Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Em comemoração ao dia do servidor público, celebrado no Brasil dia 28 de outubro, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD), realizou na manhã desta terça-feira (4) ato de lançamento da programação do Mês do Servidor Público de Mato Grosso do Sul, que conta com ações itinerantes de promoção da saúde, parcerias e shows.

carpinejar-11

Autor de 23 livros, Carpinejar realiza palestra-show dia 19. Foto:  Assessoria

No dia 19 as 8h30 no Centro de Convenções Rubens Gil de Camillo, acontece a palestra-show do poeta, cronista, jornalista e comentarista do Programa Global “Encontro” Fabrício Carpinejar que vai abordar as relações interpessoais, o convívio e as alternativas para a construção de um bom ambiente profissional na palestra “Felicidade e Generosidade, como multiplicar a alegria dos pequenos gestos”.

fotografo-roberto-okamura

Instrumentista Marcelo Loureiro se apresenta no dia 26. Foto: Roberto Okamura

Com um estilo marcante que mescla diferentes estilos musicais, entra em cena dia 26 o talento do instrumentista Marcelo Loureiro que fará no Rubens Gil de Camillo a partir das 17h30 um show gratuito para os servidores públicos estaduais e familiares. Além da apresentação do instrumentista, haverá sorteio de prêmios para os servidores presentes, e em formato eletrônico para servidores do interior do Estado.

7z2a4886

Coral dos servidores Públicos de Mato Grosso do Sul. Foto: David Majella

Aberto ao som das canções “Luar do Sertão” e “O Sol e a Lua” apresentadas pelo Coral dos Servidores Públicos, o evento contou com a assinatura do termo de cooperação mútua entre a Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD), Secretaria de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei) e Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) que proporcionará o intercambio técnico-científico e cultural entre as instituições.

Na sequência, a assinatura do termo de compromisso entre a Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) com o Governo do Estado, reafirmou parceria que durante todo mês de outubro oferece descontos e benefícios para servidores públicos estaduais em lojas e estabelecimentos comerciais da Capital.

7z2a4989

Secretário destaca a politica de valorização do servidor. Foto: David Majella

O secretário interino da SAD Édio Viegas, destacou a importância de o servidor ter esse reconhecimento. “O Governo do Estado possui uma politica de valorização do servidor que além da vida funcional, cuida e se preocupa com a saúde e o bem estar de seus colaboradores. E nesse mês de outubro, nada mais justo fazer com que ele se sinta especial” pontuou Viegas.

O ato de lançamento do Mês do Servidor contou com a presença do Presidente da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG) João Carlos Polidoro, do Vice-Reitor da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) Laércio Alves de Carvalho, e dos diretores da Agencia de Previdência de MS (Ageprev) Jorge Martins, da Fundação Escola de Governo (Escolagov) Wilton Paulino Junior.

Comentário

Na manhã de hoje (04), a Secretaria de Estado de Administração (SAD) lançou um pacote de ações em comemoração ao Mês do Servidor. Durante o evento foram assinados convênios, alguns com a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS).

Um dos convênios, entre SAD, UEMS e Secretaria de Estado de Cultura, Turismo, Empreendedorismo e Inovação (Sectei) vai possibilitar aos alunos de diversos cursos da Universidade a oportunidade de fazer estágio nessas secretarias. “Alunos de diversas áreas como Ciências Contábeis, Administração, Direito, entre outras, poderão estagiar na SAD ou na Sectei e isso com certeza trará benefícios a sua formação”, comentou o vice-reitor da UEMS, professor doutor Laércio de Carvalho.

Outra parceria com a SAD, através do curso de Artes Cênicas de Campo Grande vai garantir que alunos realizem apresentações culturais nos eventos produzidos pela SAD, para o servidor do Estado. Além da formatação cênica do Coral do Servidor. “As parcerias entre SAD e UEMS começaram pelo curso de Artes Cênicas, através da minha participação no Grupo de Gestão de Servidores, e acabaram se estendendo para outros cursos da Universidade”, conta a professora mestra Flávia Cavalcanti Gonçalves, coordenadora do curso de artes Cênicas da UEMS.

Pacote de Benefícios aos servidores

Entre os convênios assinados hoje, a SAD renovou a parceria com a Associação Comercial e Industrial de Campo Grande, para o Clube de Benefícios. Na prática, a ação vai oferecer uma série de benefícios e vantagens, além de descontos entre 5% e 50% em mais de 40 estabelecimentos comerciais de Campo Grande. A iniciativa deve beneficiar também os servidores públicos estaduais residentes no interior que estiverem passando por Campo Grande. “Para nós é uma satisfação muito grande estar aqui hoje renovando essa parceria. O grande foco da nossa política está assentado no desenvolvimento e valorização do nosso servidor apostando nos colaboradores em sua integrabilidade e proporcionando alternativas importantes como essa”, destacou o secretário interino de Administração e Desburocratização, Édio de Souza Viégas.

As informações sobre o Clube de Benefício estão neste Link.

Comentário

Dos 24 parlamentares da Câmara Municipal de Campo Grande que tentaram a reeleição, apenas 11 tiveram sucesso. Alguns vereadores consideram que as denúncias de corrupção envolvendo membros da casa tiveram papel fundamental para este resultado. A principal delas, a operação Coffee Break.

“O estrago da Coffee Break foi grande”, afirma o vereador Edson Shimabukuro (PTB), ao ser questionado nesta terça-feira (4), primeira sessão após as eleições, sobre os motivos de não ter conseguido se reeleger.

Para ele, a ampla divulgação pela imprensa da operação minaram suas chances de reeleição. “Mesmo os que conseguiram, foram poucos”, avalia sobre colegas que, mesmo investigados, conseguiram garantir um lugar na casa.

Presidente da Câmara na época em que a operação foi deflagrada, o vereador Mario Cesar (PMDB) considera que a Coffee Break não atrapalhou apenas os integrantes da casa, ela também afetou a tentativa de reeleição do chefe do Executivo. “O Bernal tentou a reeleição e não conseguiu nem ir para o segundo turno”, diz ele, que não tentou a reeleição.

Para Mario Cesar, os vereadores tiveram que escolher, diante da constatação de ilegalidades na gestão de Bernal, em ficarem omissos ou com a “pecha do golpe" perante a opinião pública. “Ele aproveitou para se vitimizar e dizer que houve golpe. Mas, a população entendeu que ele não foi eficiente o suficiente para a reeleição”, explicou.

No fim das contas, o ex-presidente da casa de leis considera que não houve beneficiados com a situação. “Não ficou bom para nenhum lado e, principalmente, para Campo Grande, porque houve um atraso em quatro anos”, finalizou.

A operação - A Operação Coffee Break foi deflagrada em agosto de 2015. Investigou a suspeita de que vereadores “venderam” seus votos para cassar o prefeito Alcides Bernal (PP), em março de 2014. Gilmar Olarte, o vice-prefeito teria se aliado a empresários da Capital, dentre eles João Krampe Amorim dos Santos, o dono da Proteco Construções, para derrubar o chefe do Executivo.

O nome da operação faz referência a “senha”, descoberta em outra operação - a Lama Asfáltica -para atrair as pessoas que receberiam propina. Por várias vezes, a secretária de Amorim teria convidado os destinatários do dinheiro ilícito para “tomar um cafezinho”.

Realizada pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), a Coffee Break, realizada no dia 25 de agosto do ano passado, prendeu vereadores e empresários, além de resultar no afastamento de Olarte e do então presidente da Câmara Municipal, vereador Mario Cesar (PMDB).

A denúncia contra 24 pessoas só chegou ao Tribunal de Justiça em junho deste ano. O procedimento tem quase 39 mil páginas, movimenta defesas que custam de R$ 150 mil a R$ 1 milhão e tem o signo da polêmica.

Comentário

Casal foi flagrado com quase 10 quilos de "brilho", substância utilizada para potencializar o efeito da cocaína, durante fiscalização, ontem, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na BR-267, em Bataguassu, próximo à divisa com São Paulo.

Policiais rodoviários federais suspeitaram do motorista, um homem de 60 anos, diante do nervosismo demonstrado durante a abordagem.

Em fundo falso do veículo estavam diversos tabletes de maconha e uma substância de cor branca, inicialmente identificada como mineíta, que misturada à cocaína potencializa o efeito entorpecente da droga.

Com a passageira, de 37 anos, a polícia encontrou uma pistola calibre 635, CZ, com duas munições. O casal ainda tinha como passageira uma criança de sete anos. O Conselho Tutelar local foi acionado.

Além disso, foram apreendidos 13,9 quilos de maconha. Para a polícia o casal declarou ter recebido o veículo já “preparado” em Ponta Porã. Pelo transporte até Pardinho/SP receberiam R$ 4 mil 

Comentário

A greve dos bancários completa 30 dias nesta quarta-feira (4). É a maior paralisação da categoria desde 2004, segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT). Até o dia anterior, a paralisação fechou 13.104 agências e 44 centros administrativos, o que representa 55% do total de agências de todo o Brasil.

O dia em que foi registrado o maior número de agências fechadas foi 27 de setembro, quando 13.449 fecharam as portas. Historicamente, a greve mais longa da categoria foi em 1951. Durou 69 dias e resultou na criação do dia dos bancários.

Desta vez, a greve entra no seu segundo mês. Os bancos e os bancários não conseguem chegar a um acordo sobre o dissídio da categoria. 

Os bancários pedem a reposição da inflação do período mais 5% de aumento real (totalizando 14,78% de reajuste), valorização do piso salarial - no valor do salário mínimo calculado pelo Dieese (R$ 3.940,24 em junho) e PLR de três salários mais R$ 8.317,90. 

Antes do início da greve, no dia 29 de agosto, a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) propôs reajuste de 6,5%. Duas novas propostas foram apresentadas depois do início da paralisação, nos dias 9 e 28 de setembro, de reajuste de 7%. Todas foram rejeitadas pelos bancários, que decidiram manter a greve por tempo indeterminado.

Transtorno. A paralisação tem causado problemas para quem precisa fazer operações bancárias. Algumas situações não podem ser resolvidas em canais de autoatendimento e outros recursos alternativos.

Esse é o caso da dona de casa Claudia Erika Silva da Cruz, 23 anos, de Caraguatatuba (SP). Seu marido trabalhava como frentista em um posto de gasolina, mas foi dispensado e não consegue sacar o seguro-desemprego. “Quando ele foi dar entrada no seguro-desemprego, teve que abrir uma conta na Caixa. Só que o cartão não chegou e deram um provisório”, relata. “[Sem o cartão definitivo] Ele tinha que sacar na agência em que ele abriu a conta, em São Sebastião. O primeiro mês deu para sacar. O segundo não, porque entrou em greve, não deu para fazer mais nada”, diz. “E o cartão não chegou.”

O casal tem uma filha de 8 meses, e o benefício é atualmente a única fonte de renda da família. “Meu marido está fazendo uns bicos, mas com bicos não dá para contar”, reclama Erika ao Correio do Estado.

Valdenir Jose de Sousa, de São Paulo, está desempregado há um mês e não consegue sacar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e dar entrada no seguro-desemprego. “A gente liga na ouvidoria e ninguém passa informação nenhuma. Já venceu o aluguel, tem [fatura do] cartão de crédito dia 8. O dinheiro que eu tinha sobrando já foi todo”, preocupa-se.

Com bancários em greve, veja como ficam os saques do FGTS

Em Maceió, o auxiliar de serviços gerais Isac de Lima, de 23 anos, não consegue receber seu salário porque está sem o cartão da sua agência. Ele disse que o cartão chegou antes do início da greve, mas não conseguiu buscar.

"Faz tempo que estou tentando receber e não consigo. Só estou podendo sacar dentro da agência e não recebi os dois últimos salários por isso. É complicado porque tenho filho para criar e a situação está difícil."

Resposta dos bancários

O secretário de Imprensa da Contraf, Gerson Carlos Pereira, reconhece os transtornos causados pela paralisação, mas afirma que a greve é a única forma de a categoria buscar um reajuste que considera justo. “A gente pede desculpas para esse povo que está sofrendo nesses 30 dias, mas a gente também pede a compreensão deles”, diz.

“Ninguém gosta de fazer greve. Mas a população tem que entender também que nós somos pais de família, nós pagamos nossas contas também. Então nós precisamos também ter um salário justo", diz Pereira.

Alternativas

A Febraban lembra que os clientes podem usar os caixas eletrônicos para agendamento e pagamento de contas (desde que não vencidas), saques, depósitos, emissão de folhas de cheques, transferências e saques de benefícios sociais.

Nos correspondentes bancários (postos dos Correios, casas lotéricas e supermercados), é possível também pagar contas e faturas de concessionárias de serviços públicos, sacar dinheiro e benefícios e fazer depósitos, entre outros serviços.

O Banco Central foi procurado para ser questionado sobre o impacto da paralisação sobre serviços bancários. Segundo o BC, os dados das operações no mês de setembro, quando foi iniciada a greve, serão publicados somente no final de outubro.

Comentário

O presidente da República, Michel Temer, vai lançar às 10 horas, em cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília, o programa Criança Feliz, que terá a primeira-dama, Marcela Temer, como embaixadora. Segundo a assessoria da Presidência, ela não será remunerada pelo trabalho. Para acompanhar a iniciativa no governo federal, Marcela, de 33 anos, terá um gabinete no terceiro andar do Planalto, no mesmo pavimento em que o marido despacha.

Dois assessores do palácio chegaram a ser realocados de salas para abrir espaço para a primeira-dama no terceiro andar do prédio. A sala de Marcela tem vista para a Praça dos Três Poderes, onde estão localizados, além da sede do Executivo federal, o Congresso Nacional e o STF (Supremo Tribunal Federal).

Como embaixadora do Criança Feliz, caberá à primeira-dama divulgar o programa e promover eventos e reuniões com estados e municípios. Marcela deve discursar na cerimônia de lançamento do programa federal, primeira manifestação em público desde que o marido chegou ao comando do país. No pronunciamento, ela irá dar detalhes sobre o programa.

A assessoria do Planalto, no entanto, já adiantou que a primeira-dama, 42 anos mais jovem do que Michel Temer, não vai conceder entrevistas no evento. Os dois se conheceram quando ela tinha 18 anos e ele, 60. O casal tem um filho: Michelzinho, de 7 anos.

Criança Feliz

O programa federal que terá Marcela Temer como embaixadora é coordenado pelo MDS (Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário) e a iniciativa, de acordo com o governo, terá o objetivo de fortalecer políticas públicas para a primeira infância.

O foco do programa serão as crianças de até 3 anos de idade cujas famílias são beneficiárias do Bolsa Família. A meta do Executivo federal é atender mais de 4 milhões de crianças em todo o país até 2018.

A ajuda às crianças beneficiadas pelo programa não será financeira, mas se dará por meio de visitas semanais de especialistas na residência das famílias atendidas. Todas as ações visam reduzir o baixo desenvolvimento e a mortalidade infantil.

Conforme o Ministério do Desenvolvimento Social, os especialistas que atuarão no Criança Feliz irão orientar os pais sobre atividades do dia a dia, como a forma correta de escovar os dentes dos filhos. Eles também vão alertar, segundo o governo, para datas de vacinações, sobre a importância de pesar as crianças, além de identificar bebês em situação de risco e violência. Com informações do G1

Comentário

Seis meses após entrar em recuperação judicial, o Grupo Bigolin, um dos mais tradicionais no segmento da construção civil de Mato Grosso do Sul, sinaliza reação ao mercado e se prepara para leiloar imóvel de seu antigo centro de distribuição, situado no anel rodoviário de Campo Grande, avaliado em R$ 15,5 milhões pela Justiça. O certame foi autorizado pela Vara de Falências, Recuperações, Insolvências e Cartas Precatórias Cíveis e será realizado no dia 4 de novembro, na modalidade de leilão eletrônico, conforme edital publicado ontem na imprensa local. 

Com o valor resultante da venda do ativo, a Bigolin espera receber uma injeção de capital novo e cumprir com os débitos judiciais para novamente transformar-se numa empresa saudável, explica Rodrigo Pimentel, do escritório Rodrigo Pimentel Advogados, responsável atualmente pela assessoria jurídica do grupo. “Com a recuperação judicial, a Bigolin, para enxugar custos, transferiu seu centro de distribuição para a matriz (na Rua 13 de Maio, em Campo Grande).

Depois, pela própria logística operacional da empresa, (optou-se por) fazer uma alienação e venda judicial, onde a empresa vai receber capital novo e cumprir com os débitos judiciais dos credores. É uma medida administrativa para receber capital externo e se fortalecer. A Bigolin está se enquadrando, enxugou seus gastos, contratou assessoria técnica  (a Vinícius Coutinho Consultoria e Perícia) e está mostrando para a sociedade que está em franca recuperação”, destacou ao Correio do Estado.

Comentário

Condutores cadastrados no sistema do Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran-MS) podem realizar serviços relacionados a Carteira Nacional de Habilitação (CHN) por meio do projeto “CHN ágil” disponível online. Pelo site (clique aqui), o motorista poderá realizar a renovação da carteira de habilitação e consulta do processo da habilitação. Informações da página mostram que o serviço está disponível apenas para moradores de Campo Grande. 

Ao clicar no banner e escolher a opção “Renovação CHN”, o condutor é redirecionado para outra tela com todas as instruções, divididas em quatro etapas, para conseguir renovar a carteira. A primeira, consiste na solicitação da CHN. Ao clicar em continuar, o condutor é redirecionado para agendar o exame médico. A terceira etapa é capturar e realizar o exame. A última então é a retirada da CHN na agência. 

O outro serviço, a consulta do processo, pode ser feita com o número do CPF. 

“Tudo é extremamente autoexplicativo e nós lançamos este projeto de maneira tão fácil assim, com objetivo de que o condutor consiga fazer tudo sozinho”, reforçou o presidente do Detran, Gerson Claro. 

Caso o condutor ainda tenha alguma dificuldade, poderá entrar em contato pela central de informações. O horário de atendimento é das 7h30 às 18h pelo número 154 na Capital. No interior, o número para contato é o (67) 3368-0500.

Comentário

“Funcionalidade e Evidências Científicas” é o tema da XVI Jornada Acadêmica de Fisioterapia da Unigran, que começa nesta quarta-feira (5) e vai até sexta (7), contando com palestras e minicursos voltados para estudantes e profissionais da área. Pensando nas sequelas decorrentes da microcefalia, a temática principal será o papel do fisioterapeuta em doenças neurodegenerativas.

Com o objetivo de estimular a busca de conhecimento e atualização, a coordenadora do curso, Simone de Sousa Elias Nihues, explica que a Jornada vai habilitar o corpo discente a conhecer novas técnicas e aprimorar as que já aprendem durante as aulas. “Propomos uma programação com muitos minicursos práticos para promover uma vivência maior. E, este ano, o objetivo principal é estimulá-los a trabalhar com crianças com atraso de desenvolvimento motor”, menciona.

A palestra de abertura é sobre “Evidências e Tomada de Decisão Clínica em Fisioterapia nas Doenças neurodegenerativas”, ministrada por Gustavo Christofolleti. “Com o envelhecimento da população brasileira, aumenta muito o número de doenças degenerativas, vamos abordar a atuação do fisioterapeuta nessas doenças. Teremos minicursos de estimulação precoce, principalmente para crianças com disfunções neurológicas, além de abordarmos a área de ortopedia e terapia manual”, destaca Simone.

Dentre outros assuntos que serão tratados durante a Jornada estão: “Estimulação precoce em crianças com Atraso no Desenvolvimento Neuropsicomotor decorrente de Microcefalia”, "Anatomia Palmatória Associada à Cinesiologia”, “Noções de Tratamento à Criança com Distúrbio Neurológico”, “Terapia Manual Aplicada à Lombociatalgia” e “Reposicionamento Articular Sustentado”.

A abertura está marcada para às 19 horas, no anfiteatro do bloco 10. Mais informações sobre o evento podem ser obtidas pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou através do telefone 3411 4163.

Comentário

O técnico Tite promoveu uma mudança importante no segundo dia de trabalho da seleção brasileira em Natal, o primeiro com todos os jogadores convocados. Philippe Coutinho treinou no lugar de Willian entre os titulares que se preparam para enfrentar a Bolívia, nesta quinta-feira (6) na Arena das Dunas, em Natal, às 20h45 (de MS), pelas Eliminatórias da Copa 2018. O meia do Liverpool ganhou a posição depois de substituir o companheiro do Chelsea no segundo tempo contra Equador e Colômbia e melhorar o desempenho ofensivo da equipe nas duas partidas.

O que chamou a atenção também foi algo que se manteve. Em entrevista ao GloboEsporte.com, Tite afirmou que o critério para escalar ou não Thiago Silva como titular seria a coerência. Nesta terça-feira (4), ele revelou o que diz sua coerência: Marquinhos e Miranda, elogiados nas vitórias sobre Equador e Colômbia, há um mês, vão permanecer na equipe, enquanto o zagueiro do PSG ficará no banco de reservas.

No treino na Arena das Dunas, o técnico separou titulares e reservas, e manteve a dupla de zaga de seus dois primeiros jogos. De um lado do campo, os atletas que iniciarão na quinta-feira enfrentaram uma linha de quatro defensores, formada por jovens da Seleção sub-20. Do outro, os reservas treinaram em campo reduzido.

Thiago Silva tem total confiança de Tite, e a tendência é até recuperar seu lugar com o tempo, mas o longo período fora da Seleção – não era chamado desde a Copa América do ano passado, quando Dunga, que já não era dos maiores fãs do zagueiro, perdeu a paciência com o pênalti cometido por ele na eliminação para o Paraguai – e as boas atuações de Miranda e Marquinhos farão o jogador esperar.

Comentário

Página 1509 de 1709
  • Vitoria

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis