Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O emprego formal cresceu em Mato Grosso do Sul em agosto. No mês passado, a geração de postos de trabalho foi de 0,21% em comparação a julho. Foram 19.623 trabalhadores admitidos contra 18.546 desligados no mesmo período, resultando um saldo positivo de 1.077 vagas de trabalho.

Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados na sexta-feira (23) pelo Ministério do Trabalho. Com o resultado, Mato Grosso do Sul fica em sétimo lugar no ranking dos estados que mais empregaram no mês de agosto, ficando atrás de Pernambuco (9.035), Paraíba (5.905), Alagoas (4.099), Santa Catarina (3.014), Maranhão (2.246) e Rio Grande do Norte (2.237).

Segundo o Caged, são levantados dados da evolução do emprego formal em municípios com mais de 30 mil habitantes. Em Mato Grosso do Sul, as cidades de Amambai, Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Maracaju, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Rio Brilhante, Sidrolândia e Três Lagoas fazem parte do levantamento do Ministério do Trabalho.

No Estado, o emprego formal apresentou resultado positivo em 11 das 14 cidades pesquisadas, com destaque para Nova Andradina (485), Dourados (242) e Três Lagoas (167). As três cidades que apresentaram resultados negativos, fechando mais vagas do que abrindo, foram Campo Grande (-249), Ponta Porã (-31) e Coxim (-16).

Os setores de atividade econômica que contribuíram para o saldo positivo de 1.077 vagas trabalho em Mato Grosso do Sul foram o da construção civil, que abriu 609 vagas no mercado de trabalho, da indústria de transformação (404) e da agropecuária (172). Já o setor de serviços foi único que apresentou recuo com o fechamento de 197 postos de trabalho

Comentário

Embora os carros autônomos do Google já tenham se envolvido em acidentes anteriormente, nenhuma batida foi tão grave quanto a ocorrida na última sexta-feira (23). Um veículo da companhia sofreu danos severos após ser atingido em sua lateral por uma van que furou o sinal vermelho.

No momento do acidente, o carro — um Lexus RX 450 — estava em seu modo autônomo, mas o motorista associado acionou seus freios na tentativa de evitar o ocorrido (ação que se mostrou insuficiente). A boa notícia fica pelo fato de que tanto o funcionário do Google quanto o motorista da van — que foi responsabilizado pelo incidente — saíram da situação sem nenhum machucado.

Em um comunicado enviado ao site 9to5Google, a empresa afirmou que o sinal de trânsito estava verde por pelo menos 6 segundos antes de seu veículo passar pela interseção. A companhia complementa que “a ultrapassagem de sinais vermelhos é o principal motivo para as batidas urbanas nos Estados Unidos. Erros humanos desempenham um papel em 94% dos casos, motivo pelo qual estão sendo desenvolvidas tecnologias de carros autônomos”.

Embora os veículos autônomos da companhia já tenham se envolvido em outros acidentes, a única vez em que eles foram responsabilizados ocorreu no início deste ano. Na ocasião, um carro atingiu a lateral de um ônibus quando tentava desviar de um saco de areia presente no meio da estrada pela qual ele trafegava.

Comentário

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) convidou o ministro das Cidades, Bruno Araújo, para entregar, nesta terça-feira (27), 800 apartamentos do programa Minha Casa Minha Vida, em Dourados. A ação cumpre mais uma etapa do programa estadual batizado pelo governador de ‘Obra Inacabada Zero’.

O evento acontece às 9 horas, na avenida Antônio Tonanni, que corta a área onde foram implantados os Residenciais Roma I, II e IIl e prevê, também, a conclusão da construção de uma estação elevatória de esgoto e uma escola padrão, que beneficiarão os moradores da região.

Para a obra do residencial, foram empregados mais de R$ 50,4 milhões, sendo R$ 45,6 milhões de recursos da União, R$ 4 milhões de recursos estaduais e R$ 836.742,49 em investimentos da Prefeitura de Dourados. Na construção da estação elevatória de esgoto, o Estado aplicou R$ 400 mil e o município R$ 763.257,51, totalizando R$ 1.163.257,51.

O residencial tem 50 blocos de quatro andares com quatro apartamentos por pavimento. As unidades têm 46,63m² distribuídos em dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço, sendo 25 apartamentos adaptados para famílias com deficiência física. Dos 800 contratos, 742 tem mulheres como titulares.

A construção da escola contempla 14 salas, quadra poliesportiva coberta com arquibancadas, biblioteca e sala de tecnologia, que vai atender a modalidade de Ensino Médio. A escola fica próxima ao Residencial Vila Roma e tem previsão de entrega para 2017, com gestão do Governo do Estado. Os recursos desta obra somam R$ 3.959.374,38, sendo R$ 3.658.536,14 de recursos federais e R$ 300.838,24 de investimentos do Estado.

Mais habitação

De acordo com a assessoria do Governo, o Estado já entregou outras 450 casas do Residencial Dioclécio Artuzi III, onde foram aplicados mais de R$ 2 milhões de recursos do Estado e R$ 21 milhões em recursos da União no Município. Há previsão ainda de mais 865 habitações para Dourados, que estão sendo executadas nos projetos dos Residenciais Campina Verde e Ildefonso Pedroso, também com recursos do Estado, da União e do Município.

Comentário

O Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) anunciou nesta segunda (26) o início de sua operação especial de Dia das Crianças. O trabalho vai até sexta-feira (30) e visa garantir segurança aos pequenos que receberão presentes na data comemorativa do dia 12 de outubro.

Segundo informações da Agência Brasil, as agências estaduais vão operacionalizar as buscar por irregularidades como a falta de informações obrigatórias nos rótulos, como dados do fabricante, faixa etária indicada e selo de conformidade.

Esses dados devem ainda estar disponíveis no idioma do país, ou seja, em português. A ação de fiscalização complementa o trabalho que já é feito pelo órgão, de certificar os produtos antes mesmo que eles cheguem ao mercado.

Segundo a assessoria do órgão, a fiscalização é feita de modo permanente em diversos tipos de produtos comercializados. Ocorre que, com a proximidade de datas comemorativas, o trabalho é intensificado de acordo com o item que é mais vendido para a data.

Para a operação dessa semana, os esforços estão concentrados em cinco categorias de produtos: brinquedos, cadeirinhas para automóvel, berços, carrinhos de bebê e bicicletas infantis.

A reportagem procurou o Inmetro para obter detalhes sobre a operação no Mato Grosso do Sul, mas foi direcionada à AEM (Agência Estadual de Metrologia). Procurada, a AEM ainda não se manifestou.

Os consumidores que flagrarem itens irregulares podem participar com denúncias, que devem ser feitas à ouvidoria do Inmetro pelo telefone 0800-285-1818 ou e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Comentário

A polícia ainda não revelou a identidade do campograndense que deveria ser conduzido até a sede da PF, durante a 35ª fase da Operação Lava Jato, desencadeada na manhã desta segunda-feira (26).

Duas viaturas, com seis policiais carregando um malote com documentos e um notebook, chegaram à Superintendência da PF (Polícia Federal) em Campo Grande, por volta das 9h30 da manhã, mas ninguém no prédio quis falar com a imprensa.

Uma entrevista coletiva está sendo concedida por representantes da Polícia Federal, Receita Federal e o Ministério Público Federal, na PF de Curitiba, mas até o momento não foi prestada nenhuma informação sobre as atividades da operação realizadas em Mato Grosso do Sul.

Prisão Palocci - Nesta fase da operação Lava Jato são investigados indícios de uma relação criminosa entre um ex-ministro da Casa Civil e da Fazenda, Antonio Palocci, com o comando da principal empreiteira do país. Palocci foi intermediário do grupo político do qual faz parte perante o Grupo Odebrecht.

Segundo a PF, há indícios de que o ex-ministro atuou de forma direta a propiciar vantagens econômicas ao grupo empresarial nas mais diversas áreas de contratação com o Poder Público, tendo sido ele próprio e personagens de seu grupo político beneficiados com vultosos valores ilícitos.

Voto de silêncio – Segundo a PF, o nome “Omertá” dado à investigação policial, é uma referência a origem italiana do codinome que a construtora usava para fazer referência ao principal investigado da fase ("italiano"), bem como ao voto de silêncio que imperava no Grupo Odebrecht que, ao ser quebrado por integrantes do “setor de operações estruturadas” permitiu o aprofundamento das investigações.

Além disso, remete a postura atual do comando da empresa que se mostra relutante em assumir e descrever os crimes praticados.

Comentário

A revista Veja que circula nesta semana destacou o desempenho do Mato Grosso do Sul no ranking divulgado semana passada pelo CLP (o Centro de Liderança Púbica), onde o Estado ganhou quatro posições, subindo do 9º para o 5º lugar, entre os estados mais competitivos do País (atrás apenas de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Distrito Federal). Dentre os pilares avaliados pelo ranking, o melhor posicionamento obtido foi em solidez fiscal, que projetou o Estado para o terceiro lugar geral nesse quesito.

A reportagem atribuiu o avanço do Estado “graças ao salto dado em duas áreas fundamentais para o desempenho econômico: infraestrutura e capital humano” e utilizou uma foto da ampliação da fábrica de celulose da Fibria, em Três Lagoas, para ilustrar a reportagem que utiliza Mato Grosso do Sul como Estado modelo de superação da crise econômica por meio da melhoria da administração pública.

O secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Verruck, avalia que o estudo “projeta Mato Grosso do Sul como um dos estados brasileiros com melhores condições para a atração de novos investimentos no país. Somos hoje o Estado com a maior captação de investimentos, num total de R$ 36 bilhões até 2018. Devemos, agora, utilizar esse posicionamento no ranking como vitrine para chamar a atenção e novos empreendedores”.

Desafios

De acordo com o secretário, a administração estadual dispõe de um conjunto de projetos que podem melhorar os resultados dos pilares nas próximas avaliações: “Na infraestrutura, por exemplo, o Governo tem feito um esforço muito grande na questão das rodovias, da logística portuária, hidroviária, pois entende que esse ainda é um gargalo da economia sul-mato-grossense. Podemos efetivamente melhorar nosso posicionamento com essas ações que estão sendo adotadas e de outras que não dependem da esfera estadual, como as concessões de ferrovias e rodovias”, afirma Jaime.

O Ranking de Competitividade é um levantamento feito pelo Centro de Liderança Pública com apoio da pesquisa técnica da Tendências Consultoria e da Economist Intelligence Unit. A ferramenta analisa a capacidade competitiva dos 26 estados brasileiros e o Distrito Federal. São 64 indicadores de abrangência nacional separados em 10 pilares que servem para balizar os gestores públicos de cada estado para alcançarem a excelência na gestão.

Comentário

Lucas Aguero Barbosa, 27 anos, e Natalia Karnikowski de Matos, 20 anos, foram presos ao serem surpreendidos por equipe do 3º Pelotão da Polícia Militar com 194 quilos de cocaína. Flagrante de tráfico de drogas aconteceu por volta das 16h de ontem, na Avenida Lourival Barbosa, Bairro Neri Lima, na cidade de Rio Brilhante.

Depois de receber denúncia de que um homem armado ocupava veículo C4 Pallas, policiais foram até o endereço indicado e abordaram o condutor na Avenida Lourival Barbosa.

Com Lucas, nada de irregular foi encontrado, mas durante vistoria no carro os militares acharam escondida sob o banco dianteiro do passageiro uma pistola calibre .380 com sete munições. Ele recebeu voz de prisão e então confessou que em sua casa havia um carregador.

Na residência, policiais foram atendidos por Natalia que se identificou como esposa de Lucas. Durante as buscas, militares encontraram na sala uma mochila contendo porções de cocaína. Em cima do guarda-roupa, no quarto do casal, estava o carregador com seis munições e na gaveta foram encontradas mais duas munições. Em outro quarto havia porção de maconha.

Um caminhão trator carregado com milho a granel estava estacionado em frente a casa. Lucas confirmou ser o proprietário e revelou que nele estavam escondidos 179 tabletes de cocaína. A droga foi encontrada em um fundo falso atrás do maleiro e pesou 194 quilos.

Casal, cocaína, maconha, pistola, munições, três celulares, C4 Pallas e caminhão trator foram encaminhados para a Delegacia de Rio Brilhante.

Comentário

É muito comum encontrar a orientação “sal a gosto” em uma receita. No entanto, é preciso tomar cuidado com a quantidade adicionada em uma preparação, pois muitas vezes o “a gosto” ultrapassa o limite de 5 gramas recomendado pela OMS (a Organização Mundial da Saúde) para consumo diário. “Ao menos 2g desse valor está presente naturalmente nos alimentos. O restante é proveniente do sal adicionado à comida. O brasileiro, no entanto, consome cerca de 12g de sal por dia, que equivale a 2,5 vezes a mais do que o recomendado”, explica a nutricionista Márcia Gowdak, diretora do Departamento de Nutrição da Socesp (a Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo) e nutricionista responsável pelo Departamento de Nutrição da SBH (a Sociedade Brasileira de Hipertensão).

“Estudos da Sociedade Brasileira de Cardiologia e da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF 2008-2009) apontam que a maior parte do sódio consumido diariamente é proveniente do sal de cozinha, sendo que até um quarto deste sal é adicionado à comida durante o preparo¹”, ressalta a nutricionista. O excesso de sódio, principal componente do sal de cozinha, pode aumentar os riscos de doenças cardiovasculares, como AVC (Acidente Vascular Cerebral) e hipertensão arterial.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia, mais de 30 milhões de brasileiros possuem a pressão arterial elevada.

Em contrapartida, as indústrias assinaram um acordo com a Abia (a Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação), criando metas de redução de sódio nos produtos. “Esse acordo vêm cumprindo um papel importante, sendo que as indústrias hoje já oferecem opções de temperos e caldos com redução de até 30% de sódio”, afirma a nutricionista.

“Para evitar o consumo exagerado, algumas dicas simples como retirar o saleiro da mesa e respeitar as indicações de uso podem ajudar. O importante é diminuir a quantidade usada aos poucos e deixar o paladar se acostumar”, finaliza a especialista.

Comentário

Centenas de pessoas participaram do encerramento da Semana Nacional do Trânsito realizado em Dourados pela Prefeitura, através da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) e colaboração de diversos parceiros. Um passeio ciclístico realizado no sábado (24) e a corrida, domingo (25), fecharam a semana.

O passeio ciclístico realizado na tarde de sábado atraiu cerca de 300 pessoas que fizeram um percurso de 7,2 quilômetros, saindo da Praça Antônio João por volta das 15 horas e seguindo até a rua Coronel Ponciano, retornando pela avenida Marcelino Pires passando pela avenida Presidente Vargas, a chegada na praça.

Já no domingo a corrida de cinco e dez quilômetros, atraiu algo em torno de 500 atletas. As atividades começaram às 8 horas na Praça Antônio João. O percurso de cinco quilômetros foi até a rua Coronel Ponciano, voltando pela Marcelino Pires, com a chegada na Presidente Vargas. O de dez quilômetros retornou pela Marcelino Pires, até a rua Azziz Rasllen e fechou na Praça Antônio João.

O objetivo das atividades esportivas no encerramento da Semana do Trânsito foi chamar atenção para um trânsito mais seguro e ao mesmo tempo incentivar uma melhor qualidade de vida, através das práticas esportivas. “Foi uma semana de intensos trabalhos e sensibilização, acredito que plantamos mais uma semente para prevenir mortes e sofrimentos decorrentes de acidentes de trânsito”, disse o diretor-presidente da Agetran, o engenheiro civil Ahmad ‘Mito’ Gebara, ao agradecer todos os parceiros que trabalharam intensamente nas atividades.

Comentário

A Prefeitura de Dourados abre nesta terça-feira (27), através da Secretaria de Cultura, as inscrições para as apresentações artísticas no “Dourados Brilha”, a maior festa de final de ano de Mato Grosso do Sul. O evento acontece na Praça Antônio João no mês de dezembro, quando a Secretaria fica responsável por toda a programação.

De acordo com o secretário de Cultura, Carlos Fábio Selhorst dos Santos, “esta é mais uma oportunidade para os artistas que estão iniciando carreira, assim como oportunizar as escolas do município e outras entidades a possibilidade de inscrever representantes que demonstram talento para mostrarem sua arte a um grande público, na Praça Antônio João, como vem acontecendo nos últimos cinco anos”, ressaltou.

A programação do “Dourados Brilha” acontece sempre a partir do dia 1º de dezembro, prosseguindo por aproximadamente 20 dias. Nesse período apresentações de dança, música, circo, teatro, entre outras, animam a plateia, garantindo assim um público que ultrapassa a marca de 60 mil pessoas durante as festividades.

A praça é toda preparada, recebendo palco, iluminação, decoração, pista de patinação, artesanato e parque infantil. Todos os atrativos são gratuitos. Também é montada uma grande praça de alimentação, com grande variedade de produtos oferecidos.

As inscrições para o “Dourados Brilha” poderão ser feitas na Secretaria de Cultura, localizada no Teatro Municipal, no Parque dos Ipês, das 7h30 às 13h30, sem qualquer custo. As inscrições para a praça de alimentação ainda não estão sendo realizadas, devendo acontecer no início mês de novembro, quando será publicado o edital de participação.

Comentário

Página 1374 de 1544

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus