Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Sábado, 30 Novembro 2019 13:36

Menino desaparecido é encontrado pelo pai

O menor Wernderson Bryan já teria sido localizado, pelo próprio pai dele, no começo da noite da sexta-feira (29), após o registro, no final da tarde, de que o garoto teria desaparecido na saída do turno escolar das imediações da escola Maria da Glória Muzzi Ferreira, em Dourados.

Nas redes sociais circulam, neste sábado (30), informações dando conta desse fato. “A mãe dele o abandonou e esta família (com quem residia atualmente) o criou até os 6 anos. Depois a família com quem vivia também se desestruturou e ele retornou para a mãe!”, relata uma das postagens.

LEIA MAIS SOBRE

Em outra publicação, via Facebook, internauta conta que o menino a teria procurado após deixar a escola para se encontrar com o pai biológico, a quem queria relatar que era vítima de violência por parte da mãe e do padrasto com quem morava. “Ele apareceu na minha casa e o levei para se encontrar com o pai e os dois iam na delegacia”, diz outra postagem. “Um caso complicado. Casos de família, mas o importante é tentar ajudar esta criança!”, conclui texto reproduzido em canais de WhatsApp.

O menino tem 10 anos de idade e estuda no período vespertino na escola Maria da Glória, localizada na rua Mato Grosso, esquina com a Mozart Calheiros e teria sido visto pela última vez por volta das 17h20, saindo do estabelecimento em uma bicicleta. Ele trajava short roxo e a camiseta verde, uniforme da escola.

Comentário

Os acadêmicos do 4º semestre de Psicologia da Unigran encerraram o projeto ‘Palestras sobre o uso de substâncias psicoativas e suas consequências’, que ajudou na conscientização de centenas de alunos do 6º ao 9º ano, em 20 escolas públicas de Dourados. O projeto, de ensino e extensão, foi coordenado pela professora Julice Antoniazzo Gadani, da disciplina de Psicofarmacologia.

A professora é representante titular da Instituição no Comad, o Conselho Municipal de Políticas sobre Drogas de Dourados e o projeto teve a parceria do órgão colegiado.

“A iniciativa de levarmos as palestras nas escolas surgiu quando fui indicada para ser a representante do curso no Comad. Nele eu faço parte da Comissão de Projetos e resolvi unir as duas coisas, primeiro fazer os acadêmicos aprenderem todo sobre o mecanismo de ação das substâncias químicas no SNC [Sistema Nervoso Central] e depois, levar esse conhecimento às escolas, por meio de palestras em grupo, levando esse assunto de forma acessível e lúdica para a faixa etária de 10 a 16 anos”, explicou Gadani.

O projeto teve como objetivo prevenir o uso das drogas, lícitas ou ilícitas, conscientizando todos os participantes sobre o vício e os malefícios físicos e psiquiátricos que elas causam.

A professora explicou também, que durante a adolescência, surgem as curiosidades e más companhias que comumente conduzem para o caminho das drogas. Por isso, o projeto é extremamente importante, pois leva conhecimento sobre o tema, que geralmente é negligenciado nas escolas e em casa.

Para a aluna Aurilene Recco Silva, do período noturno, o projeto contribuiu também na formação do perfil profissional dos futuros psicólogos. “O ciclo de palestras foi um espaço de troca e compartilhamento de conhecimentos, entre palestrantes e ouvintes, quando pudemos sair do ambiente interno da universidade e contribuímos com a comunidade, passando o aprendizado obtido em sala de aula sob uma abordagem preventiva e de orientação. Enquanto acadêmicos de Psicologia, pudemos lançar um olhar sobre a realidade e vivenciar na prática a importância da realização de trabalhos assim, nos despertando ainda a pensar na responsabilidade social que precisamos assumir enquanto futuros profissionais e no quanto podemos contribuir criando vínculos solidários. O projeto nos aproximou mais da prática, nos modificou e nos fez ser capazes de manter um olhar ainda mais intenso sobre a importância de estarmos sempre dispostos a ajudar e saber nos posicionarmos de maneira empática, já que é uma futura profissão onde trabalharemos o tempo inteiro com contato humano’, disse.

Já a acadêmica Marlova Leonardelli Ximenes, do período matutino, destacou o crescimento pessoal que obteve com a atividade. “Estar envolvida nesse projeto foi uma experiência acadêmica enriquecedora e uma grande oportunidade pessoal de crescimento como ser humano. Todo o envolvimento desde o preparo até a apresentação da palestra trouxe aprimoramento do meu conhecimento não só sobre os efeitos e as consequências do uso de drogas lícitas e ilícitas bem como sobre as técnicas de ensino e aprendizagem, necessárias à apresentação do trabalho. Ainda, nos oportunizou conhecer um pouco do dia a dia na Psicologia Escolar, pois recebemos orientações e ouvimos as experiências do psicólogo da escola, que tão gentilmente nos acolheu em seu ambiente de trabalho e acreditou em nosso projeto”, apontou.

Durante o projeto, os alunos que fazem o uso de alguma substância psicoativa e solicitaram ajuda aos acadêmicos, foram encaminhados para o acompanhamento psicológico gratuito no Núcleo de Psicologia da Unigran, tanto o usuário quanto os familiares. Além da contribuição social, a atividade exigiu comprometimento dos acadêmicos, principalmente no estudo aprofundado do assunto para preparar a palestra e estar aptos a responder e orientar adequadamente os alunos.

“Também, passaram por uma grande experiência de humanização, oportunizando colocar em prática o conhecimento teórico da academia, olhando o outro com o sentimento de amor e de ajuda quando necessário”, concluiu Gadani. O projeto é realizado anualmente e a apresentação é utilizada como uma das avaliações da disciplina.

Legendas: Acadêmicos com a professora Julice Antoniazzo Gadani durante o encerramento do projeto

Comentário

 

Familiares do menor Wernderson Bryan estão pedindo a ajuda de toda a comunidade, especialmente da região do Jardim Água Boa e imediações, no sentido de tentar localizar o garoto que está desaparecido desde à saída do turno escolar na tarde desta sexta-feira (29) em Dourados.

O menino tem 10 anos de idade e estuda no período vespertino na escola Maria da Glória, localizada na rua Mato Grosso, esquina com a Mozart Calheiros e foi visto pela última vez por volta das 17h20, saindo do estabelecimento em uma bicicleta. Ele trajava um short roxo e a camiseta verde, uniforme da escola.

A família já acionou parentes e amigos, mas ainda não obteve nenhuma informação sobre o paradeiro de Wernderson. Quem puder contribuir para ajudar a localizar o estudante poderá entrar em contato pelos telefones 99872 6637 ou o 98479 3565.

Comentário

A partir desta segunda-feira (2) a Unidade Móvel do Hospital de Amor vai começar a atender a população feminina da Grande Dourados. A carreta, equipada com sala de mamografia e consultório de coleta Papanicolau, vai permanecer estacionada na sede da Clínica da Mulher, na rua Salviano Pedroso, 1050, no Jardim Água Boa, até o dia 13.

Durante o mês de dezembro, excepcionalmente, não haverá agendamento para a realização dos exames, as pessoas vão pode ir até o local e o atendimento será realizado em livre demanda, por ordem de chegada.

Os atendimentos serão oferecidos, de segunda a sexta-feira, entre às 7 horas e o meio-dia e os interessadoas deverão comparecer na Carreta levando apenas documentos pessoais (CPF e RG) e o Cartão do SUS mais um documento comprovante de residência.

Os exames de Papanicolau são destinados às mulheres com idades entre 25 e 64 anos e os de Mamografia, dos 40 aos 69 anos.

Comentário

A Prefeitura de Dourados está enviando para a Câmara um projeto de lei que visa a doação de um terreno para a Defensoria Pública construir a sede própria no Município. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (29) pelo secretário de Governo Celso Antônio Schuch, ao receber o defensor público-geral do Estado, Fábio Rogério Rombi da Silva, para discutir detalhes do projeto de lei. Também participou do encontro o defensor público aposentado Ilton Aparecido de Assis.

O defensor-geral afirmou que após a aprovação da lei e a sanção da prefeita, será feito o processo licitatório para a contratação de empresa especializada para a elaboração do projeto técnico da obra. Fábio Rombi disse ao secretário de Governo que a instituição quer começar a obra no início do segundo semestre de 2010.

Celso Schuch afirmou que a área a ser doada tem cerca de 3500 metros quadrados e está localizada próximo à Feira Central. A sede própria, segundo o defensor-geral, será construída dentro dos padrões de acessibilidade e abrigará todos os setores da Defensoria. Atualmente, estão em funcionamento em Dourados 22 defensorias, com a atuação de 13 defensores públicos, e depois da obra pronta este número deverá ser aumentado.

A Prefeitura já mantém uma parceria com a Defensoria, que colocou uma equipe para atender no Poupatempo localizado no antigo CSU e que atende a população do Grande Água Boa.

A Defensoria de Mato Grosso do Sul é uma instituição pública que presta assistência jurídica gratuita e integral a pessoas que não tenham condições financeiras de pagar por este serviço, atuando em todos os casos de competência da Justiça Estadual. A Defensoria atua nas áreas cível, criminal, infância e juventude, tutela coletiva e execução criminal.

Comentário

As motos são veículos práticos e que trazem inúmeras vantagens quando comparadas aos automóveis.

As vantagens podem ser vistas, por exemplo, na economia de combustível, na agilidade para trafegar em vias públicas e, dependendo do modelo, no preço.

Por essas e outras razões, muitas pessoas têm trocado os automóveis pelas motocicletas, optando por modelos novos ou usados. De uma forma ou de outra, é imprescindível ter a documentação em dia, realizando os passos para registrar devidamente o seu veículo.

Em alguns casos, são vendidas motos usadas, mas sem documentos, o que deveria ser motivo de desconfiança pelo comprador que, muitas vezes, em razão do baixo preço, acaba comprando uma moto sem nenhum documento.

Toda essa economia, no entanto, poderá sair bem cara no fim das contas, já que é proibido circular com motos (e outros tipos de veículos automotivos) que não estejam devidamente registradas e licenciadas.

O que fazer, então, para regularizar uma moto sem documento? E quais são as consequências previstas para quem for flagrado conduzindo moto em situação irregular? É o que você irá descobrir neste artigo. Boa leitura!

Motos sem documentos: quando isso pode acontecer?

Uma moto que não tenha documentos em dia pode estar em uma das seguintes situações:
- ser um modelo zero-quilômetro e que ainda não foi registrado, licenciada nem emplacada;
- ser um modelo usado ou seminovo, mas que não foi transferida de propriedade no ato da compra e venda;
- ser um modelo que recebeu baixa pelo Detran, ou seja, que não pode mais circular;
- ser um veículo roubado/furtado.

Podemos ver que há duas situações que podem ser solucionadas quando falamos sobre motos sem documentos: se a moto é nova ou se não foi transferida de propriedade.

Nos outros dois casos, há particularidades. Motos ou outros tipos de veículos cuja baixa foi dada pelo Detran não podem mais circular. Geralmente, são vendidas ou leiloadas como sucata, sendo aproveitadas apenas como ferro-velho ou para retirada de peças.

Já para os casos nos quais se tratam de veículos roubados, a atenção deve ser ainda maior. Por isso mesmo, desconfie de quem vende motos sem documentação e não dê prioridade a preços baixos.

Caso compre uma moto em situação irregular (sem documentos) e que tenha sido roubada, você poderá responder judicialmente por isso, mesmo que não tenha tido nada a ver com o ato do roubo em si.
Assim sendo, nunca compre um veículo que não tenha documentação.

Vejamos, a seguir, o que fazer para regularizar uma moto sem documentos nas outras duas situações das quais falamos acima.

Como regularizar uma moto sem documentos?

- Motocicleta nova (zero-quilômetro)

Ao comprar uma motocicleta nova, é preciso realizar o seu registro, gerando, com isso, o Certificado de Registro de Veículo (CRV), como estabelece o art. 120 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Concomitantemente ao CRV, realiza-se o emplacamento da motocicleta.

Depois desse passo, será necessário realizar o licenciamento da motocicleta, gerando, agora, o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

Esse licenciamento deve ser pago anualmente, juntamente com outras taxas e impostos obrigatórios, a saber, o IPVA e o Seguro DPVAT.

- Motocicleta seminova ou usada

Se o caso é referente a uma motocicleta que se encontra sem os documentos em dia porque não foi feita a transferência de propriedade, é importante que se realizem os passos obrigatórios, sendo eles:

1. Assinatura do DUT, no verso do CRV

No verso do CRV da motocicleta, consta o Recibo de Compra e Venda do veículo, utilizado, justamente, para casos em que o veículo será vendido a um novo dono.

Deve-se, então, preencher todos os campos desse Recibo e, por fim, reconhecer as assinaturas (tanto do comprador quanto do vendedor) em cartório.

Se o vendedor tiver perdido o CRV, há a possibilidade de solicitar uma segunda via.

Alguns estados brasileiros pedem uma vistoria no veículo para a liberação da segunda via, bem como o pagamento de uma guia.

Em outros, basta solicitar pela internet, pagar a taxa e aguardar a chegada do documento no endereço informado.

2. Realizar a Transferência de Propriedade

Quando muda o proprietário do veículo – no caso, da moto –, um novo CRV deve ser gerado, constando, agora, o nome do novo dono.

Para que isso aconteça, o comprador deve fazer a transferência de propriedade da moto em até 30 dias após a assinatura do Recibo de Compra e Venda, apresentando, no Detran, cópia autenticada do Recibo de Compra e Venda, o laudo da vistoria, o CRLV em dia, uma certidão negativa de furto e, por fim, um comprovante de quitação de débitos.

Conduzir moto sem documento dá multa?

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), em seu art. 230, inciso V, conduzir veículo que não esteja registrado e licenciado é uma infração gravíssima. Então, sim, essa conduta pode gerar multa no valor de R$ 293,47, além de 7 pontos na CNH do infrator e a apreensão do veículo.

O candidato mais votado na eleição para membros do Conselho Tutelar de Dourados, realizada no dia 6 de outubro, o ex-vereador Francisco Moreira Saraiva, impugnado por descumprir regras exigidas para participar do processo de escolha dos novos conselheiros, não participou da cerimônia de diplomação dos eleitos, realizada na tarde desta sexta-feira (29) no auditório da Prefeitura. A posse oficial está marcada para o dia 10 de janeiro do ano que vem.

O processo eleitoral chegou, inclusive, a ser suspenso temporariamente, após denúncias de irregularidades envolvendo outros concorrentes dentre os 30 inscritos para as dez vagas de titulares aos dois Conselhos em funcionamento no Município. A Deliberação 24/2019 do CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente), puniu, entretanto, apenas Saraiva com a impugnação do registro de candidatura.

Diante dessa decisão, a cerimônia presidida nesta sexta pelo secretário municipal de Educação, Upiran Jorge Gonçalves, confirmou a homologação de Alicemar Lima da Rocha, (465 votos), Nazareti Lopes Leguizamon (401), Danielly Perentel Miranda (336), Vanilza Martins da Silva Carvalho (322), Maria de Fatima Medeiros (315), Benoni Gonçalves Teixeira Junior (302), Janine Matos Lima Cerveira (276), Viviane Maria da Conceição (267), Tiago Fernando Aquino Soares (258) e Eliane de Oliveira Brito (244) como novos titulares.

Comentário

A Fifa anunciou nesta sexta-feira (29) o banimento perpétuo do ex-presidente da CBF Ricardo Teixeira do futebol por conta de violações no código de ética. Segundo comunicado, a câmara decisória do Conselho de Ética da entidade considerou Teixeira culpado de crimes de suborno, aplicando a pena que o proíbe de exercer atividades ligadas ao futebol para sempre. Ele também foi multado em 1 milhão de francos suíços (R$ 4,2 milhões). O advogado de Ricardo Teixeira, Michel Assef Filho, declarou que vai recorrer da decisão ao Comitê de Apelação da própria Fifa.

A investigação do Conselho de Ética analisou atividades de Ricardo Teixeira entre 2006 e 2012, focando em contratos da CBF, Conmebol e Concacaf com empresas de mídia e direitos de transmissões de TV. O conselho considerou que Teixeira violou o artigo 27 do Código de Ética, que diz respeito a suborno, e decidiu aplicar a pena máxima - que também foi imposta a outros ex-presidentes da CBF, como Marco Polo Del Nero e José Maria Marín, conforme descreve o Globoesporte.

Comentário

Atendendo a pleito feito pela Famasul, com base na manifestação do setor produtivo da região do Pantanal, a segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa e brucelose foi prorrogada por 15 dias. A ação que, na maioria dos municípios de Mato Grosso do Sul termina neste sábado (30), seguirá até 15 de dezembro em Aquidauana, Corumbá, Ladário, Miranda e Porto Murtinho.

A portaria com a resolução foi publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (29) e o pedido, feito pela Famasul à Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), atende solicitação dos produtores do Pantanal devido à situação de emergência decretada em virtude das queimadas e estiagem prolongada na região. A justificativa foi embasada nas orientações da Superintendência Federal da Agricultura e a Embrapa Pantanal e teve parecer favorável do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento.

Confira o calendário:

Aquidauana e Miranda
Região de Planalto: vacinação até 15/12/2019 e registro até 31/12/2019.
Região de Pantanal: vacinação até 31/12/2019 e registro até 15/01/2020.

Corumbá e Ladário
Região de Pantanal: vacinação até 31/12/2019 e registro até 15/01/2020.
Região de Fronteira: vacinação até 15/12/2019 e registro até 31/12/2019.

Porto Murtinho
Região de Planalto e Fronteira: vacinação até 15/12/2019 e registro até 31/12/2019.
Região de Pantanal: vacinação até 31/12/2019 e registro até 15/01/2020.

Comentário

A Secretaria municipal de Saúde vai manter 15 postos de atendimento funcionando no Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo, marcado para este sábado (30) em todo o País. Em Dourados, a vacinação vai ocorrer das 8 às 17 horas nas unidades de saúde da Seleta, Vila Rosa, Maracanã, Santo André, Cabeceira Alegre, Izidro Pedroso, Idelfonso Pedroso, Cachoeirinha, Parque das Nações II e, também, nos distritos de Vila São Pedro, Vila Vargas, Vila Formosa e Itahum, inclusive durante o horário de almoço.

Além dessas unidades de saúde, haverá dois pontos extras de vacinação. No Hipermercado Extra, das 8 às 12 horas, e no shopping Avenida Center, começando a partir do meio-dia até às 20 horas.

A campanha nacional de vacinação contra o sarampo busca imunizar adultos jovens não vacinados na faixa etária de 20 a 29 anos. Segundo Ministério da Saúde, nesta etapa a ideia é atingir uma faixa etária que dificilmente adoece e, consequentemente, não costuma visitar os postos de saúde. “Essa faixa etária é a maior responsável pela transmissão da doença e, para interromper a cadeia de transmissão de sarampo, precisamos atingir esse público”, diz nota do Ministério da Saúde.

Surto

Na mesma nota, o Ministério da Saúde lembra que o surto de sarampo ainda se encontra em atividade no país. Atualmente, 5.660 casos foram confirmados e 19 estados se encontram em transmissão ativa. A maioria dos casos (90,5%) está concentrada em 176 municípios (27%) do estado de São Paulo, principalmente na região metropolitana.

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo é uma estratégia para interromper a circulação do vírus da doença no país e acontece de forma seletiva. Na primeira etapa que aconteceu no período de 7 a 25 de outubro, o Brasil atingiu a meta de vacinação de sarampo de 2019 com 97% de cobertura vacinal em crianças de até 01 ano, melhor cobertura vacinal dos últimos cinco anos. Agora para essa 2ª etapa está sendo convocada a população de adultos jovens (20 a 29 anos) para que compareçam às unidades e/ou postos de vacinação para receberem a vacina tríplice viral, que contém o componente vacinal contra o sarampo.

O sarampo é uma doença infecciosa exantemática aguda, transmissível e extremamente contagiosa, podendo evoluir com complicações e óbitos. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções respiratórias, no período de quatro a seis dias antes do aparecimento do exantema até quatro dias após.

Comentário

Página 9 de 1511

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus