Timber by EMSIEN-3 LTD
Domingo, 26 Janeiro 2020 07:46

Mapa geológico do Brasil indica riscos em córregos que cortam Cachoeirinha Destaque

Escrito por
Mapa produzido a partir de estudos que são realizados desde 2012 indica áreas vulneráveis Mapa produzido a partir de estudos que são realizados desde 2012 indica áreas vulneráveis Reprodução

O Serviço Geológico do Brasil lançou uma plataforma interativa que reúne informações sobre áreas com alto risco e muito alto risco de deslizamentos de terra, inundações, enxurradas e quedas de rocha, em mais de 1.600 municípios brasileiros, entre eles 22 cidades de Mato Grosso do Sul, incluindo Dourados. O serviço é um mapa online e contém uma base de dados que pode ser usada por gestores nacionais, estaduais e municipais, como as defesas civis de cada região, além da comunidade acadêmica, empresas privadas e a sociedade.

Em Dourados, de acordo com o mapa, e segundo dados coletados em março de 2013 e publicados em julho de 2015, a região de confluência dos córregos Água Boa e Rego d'Água e as margens ao longo desses dois mananciais ficaram alagadas após dois dias de chuvas intensas na cidade. “Em algumas regiões há ainda o refluxo das águas do sistema de esgoto, como no caso do bairro Cachoeirinha”, onde, segundo levantamento da época, cerca de 500 pessoas ocupando 100 imóveis viviam em alto grau de risco.

"O mapa contém todas as informações que foram levantadas pelo Serviço Geológico do Brasil de 2012 até agora, referentes às condições de risco geológico, suscetibilidade a movimentos gravitacionais de massa e inundação e mapeamento de perigo de movimentos gravitacionais de massa", disse Sandra Fernandes, que coordena o trabalho de mapeamento de áreas de risco no país.

Já naquela época, com os números apurados no levantamento que agora compõem o quadro geral do País, foram sugeridas para a região da Vila Cachoeirinha obras de melhorias na infraestrutura urbanística, como pavimentação de ruas e implantação de sistema eficiente de drenagens de águas pluviais; junto a estudos hidrológicos e o correto dimensionamento de pontes, afim de se evitar o represamento das águas. Esse serviço foi contemplado entre 2014 e 2016 durante a gestão do ex-prefeito e atual vice-governador e secretário estadual de Infraestrutura, Murilo Zauith.

Última modificação em Sábado, 25 Janeiro 2020 23:18

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus