Timber by EMSIEN-3 LTD
Quinta, 31 Outubro 2019 12:15

Vereador Mauricio organiza seminário sobre acolhimento familiar Destaque

Escrito por
Vereador Mauricio Lemes é o autor da proposta de realização do seminário em Dourados Vereador Mauricio Lemes é o autor da proposta de realização do seminário em Dourados Assessoria/Divulgação

Por iniciativa do vereador Mauricio Lemes (PSB), a Câmara de Dourados vai promover no dia 12 de novembro o Seminário “Acolhimento Familiar: O Direito de Estar em Família”. A preletora será a doutora Caroline de Cássia Francisco Buosi Velasco, graduada em psicologia experimental (da PUC/SP) e pós-graduada em psicologia analítico- comportamental, pela Unipar (PR).

O evento tem o propósito de debater e incentivar o acolhimento provisório pelas famílias douradenses. De acordo com o vereador Mauricio, o acolhimento familiar oportuniza a criança e ao adolescente o desenvolvimento dentro de um contexto de família, considerando que estas são acolhidas em uma residência. “Dentro de um acolhimento familiar estas crianças são recebidas com todas as garantias previstas no ECA (o Estatuto da Criança e do Adolescente) por famílias aprovadas após análise dos órgãos responsáveis”, enfatiza Mauricio.

As inscrições para o seminário são gratuitas, e poderão ser feitas através do endereço eletrônico https://www.sympla.com.br/seminario-acolhimento-familiar-o-direito-de-estar-em-familia_698563.

O que é

Diferente da adoção, o Acolhimento Familiar é uma modalidade de acolhimento provisório, prevista no ECA e tida como prioritária ao acolhimento institucional. Acontece em residências de famílias cadastradas selecionadas e formadas por profissionais da área da Infância e Juventude. O acolhimento acontece em ambiente familiar, garantindo a construção de vínculos individualizados e convivência comunitária para crianças ou adolescentes afastados da família biológica por determinação judicial, como medida de proteção excepcional e provisória.

O objetivo prioritário do acolhimento é o retorno da criança e adolescente à família biológica (que podem ser os pais, irmãos ou parentes próximos). Durante o período de afastamento, todos os esforços são empreendidos para que os vínculos com a família biológica sejam mantidos. Os familiares devem receber do Estado acompanhamento psicossocial para auxilio e superação das situações que levaram ao acolhimento. (Da assessoria)

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus