Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Uma notícia falsa de emprego com “contratação imediata e sem experiência comprovada” deixou os telefones do Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência) congestionados nesta sexta-feira (19) e a direção do órgão, por meio da Secretaria municipal de Saúde, decidiu emitir nota para condenar o que classificou de campanha ‘fake news’.

O diretor do Samu, Jony Alisson Bispo Santana, destaca que, além de um plantel com 85 pessoas que atende a demanda com tranquilidade, a contratação de novas pessoas para o órgão deve seguir os critérios de concurso público e é feita pela Prefeitura de Dourados. “Não existe nenhum processo de contratação. E se houvesse, não seria da forma como o texto menciona, sem experiência e com contratação imediata. Isto fere os procedimentos legais”, explicou.

O texto disseminado nas redes sociais, principalmente via WhatsApp, oferecia “Vagas com início imediato no SAMU”, acrescentado da observação: “Não é necessário ter experiência. Salário inicial até 3.438,21 Participe do processo seletivo simplicado” (!).

Segundo informação do diretor administrativo do Samu, provavelmente a disseminação da notícia é nacional e Dourados é uma das localidades que sofre com a repercussão. Muitas pessoas ligaram no Samu para saber sobre a notícia. “Eu gostaria de ressaltar que, jamais, qualquer equipe do Samu será contratada de forma aleatória e sem exigir experiência. Lidamos com vidas”, finalizou Santana.

Comentário

Uma medida em estudo no parlamento paraguaio pode contribuir para a redução do contrabando de cigarros na América Latina e, em especial, no Brasil. Deputados liderados pelo senador e ex-presidente Fernando Lugo devem apresentar em breve projeto de lei que aumentará o imposto sobre o produto para até 40%. Atualmente, os fabricantes paraguaios de cigarros pagam cerca de 18% em tributos, a menor taxa de toda a América Latina, contra uma média de 71% no Brasil.

A medida reverbera positivamente declarações dadas pelo presidente do Paraguai, Mario Abdo Benitez. Empossado em agosto, Benitez declarou mais de uma vez seu compromisso com a redução do contrabando. Atualmente o Paraguai é o principal polo distribuidor de produtos ilegais da região, e o carro chefe da ilegalidade é o cigarro.

Outro movimento dos deputados paraguaios que deve contribuir para a melhora neste cenário foi a lei aprovada recentemente que aumentou a pena para o contrabando de produtos que entram ilegalmente no país. A partir de agora, quem for flagrado importando produtos de forma irregular poderá ser condenado a até 15 anos de reclusão – no Brasil essa pena é de apenas 5 anos de prisão, no máximo.

Além disso, o Paraguai participou, no início de outubro, da Conferência das Partes da Convenção-Quadro para o Controle do Tabaco (a COP8), movimento que mostra o comprometimento do novo governo com o combate ao contrabando de cigarros. O Paraguai também demonstrou interesse em sediar o evento em 2020.

Faltam mais ações do lado brasileiro, como ficou demonstrado nos últimos dias nos discursos dos candidatos ao segundo turno na eleições para presidente da República e do Governo de Mato Grosso do Sul, que faz fronteira com cidades paraguaias por onde escoam boa parte dos produtos contrabandeados para os grandes centros consumidores do País.

O presidente do Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial (o ETCO), Edson Vismona, considera que as recentes notícias são bons presságios para a redução da ilegalidade que tomou conta do país em anos recentes. "Em 2017, 44% dos cigarros vendidos no Brasil foram contrabandeados do Paraguai, o que gerou uma perda de arrecadação de quase R$ 10 bilhões aos cofres públicos, dinheiro que acaba financiando a escalada na violência. Com os movimentos recentes do país vizinho, pela primeira vez em muitos anos o Brasil pode ter esperança de começar a reverter esse quadro, o que será muito benéfico para ambos os países" afirma.

Mas Vismona lembra que o Brasil também precisa continuar a fazer sua parte: "O governo federal tem avançado na estruturação de ações de combate ao crime organizado, diretamente ligado ao contrabando, esforço que deve ser intensificado. Temos que diminuir o espaço de atuação das organizações criminosas com inteligência e integração", propõe.

Comentário

O trabalhador que pretende se aposentar por tempo de contribuição tem pouco mais de 2 meses para aproveitar as vantagens da fórmula 85/95, sem o desconto do fator previdenciário. A partir de 31 de dezembro, passará a vigorar a regra 86/96, conforme previsto por lei sancionada em 2015, o que tornará mais difícil o acesso ao benefício integral.

Pela regra atual, da fórmula 85/95, a soma entre a idade e o tempo de contribuição no caso das mulheres deve ser de pelo menos 85 anos e no caso dos homens, de 95 anos, para que o trabalhador ou trabalhadora tenha direito a aposentadoria com o benefício integral. A partir de 2019, essa soma exigida sobe um ponto para ambos, passando a ser de 86, para mulheres, e 96, para homens.

Homens e mulheres que tenham atingido o tempo mínimo de contribuição (35 anos para eles, 30 para elas) também podem se aposentar sem atingir essa pontuação 85/95. Mas, nesse caso, o valor da aposentadoria é reduzido pelo fator previdenciário. Esse mecanismo reduz o valor do benefício de quem se aposenta por tempo de contribuição. A fórmula, criada em 1999, se baseia na idade do trabalhador, tempo de contribuição ao INSS e expectativa de sobrevida do segurado. Quanto menor a idade no momento da aposentadoria, maior é o redutor do benefício.

Comentário

O renomado design de interiores Douglas Raldi é o único douradense a representar o desenvolvimento criativo e o potencial dos profissionais de Dourados e região durante a quinta edição da Casacor MS, reconhecida como a maior e melhor mostra das Américas de arquitetura, decoração e paisagismo, que acontece nesta sexta-feira (19), em Campo Grande.

. .
Com 70m² de criação e encantamento, Douglas assina o ambiente “Estúdio - A casa é sua”, inspirado na música “A casa é sua” de Arnaldo Antunes, apresentando poesia, arte, cultura e história e tendo como diferencial um rico acervo de gravuras dos maiores artistas sul-mato-grossenses, como Jonir Figueiredo, Vânia Pereira, Nélio Martins, Jorapimo, Clara Rai, Inês Correia da Costa e Laila Zahran Silveira.

"É uma grande responsabilidade ser o único profissional de Dourados e um dos poucos no interior do Estado, mas também, é uma grande honra representar a nossa cidade”, explicou o artista.

Comentário

Uma criança de 8 anos de idade morreu na tarde desta quinta-feira (18), após ser atingida pelo disparo acidental de uma espingarda, em Sidrolândia. O pai da criança estava limpando a arma, quando houve o disparo, publica o jornal Correio do Estado.

De acordo com os fatos apurados, o caso aconteceu por volta das 13 horas desta quinta, no assentamento São Pedro, onde mora a família da vítima. A criança estava próxima do pai e teria sido atingida no ouvido durante o manuseio da arma.

Comentário

Dourados vai receber, entre os dias 26 de novembro e 1 de dezembro, o seminário Empretec, metodologia desenvolvida pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 34 países e aplicada no Brasil pelo Sebrae. A capacitação acontece das 8 às 18 horas, no escritório regional da instituição, na praça do Cinquentenário.

O objetivo é proporcionar o amadurecimento de características empreendedoras, aumentando a competitividade e as chances de permanência no mercado. Para participar, é necessário preencher a ficha de pré-inscrição pelo site http://www.empretec.sebrae.com.br/#/inscricao.

A primeira fase é composta por uma entrevista para identificar o perfil de empreendedor do participante. Depois, o candidato será informado se está apto a participar do seminário, para então se matricular.

São seis dias de capacitação em que são lançados desafios práticos, cientificamente fundamentados, que apontam como um empreendedor de sucesso age, a fim de desenvolver competências como a busca de oportunidades e iniciativa; a persistência; o comprometimento; e a autoconfiança.

A capacitação tem o investimento de R$ 1.000 e as inscrições devem ser realizadas até o dia 4 de novembro. Para mais informações, ligue na Central de Relacionamento, pelo telefone 0800 570 0800, ou acesse o Portal do Sebrae.

Comentário

A 5ª Mostra de Projetos de Arquitetura da Unigran, “A Casa do Estudante”, foi aberta para visitação do público e vai permanecer até o dia 31 deste mês. A mostra é um projeto elaborado pelas professoras Rosane Lima e Cláudia Torraca e acontece há cinco anos. Segundo elas, a atividade objetiva ingressar os alunos no universo da arquitetura, tendo com isso uma noção espacial real da dimensão que eles têm para fazer o projeto e também, para promover a interação entre os colegas, já que no exercício da profissão, há a necessidade de trabalhar com diversos outros profissionais para conseguir obter o resultado pretendido.

A mostra visa, ainda, desenvolver as habilidades práticas no processo de criação de projeto residencial e execução de obra, levando os alunos a entenderem e vivenciarem a prática do profissional arquiteto e urbanista, logo no início do curso. Nesta edição, com o tema “Casa Funcional”, a mostra oferece o desafio de como projetar uma residência com móveis funcionais, de no máximo 30m² em plantas livres, com poucas paredes, aproveitando assim, com maior eficácia, a iluminação e a ventilação natural. Com a projeção de ambientes integrados e ocupados por mobiliários multifuncionais, ou seja, que podem ter duas ou mais funções, as casas atendem o estilo de vida moderna em que vivemos.

Os alunos do segundo semestre Rafael Corrêa Bruning e Thais Zetolis tiveram projetos selecionados e executados com o apoio dos colegas da turma. Os projetos das duas casas edificadas passaram por um processo seletivo, que iniciou com a elaboração de uma planta por cada aluno, nos padrões definidos. Após isso, cinco projetos de cada sala foram selecionados e avaliados pelos professores e pelos colegas do outro período. Por fim, um projeto de cada turma foi escolhido e para a sua construção, cada sala foi dividida em grupos, sendo que cada um ficou responsável por um ambiente.

Para Rafael, o momento mais complicado foi no começo da criação do projeto, por ser um espaço muito limitado. “Tive um pouco de dificuldade no início, mas logo ele foi tomando forma. Nesta residência, pensei desde a posição que o sol nasce e se põe e também nas correntes de vento. Construímos móveis que atendem todas as necessidades de uma casa e ainda garantem a funcionalidade do espaço. Em cada etapa fomos nos construindo como arquitetos, o que exigiu muita responsabilidade e também nos fez lidar com situações difíceis que vão acontecer depois de formados em uma obra”.

Thais, autora do segundo projeto, explicou sua inspiração. “Eu gosto muito da arquitetura minimalista e também da combinação do preto com a madeira, que predomina na minha residência. Também utilizei a vegetação verde para complementar o projeto. Fiz vários desenhos de fachadas até chegar neste resultado. Confesso que o tamanho do ambiente dificultou um pouco a sua realização, mis amei o resultado final e eu moraria tranquilamente numa casa assim”.

O evento foi um trabalho, que teve como elemento norteador a construção de duas casas com um programa específico de necessidades para atender a moradia de estudantes universitários. As duas casas foram elaboradas com conceito de arquitetura sustentável e são parte de avaliação da disciplina Projeto II do curso.

Comentário

Rogério Shizeiro Oshiro, empresário do ramo de revenda de tintas em Dourados, morreu na tarde desta quinta-feira (18) em acidente de trânsito no trecho da BR 267 que liga à cidade de Maracaju.

Com Oshiro, viajavam ainda a mulher dele, Gislaine Costa Lima e um casal de filhos: Maria Aparecida, de sete ano e o caçula, João Paulo, de pouco mais de 1 ano, que também morreu no local.

De acordo com as primeiras informações, chovia no momento do acidente e o empresário teria perdido o controle do veículo, em circunstâncias ainda a serem apuradas pela PRF (Polícia Rodoviária Federal).

A filha mais velha do casal teve que ser encaminhada às pressas para hospital de Campo Grande, com quadro clínico considerado grave e a mulher foi hospitalizada no hospital de Maracaju, para acompanhamento médico

Comentário

As revelações de que empresas bancaram a disseminação de mensagens contra o PT nas redes sociais fazem com que PT e PDT cogitem tentar retirar Jair Bolsonaro (PSL) da corrida presidencial. Reportagem do jornal Folha de S.Paulo publicada nesta quinta-feira (18), com repercussão pelos demais veículos do País, afirma que empresas bancaram, com contratos de R$ 12 milhões, serviços de disparos de mensagens no WhatsApp contra o PT e a favor de Bolsonaro, o que contraria a legislação eleitoral brasileira.

Em entrevista coletiva à imprensa, o candidato petista, Fernando Haddad, disse que vai acionar todos os mecanismos judiciais para que a campanha de Bolsonaro e os empresários supostamente envolvidos sejam punidos. O ex-prefeito de São Paulo citou ainda a possibilidade de que a candidatura do adversário seja impugnada, e o terceiro colocado no primeiro turno seja chamado para disputar a segunda etapa da disputa.

"Em qualquer lugar do mundo isso seria um escândalo de proporções avassaladoras, poderia encerrar até com a impugnação da candidatura com o chamada do terceiro colocado para disputar o segundo turno", disse Haddad.

Partido de Ciro Gomes, que ficou em terceiro lugar no primeiro turno das eleições presidenciais, o PDT afirmou, por meio do presidente da legenda, o ex-ministro do Trabalho no Governo Lula, Carlos Lupi, que já prepara uma peça jurídica com a qual pedirá o cancelamento ou a nulidade das eleições presidenciais de 2018. Os argumentos do pedido ainda estão sendo preparados pelos advogados da legenda, que devem endereçar a solicitação ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

"Até as últimas consequências"

Na entrevista que concedeu, Haddad disse que há indícios de outros "milhões de reais" em contratos ainda não identificados e afirmou que a campanha do capitão reformado é suspeita dos crimes de organização criminosa, caixa 2, calúnia, difamação e lavagem de dinheiro.

Independentemente do resultado eleitoral, Haddad afirmou que vai rastrear os responsáveis pela disseminação do conteúdo e pedir prisão em flagrante ou prisão preventiva dos responsáveis. O petista também pretende cobrar de Bolsonaro uma reparação por informações mentirosas feitas contra ele durante o processo eleitoral. "Isso não tem prazo para acabar, vamos até às últimas consequências", afirmou na coletiva, conforme observa o Correio Braziliense.

Além disso, Haddad cobrou que o WhatsApp tome providências. "O Whatsapp pode ajudar se quiser, pode fingir que não é com ele, mas pode ajudar se quiser. Se essa empresa tiver algum compromisso com valores, vai tomar providências e procurar evitar o que aconteceu no final do primeiro turno", disse.

Comentário

Com o objetivo de orientar potenciais empreendedores sobre a formalização como MEI, o Sebrae/MS realiza em Dourados, no mês de novembro, a palestra gratuita “Como se tornar um Microempreendedor Individual”. As soluções começam a partir do dia 5, das 14h30 às 16h30, no escritório regional da instituição, na rua Presidente Kennedy, 855, junto à praça do Cinquentenário.

Durante a palestra, os participantes vão conhecer as regras e requisitos necessários para a formalização; os valores com os quais o MEI deve contribuir; quais responsabilidades o empreendedor terá; e as vantagens e benefícios ao se regularizar, como: emissão de nota fiscal, acesso a créditos especiais para pessoas jurídicas, auxílio-doença e maternidade, entre outros.

Empreender com sucesso

Para o MEI que já tem um negócio e busca orientação e capacitação, o Sebrae oferece também soluções em diversas áreas como planejamento; marketing e vendas; compras; finanças; pessoas e muito mais. “Quando se aprende a fazer da maneira correta, tudo fica mais fácil de gerenciar. Esses eventos são fundamentais para o empreendedor, pois o conhecimento gera oportunidades de crescimento”, afirma Gemima de Oliveira, técnica do Sebrae/MS.

Nos dias 6 e 7 de novembro, das 19 às 23 horas, vão acontecer as oficinas SEI, desenvolvidas especialmente para atender às necessidades do Microempreendedor Individual. No dia 6, a solução SEI Vender auxilia a ampliar as vendas e conquistar mais clientes utilizando componentes de marketing para compreender as necessidades do mercado e melhorar o desempenho da empresa. Dentre os conteúdos abordados estão: clientes, produtos e serviços, definição do preço de venda, ponto e metas de venda, modelos de descontos e prestação de serviços.

Já durante a oficina SEI Comprar, que vai acontecer no dia 7, os participantes vão aprender as etapas e elementos de compras; conceitos de planejamento; escolha de produtos; estratégias para atuar em relação a fornecedores, mercado, clientes e preços; entre outros fatores que influenciam na gestão da empresa.

As capacitações têm o investimento de R$ 10 cada. Inscrições e mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3410-8800 ou pela Loja Virtual do Sebrae.

Comentário

Página 4 de 1092
  • Unimed 38

// MANOEL AFONSO

Amplavisão – Os caminhos dos votos dos deputados eleitos

ELEIÇÕES Vários fatores concorrem para o sucesso.São 24 vagas para a Assembleia Legislativa, início de carreira vitoriosa ou cemit&eacu...

0 : Comentários Twittar esse Artigo!

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus