Timber by EMSIEN-3 LTD
  • cmd recess
Redação Douranews

Redação Douranews

O vereador Madson Valente (DEM) manifestou preocupação com os cortes de orçamento realizado pelo Governo Federal e que atingiram diretamente Dourados. Somente o Aeroporto Francisco de Matos Pereira perdeu R$ 30 milhões em recursos, frustrando todas às expectativas da população e, com isso, dificultando a consolidação do município como polo de desenvolvimento, sendo que o parlamentar considera que a estruturação é estratégica para a região.

"Estou convicto da necessidade de uma reação empresarial e também da classe política local para chamar a atenção, principalmente, da bancada federal de nosso estado, para que intervenham junto ao Ministério do Planejamento para que diminuam os cortes orçamentários destinados para Dourados”, ressaltou Madson.

“Acredito que não podemos aceitar que tamanho impacto seja imposto sobre nosso município, somos um referencial em produção, crescimento econômico e sabemos da nossa importância para contribuir com o Brasil, principalmente neste cenário de dificuldades, por qual estamos submetidos. Nossa vocação de desenvolvimento econômico precisa ser induzida, por isso entendo que estes cortes deveriam ter sido mais bem analisados pela equipe econômica, portanto urgentemente nossa bancada federal, através do seu coordenador, senador Nelsinho Trad (PTB), deve se unir por Dourados", completou o vereador.

Madson destacou que a Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados), através de sua diretoria, vem se manifestando e que está recebendo inúmeras reclamações de todos aqueles que enxergam o prejuízo social e econômico para Dourados. Por isso, entende que a “classe empresarial faça um chamamento público para esta importante pauta, para que venhamos abraçar esta causa”, convocou o vereador. (Da assessoria)

Comentário

A Receita Federal começa a pagar, nesta segunda-feira (15), o 2º lote de restituições do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2019, e também, as restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2018. Serão depositados R$ 5 bilhões para 3.164.229 contribuintes. Desse total, R$2.362.514.597,42 referem-se a restituição de 15.489 contribuintes idosos acima de 80 anos, 197.895 contribuintes entre 60 e 79 anos, 24.793 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave, e 1.251.906 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Para saber se teve a declaração liberada, é preciso acessar o site da Receita Federal, ou ligar para o Receitafone, no número146. A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no CPF. A restituição ficará disponível no banco durante um ano.

O dinheiro será depositado nas contas informadas na declaração. O contribuinte que não receber a restituição deverá ir a qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para os telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para ter acesso ao pagamento.

Comentário

“Foi um semestre de muito trabalho e responsabilidades redobradas”. Assim definiu o presidente da Câmara Municipal de Dourados, vereador Alan Guedes (DEM), o resultado dos trabalhos produzidos pelo conjunto do Poder Legislativo até na sexta-feira (5) passada, quando encerrou-se o primeiro período dessa legislatura.

Conforme balanço da secretaria administrativa da Casa, 147 projetos de lei foram aprovados no período, além de 30 projetos de lei complementar, outros 46 projetos de decreto legislativo e quatro de resolução (por iniciativa da Mesa Diretora), visando ajustar o funcionamento da Câmara com as demandas exigidas. 1446 indicações feitas, os 363 requerimentos encaminhados e as 211 moções propostas e entregues fecharam o balanço.

“Trabalhamos com o foco no resgate da credibilidade da Câmara e, ao mesmo tempo, realizando ações propositivas e de valorização da ação política, para colocar os interesses de Dourados sempre à frente das questões apenas político-partidárias”, avaliou o vereador Alan Guedes. Neste sentido, ele destacou a interlocução criada com o Governo do Estado e a Prefeitura para a solução de um problema que se arrastava, com prejuízo para vários segmentos, a partir do desmoronamento de parte de uma das pistas da avenida Presidente Vargas, uma das vias de escoamento da produção do Município.

Alan Guedes lembrou que partiu do Poder Legislativo a iniciativa em promover o encontro com a presença do vice-governador Murilo Zauith (DEM) e a prefeita Délia Razuk (PL), na Câmara, onde assessores e técnicos debateram a forma de encaminhar o assunto e chegou-se ao convênio firmado com a Secretaria estadual de Infraestrutura, comandada por Murilo, por intermédio da Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos) com a Prefeitura, para a liberação de recursos da ordem de R$ 800 mil que estão sendo aplicados nas obras de recuperação da avenida.

Comentário

O Dia do Comerciante será comemorado nesta terça-feira, dia 16 de julho, porém, para celebrar a data, a Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) já reuniu centenas de pessoas no sábado (13) na mais tradicional feijoada que acontece em Dourados: a boavida. No evento, representantes do setor empresarial e autoridades destacaram a união dos empresários e as novas ações desenvolvidas pela entidade.

“O sucesso e a repercussão extrapolaram as metas e expectativas, dando esperanças de que estamos no caminho certo de conduzir nossa honrosa entidade. Nossos objetivos são claros de entrelaçamento e engajamento, com todas as forças representativas e executivas da comunidade douradense, enaltecida pela consciência desenvolvimentista e solidária com os aspectos que envolvem as classes empresariais, laborais e assistenciais”, afirmou o presidente da Aced, Nilson Aparecido dos Santos. Ele agradeceu diretores, conselheiros, funcionários parceiros, patrocinadores e comunidade pelo empenho e prestígio ao evento.

Já o presidente da Faems (Federação das Associações Empresariais de Mato Grosso do Sul), Alfredo Zamlutti Junior, destacou o novo período pelo qual passa a Aced. Ele ressaltou que Dourados tem papel estratégico na região de unir forças com as cidades vizinhas. “Estamos reestruturando tudo, porque só assim poderemos obter tudo o que é possível, visto que o comércio é o maior arrecadador de impostos e o comerciante precisa conhecer a sua força, não a força no sentido de solicitar coisas que não são possíveis, mas o desenvolvimento e essa é a nova ótica das associações”, afirmou Zamlutti.

Além de representantes de entidades de classe, o deputado estadual José Carlos Barbosa destacou a importância da Aced comemorar e celebrar o Dia do Comerciante reunindo aqueles que contribuem fortemente para o desenvolvimento de Dourados e MS, assim como o papel que assume na discussão de temas voltados ao setor empresarial e comercial. “O que impacta o político é a força da representação, quando você tem uma representação como a da Aced que une o sentimento do desenvolvimento, agregado em uma associação, essa reivindicação tem um peso exponencial”, afirmou.

O diretor da Eventos da Aced, Laudir Munaretto, disse que a feijoada foi o primeiro de muitos eventos que a Associação pretende fazer. “É importante para a cidade fazer com que os nossos comerciantes sejam beneficiados e parabenizados porque são guerreiros, são pessoas que estão no dia a dia trabalhando no intuito de gerar empregos, fomentar o comércio da cidade e nada melhor do que nós fazermos uma festa nesse sentido, para parabenizá-los pelo trabalho desenvolvido na nossa cidade”, afirma.

A festa

Esta foi a 16ª edição da Feijoada boavida, que este ano teve o selo 1ª edição Dia do Comerciante. Promovida pela Aced, teve realização do Buffet Laudir Festas e apoio do Diário MS. O evento faz parte do Calendário Oficial do município desde a oitava edição.

Além da feijoada elaborada pelo Buffet Laudir Festas, os participantes puderam acompanhar apresentação do grupo douradense ‘Não tem Hora’, DJs Rick Arruda e Adriano Oliveira, além de uma ala show com o melhor do Carnaval de Corumbá, com sambistas premiados. O espetáculo ficou a cargo da Bateria Show ‘Barcelona’, ganhadora de seis títulos consecutivos do Esplendor do Samba, que premia os melhores do carnaval corumbaense. A bateria mostrou sua performance em show e com o Ninho Samba Bom, puxador do samba-enredo da escola de samba Império do Morro, cantando os melhores e maiores sambas enredos de todos os tempos.

O evento ainda contou com grupo de passistas (feminino e masculino), Rainha de Bateria, show de Nanda Ferraz, eleita Rainha Transex do carnaval de Corumbá em 2019, além do casal de Mestre Sala e Porta Bandeira Edelton e Valesca Rocha, que empunharam a bandeira da Aced em apresentação especial.

Alimentos

Os participantes da feijoada ainda tiveram a oportunidade de fazer doações de alimentos ao Ceia (Centro Educacional de Integração do Adolescente) Dom Alberto. Foram arrecadados 1.195,5 quilos, o que será suficiente para abastecer a entidade por quatro meses com arroz e feijão. “Esse alimento que é arrecadado sem dúvida é importantíssimo para complementar o que a gente oferece para as crianças”, afirma a coordenadora do Ceia, Simone Brasil. Os doadores concorreram ao sorteio de brindes oferecidos pela Fercical, Franklin Covey e Umquarto Colchões e Enxovais.

Comentário

Acidente envolvendo um veículo tipo Corola com uma moto modelo Titan provocou a morte de mais um motociclista em Dourados, quase em frente da UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

O acidente ocorreu no final da noite deste sábado (13) e novamente na rua Coronel Ponciano onde um homem já havia sido morto, também atropelado, na quinta-feira desta semana.

De acordo com testemunhas, os dois veículos trafegavam no mesmo sentido pela via em direção ao trevo do DOF quando o condutor da moto teria sido atingido na traseira pelo veículo Corola e arremessado a alguns metros de distância.

Com o impacto do choque,  o motociclista sofreu traumatismo craniano e morreu no local do acidente. Uma mulher que seguia na carona da moto foi ferida gravemente e encaminhada pela equipe do SAMU ao  Hospital da Vida.

O motorista do Corola abandonou o carro no meio da rua e evadiu-se do local correndo a pé. Ele está sendo procurado pela Polícia.

Comentário

O CFM (Conselho Federal de Medicina), a Abramet (Associação Brasileira de Medicina de Tráfego) e a SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria) vão lançar esta semana uma cartilha para ajudar pais e responsáveis a colocar crianças no carro de maneira correta, sem prejuízos à saúde.

Segundo a cartilha, crianças devem sempre que possível ser transportadas no banco traseiro dos veículos automotores e preferencialmente ocupar a posição central nesse banco. Caso o veículo não tenha cinto de três pontos na posição central do banco traseiro, o dispositivo de retenção infantil deverá ser instalado nas posições do banco de trás onde houver esse cinto. O airbag do passageiro deverá ser desativado quando o veículo transportar crianças no banco da frente.

A cartilha completa já pode ser consultada AQUI

Esses equipamentos foram projetados para dar mais segurança aos usuários em casos de colisão ou de desaceleração repentina. Conforme mostram os números, eles têm sido fundamentais para salvar milhares de vidas ao longo destes anos”, diz o primeiro vice-presidente do CFM, Mauro Ribeiro.

A cartilha conta com orientações do Contran (Conselho Nacional de Trânsito) e da OMS (Organização Mundial da Saúde). Segundo Antônio Meira Júnior, diretor da Abramet e um dos idealizadores do livreto, os médicos são profissionais fundamentais para recomendar a forma apropriada de conduzir uma criança em um veículo.

 

Comentário

O sorteio do concurso 2’69 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (13) no Espaço Loterias Caixa, em São Paulo, não teve acertadores e o prêmio está acumulado para o sorteio de quarta-feira (17) em R$ 16 milhões.

Confira os números sorteados: 7 – 34 – 45 – 51 – 54 – 59.

A Caixa Econômica Federal, que administra as Loterias no País, também informou que o prêmio acumulado para o sorteio especial Mega da Virada, do final de ano, está em R$ 57.526.924,07

Comentário

Dourados vai sediar, entre a última semana deste mês e a primeira de agosto, audiências públicas com temáticas da saúde, educação e assistência social. Com o apoio de várias entidades e Movimentos Sociais, o vereador Elias Ishy (PT) propõe o debate de “temas importantes para falar em um espaço democrático, que todos e todas possam expressar seus pontos de vista e necessidades, dando visibilidade e ajudando a melhorar o trabalho do poder público”.

Agentes de Saúde e Endemias

O primeiro evento, dia 24 deste mês, no Anfiteatro do Bloco 10 da Unigran, questiona qual a importância do agente comunitário de saúde e de endemias e tem como objetivo informar, orientar, esclarecer as entidades, gestores e população sobre o papel desses profissionais e seus direitos, as necessidades para o bom desenvolvimento e para as condições de trabalho, desde a criação dos programas de saúde e vigilância a legislação que rege a categoria.

Com o apoio do Sindracse (Sindicato Regional do Agente Comunitário de Saúde e Agentes de Endemias), a programação prevê o debate sobre a Emenda 51/2006, da desprecarização de vínculo empregatício e efetivação e cumprimento da legislação, sobre a Lei 11.350/2006, dos direitos e deveres dos agentes e da responsabilidade dos gestores para o cumprimento dos deveres e, por fim, sobre a PEC 06/19 – da Reforma da Previdência, dos direitos previdenciários e a aposentadoria especial das categorias. A palestrante é a advogada da Federação Goiana dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate às Endemias (Fegacs), Elane Alves de Almeida e o evento acontecerá das 8 às 17 horas.

Reforma da Previdência

Já no dia 30 de julho, às 18h30, na Câmara, o debate será sobre as reais mudanças na vida das famílias e os impactos no município com a Reforma da Previdência. O atual modelo reduz as desigualdades sociais na economia de milhares de cidades brasileiras. Segundo a Anfip (Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Previdência Social), a PEC 06 [já aprovada em primeira discussão] afetará o Estado de bem-estar social, aumentará o índice de desigualdade e de pobreza, afetando os municípios que serão impactados pelo aumento da demanda na Saúde e na Assistência Social.

Antes de qualquer reforma, o governo deveria adotar as seguintes medidas, segundo informações da organização: adoção de um modelo econômico promovido pelo Estado que priorize geração de emprego, renda e políticas sociais; modificar as fontes de financiamento do sistema atual por meio de reforma tributária que institua impostos sobre lucros e dividendos, renda e patrimônio dos mais ricos; fim das isenções fiscais concedidas a empresas; combater a sonegação de impostos e cobrar os grandes devedores; e o fim da desvinculação de receitas da União (a DRU), que transfere recursos da Previdência para o pagamento de juros da dívida pública.

As palestrantes serão a economista do DIEESE/MS (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos de MS), Andreia Ferreira, e a advogada previdenciária, coordenadora adjunta do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário), Priscila Arraes Reino.

Libras

No dia 2 de agosto, às 18h30, também no plenário da Câmara, o vereador propõe um debate junto a sociedade sobre a implementação da Libras (Língua Brasileira de Sinais), de modo gradativo, nas escolas e centros de educação infantil de Dourados. O primeiro passo já foi dado, de acordo com as organizadoras, sendo o Município pioneiro em contemplar a educação infantil com o ensino dessa língua. Ressaltam-se para conhecimento da sociedade algumas questões norteadoras deste debate: a inclusão do professor de Libras no quadro do magistério nos sistemas de ensino; a inclusão da Libras no currículo obrigatório da educação básica; a difusão da língua; a importância da Libras na interação entre as pessoas, em todas as faixas etárias.

“Um ato considerado de extrema importância para avançarmos com a implementação do currículo de referência de Mato Grosso do Sul proposto pela BNCC (Base Nacional Comum Curricular), na constante busca pela igualdade, diversidade, equidade para o reconhecimento das identidades linguísticas, culturais e étnicas em nossas escolas”, diz o documento norteador da atividade.

As palestrantes serão a mestra em linguística e professora da UFMS/CG, Shirley Vilhalva, a mestra em desenvolvimento local e professora coordenadora da SEMED/Dourados, Claudia Marinho Carneiro Noda e a mestra em educação e coordenadora do curso letras/libras da UFGD, Ana Paula Oliveira e Fernandes.

Comentário

Neste domingo (14), comemora-se o Dia da Liberdade de Pensamento, data que marca o início da Revolução Francesa com a Queda da Bastilha. Em agosto de 1789, a França aprovou, em Assembleia Nacional Constituinte, a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, onde foram definidos direitos e garantias fundamentais do ser humano.

"Todo homem tem direito à liberdade de pensamento, consciência e religião" e "Todo homem tem direito à liberdade de opinião e expressão", são trechos retirados nos artigos XVIII e XIX da Declaração Universal dos Direitos Humanos, promulgada pela ONU (Organização das Nações Unidas) em 10 de dezembro de 1948, e muitas vezes ainda infringido em todo o mundo.

O indiano Salman Rushdie, após por ter lançado o livro "Os Versos Perspícuos", romance considerado ofensivo pelos Islâmicos, foi acusado de alimentar o abandono da fé Islâmica e, perseguido, viu-se obrigado a viver muitos anos no anonimato, como uma das vítimas do não cumprimento da Declaração.

A liberdade total de pensamento ainda é uma busca, mesmo em tempo atuais. A internet e as mídias sociais existentes atualmente facilitam a comunicação permitindo que todos possam se expressar, mas nem sempre livremente, como a Constituição nos permite. Através do Facebook, WhatsApp e Twitter, por exemplo, a comunicação é mais rápida, prática e muitas questões que antes demoravam dias, hoje são solucionadas apenas em minutos.

"Desaprovo aquilo que diz, mas defenderei até a morte o teu direito de dizer", já pregou Voltaire, que lutava a favor da liberdade e cujas ideias influenciaram na Revolução Francesa.

Comentário

A Prefeitura de Três Lagoas anunciou que vai iniciar, nos próximos dias, uma operação para identificar e punir servidores que compareceriam aos locais de trabalho apenas para “bater o ponto” no sistema de controle digital e que não estariam cumprindo a carga horária no serviço público.

O prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB) informou que a intenção é exigir o cumprimento da jornada de 8 horas pelo funcionalismo municipal, sendo prevista a adoção de “medidas severas” e punições a quem não seguir tais orientações, conforme repercutiu o site JPNews.

Conforme Guerreiro, funcionários públicos que burlam o sistema estão sendo “rastreados”. “Por isso criamos a ‘Operação Dedo Liso’, que será severa. Portanto, aquele que não quer ser punido, que cumpra o seu dever e não lese a população”.

A medida atingirá todos os servidores municipais, incluindo médicos, para que cumpram as jornadas estabelecidas em contrato. “Isso é válido até para mim, como prefeito. É para todos”, disse Guerreiro, sem detalhar como será realizada a fiscalização, segundo o site.

Página 6 de 1373

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus