortes em MS, Dourados tem caso de óbito por vínculo epidemiológico Destaque

Escrito por
Dourados se mantém no epicentro da doença e o Estado vive, nesta semana, o pico da Covid-19 Dourados se mantém no epicentro da doença e o Estado vive, nesta semana, o pico da Covid-19 Douranews

Com o registro de um caso inusitado, a Secretaria estadual de Saúde contabilizou novo recorde nesta quinta-feira (2), com mais 14 óbitos por coronavírus em Mato Grosso do Sul. Agora, conforme o levantamento, o Estado contabiliza 105 vítimas da doença.

Um homem de 77 anos, morador de Dourados, teve o diagnóstico por amostragem, a partir do critério de vinculo epidemiológico. Ele apresentou sintomas no dia 20 de junho, foi internado no Hospital da Vida em Dourados, onde faleceu no mesmo dia. Como a coleta de amostra teve vazamento durante o transporte e não foi possível realizar o diagnóstico laboratorial, o boletim informou que, em conjunto com a equipe de Dourados, optou-se por coletar amostras dos contatos dele na casa onde morava, para o fechamento do caso. Considerando dois resultados positivos por RT-PCR de contatos intradomiciliares do óbito, esse é o primeiro caso [o de número 101 no mapa estadual] de uma morte por Covid pelo critério de vinculo epidemiológico.

A 92ª vítima é uma mulher, de 55 anos, moradora de Corumbá, sem comorbidades prévias, que morreu nesta quarta (1) com o relato de diabetes. Ela estava internada na Santa Casa da cidade desde o dia 19 de junho e foi encaminhada para a UTI em 22 de junho.

Já a 93ª vítima é um homem de 78 anos, residente de Campo Grande. Ele sofria de doença cardiovascular e neurológica crônica. Iniciou os sintomas em 8 de junho. Estava internado desde o dia 12 passado na UTI no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul e morreu também no dia 1.

A 94ª vítima era uma mulher de 66 anos, moradora de Campo Grande, e que sofria de diabetes. Apresentou início dos sintomas no dia 26, foi internada no dia 28 de junho em Hospital de Campo Grande e faleceu no mesmo dia. O diagnóstico positivo para Covid-19 saiu na quarta-feira.

E a 95ª vítima é um homem de 77 anos, morador de Três Lagoas, que sofria de hipertensão. O início dos sintomas foi em 4 de junho. Ele estava internado em UTI desde 7 de junho. O diagnóstico positivo para Covid-19 foi no dia 13 de junho e ele faleceu também na quarta, dia 1º de julho.

Uma mulher de 85 anos foi a 96ª vítima. Ela é residente de Nova Andradina e sofria de diabetes. O início dos sintomas foi em 18 de junho. Ela estava internada desde 22 de junho e o diagnóstico positivo para Covid-19 saiu em 26 de junho. Morreu nesta quinta-feira.

A 97ª vítima é um homem de 50 anos, residente de Douradina e sem comorbidades relatadas. O início dos sintomas foi em 31 de maio. Ele estava internado desde 9 de junho e transferido para a UTI em 18 de junho. O diagnóstico positivo de Covid-19 data de 8 de junho. Faleceu também nesta quinta-feira.

Um homem de 66 anos, residente de Dourados, foi a 98ª vítima. Sofria de doença cardiovascular crônica e diabetes. Teve início dos sintomas em 27 de junho e foi internado no mesmo dia, transferido para a UTI em 28 de junho. O diagnóstico para a Covid-19 se deu por teste rápido e ele morreu neste 2 de julho.

A 99ª vítima é uma mulher de 79 anos, residente de Batayporã. Sofria de diabetes e hipertensão. Início dos sintomas em 22 de junho. Internada na UTI desde 26 de junho. Faleceu em 1º de julho. Diagnóstico positivo para Covid-19 neste dia 2.

A 100ª vítima é uma mulher, de 75 anos, residente de Sonora, sem comorbidades relatadas. O início dos sintomas foi no dia 27 de junho e ela estava internada desde o dia 29 de junho, até o falecimento, ocorrido na quarta (1), mas o diagnóstico positivo para Covid-19 saiu nesta quinta, dia 2.

A 102ª vítima era uma mulher, de 84 anos, moradora de Cassilândia e sofria de diabetes. Ela teve os primeiros sintomas no dia 19 de junho. E estava internada desde o dia 26. Com o diagnóstico positivo para Covid-19 desta quinta, a mulher morreu no mesmo dia.

Uma mulher de 75 anos, moradora de Campo Grande, foi a 103ª vítima. Ela sofria de doença cardiovascular crônica e obesidade. O início dos sintomas foi no dia 25 de junho. Ela estava internada em UTI desde 28 de junho. O diagnóstico positivo para Covid-19 foi nesta quinta-feira, 2 de julho, data em que faleceu.

A 104ª vítima era de um homem de 67 anos, morador de Coxim. Sofria de doença cardiovascular crônica e diabetes. O início dos sintomas foi no dia 14 de junho e ele estava internado desde o dia 29. Morreu nesta quinta após o diagnóstico positivo para Covid-19, por teste rápido.

A 105ª vítima era uma mulher de 50 anos, moradora de Campo Grande. Ela sofria de doença cardiovascular crônica, diabetes e asma. Apresentou os primeiros sintomas no dia 24 de junho. Estava internada em UTI desde o dia 26 e morreu no dia 28 de junho. O diagnóstico positivo para Covid-19 saiu nesta quinta, dia 2.

Mapa dos óbitos

Das 105 mortes em Mato Grosso do Sul, Dourados responde por 28 casos, incluindo o do motorista que contraiu a doença no município, mas morreu durante viagem ao interior de Tocantins. Campo Grande já registra 17 óbitos e Corumbá, 11. Há, ainda, 6 casos em Três Lagoas, 3 em Batayporã, 2 em Paranaíba, 2 em Vicentina, sendo que um faleceu em São Paulo, 2 óbitos de Brasilândia, 4 em Itaporã, 1 em Iguatemi, 2 em Rio Brilhante, 1 em Sidrolândia, 4 em Ponta Porã, 2 em Douradina, 1 em Deodápolis, 1 em Anastácio, 3 em Itaquiraí, 3 em Guia Lopes da Laguna, 1 em Glória de Dourados, 1 em Naviraí , 3 em Fátima do Sul, 2 em Amambai, 2 em Nova Andradina e também, com um óbito cada, Cassilândia, Coxim e Sonora.

  • Vitoria
  • pmd proteja

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis