Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu na noite desta sexta-feira (16), na rodovia BR 463, em Ponta Porã, 160 comprimidos de ecstasy e 30 tubos de lança-perfume. As drogas estavas sendo transportadas por dois homens em um carro que foi abordado pelos policiais rodoviários. O motorista demonstrou muito nervosismo e na vistoria no veículo foram encontradas as drogas.

O condutor do veículo confessou que comprou os entorpecentes no Paraguai e que pretendia revender em uma festa rave que está prevista para acontecer neste sábado (17) em Dourados. O motorista e o parceiro foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil. Eles devem responder por tráfico de drogas, conforme divulgou o G1.

Comentário

O sorteio do concurso 1.857 da Mega-Sena pode pagar um prêmio de R$ 28 milhões para quem acertar as seis dezenas neste sábado (17). O sorteio ocorre às 20 horas (de Brasília), no Rio de Janeiro.

De acordo com a Caixa Econômica Federal, se um apostador levar o prêmio sozinho e aplicá-lo integralmente na poupança, receberá cerca de R$ 211,5 mil por mês em rendimentos. Caso prefira, poderá adquirir 23 imóveis no valor de R$ 1,2 milhão cada, ou montar uma frota de 43 carros esportivos de luxo.

Comentário

O Ministério Público Eleitoral, composto pelo MPF (Ministério Público Federal) e o MP (Ministério Público) de Mato Grosso do Sul, vai realizar segunda-feira (19), às horas, a cerimônia de lançamento da Campanha Eleitoral 2016. “Voto vendido, futuro perdido” é o tema da campanha e busca a adesão da população para denunciar irregularidades nas eleições municipais deste ano.

O evento será realizado no auditório do Ministério Público Federal, e, após o ato, os procuradores e promotores farão uma panfletagem e adesivagem dos carros em frente ao MPF, na avenida Afonso Pena, em Campo Grande. Durante o dia, equipes vão percorrer terminais de ônibus da cidade, divulgando a campanha.

Para o procurador regional eleitoral Marcos Nassar, que dirige o Ministério Público Eleitoral no estado, a campanha visa mostrar a vinculação entre a venda do voto e a consequente degradação dos serviços públicos. “É óbvio que quando você vende o voto, e aquele candidato é eleito, não vai acontecer uma transformação e ele se tornar honesto. A tendência é que o candidato desonesto seja um político desonesto. E quem perde com isso é toda a população”, afirma.

No pleito deste ano, o eleitor tem vários canais para denunciar irregularidades. Além da utilização do aplicativo para celular SAC MPF, os cidadãos também poderão denunciar ao Ministério Público presencialmente, na Procuradoria da República em Mato Grosso do Sul (Avenida Afonso Pena, nº4444 - Campo Grande/MS) e Promotorias Eleitorais nos municípios. Também é possível denunciar pelo endereço www.cidadao.mpf.mp.br. A Justiça Eleitoral também possui um aplicativo para celular, o Pardal.

Os canais estão disponíveis desde julho. Apenas os canais eletrônicos acumularam mais de 300 denúncias até 16 de setembro, segundo o MP.

Comentário

Sábado, 17 Setembro 2016 11:02

Daniel Dias é ouro nos 50 metros costas

O brasileiro Daniel Dias conquistou o ouro para o Brasil na prova de 50 metros nado de costas, levando a torcida à loucura no Estádio Olímpico de natação. A medalha de prata ficou com Andrew Mullen, da Grã-Bretanha, e a de bronze, com Zsolt Vereckei, da Hungria.

Daniel Dias dominou a prova desde a largada e terminou com 35.40, ficando acima do seu próprio recorde mundial, de 34.95.

O nadador disse que poderia ter inclusive quebrado seu próprio recorde na prova, mas que se desconcentrou com o grito de um torcedor, um instante antes da largada, quando todo o estádio estava em completo silêncio. Isso fez inclusive com que  um dos nadadores largasse antes dos demais.

"Minha saída não foi das melhores e, por isso, no final eu estava vendo muita água espirrando do meu lado. Aí, pensei: 'tenho que dar um gás total agora para finalizar bem a prova'. Pelo que eu fiz no aquecimento, dava para ter chegado um pouco mais perto dele [do recorde mundial]", disse Daniel, que já havia conquistado ouro em Pequim e Londres na mesma prova.

Para o futuro, Daniel espera que sejam mantidos os investimentos paralímpicos, sobretudo rumo a Tóquio, em  2020, nos mesmos moldes do que fez a Grã-Bretanha, que atingiu um ótimo desempenho, tanto na Olimpíada quanto na Paralimpíada. "A gente tem que aprender com vários países. O incentivo que eles tiveram na base, nas crianças, foi espetacular."

Nesta sexta-feira (16), três nadadores brasileiros competiram antes de Daniel, mas não conseguiram chegar ao pódio: Ronystony Cordeiro ficou em 7º, na categoria S4, nos 50 metros nado de costas; Edenia Garcia ficou em 7º, na categoria S4, nos 50 metros nado de costas, e Carlos Farrenberg ficou em 5º, na categoria S13, nos 100 metros nado livre.

Comentário

Suspeito de espancar um idoso de 86 anos com pedaço de pau, Paulo Romero Vilhalva, de 20, foi detido na manhã de hoje na Aldeia Bororó, Reserva Indígena de Dourados. Violência começou depois que vítima repreendeu o jovem por bater em um cachorro.

Conforme o site Dourados News, o rapaz seguia pela aldeia quando passou em frente a casa do idoso e um cão começou a latir. Irritado com o extinto do animal, ele pegou um pedaço de pau na rua e começou a bater no cachorro e a vítima chamou a atenção do jovem.

Paulo então parou de agredir o bicho e começou a espancar o idoso com golpes em várias partes do corpo. Ele foi socorrido pelos demais moradores das localidades, que acionaram a polícia e prenderam o agressor.

O idoso foi encaminhado em estado grave para o Hospital da Vida. Paulo foi levado para a Delegacia de Polícia onde responderá por, até então, lesão corporal.

Comentário

O fornecimento de água nos bairros Jardim Água Boa, Jardim Vista Alegre, Jardim Manoel Rasslem, Siria Rasslem e imediações, na região compreendida pelo Grande Água Boa, permanece interrompido até às 15 horas deste sábado (17), em Dourados.

De acordo com comunicado da Sanesul, o corte no fornecimento se dá por conta da realização de obras para melhoria no sistema de abastecimento de água da cidade.

Comentário

DÉLIA RAZUK
Período matutino: Reunião no distrito de Itahum
Período vespertino: Reunião no Jardim Água Boa
Período noturno: Reuniões no Jardim Márcia e no Canaã III

ÊNIO RIBEIRO
Não enviou

GERALDO RESENDE
7h20 - Entrevista à Rádio Coração com o Padre Crispim
8h - Reunião com o candidato a vereador Sérgio Nogueira e equipe de trabalho
8h30 - Reunião com servidores comissionados dos órgãos públicos no Espaço Farmácia
9h - Apresenta plano aos trabalhadores da Sorveteria Branca de Neve
10h - Caminhada pelas ruas do Residencial Izidro Pedroso acompanhado do candidato a vereador Toninho Cruz
10h30 - Apresenta propostas aos moradores da Reserva Indígena de Dourados
15h - Caminhada pelas ruas do Jardim Colibri acompanhado do candidato a vereador Marçal Filho
16h - Apresenta propostas aos moradores do BNH 3º Plano acompanhado pela candidata a vereadora Daniela Hall
17h30 - Reunião com cabos-eleitorais no Comitê Central de Campanha
19h – Apresenta propostas aos moradores da Aldeia Jaguapirú
19h30 - Reunião com os moradores da Linha do Potreirito acompanhado pela candidata a vereadora Daniela Hall
19h45 – Reunião com os professores dos Ceim no Jardim Colibri
20h - Apresenta propostas aos moradores do Jardim Caramuru acompanhado do vereador Idenor Machado
20h30 – Apresenta propostas aos moradores do Parque das Nações II acompanhado do candidato a vereador Adão Francisco
21h – Apresenta propostas aos moradores do Água Boa acompanhado do vereador Nelson Sudário

RENATO CÂMARA
9h - Caminhada na rua Monte Alegre
11h30 - Entrevista à Rádio Grande FM
15h - Caminhada no distrito de Indápolis
19h – Comício no distrito de Indápolis

WANDERLEI CARNEIRO
8 h - Gravação para o programa eleitoral
9 h – Visitas na Vila Cachoeirinha
10 h – Visitas no Jardim Canaã I
13 h – Visitas no Parque das Nações
14h30 - Reunião no Estádio Douradão
15h30 - Visitas no Jardim Água Boa
17h30 – Visitas no bairro Estrela Verá
20h30 - Espaço Cultural da Unigran, com movimento artístico

Luís Felipe de Arruda, de 19 anos, e um adolescente de 17 anos, foram flagrados com 36,9 kg de maconha em uma casa no bairro Jardim Itália, em Dourados. Entorpecente seria traficada para Fortaleza, Ceará.

Conforme o boletim de ocorrência, a Polícia Militar recebeu denuncia anônima de que a na residência seria ponto de drogas. No local, os envolvidos foram flagrados vendendo maconha para uma jovem e no interior do domicílio os militares encontraram os tabletes em uma mala.

Questionados, eles disseram que estavam guardando o entorpecente e foram contratados para levá-la até a capital cearense, onde receberiam R$ 3 mil. Além da droga, uma balança de precisão e aparelho celular também foram apreendidos.

Luís foi preso, o adolescente foi apreendido e encaminhados para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) de Dourados.

Comentário

O Brasil perdeu 1,51 milhão de empregos com carteira assinada em 2015, segundo dados do Ministério do Trabalho. É o pior resultado em 31 anos, desde 1985, quando o levantamento começou a ser feito. É, ainda, a primeira vez em 24 anos que o país registra corte de vagas com carteira assinada. Em 1992, haviam sido fechados 738 mil postos de trabalho.

Com isso, o Brasil terminou 2015 com um total de 48,061 milhões de empregos com carteira assinada --abaixo de 2014 e de 2013.

Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (16) pelo ministério e fazem parte da Rais (Relação Anual de Informações Sociais), um registro declarado anualmente por todas as empresas do país.

Sudeste perdeu mais vagas

Todas as regiões do país tiveram queda no número de vagas de trabalho com carteira em 2015, sendo que a maior perda foi no Sudeste.

Sudeste: -900,3 mil

Nordeste: -233,6 mil

Sul: -217,2 mil

Centro-Oeste: -82,7 mil

Norte: -76,9 mil

Apenas três Estados tiveram aumento no número de trabalhadores com carteira assinada: Piauí (+3.000 postos), Acre (+2.800 postos) e Roraima (+2.200 postos).

Apenas agricultura abriu vagas

Dos oito setores de atividade econômica registrados na Rais, apenas agricultura teve aumento no número de trabalhadores com carteira (+20,9 mil postos) em 2015.

Os setores que tiveram as maiores quedas foram:

Indústria de transformação (-604,1 mil)

Construção civil (-393 mil)

Comércio (-195,5 mil)

Rendimento cai 2,56%

O rendimento real (ajustado pela inflação) do trabalhador brasileiro, em média, caiu de R$ 2.725,28, em 2014, para R$ 2.655,60, em 2015. Isso representa uma queda de 2,56% no rendimento.

Em 2015, o Centro-Oeste registrou o maior rendimento (R$ 3.161,17), enquanto o Nordeste teve o menor (R$ 2.103,08). A renda do trabalhador, porém, caiu em todas as regiões do país:

Nordeste: -2,98%

Sudeste: -2,87%

Norte: -2,65%

Sul: -1,82%

Centro-Oeste: -1,26%

Entre os Estados e o Distrito Federal, apenas dois tiveram ganho real no ano passado: DF (+1,42%) e Amapá (+2,64%). As maiores perdas foram registradas em Sergipe (-6,95%), Acre (-5,13%) e Alagoas (-4,67%).

Outra pesquisa

O ministério também divulga regularmente dados de emprego do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). A pesquisa Rais, porém, é mais ampla, porque leva em conta mais categorias de trabalho, inclusive servidores públicos. Já o Caged calcula apenas o número de trabalhadores de empresas privadas.

O Caged com números de 2015 foi divulgado no início deste ano e mostrou que o Brasil perdeu 1,54 milhão de vagas de trabalho com carteira assinada no ano passado, no pior resultado desde o início da pesquisa, em 1992.

Comentário

O então presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria se aproximado do PMDB para evitar o próprio impeachment durante o escândalo do Mensalão, em 2005. Foi o que delatou o ex-senador de Mato Grosso do Sul Delcídio do Amaral (ex-PT e sem partido), aos procuradores do MPF (Ministério Público Federal) que conduzem as investigações da Operação Lava Jato.

Conforme o jornal Estadão, durante depoimento, Delcídio teria contado como se deu o início da parceria PT-PMDB. “Quando sobreveio o Mensalão, ele (Lula) percebe que ele se arruma ou ele poderia ser impichado, inclusive. Uma tese que era defendida desde o início do governo pelo ex-ministro José Dirceu (era) que o PMDB deveria participar ativamente da base do governo. O próprio José Dirceu trabalhou nisso. Quando o José Dirceu foi levar essa aliança para o Lula já combinado com o PMDB, o Lula não topou. Aí veio o Mensalão”, relatou Delcídio.

O ex-senador, ainda segundo o Estadão, disse à Procuradoria da República que o então presidente teve de “rever suas posições” quando o escândalo de compra de votos no Congresso Nacional estourou. Delcídio afirmou que ouviu de Lula: “ou eu abraço o PMDB ou eu vou morrer”.

Foi quando o Partido do Movimento Democrático Brasileiro começou a ter participação mais expressiva no governo. “[O PMDB] estabeleceu tentáculos em toda a estrutura de governo. Não foi só na Petrobrás, não. Assumiu Ministério de Minas e Energia, Eletrobrás, o setor elétrico, que nos governos anteriores era feudo do PFL, passou a ser feudo do PMDB”, contou Delcídio.

De acordo com o que apurou o Estadão, o Ministério Público Federal questionou Delcídio sobre se “houve um acordo para poupar o presidente Lula do impeachment?“ e se “havia essa possibilidade?”.

O delator na Lava Jato deu resposta afirmativa e ressaltou que o risco de Lula ser cassado “era grande”.

Comentário

Página 1307 de 1457
  • al sustentavel 2
  • kikao professor

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus