Timber by EMSIEN-3 LTD
Quarta, 07 Fevereiro 2018 10:17

Pauta da AL tem projeto de Barbosinha que cria 2º Cartório de Imóveis em Dourados Destaque

Escrito por
Barbosinha já debateu importância do projeto com desembargador João Maria Los, no Tribunal de Justiça Barbosinha já debateu importância do projeto com desembargador João Maria Los, no Tribunal de Justiça Arquivo/Douranews

Na primeira sessão ordinária prevista para a volta do recesso, nesta quarta-feira (7), depois da sessão solene que reabriu os trabalhos legislativos nesta terça (6), a Assembleia Legislativa tem, entre as quatro proposições previstas na pauta, o projeto de lei 72/2016, de autoria do deputado José Carlos Barbosinha, em segunda discussão, que cria o Registro de Imóveis da 2ª Circunscrição de Dourados.

O deputado Barbosinha defende o projeto como forma de atender antigo anseio do setor imobiliário e das entidades de classe instaladas no município, após receber um abaixo assinado com mais de 1.000 nomes defendendo a necessidade de instalação do 2º Cartório de Registro de Imóveis na Comarca de Dourados. "As pessoas que lideravam esse movimento, entre elas os diretores de empresas imobiliárias, mostraram que o município havia crescido de tal forma que um único cartório já era insuficiente para atender a demanda", explica Barbosinha.

Em pedido de providências encaminhado ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, o deputado foi informado, através da juíza auxiliar da Corregedoria Geral, Elizabete Anache, de que a matéria tem autorização da Corte para tramitação na Assembleia. No processo que decidiu pela instalação do 2º Cartório de Registro de Imóveis na Comarca de Dourados, o desembargador Julizar Barbosa Trindade, corregedor-geral de Justiça, ressalta que ficou demonstrado ser imperiosa a criação de mais um cartório já que o atual foi criado em 20 de setembro de 1946 para atender os distritos de Itahum, Panambi, São Pedro, Indápolis e Vila Vargas, bem como o município de Laguna Carapã.

"Desde a instalação da serventia, restou evidente o desenvolvimento socioeconômico, que proporcionou maior demanda nas negociações imobiliárias e atos relativos à atividade agrícola, havendo um aumento considerável nos serviços prestados pelo 1º Serviço Notorial e Registral da Comarca da Dourados", ressaltou o desembargador Julizar Barbosa Trindade.

O desembargador pontuou também que a população de Dourados passou de 164.949 habitantes no ano 2000 para 212.870 em 2015. "Não remanescem dúvidas que Dourados é o mais importante município do interior, com considerável grau de representatividade na economia do Estado e evidente crescimento populacional nos últimos anos, o que aumenta a demanda de serviços, com destaque para aqueles desempenhados pelo registro imobiliário", completou o desembargador.
O deputado Barbosinha destaca a sensibilidade do Tribunal de Justiça em criar o 2º Cartório de Registro de Imóveis na Comarca de Dourados. "A Corregedoria Geral de Justiça entendeu os pontos que apontamos no Pedido de Providências e deliberou pela criação de um segundo cartório na nossa cidade", comemora, esperando agora contar com o apoio dos demais membros da bancada de Dourados e dos pares na Assembleia para concretizar esse pleito.

Última modificação em Quarta, 07 Fevereiro 2018 11:09
  • Unimed 38

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus