Timber by EMSIEN-3 LTD
Quarta, 05 Fevereiro 2020 08:30

Família ainda não tem informações sobre professora que desapareceu sábado Destaque

Escrito por
Um saque em banco de Campo Grande é última pista de professora douradense que desapareceu Um saque em banco de Campo Grande é última pista de professora douradense que desapareceu Reprodução/Facebook

A família da professora Marilza Dias dos Santos, de 47 anos, ainda procura por informações sobre o paradeiro dela desde que obteve a última notícia, na tarde de sábado (1), de um saque realizado na agência do Banco do Brasil, da Avenida Afonso Pena, em Campo Grande, na segunda-feira (3).

Marilza mora em Dourados, mas teria viajado para a capital do Estado sem o conhecimento dos familiares. Ela trajava calça jeans, uma camisa vermelha, usava uma bolsa pequena e óculos de grau. De acordo com o filho, Gustavo Henrique, a roupa é a mesma que usava quando deixou a casa, em Dourados. A professora tem 1,60 m de altura e cabelo castanho escuro, curto.

A família já procurou a Polícia, mas ainda não obteve informações do paradeiro da mulher. Gustavo Henrique disse que a mãe trabalha normalmente, e que nunca teria sido diagnosticada com qualquer tipo de doença. O telefone de Gustavo, para quem tiver informações da mãe dele, é 67 98194-9242.

  • alemsmais

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus