Timber by EMSIEN-3 LTD
Quinta, 27 Junho 2019 17:36

Justiça eleitoral busca apoio de Prefeitura e Câmara para executar biometria Destaque

Escrito por
Prefeitura se reuniu com presidente da Câmara, assessores e técnicos da Justiça Eleitoral em Dourados Prefeitura se reuniu com presidente da Câmara, assessores e técnicos da Justiça Eleitoral em Dourados Divulgação/Assessoria

Dos mais de 153 mil eleitores de Dourados, apenas 41 mil providenciaram a revisão biométrica, fato que tem preocupado a Justiça Eleitoral. Diante da baixa procura, o Tribunal Regional Eleitoral está buscando parcerias junto à Prefeitura e Câmara Municipal no sentido de ampliar a divulgação do recadastramento biométrico e mobilizar a população votante para que faça o procedimento junto aos cartórios eleitorais.

O cadastramento biométrico passará a ser obrigatório a partir de 5 de agosto e os eleitores deverão procurar os cartórios até o dia 27 de março de 2020 para fazer o procedimento e se habilitar às eleições seguintes, sob pena de, não o fazendo, terem o título eleitoral cancelado e sofrer as sanções previstas em lei.

Na manhã desta quinta-feira (27), a prefeita Délia Razuk e secretários da administração municipal receberam o juiz Abrão Razuk, membro efetivo do Tribunal Regional Eleitoral de MS, o diretor-geral do TER, Hardy Waldschmidt, o juiz da 18ª zona eleitoral Rubens Witzel Filho, a chefe do cartório da 18ª ZE Valéria Negrão Alexandre Paixão, além de técnicos da Justiça eleitoral para discutir meios de como o Município poderá ajudar nessa força-tarefa. Além de recursos humanos (40 servidores serão cedidos), a Prefeitura prestará apoio logístico.

O presidente da Câmara de Vereadores, Alan Guedes, também participou e confirmou que o Legislativo será parceiro da mobilização.

A prefeita Délia pediu aos auxiliares que mobilizem os servidores e delegou ao secretário de Governo Celso Schuch que coordene comissão encarregada de dar à Justiça eleitoral o suporte necessário para o cumprimento da meta. Entre as ações previstas, palestras serão levadas às escolas, Cras e unidades de saúde, nos bairros, aldeias e distritos. Guardas municipais e agentes de endemias, que mantêm contato diário com a população, também serão interlocutores na ação, orientando os eleitores para fazer a revisão biométrica.

Para o mutirão de atendimento, a partir de 5 de agosto, a Justiça eleitoral pretende instalar 40 guichês de atendimento, sendo cinco para equipamentos de triagem dos eleitores. A ideia é de se fazer 1.050 atendimentos por dia, considerando o tempo médio de atendimento de 12 minutos. O horário de atendimento nos cartórios é das 12 às 18 horas, de segunda a sexta-feira.

A Justiça eleitoral pretende intensificar campanha publicitária para chamar a atenção dos eleitores aos prazos para a revisão biométrica. O juiz Abrão Razuk assinalou que as parcerias têm sido muito úteis e que todos os entes são importantes para que se atinjam as metas estabelecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral. O juiz Rubens Witzel disse que a Justiça eleitoral depende do apoio das prefeituras para chegar até os eleitores de comunidades, incluindo as aldeias indígenas.

O diretor Hardy Waldsmidt revelou que nos seis municípios do Estado onde já foram estabelecidas parcerias com o executivo e o legislativo o resultado foi altamente exitoso. O comparecimento chegou a mais de 75% dos eleitores. Valéria Negrão disse que hoje o cartório eleitoral está atendendo cerca de 120 pessoas diariamente por meio de agendamento e que a procura deverá ser mais intensa a partir da obrigatoriedade. Além de Dourados, o cartório da 18ª Zona atende eleitores de Douradina; e o da 43ª atende também aos eleitores de Itaporã e Laguna Carapã.

  • unimed nova

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus