Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Médicos de três instituições operaram o intestino de um feto com malformação congênita ainda na barriga da mãe no HCM (Hospital da Criança e Maternidade), em São José do Rio Preto (SP). O procedimento realizado nesta segunda-feira (17) foi pioneiro no mundo, segundo os especialistas.

De acordo com o hospital, participaram da cirurgia médicos do Hospital da Criança e Maternidade de Rio Preto, do Hospital Albert Einstein, de São Paulo, da Universidade de Taubaté e do Hospital de Baia Blanca, da Argentina. Segundo a assessoria da unidade, o bebê operado está com 33 semanas de gest ção e possuía gastrosquise, uma abertura nos músculos e na pele da parede abdominal que permite que o intestino fique para fora do abdômen.

De acordo com a cirurgiã fetal Denise Araújo Lapa, a cirurgia foi inédita porque até então o paciente era operado logo após o nascimento. Contudo, a grande diferença é que os especialistas submeteram o feto ao procedimento ainda dentro do útero da mãe, fato que diminuí riscos e complicações.

“O Brasil está em primeiro lugar. Fomos os pioneiros a fazer esse procedimento que há muito tempo estão tentando realizar. Nunca imaginei fazer algo assim. Um pesquisador com uma boa ideia e patrocinado faz coisas inexplicáveis no Brasil”, afirma Denise.

Segundo o médico Gregório Lorenzo, especialista em medicina fetal, a mãe da criança, de 26 anos, mora em São José dos Campos (SP) e o procurou para falar sobre a doença que a criança tinha. “Eu sugeri que eles viessem para cá por uma questão de qualidade e especialidade. Com a vinda deles, percebemos que poderíamos fazer a abordagem antes do nascimento. Então, os pais concordaram com a cirurgia sabendo dos benefícios que isso poderia acarretar”, afirma.

Cirurgia

Os médicos precisaram de 1h40 para realizar o procedimento, que é minimamente invasivo. Durante o procedimento, quatro pequenas incisões foram feitas na barriga da mãe, por onde introduziram os instrumentos que permitem ver o interior do útero e corrigir a má formação.

Segundo os profissionais, uma das grandes vantagens é o fato do bebê nascer sadio, o que permite mamar imediatamente no seio da mãe e ter alta hospitalar em dois ou três dias. Ainda de acordo com os médicos, já o bebê que se submete a uma cirurgia de correção da gastrosquise após o nascimento tem as alças intestinais inflamadas, o que o impede de mamar. Consequentemente, ele precisa permanecer, em média, 30 dias internado, recebendo nutrição parenteral.

Comentário

Equilibrando formidavelmente o clássico com o moderno, o ‘Living’ da Unigran Decor rouba com muita naturalidade a atenção dos visitantes logo quando entram na casa, anunciando com muito esplendor o que a mansão Garcete tem a lhes oferecer de arquitetura, design e paisagismo. A Mostra vai até domingo (23) em Dourados.

O ambiente foi projetado e montado pelos professores Cláudia Torraca, Júlio Benatti e Rosane Lima, com o apoio dos alunos de Arquitetura e Urbanismo, e foi decorado pelo Espaço Ziy, trabalho conjunto que o tornou um dos mais cobiçados da mostra.

Com uma composição ousada e cheia de personalidades, o Living tem o tema ‘Musicalidades’ e busca transmitir as melhores sensações de se sentir em casa e a arte de viver bem, desfrutando da boa música em seus diversos estilos, o contemporâneo, o natural e o urbano. Segundo os criadores, esse perfeito equilíbrio é o que todos buscam alcançar em casa quando se almeja desligar da vida agitada do dia a dia, sendo o lugar ideal para se viver, inspirar e sonhar.

“O ambiente é uma sala de estar e tem anexo a ele uma sala de jantar. Como está na entrada da casa, nós quisemos passar esse ar de boas vindas com a narrativa da música. Considerando que o tema deste ano é ‘sua casa sua história’, pensamos em contar essa história através da música, que está presente na vida das pessoas, e em traduzir isso nesta sala, transformando-a em um ambiente onde as pessoas se encontram, convivem, ouvem música, tocam instrumentos, conversam, sendo propício para escutar uma boa música, tomar café, almoçar, jantar”, explicou Júlio Benatti.

A mesa de Dj é um dos destaques do ambiente, que somada à sonorização embutida, conecta os visitantes ao universo que o Living propõe. Cláudia Torraca destacou a presença do urbano e da natureza que traz o ambiente. “Trouxemos a fusão da vida urbana com a natureza. Temos aqui muitas vegetações, o cimento queimado, que remete o urbano, a geometria, que tem se utilizado bastante, os apliques, os espelhos que dão amplitude ao espaço, a iluminação que é toda sobreposta em trilhos e remete-se ao industrial, ou seja, uma mistura harmônica de contrastes”, falou.

Já Rosane Lima destacou uma das peças que decoram o Living e materializa todo o conceito do ambiente. “O quadro, que é o grande destaque do ambiente, é da fotógrafa australiana Nicole Wells e passa toda a sensação que nós quisemos trazer para os visitantes, representando muito bem esse lance de escutar música e se conectar com esse universo. Com todos esses elementos, aqui, além de fazer música, as pessoas conseguem fugir da vida agitada que levam, podendo relaxar e desfrutar de um momento paralelo a nossa rotina”, disse.

Todas as peças misturaram elementos contemporâneos e clássicos, alcançando um equilíbrio ideal. Além do mobiliário moderno, altamente sofisticado que utiliza muito o vidro, possui ainda poltronas clássicas com uma releitura atual, por serem metalizadas.

A parede principal, de cimento queimado, conta com quadros geométricos que remetem ao movimento da música, deixando um lado da sala monocromático. Anexo ao Living, a sala de jantar garante que todos usufruam da música enquanto fazem as refeições. Ainda, a geometrização do lustre atrai os olhares para um design que apresenta simultaneamente o moderno, o ousado e luxo.

O espaço dispõe ainda de uma estante desenhada por Benatti e criada exclusivamente para a mostra, mesclando o moderno com o rústico, apresentando diversos terrários, que introduzem exuberantes jardins em cada prateleira, de uma forma pequena e delicada.

Três equipes formadas por acadêmicos do primeiro ao oitavo semestre de Arquitetura e Urbanismo tiveram uma participação fundamental na elaboração do ambiente. Uma atuando na criação do projeto, outra na montagem, e a terceira que será responsável pela desmontagem, demonstrando um verdadeiro trabalho sincronizado.

“Foi um grande desfaio montar o Living por ele ser o primeiro e um dos principais ambientes da casa. Entretanto, com o apoio de todos conseguimos transformá-lo inovador e capaz de surpreender os visitantes. A cor verde foi muito importante para chegarmos nesse resultado. Durante o projeto, queríamos uma cor que tivesse personalidade e chegamos na ‘night wash’, eleita a cor do ano de 2019 pela PPG internacional. Quem entrou aqui não sai igual. A experiência sensorial que o Living proporciona deixa os visitantes prontos para sentir cada ambiente da mostra de maneira única, com todos os sentidos despertados”, concluiu Benatti.

Comentário

Na Copa do Mundo não há muito tempo para lamentar. A virada sofrida para a Austrália no fim da semana passada teve que ficar para o passado a toque de caixa. E os últimos quatro dias foram muito além dos treinamentos. As atletas mais experientes voltaram a chamar a responsabilidade.

Marta, sempre com seu cavaquinho, buscou manter o ambiente mais leve. A comissão e as jogadoras da seleção brasileira sabem do peso do jogo desta terça-feira (18) contra a Itália, duelo que encerra a fase de classificação.

Essa já é a Copa do Mundo feminina mais assistida de todos os tempos. É um divisor de águas histórico, sob o ponto de vista do profissionalismo e também da forma como a própria Fifa e boa parte da opinião pública mundial enxergam a modalidade.

Por isso, a permanência da seleção brasileira por mais tempo se torna ainda mais importante. E as meninas entenderam isso. Internamente, as atletas estão confiantes e não cogitam uma despedida precoce justamente neste momento simbólico.

Assim como no início do Mundial, as mais experientes chamaram a responsabilidade. “Quero vencer sempre, independente da situação. Acredito que a equipe está pronta para isso e vai em busca da vitória - disse Marta, na véspera do jogo. A atleta foi confirmada titular da partida, informa o Globoesporte, para o jogo das 15 horas (de Brasília) contra as italianas.

Comentário

Ex-presidente da Uefa, Michel Platini foi preso na manhã desta terça-feira (18), pelo horário europeu, em Nanterre, subúrbio de Paris, para depor por suspeitas de corrupção envolvendo a Copa de 2022. O ex-jogador francês, de 63 anos, é um dos investigados em operação que averigua possíveis irregularidades na escolha do Catar como sede do próximo Mundial. As informações foram publicadas pelo site "MediaPart", e repercutidas pelo Globoesporte.

Essa detenção deve dificultar os planos do francês, atualmente suspenso pelo Comitê de Ética da Fifa, de voltar ao futebol. Platini era declaradamente candidato à sucessão de Joseph Blatter como presidente da Fifa antes de os casos de corrupção estourarem em 2015.

Além de Platini, a operação desta terça também mantém sob custódia a ex-conselheira do ex-presidente Nicolas Sarkozy, Sophie Dion, por “suspeita de atos ativos e passivos de suborno”. Claude Gueant, antigo secretário geral do governo, também foi convocado a depor em condição de “suspeito livre” pelo Escritório Central de Luta contra a Corrupção e Infrações Financeiras e Fiscais francês.

Comentário

O déficit habitacional de moradias foi reduzido em 420 unidades a partir desta segunda-feira (17) em Mato Grosso do Sul depois que o Governo do Estado entregou 240 apartamentos em Campo Grande e outras 180 construções em Dourados. O secretário especial chefe de gabinete do governador, Carlos Alberto Assis e o vice-governador Murilo Zauith representaram Reinaldo Azambuja em cada um dos atos.

Assis destacou, em Campo Grande, que a iniciativa do Governo do Estado em facilitar o acesso à moradia é de grande valia. “Não é todo mundo que tem condições de comprar seu imóvel e pensando nessas pessoas esse programa veio como uma oportunidade de realização de um sonho”, pontuou.

Em Dourados, o vice-governador e secretário estadual de Infraestrutura disse que o sonho da moradia faz parte da vida das pessoas. “Estamos entregando esse conjunto e em breve a prefeita vai entregar o Residencial Guassu, o último projeto de habitação que deixei pronto antes de sair da Prefeitura. Mais gente que será atendida”, discursou Murilo. A prefeita Délia Razuk e o presidente da Câmara, vereador Alan Guedes, participaram do evento.

Localizado no Jardim Centenário, o Condomínio Residencial Itajobi – Módulo I e II, é considerado modelo e foi construído com objetivo não só de oferecer um lar, mas também tranquilidade e segurança para os moradores de Campo Grande inscritos no programa, a exemplo dos Residenciais I e II do conjunto Itapiranga, de Dourados.

O empreendimento é da Faixa 1,5 do Programa Minha Casa Minha Vida. Dos 240 apartamentos, 166 receberam subsídio entre R$ 1,5 mil e R$ 6 mil do governo do Estado para a financiamento do imóvel. Só para este empreendimento o valor total do subsídio do Estado foi de R$ 840 mil. Em Dourados, o subsídio do Estado ao programa federal foi de R$ 245 mil.

Comentário

Com uma estrutura montada no estacionamento do Hospital Regional Rosa Pedrossian, na Capital, a Caravana da Saúde iniciou uma nova etapa nesta segunda-feira (17) para consultas e cirurgias na área de oftalmologia. Serão realizadas cirurgias de catarata, yag laser, pterígio e vitrectomia. Os procedimentos na estrutura vão até o dia 5 de julho.

A trabalhadora de serviços gerais Kátia Nayara de Oliveira saiu às 3h40 de Sidrolândia e ao amanhecer do dia já estava na Caravana da Saúde com o filho Pedro Henrique Santana de Oliveira, de 9 anos. Ela procurou atendimento para resolver o problema de estrabismo do menino. “Ele sofre muito com bullyng na escola, por isso trouxe ele para tentar resolver o problema”, afirmou.

Tayene Heloise Solis Sena, de 5 anos, tem o mesmo problema de Pedro Henrique e a mãe, Rosenilda Solis, de 41 anos, disse que há três anos tenta conseguir uma cirurgia para a menina. Na Caravana da Saúde não serão realizadas cirurgias para estrabismo, mas, segundo os médicos, em muitos casos é possível corrigir o problema com o uso de óculos, por exemplo.

O motorista aposentado Sebastião Honorato Araújo, de 73 anos, já foi atendido pela Caravana da Saúde, em 2017, quando passou por uma cirurgia de catarata. Morando em Caarapó, ele conta que saiu a 1h30 desta madrugada para ser atendido na Caravana da Saúde, no Hospital Regional de Campo Grande. “Graças a Deus consegui a cirurgia da catarata, agora vim aqui para fazer uma revisão”, relatou.

Já a dona de casa Albina Vargas Ortiz, de 68 anos, foi levada pelo filho e a nora para receber atendimento na Caravana da Saúde. Ela disse que quase já não enxerga, e há seis anos espera por um atendimento oftalmológico no sistema público de saúde. Quem também disse estar contente com o serviço prestado é a Nadir Mecenas, de 52 anos. Acompanhada da filha Ingrid, acadêmica do curso de Publicidade e Propaganda, foi examinada pelos profissionais que trabalham na Caravana. “Fomos muito bem atendidas, foi muito rápido, achei que ia demorar”, comentou Nadir, que foi encaminhada pela UBS do bairro Caiçara, de Campo Grande.

O governador Reinaldo Azambuja explicou que pacientes de todos os municípios de Mato Grosso do Sul serão atendidos. “Vamos disponibilizar nesta etapa, que se inicia hoje, mais de 8 mil consultas e mais de 2 mil cirurgias. Serão atendidos os 79 municípios para irmos diminuindo a fila. A Caravana não parou. Se você olhar, muitos hospitais continuam fazendo as cirurgias eletivas”, disse Reinaldo Azambuja.

Quem ainda não passou pela regulação também poderá ir à estrutura montada no HR, segundo o secretário de Saúde, Geraldo Resende. “Só queria reafirmar que se algum paciente de Campo Grande por demanda espontânea vier aqui, ele vai ser atendido dentro da regulação de Campo Grande. Nenhum paciente oftalmológico que precisar de consulta vai ficar sem ser atendido”, afirmou. Nesta nova etapa, o Ministério da Saúde é parceiro do Estado e o investimento dos governos, somente na parte cirúrgica, é superior a R$ 2 milhões.

Durante visita à estrutura, o governador Reinaldo Azambuja aproveitou para anunciar à imprensa que a Caravana da Saúde Indígena também será retomada, indo para Dourados e Caarapó. Ela já foi realizada em Miranda, Amambaí e Aquidauana.

Maior programa de saúde da história de Mato Grosso do Sul, a Caravana já fez mais de 500 mil atendimentos e 60 mil cirurgias em quatro anos e meio, com investimento de R$ 70 milhões do Governo do Estado.

Comentário

A secretária municipal de Saúde, Berenice Machado de Souza, disse nesta segunda-feira (17) que causou estranheza a manifestação do vereador Olavo Sul (Patriota) que, em matéria distribuída à imprensa pela assessoria parlamentar, afirmou que Dourados recebeu R$ 15,6 milhões do governo do Estado nos últimos cinco meses.

“Não sei onde o vereador colheu esta informação. Acredito que não seja da Secretaria estadual de Saúde. Até porque seria muita irresponsabilidade passar uma informação que não é verdadeira”, comentou a secretária.

De acordo com Berenice, o repasse mensal que o governo do Estado faz para o Hospital da Vida é de R$ 1 milhão. “Impossível a Secretaria ter recebido R$ 15,6 milhões em cinco meses. Para atingir este montante é necessário somar o repasse de um ano e três meses”, comparou.

Conforme demonstrativo, os repasses recebidos entre janeiro e maio de 2019 somam R$ 7 milhões, incluído montante que estava represado e que foi normalizado pela Secretaria de Saúde do Estado, disse a secretária, pela assessoria de comunicação do Município.

Comentário

Resultado de parcerias firmadas com o MPF (Ministério Público Federal), MPT (Ministério Público do Trabalho), MPMS (Ministério Público estadual) e o Imam (Instituto municipal do Meio Ambiente), a Embrapa Agropecuária Oeste vai inaugurar, dia 28 deste mês, o Laboratório de Análises Ambientais na unidade de Dourados.

O evento, marcado para às 9 horas, na sede da Unidade, terá a presença do presidente nacional da Embrapa, Sebastião Barbosa. O chefe geral da Embrapa no Município, agrônomo Guilherme Lafourcade Asmus, destaca a importância do laboratório e as parcerias firmadas para essa conquista.

Comentário

A 42ª Festa Junina de Dourados, realizada pela Prefeitura de Dourados por meio da Secretaria municipal de Cultura e grupo Sucata Cultural terminou na noite deste domingo (16) registrando público recorde de visitação e conquistando a aprovação dos douradenses. A média diária foi de mais de 9 mil visitantes na praça durante os três dias de festa, conforme dados oficiais da Polícia Militar e da Guarda Municipal divulgados pela assessoria de comunicação do Município.

“Festa lotada. Recorde de público entre várias edições em nosso município. Temos uma alegria muito grande pela presença dos douradenses. Só é possível uma festa assim graças à presença dos nossos munícipes”, disse a prefeita Délia Razuk ao comentar o evento. A prefeita agradeceu a presença dos policiais que garantiram segurança a todas as famílias que prestigiaram o evento.

Iniciada na noite de sexta-feira (14), a Festa Junina contou com programação diversificada e uma estrutura que deu aos visitantes comodidade e opções para diversão. Este ano, a praça de alimentação, aliada aos food trucks, proporcionaram aos douradenses a oportunidade de experimentar as comidas típicas. O espaço esteve lotado todos os dias.

Oportunidade aberta para todos, a participação na praça de alimentação foi diversificada, inclusive, com a disponibilidade de uma barraca com comidas típicas da Venezuela, como a arepa e uma bebida chamada ‘papelon com limon’. No palco, as finais do Festival Estudantil da Canção e Dança (Fecad) e as apresentações musicais animaram o público. Apresentaram-se as duplas Paulo & Jean e Lu & Raphael e os cantores Ana Karla, Guilherme Constan e Paolla.

Além disso, a competição de quadrilhas juninas e de barracas tornou o evento mais atrativo. A decoração e as vestimentas dos participantes tornaram o clima junino ainda mais contagiante.

A população aprovou a festa, conforme a visitação, mas também entre alguns comentários de visitantes. “Parabéns a todos organizadores da Festa Junina pelo belíssimo trabalho e ter proporcionado uma tarde de lazer às crianças. Porque é muito gratificante ver sorriso no rosto de uma criança”, comentou Rogério Bronzati de Maria, na página oficial da Prefeitura de Dourados. A referência feita foi ao momento de distribuição de ingressos gratuitos para o parque de diversões, ocorrido na tarde de domingo.

Também na página oficial da Prefeitura, um morador de uma cidade do interior paulista elogiou a festa. “Estou assistindo daqui de Patrocínio Paulista, linda a festa junina de vocês, parabéns”, disse Vitar Ferreira, ao comentar uma transmissão ao vivo de quadrilha junina.

Concursos

A Festa teve concursos de barraca, de quadrilhas juninas e as finais do Fecad. O Fecad teve a classificação final com Andiara, da escola Tancredo Neves, em primeiro lugar, seguida por Phillipe Miranda, da escola João Paulo dos Reis Veloso, e depois a dupla Laura e Laís, da escola Floriano Viegas. A Melhor Torcida foi a da escola Getúlio Vargas, do distrito de Vila Vargas. A premiação foi R$ 1 mil para o primeiro, R$ 800 para o segundo e R$ 700 para o terceiro colocado.

No Concurso de Barracas, o primeiro lugar ficou com Casulo Espaço de Cultura e Arte. Em segundo a barraca da Economia Solidária - Regina Satiko Yamashita Prause, e em terceiro a turma da Paróquia Nossa Senhora da Conceição - Catedral Dourados. A premiação foi mil reais para o primeiro e R$ 500 para o segundo.

No Concurso de Quadrilhas, dividido em categorias, os resultados foram os seguintes: Categoria A – 1° lugar - CCI André Chamorro e CCI Maria Martiniano de Brito; 2° lugar – Apef-D (Associação dos Profissionais de Educação Física de Dourados); e em 3° lugar - Guarda Mirim de Dourados. Categoria B (CEIMs e educação infantil do 1° ao 5° ano) – 1° lugar - Escola Neil Fioravanti – Caic. Categoria C (E.F 6° ao 9° ano e ensino médio) – 1° lugar - Escola Estadual Ministro João Paulo dos Reis Veloso; 2° lugar - Escola Estadual Ramona da Silva Pedroso. Categoria D (Universitário) – 1° lugar - Aquicultura da UFGD; 2° lugar - Artes Cênicas da UFGD. A premiação para as quadrilhas juninas foi R$ 700 para o primeiro e R$ 300 para o segundo.

Comentário

Segunda, 17 Junho 2019 12:01

Jovem morre durante colisão na BR 163

Ariely Dias de Novaes, de 22 anos, morreu vítima de acidente de trânsito ocorrido na noite deste domingo (16) na rodovia BR 163 depois que o carro em que ela estava, um Fiat Uno de cor vermelha, foi atingido na traseira por outro veículo, nas proximidades de Nova Alvorada do Sul.

De acordo com o boletim de ocorrência registrado na delegacia do município, um Jeep Cherokee branco, conduzido por um homem de 55 anos, colidiu na traseira do Uno, que era ocupado por Ariely e outras duas jovens. Com a colisão, Ariely morreu no local.

O motorista do Jeep permaneceu no local até a chegada da polícia e deve responder por homicídio e lesão corporal culposos na direção de veículo automotor. As acompanhantes da vítima fatal foram encaminhadas ao hospital da cidade.

Comentário

Página 4 de 1339
  • PMRV

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus