Timber by EMSIEN-3 LTD
  • 10 anos
  • 10 anos1
Redação Douranews

Redação Douranews

Após sair pra comprar mais cervejas, um motorista de 34 anos ainda se envolveu em acidente de trânsito e foi preso conduzindo veículo embriagado, no começo da madrugada deste sábado (29), pela Guarda Municipal de Dourados. O fato ocorreu por volta da 1 hora da manhã na rua Abdias Frazão, em frente ao Parque Rego D'Água.

O condutor da motocicleta Honda CG Titan 125 seguia no sentido sul/norte quando ao realizar a curva invadiu a contramão de direção e colidiu frontalmente com o veículo Fiat Uno que trafegava no sentido contrário. Com o impacto, os dois veículos foram danificados e o condutor da motocicleta teve que receber os primeiros socorros pela equipe da Guarda Municipal que acionou o Corpo de Bombeiros. Em seguida, foi encaminhado ao PAM pela equipe dos Bombeiros.

Durante vistorias no Uno, os guardas encontraram uma caixa de cerveja e na conversa com o motorista do carro perceberam que este apresentava sinais de embriaguez, vindo a confirmar que já havia bebido "uma caixinha" em sua casa e que tinha saído para comprar mais bebidas.

Reprovado no teste do bafômetro, constatada a embriaguez, o homem foi encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Rua Cuiabá. Os veículos envolvidos no acidente estavam com a documentação vencida, e foram removidos ao pátio do Detran, onde se constatou que apenas a motocicleta tinha mais de R$ 5 mil em débitos.

Comentário

Claudinei Aparecido de Oliveira, de 38 anos, morreu na noite desta sexta-feira (28) após colidir o veículo Fiesta Sedan, com placas de Iguatemi, que dirigia em uma carreta, no anel viário de Dourados, próximo da cooperativa de grãos Coamo, que fica à margem da BR-163.

No momento do acidente, a carreta estaria fazendo uma conversão para acessar a cooperativa, quando Claudinei bateu na traseira. O local é de pouca visibilidade noturna, e de grande movimento de veículos pesados, por se tratar de trecho de acesso às rodovias federais.

Com a força do impacto, o carro dirigido por Claudinei entrou embaixo da carreta e teve parte do capô e teto arrancado ao encaixar na carroceria. O corpo dele ficou preso entre as ferragens, o que exigiu mobilização do Corpo de Bombeiros para ser removido do local.

Comentário

Sábado, 29 Agosto 2020 09:08

DOF passa a atuar em todo o Estado

Resolução do secretário de Justiça Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, publicada nesta sexta-feira (28) no Diário Oficial do Estado, inclui os municípios de Nova Andradina e Santa Rita do Pardo na área de atuação do DOF (Departamento de Operações de Fronteira), que tem sede em Dourados.

Conforme a publicação, que revogou alguns dispositivos da Resolução 467 de 30 de junho de 2009, que disciplina a estrutura operacional do DOF, a área de atuação do Departamento passa a abranger 11 municípios da linha de fronteira, 33 municípios da faixa de fronteira e nove municípios que sofrem impactos diretos dos crimes transfronteiriços.

Ainda de acordo com a nova resolução, em situações emergenciais ou em caso de necessidade

operacional, o DOFpoderá atuar temporariamente em outros municípios de Mato Grosso do Sul.

Área de atuação

Entre os 11 municípios da faixa de fronteira que são atendidos pelo DOF estão Aral Moreira, Antônio João, Bela Vista, Coronel Sapucaia, Corumbá, Japorã, Mundo Novo, Paranhos, Ponta Porã, Porto Murtinho e Sete Quedas. Na linha de fronteira a atuação do DOF abrange Amambai, Anastácio, Aquidauana, Bodoquena, Bonito, Caarapó, Caracol, Deodápolis, Dois Irmãos do Buriti, Douradina, Dourados, Eldorado, Fátima do Sul, Glória de Dourados, Guia Lopes da Laguna, Iguatemi, Itaporã, Itaquiraí, Jardim, Jateí, Jutí, Ladário, Laguna Caarapã, Maracaju, Miranda, Naviraí, Nioaque, Novo Horizonte do Sul, Rio Brilhante, Sidrolândia, Tacuru, Taquarussu e Vicentina.

Já Angélica, Anaurilândia, Bataguassu, Bataiporã, Brasilândia, Ivinhema, Nova Alvorada do Sul, Nova Andradina e Santa Rita do Pardo são considerados municípios vulneráveis aos impactos dos crimes transfronteiriços e por isso contam com a presença ostensiva do DOF.

DOF

Criado em 1987 com o nome de GOF (Grupo de Operações de Fronteira), comandado à época pelo coronel Adib Massad, o DOF é diretamente subordinado ao secretário de Justiça e Segurança Pública e atua em 53 municípios do Estado, na fronteira com o Paraguai e com a Bolívia e na divisa com o Paraná e parte da divisa com São Paulo, inclusive em uma extensa área rural. A sede do Departamento fica localizada na avenida Coronel Ponciano, em Dourados.

Comentário

Programa de Medicina Preventiva da Cooperativa de Trabalho Médico desenvolve várias atividades voltadas para os beneficiários e não-beneficiários com o propósito de mudar hábitos para que as pessoas deixem de fumar

Institucional - A Unimed Dourados aproveita o Dia Nacional de Combate ao Tabagismo para alertar as pessoas sobre os riscos desse hábito à saúde. Através do Programa Viver Bem, a Unimed Dourados desenvolve o projeto “Inspire essa ideia - Programa Antitabagismo”, voltado aos beneficiários e não-beneficiários do plano de saúde e que já ajudou dezenas de pessoas a se livrar do cigarro. “Parar de fumar não é uma coisa simples. Às vezes, as pessoas julgam e falam que é por falta de vontade, de vergonha na cara, e até falam que se você quisesse, você conseguiria parar”, explica a Psicóloga do programa, Caroline Olsen Rodrigues Apolonio Padoin CRP 14/07102-7.

“Quem dera fosse fácil assim, mas por quê é tão difícil parar de fumar?”, questiona a psicóloga. “São muitos aspectos envolvidos, já que o cigarro se torna o companheiro nos momentos de estresse, funcionando como uma fuga e escape, ou seja, o cigarro representa a forma como essa pessoa se relaciona com a vida, por longos anos”, ressalta.

A psicóloga alerta ainda que o cigarro é uma dependência química, psicológica e comportamental. “Química, pois o organismo se habitua e sente falta quando a substância não é ingerida. Psicológica, visto que é a forma da pessoa lidar com alterações emocionais, sendo associado a um recurso que acalma, que dá prazer e alivia o estresse. Comportamental, pois se constitui um hábito associado a outros comportamentos como por exemplo: tomar café e fumar, encontro com os amigos e fumar, beber e fumar. Sendo assim, deixar de fumar é gerenciar esses três aspectos mencionados, é um processo gradativo de reorganização da vida. É um caminho difícil, porém possível e de muitos ganhos e benefícios”, explica Caroline.

De acordo com a psicóloga, o melhor método para parar de fumar é aquele em que a pessoa melhor se identifica. “Existem duas formas de parar: o gradual ou o abrupto”, ressalta. “O gradual é o método no qual a pessoa opta por ir reduzindo aos poucos a quantidade de cigarros, podendo também atrasar o primeiro cigarro fumado no dia. Se esse for o método escolhido, não é recomendado que ultrapasse o período de duas semanas. O método abrupto é aquele no qual a pessoa para de uma só vez, marca um dia e deixa de fumar daquele dia em diante”, completa.

Para a profissional é preciso ter um olhar compreensivo, pois a maioria das pessoas que param de fumar certamente já tiveram tentativas frustradas anteriormente. “O importante é estar atento as possibilidades de recaída e utilizar estratégias a seu favor. Se a recaída ocorrer, se dê uma nova chance de retornar ao caminho de onde parou. Utilize esse deslize a seu favor como um aprendizado. O importante é não desistir”, orienta.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), os benefícios em parar de fumar ocorrem desde os primeiros instantes em que a pessoa deixa o cigarro, porque em 20 minutos a pressão arterial já começa se regularizar e os benefícios só aumentam com o tempo de abstinência.

Hoje, Dia Nacional de Combate ao Fumo, pode ser ótima oportunidade para aproveitar a data e encarar o desafio de deixar de fumar. Você encontra ajuda tanto no Sistema Único de Saúde (SUS), quanto na Unimed Dourados, através do “Inspire essa ideia - Programa Antitabagismo”, um grupo de apoio aberto ao público em geral, para ajudar pessoas que desejam parar de fumar. Aberto à toda população, independentemente de serem beneficiários Unimed Dourados ou não. Tal iniciativa coloca em evidência um dos valores da Cooperativa, que é a responsabilidade social. “O grupo é uma ótima ferramenta no processo de mudança, pois possibilita o compartilhamento de avanços e dificuldades, formando um elo e uma rede de apoio, tanto profissional quanto entre os participantes”, ressalta Caroline.

O programa de combate ao tabagismo oferece o acompanhamento com uma equipe multidisciplinar composto por psicólogo, nutricionista, farmacêutico, enfermeira e educador físico. Saiba mais através do WhatsApp 98467-7956 ou telefone 3416-3531.

Comentário

Operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), do MPE (Ministério Público Estadual), cumpriu na manhã desta sexta-feira (28), 88 mandados de prisão preventiva e 34 mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Juízo da 7ª Vara Criminal da Capital, em investigação com foco em ações criminosas praticadas pelo PCC (o Primeiro Comando da Capital).

Além de Dourados, a operação se estendeu por Três Lagoas, Corumbá e Campo Grande. A ação desta sexta-feira, denominada operação ‘Regresso’, contou com a participação de 180 policiais e também de agentes penitenciários estaduais, os quais deram cumprimento aos mandados de prisão a membros da facção que foram alvos por praticarem crimes de dentro dos presídios.

Além dos 88 mandados de prisão preventiva cumpridos nesta data, durante o período de investigação, que durou cerca de um ano e três meses, foram presas em flagrante outras 22 pessoas por tráfico de drogas e apreendidos, aproximadamente, 150 quilos de cocaína e 370 de maconha, além de armas de fogo e veículos utilizados pela organização criminosa.

O principal alvo da operação, conhecido como "G7", foi morto em confronto com as equipes do Bope no momento do cumprimento do mandado de prisão. Ele ocupava a função de “Sintonia da Geral do Progresso”, em Mato Grosso do Sul, setor esse responsável pelo gerenciamento das atividades criminosas que geram lucro ao Primeiro Comando da Capital. No decorrer da investigação, apurou-se o envolvimento de G7 com crimes de homicídio, roubo, tráfico de drogas e armas.

A operação contou com o apoio do Comando-Geral da PM (Polícia Militar) de Mato Grosso do Sul, por meio dos Batalhões de Choque e Bope, do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e do policiamento especializado da Capital, e também com o apoio da Garras, a Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros.

Em Dourados foram presas cinco pessoas. Os alvos de Campo Grande consistem em 19 presos, um morto e sete pessoas ainda não localizadas. Em Três Lagoas, um foi preso e outro não localizado e em Corumbá também ocorreu uma prisão. O boletim do Ministério Público estadual não cita nomes dos implicados nas denúncias e alvos da operação.

Comentário

Em 1997, já longe de Brasília, depois de ter perdido o mandato de presidente da República, o senador Fernando Collor de Mello perdeu a linha durante uma entrevista concedida à Rede Globo. E, em 2010, ameaçou um jornalista da revista IstoÉ: “Quando eu lhe encontrar, vai ser para enfiar a mão na sua cara, seu filho da p...”.

É o que nos relembra arquivos históricos da história republicana brasileira, hoje às voltas com os insultos do atual presidente, Jair Bolsonaro, contra jornalistas, os quais insistem na perguntinha dos repasses supostamente feitos de conta bancária do ex-assessor e amigo da família, Queiroz, beneficiando a primeira-dama Michelle.

Aliás, a história da família Collor é um pouco mais pesada do que as contadas, atualmente, em relação ao quarteto Bolsonaro. Relembra-nos, abaixo, trecho de reportagem transcrito pelo jornal Gazeta do Povo:

"O senador Arnon de Mello perdeu o mandato, por um motivo óbvio: ele assassinou um colega dentro do Senado federal. O político, pai do atual senador Fernando Collor, vinha trocando agressões verbais e ameaças com o senador Silvestre Péricles de Góes Monteiro, até que, na abertura da sessão de 4 de dezembro de 1963, sacou um revólver Smith Wesson 38 de cano longo e cabo de madrepérola e disparou.

Péricles, que também estava armado, se lançou ao chão e se escondeu entre as poltronas. Mas duas balas atingiram José Kairala, senador suplente pelo PSD do Acre, que tinha 39 anos e substituía José Guiomard. Era o último dia de Kairala no posto – Guiomard retomaria o mandato no dia seguinte. Por isso, a mãe, a esposa e o filho pequeno do senador suplente estavam presentes à sessão e viram o congressista ser atingido no abdômen e morrer horas depois.

O Senado votou a favor de autorizar a prisão de Arnon e Silvestre. Mas, logo em 1964, os dois foram declarados inocentes. Arnon foi nomeado senador novamente em 1970 e permaneceu no posto até a morte, em 1983. Seu filho, Fernando Collor, seria eleito presidente da República seis anos depois”.

.
.

Comentário

Nome preferido do MDB para ser o pré-candidato a prefeito nas eleições de 15 de novembro, o deputado estadual Renato Câmara também anunciou nesta quinta-feira (27) que não vai encabeçar esse projeto nas eleições deste ano. “Recebi muitas manifestações de apoio e também muitos conselhos de que agora é um momento de somar e não dividir, porque Dourados está sofrendo com o cenário de insegurança política”, revelou o parlamentar ao DiárioMS.

Embora não confirme a orientação que será dada ao partido, Câmara sinalizou que o mais importante agora “é a união das forças políticas para a reconstrução e retomada do crescimento de Dourados”, o que pode desencadear no apoio, também desta legenda, ao projeto encabeçado pelo pré-candidato do DEM, que já tem o apoio do PSDB e dos partidos da base aliada do Governo, o deputado Barbosinha.

Renato Câmara disse ao jornal que em momento algum anunciou estar na disputa de candidato a prefeito de Dourados, e que o momento é de “pensar num projeto coletivo para o município”. Disse que pretende concentrar esforços na Assembleia Legislativa em averiguações que tem feito da aplicação de recursos públicos em diversos setores da administração estadual.

Embora ainda não confirme o apoio ao pré-candidato democrata Barbosinha, o deputado Renato Câmara, que preside o Diretório do MDB em Dourados, disse que a partir de agora vai intensificar o diálogo com os pré-candidatos a prefeito e na convenção municipal, os 45 membros do diretório vão “escolher o caminho que possa reunir os melhores requisitos para levar Dourados a outro patamar de desenvolvimento”.

Comentário

O ministro Benedito Gonçalves, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), determinou na manhã desta sexta-feira (28) o afastamento do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel das funções. Ele afirmou que a medida tem o objetivo de frear a liderança de Witzel na organização criminosa que promoveu desvios de recursos da saúde no estado, e também os impactos da engenharia criminosa nos cofres públicos do Rio de Janeiro.

Na decisão, obtida pela TV Globo, o ministro negou um pedido de prisão do governador, feito pela Procuradoria-Geral da República. Gonçalves afasta Witzel do governo por 180 dias, impede que ele frequente as dependências do governo do Estado e mantenha contato com funcionários. Para o ministro, o afastamento é suficiente para tentar parar as ações criminosas.

"Na forma exposta pelo MPF, ainda, a medida de afastamento serve para obstar que continue liderando a referida organização criminosa e a dilapidar o Erário do Estado do Rio de Janeiro, extremamente combalido em razão do grande histórico de casos de desvio de recursos públicos e corrupção envolvendo os governadores anteriores", escreveu o ministro.

"Os fatos não só são contemporâneos como estão ocorrendo e, revelando especial gravidade e reprovabilidade, a abalar severamente a ordem pública, o grupo criminoso agiu e continua agindo, desviando e lavando recursos em pleno pandemia da Covid-19, sacrificando a saúde e mesmo a vida de milhares de pessoas, em total desprezo com o senso mínimo de humanidade e dignidade, tornando inafastável a prisão preventiva como único remédio suficiente para fazer cessar a sangria dos cofres públicos, arrefecendo a orquestrada atuação da ORCRIM", destacou o ministro do STJ na decisão.

Pastor Everaldo preso

Na mesma decisão, como parte da Operação Tris in Idem, que também determinou o afastamento do cargo do governador Wilson Witzel (PSC-RJ), o pastor Everaldo Pereira, presidente nacional do PSC, foi preso no apartamento dele no Rio, no bairro Recreio dos Bandeirantes.

Policiais federais e uma procuradora chegaram por volta de 6 horas da manhã ao apartamento do político, na Zona Oeste do Rio. Em um carro da PF, o pastor saiu de lá por volta das 7h45. Às 8h25, ele chegou na sede da Polícia Federal no Rio, na Praça Mauá.

O nome da operação é uma referência ao terceiro governador que, segundo os investigadores, faz uso de um esquema semelhante de corrupção – em menção oculta aos ex-governadores Sérgio Cabral e Luiz Fernando Pezão.

Comentário

A Unigran vai realizar, a partir deste sábado (29), a XVI Jornada Acadêmica de Nutrição – Ciclo de Webinars, que neste ano tem como tema principal ‘Atendimento domiciliar em sistema Home Care: atuação multiprofissional’. O evento é gratuito e acontecerá uma vez ao mês de forma totalmente on-line pela plataforma Google Meet.

O objetivo da Jornada é propor uma discussão de temas variados e atuais acerca da nutrição baseada em evidências científicas e na troca de saberes com profissionais da área da saúde. O tema discute a experiência dos profissionais psicólogos, assistentes sociais, enfermeiros, nutricionistas no cuidado integral ao paciente que depende de atenção em domicilio.

A coordenadora do curso de Nutrição da Unigran, Aline Victório Faustino, comenta sobre a importância do evento para o acadêmico, principalmente nesse momento de pandemia. “É importante para o estudante ter acesso à informação de qualidade baseada em evidências científicas e que, mesmo estando em isolamento social, em casa, com as aulas presenciais suspensas, ele possa realizar troca de saberes com profissionais da área da saúde que futuramente será o campo de atuação deles”, menciona.

A palestra de abertura será ministrada por membros da equipe multidisciplinar da empresa KZT – Atenção Médica Domiciliar. O próximo encontro está marcado para o dia 26 de setembro com o tema ‘Atuação do Nutricionista no atendimento de pessoas com síndrome de Down e Autismo’ e contará com a participação da nutricionista Patrícia Karla.

Os acadêmicos receberão o link para acesso através do Google Classroom e também nos grupos de WhatsApp de cada turma. Será emitido certificado de participação, porém, não há a necessidade de fazer inscrição, já que a presença será contabilizada no momento do evento on-line. Quem não é estudante, mas deseja participar, deve ligar na coordenação do curso de Nutrição no período matutino, pelo telefone (67) 3411-4251.

Comentário

O advogado Fernando Baraúna, especialista em direito eleitoral, disse em live nessa quarta-feira (26) ser contra o voto obrigatório no Brasil. Segundo ele, voto livre e por setor pode ser muito mais positivo para fortalecer a democracia no país. A live na Gazetams foi conduzida pelo radialista/jornalista Silva Junior e mediada pelo decano jornalista Clóvis de Oliveira (Douranews).

O sistema eleitoral deste ano, com a utilização da tecnologia, foi ponto comentado com reservas pelos profissionais. Eles entendem que o Brasil não está preparado para um pleito dessa magnitude por meio da internet incluindo convenções, registro de candidatura, abertura de conta, e outros.

Tambem fez parte da pauta: poder religioso, fake news, candidaturas laranjas, propaganda no rádio e na internet, utilização de aporte financeiro público/ privado, correta distribuição dos recursos entre os candidatos e o novo modelo de fazer campanhas.

Psicólogo

A live da noite desta quinta-feira (27), quando é comemorado o Dia do Psicólogo, será com o profissional da área Flávio Melo Ribeiro e vai retratar assuntos como, por exemplo, ansiedade, depressão, suicídio e prevenção desses problemas investindo no bem estar e felicidade.

O internauta pode acompanhar pelo Facebook Gazetams, no horário das 19 às 20 horas.

Comentário

Página 19 de 1743
  • unigran 150
  • Editais

O Tempo Agora

  • unigran novo
  • live full house

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis