Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

A polícia de Dayton, no estado americano de Ohio, confirmou que 9 pessoas morreram e outras 16 estão feridas após um homem armado abrir fogo no centro da cidade, na madrugada deste domingo (4). Ainda segundo a polícia, o autor dos disparos foi morto. Este é o segundo ataque a tiros registrado nos EUA em menos de 24 horas. Na tarde de sábado (3), um homem armado matou 20 e feriu 26 em um supermercado de El Paso, no Texas.

Segundo a imprensa local, o ataque em Dayton ocorreu pouco depois da 1 hora da manhã perto de um bar na East Fifht Street, na região central da cidade. No outro ataque a tiros, em um supermercado dentro de um centro comercial na cidade de El Paso, no Texas, Estados Unidos, neste sábado, o governador Greg Abbott afirmou, durante coletiva de imprensa, que 20 pessoas morreram; 26 feridos foram confirmados pela polícia. Um homem foi detido.

O presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, afirmou que entre os mortos há três mexicanos. O ministro de Relações Exteriores do país informou que outros seis mexicanos ficaram feridos no ataque. As vítimas feridas têm, de acordo com a "ABC News", entre 2 e 82 anos de idade.

As autoridades consulares do Brasil nos EUA estão em contato com a polícia texana, mas não há, até o momento, nenhuma informação de brasileiros entre as vítimas em El Paso. Do mesmo modo, não foi recebida nenhuma consulta de familiares no Brasil sobre o caso, conforme repercute o portal G1.

Comentário

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.175 da Mega-Sena, realizado na noite deste sábado (3) em São Paulo. O prêmio acumulou com previsão de pagar R$ 32 milhões no sorteio do meio da semana.

Veja as dezenas sorteadas: 07 - 25 - 32 - 43 - 53 -55.

A quina teve 73 apostas ganhadoras; cada um receberá R$ 39.289,03. Já a quadra teve 5.485 apostas ganhadoras; e cada uma levará R$ 746,99.

Comentário

2,7ºC por volta das 4h46 da madrugada deste domingo (4) foi o que registrou o GuiaClima, serviço de aferição e controle dos indicadores meteorológicos da Embrapa Agropecuária do Oeste em Dourados, confirmando mais uma onda de geada na região. Por volta de 7 horas, os termômetros marcavam 5ºC.

Em média, segundo o GuiaClima, quando a temperatura mínima no abrigo meteorológico atinge 3 a 4ºC, a temperatura na superfície situa-se em torno de 0ºC. Nesse portal a possibilidade de ocorrência e a intensidade das geadas é estabelecida a partir da temperatura mínima do ar no abrigo meteorológico (Tm), com base no critério utilizado pelo Iapar (o Instituto de Agrometeorologia do Paraná).

Outros fatores, além da temperatura, influenciam a ocorrência de geadas, como a topografia e a exposição do terreno, ou seja, baixadas e áreas voltadas para o sul são mais sujeitas à formação de geadas. A sensação térmica sentida na madrugada nessas áreas mais vulneráveis da cidade chegou a menos de 1ºC.

Comentário

A prefeita Délia Razuk apresentou aos vereadores, na manhã desta sexta-feira (2), o projeto de implantação da Casa do Mel em Dourados em uma área de 2 mil metros quadrados, na BR 163, próximo do Parque Industrial Londrina, cedido pelo Município para a implantação da Casa, com o apoio do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento).

Conforme o secretário de Agricultura Familiar, Junior Bittencourt, o local de industrialização do mel contará com espaço para carga e descarga, salas de melgueiras, expedição, manipulação, e de pólen e própolis, com apoio aos apicultores de Dourados e região. “O produto sairá já envasado nos potes e com selo de inspeção do município”, destacou Junior Bittencourt.

A proposta já se encontra devidamente cadastrada no Ministério da Agricultura, garantiu o secretário. Atualmente, a Casa do Mel funciona em espaço improvisado da Escola Municipal Agrotécnica Padre André Capelli, na saída para o distrito de Panambi.

A prefeita Délia Razuk destacou que com a construção, a produção ganhará novo impulso. Ela disse que tem mantido contato com a ministra da Agricultura Tereza Cristina sobre o assunto com direcionamentos positivos para Dourados e região.

Comentário

Cerca de 14 moradores que estavam em situação de vulnerabilidade, expostos ao frio e ventos fortes que predominaram durante toda a sexta-feira (2) e que levaram a temperatura na madrugada a aproximados 5ºC, foram recolhidos pela Guarda Municipal de Dourados e encaminhados para a Casa da Acolhida. Os que se negaram a seguir as orientações dos guardas receberam cobertores das equipes.

A parceria da Casa da Acolhida com Guarda Municipal tem proporcionado essa atuação de acolhimento, quando as pessoas carentes recebem no local todo atendimento social, como alimentação, higiene pessoal e os devidos atendimentos sociais.

A população douradense pode contribuir ligando na Guarda Municipal pelos telefones 199 ou 153 para relatar situações encontradas, de pessoas em estado de vulnerabilidade que uma equipe será encaminhada para averiguar a situação e tomar as medidas necessárias.

Comentário

Convênio firmado nesta sexta-feira (2), na sede do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, vai permitir a formação do grupamento do Bombeiro do Amanhã, pela Guarda Mirim de Dourados ‘Dr. João Adolfo Astolfi’.

A parceria foi firmada pelo presidente da Guarda Mirim, João Frazão, com o coronel Joilson Alves do Amaral, comandante-geral dos Bombeiros no Estado, durante encontro em Campo Grande.

João Frazão também formalizou junto ao comandante a transferência das atividades da Guarda Mirim do estádio Douradão, onde a instituição vinha se reunindo provisoriamente, para a subunidade do Corpo de Bombeiros que funciona no bairro João Paulo II, próximo de onde será construída a sede própria da Guarda, via convênio formalizado com o Governo a partir de emenda do deputado Barbosinha.

joao em cg

Coronel C.Barbosa, adjunto da Sejusp, o secretário Carlinhos e o coronel Joilson: parceira de resultado

A assinatura do convênio foi concluída após entendimentos da diretoria da Guarda Mirim no mês passado com o secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, o delegado Antônio Carlos Videira, um dos primeiros avalistas da criação da instituição que já formou mais de uma centena de jovens adolescentes com noções de cidadania, direitos e deveres e formação para o mercado de trabalho em Dourados.

“Foi uma sexta-feira de muitas bênçãos, assinamos o convênio com o secretário Carlinhos, da Sejusp e com o coronel Joilson, dos Bombeiros, para a mudança das nossas atividades para a unidade do Corpo de Bombeiros do João Paulo II e para a implantação do projeto Bombeiros do Amanhã”, comemorou o presidente da Guarda Mirim, agradecendo a acolhida das autoridades do Governo do Estado.

Comentário

Com um investimento superior a R$ 22 milhões, o anel rodoviário de Ponta Porã está prestes a sair do papel, tirando os veículos pesados do centro da cidade, aumentando a segurança e garantindo a fluidez do trânsito. O governador Reinaldo Azambuja assinou nesta sexta-feira (2) o convênio que vai permitir repassar os recursos necessários para a obra, a ser feita pela prefeitura. Ele ainda entregou e autorizou R$ 42,6 milhões em ações e obras no Município, além dos R$ 14 milhões em saneamento que estão em execução, somando mais de R$ 56 milhões no município.

De acordo com o prefeito Hélio Peluffo, a obra é um sonho de duas décadas. “É uma luta de mais de 20 anos que temos em Ponta Porã, a construção do nosso contorno viário. Além de você adensar a cidade, diminuir os espaços vazios (e com isso diminui o custo operacional do município), você tira todo o trânsito pesado da cidade. Ponta Porã é a quarta cidade do estado de Mato Grosso do Sul em termo de produção agrícola, a quinta cidade economicamente dentro do Estado e tem uma relevância muito grande, em termo de economia”, explicou.

O governador Reinaldo Azambuja declarou que o contorno rodoviário é apenas mais um dos vários investimentos no município. “Vamos tirar o trânsito pesado do centro. É um sonho antigo de todos aqui da fronteira, em especial aqui de Ponta Porã. E junto com isso, outros investimentos. Vamos recapear mais avenidas, estamos entregando as patrulhas mecanizadas para os agricultores da agricultura familiar, estamos investindo nessa parceria na saúde, para levar a saúde mais próxima das pessoas. Isso mostra o governo presente e parceiro dos municípios”, disse.

Para Peluffo, o investimento mais emblemático do Governo do Estado no município é na área de saneamento, garantindo saúde e qualidade de vida para as pessoas. “Nós temos investimentos de mais de R$ 30 milhões na Sanesul, melhorando a qualidade de água no Município. Talvez seja um dos melhores investimentos que Ponta Porã tem. Nós vamos chegar a 90% de esgoto e 98% de água tratada. Vamos chegar a índices de países desenvolvidos. Ponta Porã é uma curva fora do normal, em termo de saneamento. O governador não tem faltado com Ponta Porã”, declarou.

Regularização fundiária

Também em Ponta Porã, 51 famílias do Residencial Ignes Andreazza receberam o título de propriedade de seus imóveis por meio do Programa de Regularização Fundiária, da Agehab (Agência estadual de Habitação).

Algumas famílias esperavam o documento há mais de 30 anos, como é o caso do tapeceiro Antônio Tadeu de Oliveira. “Isso aqui representa tudo, uma vida inteira. São mais de 30 anos vivendo naquela vila e só agora consegui”, afirmou.

Marilene Ferreira Dias Pinto, de 81 anos, foi outra a receber o título de propriedade. “Para mim é uma grande satisfação. Desde 1981 eu moro neste lugar e a nossa vila é tranquila, abençoada. Então, eu só tenho a agradecer as pessoas que estão na frente, ao nosso governador, que é bastante atuante”.

O governador Reinaldo Azambuja também fez a entrega de três patrulhas mecanizadas para Ponta Porã, no valor de R$ 413 mil. Uma delas irá atender o assentamento CUT Renovação, que produz milho e soja, mas precisava arrendar maquinário.

“Vai ajudar bastante porque nós não temos trator para trabalhar. Com a enxada é tudo muito difícil. Com essa patrulha, vai facilitar. Vamos poder plantar, fazer um canteiro de horta, ter renda, que é muito difícil sem as patrulhas. Com essa patrulha vai ficar tudo muito bom”, contou a presidente da Associação Unidos da CUT, Márcia Cristina da Conceição.

Reinaldo Azambuja assinou ainda convênio para aquisição de máquinas e equipamentos para a Unidade de Beneficiamento de Sementes e Plantas Medicinais do Projeto do Assentamento Itamarati, autorizou e entregou obras de pavimentação e drenagem e inaugurou ponte de concreto sobre o Rio Dourados e a restauração de ruas e avenidas.

A Petrobras anunciou, no começo da noite desta sexta-feira (2) a redução no preço do gás de cozinha (o GLP) vendido nas refinarias às distribuidoras para botijões de 13 quilos, de R$ 26,20 para R$ 24,06, para entrar em vigor a partir de segunda-feira (5) nas unidades da empresa. Segundo o Sindigás (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo), a queda do GLP residencial oscilará entre 6,5% e 12% nas refinarias.

De acordo com a Petrobras, para ser comercializado em botijões de 13 quilos, o gás de cozinha tem o preço de venda formado pela média das cotações dos gases butano e propano no mercado europeu, mais uma margem de 5%. Os reajustes passaram a ser trimestrais em janeiro do ano passado.

Segundo a companhia, o preço do GLP vendido para as indústrias e o comércio caiu 13%. O Sindigás informou que a redução do GLP empresarial ficou entre 11% e 17%, dependendo do polo de suprimento. A redução do GLP empresarial também entra em vigor na segunda-feira, segundo a Agência Brasil de notícias.

Comentário

Uma força-tarefa teve que encarar disputa contra o tempo para a consolidação de um desejo admirável: o processo de captação de múltiplos órgãos de um paciente de 32 anos diagnosticado com morte encefálica na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Adulto do HU (Hospital Universitário) da Universidade Federal da Grande Dourados. Os familiares, cientes da situação, não hesitaram em autorizar a doação, demonstrando anseio em ajudar outras famílias.

Após 10 dias de internação, oriundo de outra unidade hospitalar, o paciente apresentou suspeita de lesão cerebral irreversível e ausência de reflexos básicos, o que motivou que fossem iniciados os exames para diagnóstico de morte encefálica, realizados pela equipe da UTI Adulto.

Todos os procedimentos respeitaram a legislação vigente e foram baseados em sólidas e reconhecidas normas médicas. Paralelo a isso, foi feita comunicação com a OPO (Organização de Procura de Órgãos) da Santa Casa de Campo Grande, entidade regional ligada à CET (Central Estadual de Transplante) que, em parceria, iniciaram a busca por receptores compatíveis.

A aplicação dos testes foi informada aos familiares, sendo acionada também a Comissão Intrahospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante do HU e o grupo, formado por 14 profissionais de diversas áreas assistenciais, auxiliou na execução do Protocolo de Morte Encefálica, procedimento obrigatório para definição do diagnóstico e constatação do óbito do paciente, realizado no final de julho.

Em conversa com a família, após o protocolo concluído, a Comissão expôs todo o processo que levou à conclusão do diagnóstico, explicando como de fato se configura a morte encefálica, pois, em muitos casos, os parentes têm grande dificuldade em aceitar o falecimento de um ente, já que o coração e os pulmões permanecem em funcionamento mecânico, para a conservação dos órgãos e tecidos.

Conscientes da situação, os familiares do jovem prontamente autorizaram a doação, o que tornou mais ágil a tomada de medidas para que a captação se materializasse. A partir daí, foi iniciado um segundo protocolo, de Manutenção do Potencial Doador, que consiste num conjunto de ações a fim de conservar em condições adequadas o corpo do paciente até que o planejamento da captação possa ser executado.

Corrida contra o relógio

Por meio da realização desse Protocolo, o corpo do doador é monitorado ininterruptamente, de forma que órgãos e tecidos estejam em temperatura e oxigenação ideais e não haja falência. Esse trabalho envolveu todos os profissionais da UTI Adulto, que passaram cerca de 11 horas em estado de alerta, até que o Centro Cirúrgico estivesse preparado para a captação.

“Dentro da unidade, os profissionais da assistência são extremamente capacitados para situações como essa e, confirmada a autorização da família, foi prontamente iniciado o Protocolo de Manutenção do Potencial Doador. Foi um trabalho árduo, que demandou grandes esforços de todos nós, mas muito gratificante em função da causa a que estávamos nos dedicando”, relata o enfermeiro Tiago Amador Correia, responsável técnico da UTI Adulto e membro da CIHDOTT do HU.

Do lado de fora da UTI, mais profissionais de Enfermagem, além de médicos, psicólogos, residentes e acadêmicos atuaram intensamente para que tudo fosse o mais rapidamente manejado. Além deles, motoristas, vigilantes, equipes de higienização e até os colaboradores da cozinha – que ficaram responsáveis pela fabricação de gelo para as caixas de transporte de órgãos e tecidos e a refeição dos participantes – se prepararam para o exaustivo e delicado trabalho que viria pela frente.

Força-tarefa

Ao meio-dia do sábado (27), tiveram início os procedimentos de captação. Integrantes das unidades de Cirurgia Geral e Cirurgia/RPA e CME (Centro Cirúrgico) e da CIHDOTT participaram das quatro horas de atividades, que puderam ser acompanhadas por residentes dos programas Médico e em Área Profissional da Saúde e por acadêmicos de Medicina.

Pelo menos 20 pessoas atuaram dentro do Centro Cirúrgico, incluindo duas equipes, de Campo Grande e de Brasília, que ajudaram na captação e realizaram o transporte dos órgãos e tecidos às instituições de saúde que efetuariam os transplantes. Foram captados rins, fígado e córneas que naquele mesmo fim de semana mudaram a vida de cinco pessoas que aguardavam na fila do Sistema Nacional de Transplantes.

Deram apoio ao deslocamento aéreo dos órgãos e tecidos grupos da FAB (Força Aérea Brasileira) e do Setor de Transporte Aéreo da Casa Militar do Governo de Mato Grosso do Sul.

“Para nós da equipe assistencial é muito compensador participar de um processo como esse e proporcionar melhoria de vida a outras pessoas, já que frequentemente vivenciamos situações em que pacientes por nós assistidos e encaminhados a centros de transplantes, nem sempre têm a chance de uma nova vida e falecem esperando por um órgão”, afirma a psicóloga Francyelle Marques, profissional da UTI Adulto e também membro da CIHDOTT.

Comunidade consciente, diálogo aberto

Além do trabalho interno junto à família e à equipe assistencial, antes e durante os processos de captação de órgãos e tecidos, a CIHDOTT desempenha uma importante tarefa na comunidade da região da Grande Dourados, levando informação e conscientização para fora do hospital.

Instituída em 2012 no HU, a Comissão atualmente composta por médicos, profissionais de Enfermagem, psicólogas e assistentes sociais de diversos setores, desenvolve um trabalho fundamental, não apenas na organização do processo de captação e no acolhimento das famílias de doadores, “mas também na sensibilização da população sobre o assunto, sobre a importância do diálogo acerca da doação entre os familiares”, explica a coordenadora da CIHDOTT, a enfermeira Ityara Moretti Beltrame Tomita.

Nos últimos meses, os integrantes se desdobraram na participação em eventos públicos e realização de palestras educativas em escolas, como forma de descontruir os mitos em torno da doação de órgãos e tecidos e fomentar a conversa nas famílias.

No núcleo familiar do jovem doador, o diálogo se deu a partir do momento em que se depararam com a situação. De acordo com Ityara, eles buscaram informações na internet e, em seguida, demonstraram desejo em autorizar a doação se o quadro do paciente permitisse, o que acabou se concretizando.

Em relato, uma das familiares [não identificada por motivos legais] expressa que, apesar do sofrimento vivido, a doação tornou mais fácil a assimilação da morte. “Mais do que nunca, sua vida teve um propósito. E essa experiência foi um incentivo a toda a família, pois nunca tínhamos conversado sobre a doação e passamos a ter um diálogo aberto sobre o tema”, disse. (Com assessoria)

Comentário

Tem início neste sábado (3), o planejamento de ação de saúde bucal realizado pela Prefeitura de Dourados, por meio da Secretaria de Saúde. A proposta visa levar atendimento odontológico, um sábado ao mês, à população, além do atendimento já prestado regularmente. Inicialmente as atividades acontecerão na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Jóquei Clube.

O planejamento visa contribuir nos atendimentos para suprir demanda existente e prestar atendimento aos populares que, por conta de horário de trabalho, não conseguem comparecer a unidade básica de saúde para receber esse atendimento nos dias de semana.

“Nossa equipe percebeu que muitas pessoas não conseguem durante a semana comparecer ao dentista; então propusemos essa ação, que foi bem-vista pela Secretaria de Saúde e terá início no Jóquei, já com agendamento completo”, aponta Rosimara Aparecida Osório, coordenadora da Unidade de Saúde do bairro.

Rosimara explica que os agentes de saúde direcionam os atendimentos da população na região para que participem do planejamento. Populares interessados no atendimento que não residam na região atendida pelos agentes podem procurar a direção da unidade para se informar sobre agendamentos.

O horário de funcionamento da UBS do Jóquei, neste sábado, será das 7 às 11 e das 13 às 17 horas, informou a coordenadora, acrescentando que dezenas de pessoas já serão atendidas nesta primeira etapa. A Secretaria de Saúde vai aproveitar essa experiência para avaliar a extensão da ação para unidades de saúde de outras regiões.

“Ficamos muito felizes em dar início a essa ação. Esse trabalho acontece dentro do compromisso com as pessoas, norte de trabalho da administração da prefeita Délia Razuk, que se mostrou bastante receptiva com a nossa proposta”, disse a coordenadora

Comentário

Página 15 de 1403
  • unimed nova
  • cassems
  • governo raly

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus