Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O secretário de Segurança Pública do Rio, Richard Nunes, afirmou, em entrevista ao jornal "Estado de São Paulo", que a vereadora Marielle Franco foi morta por milicianos que acreditavam que ela poderia atrapalhar negócios de grilagem de terras na Zona Oeste do Rio. Nesta sexta-feira (14) faz nove meses que a vereadora e o motorista Anderson Gomes foram executados no Rio.

A Polícia Civil e o Ministério Público do Rio cumpriram mandado de busca e apreensão na casa do vereador Marcello Siciliano (PHS), na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, na manhã desta sexta, no sentido de apurar a relação com os assassinatos ocorridos no dia 14 de março deste ano.

No local, os agentes apreenderam um tablet, um computador, HD e documentos. O vereador não foi encontrado em casa. Também houve apreensão de computadores no gabinete do parlamentar, na Câmara de Vereadores do Rio, no Centro. A porta do escritório precisou ser arrombada. Siciliano ainda não havia aparecido para trabalhar até o final da manhã, segundo o G1.

Durante as investigações, uma testemunha falou para a Polícia Civil e para a Polícia Federal que o vereador Marcello Siciliano planejou a morte de Marielle, junto com o ex-policial militar Orlando Oliveira de Araújo, o Orlando Curicica.

Comentário

No contexto da campanha “16 dias de ativismo”, a Coordenadoria de Políticas Públicas para as Mulheres realizou diversas atividades no enfrentamento à violência contra a mulher. Ação social, panfletagens e palestras foram desenvolvidas com a população no período de 25 de novembro a 10 de dezembro.

Centenas de pessoas foram alcançadas com as ações. A coordenadora Sonia Pimentel destaca a receptividade das pessoas ao tema, sempre com diversas perguntas e compartilhamento de vivências. “Homens e mulheres se mostraram sensíveis à temática, tiraram dúvidas, conversaram sobre situações presenciadas, e isso é muito importante. É um trabalho de prevenção e orientação a essas situações de violência contra o público feminino que, infelizmente, é uma realidade que persiste e precisa ser enfrentada”, disse.

A abertura oficial da ação no início de dezembro contou com 600 atendimentos, com serviços de cortes de cabelo, design de sobrancelhas e manicure; saúde, com testes de glicemia, aferição de pressão arterial, testes de IST/Aids e de hepatites virais, orientações do serviço social e de psicologia, área jurídica e vacinação de cães e gatos. As ações ocorreram em parceria com diversas instituições e foram ofertadas gratuitamente à população.

Palestras com o tema assédio moral e sexual no ambiente de trabalho aconteceram com público alvo de servidores municipais. Ações de panfletagem e “bate-papo” sobre a violência contra a mulher ocorrem na área central. “Nos pontos de ônibus, na Praça Antônio João e outros com aglomeração de pessoas levamos essa mensagem de mais respeito e amor”, disse Sonia Pimentel.

Para 2019 as atividades da Coordenadoria, com apoio da Rede Socioassistencial de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher serão expandidas em Dourados. A Coordenadoria também reforça gestões junto ao Estado no objetivo de agregar recursos humanos para a Delegacia da Mulher em Dourados.

Comentário

O vereador Alan Guedes (DEM), eleito o novo presidente da Câmara de Dourados para o biênio 2019/2020, fez discurso de agradecimento no final da tarde desta quinta (13), após sessão movimentada na Casa e, citando nominalmente um a um dos colegas, disse que os vereadores do Município “não tem mais o direito de errar”.

Elias Ishy (PT), Sergio Nogueira (PSDB) e Daniela Hall (PSD) compõem a chapa eleita depois de disputarem as vagas de vice-presidente, 1º secretário e 2º secretário, respectivamente. A outra chapa que havia sido protocolada, formada por Pedro Pepa, Junior Rodrigues, Cirilo Ramão e Silas Zanata, foi extinta depois que a Justiça decretou o afastamento de Pepa e Cirilo dos mandatos.

Pepa e Cirilo estão na PED (Penitenciária Estadual de Dourados) como envolvidos nas investigações do MPE (Ministério Público Estadual) na operação ‘Cifra negra’ que apura denúncias de corrupção, pagamento de propinas a outros vereadores e empresários e fraudes em licitações públicas. O ex-presidente da Câmara, Idenor Machado (PSDB) também está preso junto com o suplente Dirceu Longhi (PT).

Na eleição realizada durante a 9ª sessão extraordinária, a chapa encabeçada por Alan Guedes recebeu 10 votos favoráveis [dele próprio e mais Daniela Hall, Sergio Nogueira, Elias Ishy, Lia Nogueira (PR), Marcelo Mourão (PRP), Toninho Cruz (PSB), Olavo Sul (Patriotas), Marçal Filho (PSDB) e Madson Valente (DEM), com uma abstenção: do vereador Romualdo Ramim (PDT) que, pressionado pela Maçonaria, decidiu ficar neutro na escolha.

O presidente eleito usou a tribuna para lembrar da caminhada até a Mesa Diretora, começando como vereador suplente até o atual mandato. “Entrei um jovem, que passou no teste, e saio com uma enorme experiência. Comecei cedo e trouxe comigo minha juventude, vocação, honra e ética”, comentou Alan. “Posso ajudar Dourados e a Câmara de Vereadores, pois tenho saúde, vitalidade e muita força para trabalhar”, prometeu.

Alan Guedes citou que todos os padrões que o guiam como advogado e professor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul serão mantidos na presidência da Câmara. “A mão estendida e a porta aberta serão referências do meu trabalho como presidente desta Casa”, finalizou o vereador, convocando a sociedade para se unir em torno de um projeto chamado Dourados.

Comentário

O Santos anunciou nesta quinta-feira (13) um acordo para que o argentino Jorge Sampaoli venha a comandar a equipe em 2019. Ele viajará ao Brasil no final de semana para acertar os últimos detalhes e assinar contrato. Um dos mais badalados treinadores sul-americanos da década, Sampaoli terá no Santos a primeira experiência no Brasil

Sampaoli estava desempregado desde a Copa do Mundo da Rússia, quando deixou o comando da seleção da Argentina após campanha ruim no torneio. Antes, porém, fez sucesso na Universidad do Chile e na seleção chilena. Ele também teve passagem pelo Sevilla, da Espanha.

O Santos buscava um técnico desde o final do Brasileiro, quando Cuca anunciou que não permaneceria na Vila Belmiro para tratar de um problema no coração. O presidente do Santos, José Carlos Peres, diz que chegada do argentino, que deve ser sacramentada no final de semana, impactará no futebol brasileiro

Comentário

O governador Reinaldo Azambuja inaugura nesta sexta-feira (14), às 10 horas, o Núcleo de Operações e Controle da Sanesul, na sede da Administração Central (rua Doutor Zerbini, 421 Chácara Cachoeira), na Capital. Com a tecnologia avançada, a empresa vai monitorar em tempo real inicialmente os sistemas de abastecimento de água dos municípios de Dourados, Corumbá, Ponta Porã, Três Lagoas, Maracaju e do distrito de Vista Alegre.

“A Sanesul vai armazenar cópias de todos os dados administrativos, contábeis e financeiros e que podem ser recuperados em um eventual desastre”, explica Luiz Rocha, diretor-presidente da empresa, sobre o ato seguinte da agenda desta sexta: a inauguração do Site Backup (Centro de Armazenamento de Dados).

Nesse evento também, 62 novos veículos utilitários, 8 retro-escavadeiras, 1 caminhão e 1 empilhadeira serão entregues a prefeitos e supervisores de unidades da Sanesul para a prestação de serviços de saneamento em 44 municípios. A soma deste empreendimento na frota é de R$ 5,2 milhões de recursos próprios.

Segundo o diretor-presidente da Sanesul, de 2015 a 2018, já foram investidos R$ 12,4 milhões em máquinas, veículos e equipamentos. “O governador Reinaldo Azambuja vem priorizando a conservação e investimentos nos transportes e utilitários, a frota de quase 500 máquinas e veículos encontra-se em excelente condição de uso e os que estão ficando com mais tempo de uso serão substituídos”, comenta.

Desse total, 16 veículos serão encaminhados para atender a região de Dourados. A segunda maior cidade do Estado ficará com quatro pick-ups e uma retro-escavadeira, os municípios e distritos vizinhos serão contemplados com um veículo: Vicentina, Vila Vargas, Rio Brilhante, Douradina, Fátima do Sul, Itahum, Indápolis, Itaporã e Maracaju. Já Nova Alvorada do Sul terá a concessão de duas pick-ups.

Comentário

Mato Grosso do Sul se tornou nesta quinta-feira (13) o quarto estado brasileiro a regulamentar o Marco Legal da Ciência, Tecnologia e Inovação. Decreto assinado pelo governador Reinaldo Azambuja desburocratiza atividades de pesquisa no Estado, integra instituições científicas e tecnológicas e incentiva pesquisadores. Além de MS, apenas os estados de Minas Gerais, Paraná e São Paulo já regulamentaram o Marco Legal.

Com a medida, o foco deixa de ser o processo da pesquisa e passa a ser o resultado – o que desburocratiza o segmento. Na prática, pesquisadores passarão a ser avaliadas pelo resultado do trabalho, e não pelo processo administrativo. A explicação é do secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck.

“Em vez de avaliar se um pesquisador entregou uma nota fiscal, será avaliado primeiro a área científica, o resultado da pesquisa. Se alguém propôs desenvolver uma nova variedade de soja, nós vamos avaliar se ele desenvolveu uma nova variedade de soja para depois olhar a documentação prevista. Isso cria resultado”, explicou.

Para Reinaldo Azambuja, a medida representa avanço tecnológico para o Estado. “Estamos modernizando a Ciência, Tecnologia e Inovação. É uma ferramenta de desenvolvimento para Mato Grosso do Sul”, afirmou. “O decreto facilita principalmente entrega do produto final do pesquisador e dá agilidade aos processos, estimulando a ciência, a tecnologia e a inovação”, emendou.

A regulamentação ainda simplifica a celebração de convênios para pesquisa pública; facilita a internacionalização de instituições científicas e tecnológicas; e aumenta a interação entre elas e a iniciativa privada.

Comentário

Vereadores de Dourados aprovaram, em 2ª e 3ª discussão, na sessão extraordinária realizada na tarde desta quinta-feira (13), o Projeto de Lei 113/2018, de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre a LOA (Lei Orçamentária Anual) para exercício financeiro de 2019.

A votação ocorreu durante a 10ª e 11ª sessões extraordinárias, realizadas na tarde desta quinta, no Plenário da Casa de Leis, sucedendo à rápida e decisiva nona sessão extra, que escolheu o vereador Alan Guedes (DEM) como novo presidente da Câmara o biênio 2019/20.

Foram votadas e aprovadas, em bloco, mais de 250 emendas, entre indicativas, impositivas e modificativas. Elas atendem as áreas da Saúde, Educação e Assistência Social. As emendas impositivas apresentadas podem somar R$ 60 mil para cada vereador, e são de cumprimento obrigatório por parte da Prefeitura.

Comentário

O médico-cirurgião Antônio Luiz Macedo, do Hospital Israelita Albert Einstein, afirmou à Agência Brasil de notícias nesta quinta-feira (13) que a cirurgia para a retirada da bolsa de colostomia do presidente eleito, Jair Bolsonaro, foi remarcada para o dia 28 de janeiro. Mais cedo, Bolsonaro esteve no hospital, na capital paulista, para uma consulta de rotina, que durou cerca de um hora.

Inicialmente marcada para a quarta (12), a cirurgia foi adiada em novembro após uma série de exames que apontaram uma inflamação do peritônio e processo de aderência entre as alças intestinais. A nova data também é uma adequação à agenda do próximo presidente, que participará do Fórum Econômico de Davos, na Suíça, entre os dias 22 e 25 de janeiro, um dos primeiros compromissos internacionais após tomar posse no cargo.

"É a disponibilidade dele [Bolsonaro]. Agora não dá por causa da posse do dia 1º de janeiro, depois ele tem um compromisso fora do Brasil [Fórum de Davos], que ele não pode deixar de ir. Quando ele voltar desse compromisso, ele será operado", afirmou Macedo, um dos maiores especialistas em cirurgia do aparelho digestivo no país.

Antônio Macedo acompanha Bolsonaro desde o ataque sofrido pelo então candidato à presidente, no dia 6 de setembro, em Juiz de Fora (MG), durante a campanha eleitoral. Bolsonaro foi esfaqueado no abdômen por Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos. O autor do ataque segue preso na penitenciária federal de Campo Grande.

Almoço com Silvio Santos

Após a consulta em São Paulo, Jair Bolsonaro almoçou com o apresentador Sílvio Santos, do SBT, na zona sul da cidade. O apresentador completou 88 anos de idade, e o almoço foi organizado como uma confraternização. O presidente eleito estava acompanhado da esposa, Michelle Bolsonaro, do futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, além de outros assessores, sob um forte esquema de segurança.

Bolsonaro deixou a casa de Sílvio Santos por volta das 14 horas e foi direito para o aeroporto de Congonhas, onde embarcou para o Rio de Janeiro. A expectativa é que ele permaneça na cidade pelos próximos dias, de acordo com a agência de notícias.

Comentário

O comerciante Benjamim Ximenes, pai do presidente do Clube Indaiá e diretor do Crea-MS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia), Angelo Ximenes, morreu na tarde desta quinta-feira (13), aos 88 anos, em Dourados. Segundo a família, ele estava com a saúde bastante debilitada e necessitando de cuidados especiais.

Benjamim Ximenes chegou em Dourados em 1967. Trabalhou com gerente em diversas lojas da cidade, entre elas a Riachuelo e a Douralar. Em 1974 implantou o Restaurante Panela Preta, tradicional ponto de encontro da sociedade e a melhor feijoada da cidade na época. Também foi dirigente do Clube Social de Dourados e do Dragão Esporte Clube, e contribuiu com a fundação da Colônia Paraguaia no Município.

O empresário deixa a esposa Dalmira, e os filhos Ângelo, Sandra e Sergio, além de noras e netos.

Comentário

Com 10 votos a favor, oito contrários e uma abstenção (do vereador Ramim), o vereador Alan Guedes (DEM) foi eleito novo presidente da Câmara de Dourados até 2020.

Guedes encabeçou a chamada chapa 2, que acabou se transformando em chapa única, tendo como candidato a vice o vereador Elias Ishy (PT), primeiro secretário Sergio Nogueira (PSDB) e segundo secretário, Daniela Hall (PSD).

A eleição só aconteceu após nove sessõex extraordinárias, e queda de braço que começou dia 5, na semana passada, quando duas chapas foram inscritas. No dia seguinte, dois membros de uma chapa foram presos e o imbróglio se sucedeu até que a Justiça determinasse o afastamento dos vereadores presos, abrindo caminho para os suplentes proporcionarem a decisão final.

 

Comentário

Página 2 de 1149

// MANOEL AFONSO

Amplavisão – MDB sobreviverá sem Puccinelli?

A ESCOLHA Para os deputados estreantes na Câmara 2 modelos a seguir: o primeiro de Carlos Marun (MDB) que adotou a fidelidade partidária (e se deu bem) dando...

0 : Comentários Twittar esse Artigo!

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus