Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O Procon de Dourados está realizando, desde segunda-feira (2), a campanha ‘Saindo do Sufoco’, de negociação de débitos para consumidores que desejam regularizar a situação junto a credores. A campanha segue até terça-feira (10) e faz parte da programação alusiva ao mês de aniversário do CDC (Código de Defesa do Consumidor). O consumidor também poderá procurar o órgão, onde os atendentes intermediarão a negociação por meio de contatos via telefone com as empresas, que estão com descontos especiais também para o período.

Esse atendimento personalizado vai funcionar até segunda-feira (10), exceto no fim de semana, no horário de atendimento do Procon (das 7h30 a 13h30), quando qualquer pessoa que contraiu uma dívida e queira renegociar “poderá ser beneficiada pela campanha”, como explica o diretor administrativo do Procon de Dourados, Antônio Marcos Marques.

“Estamos satisfeitos com a repercussão (nos primeiros dias) e procura pelos consumidores e interesse dos fornecedores em participar desta ação, que tem sido satisfatória para ambas as partes”, completa o diretor, citando o exemplo de uma pessoa que devia R$ 14 mil em cartão de crédito e, com a negociação, a dívida foi reduzida a R$ 700 e ainda com opção de parcelamento.

Além de empresas operadoras de cartão de crédito, participam da campanha, agências bancárias, concessionárias dos serviços de água e de energia elétrica, operadoras de telefonia, e várias lojas do comércio de Dourados. O encerramento da campanha será no dia 11 de setembro, data em que se comemora o aniversário do CDC, com um mutirão das 8 às 16 horas, na Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados). Neste dia, o consumidor poderá negociar o débito diretamente com os representantes das empresas.

Comentário

Dourados permanece no Mapa do Turismo Brasileiro 2019-2021, e segue classificado na categoria B, juntamente com os municípios de Bonito, Corumbá, Três Lagoas e Ponta Porã. Entre os benefícios do Mapa estão a categorização dos municípios turísticos, que vai de “A” a “E”. Essa classificação é um instrumento de acompanhamento do desempenho das economias turísticas locais.

Além disso, ele subsidia a priorização de investimentos por programas do Ministério do Turismo, incluindo ações de infraestrutura turística, qualificação profissional e promoção dos destinos, observando características peculiares de demanda e vocação turística.

Para continuar no Mapa do Turismo, Dourados atendeu aos novos critérios estabelecidos pelo Ministério do Turismo, além da necessidade de o município ter um órgão de turismo em atividade e conselho municipal funcionando. O novo mapa adotou ainda outros critérios, considerados obrigatórios para a participação na plataforma: orçamento próprio destinado ao turismo e possuir prestadores de serviços turísticos de cadastro obrigatório registrados no Cadastur (Cadastro de Prestadores de Serviços Turísticos), do Ministério do Turismo.

O Comtur (Conselho Municipal de Turismo de Dourados) também foi reconhecido pelo Ministério do Turismo por meio do Programa de Regionalização do Turismo, diz a assessoria de comunicação do Município.

Comentário

Por 18 votos a 7, a reforma da Previdência foi aprovada pela CCJ (a Comissão de Constituição e Justiça) do Senado, nesta quarta-feira (4), após mais de seis horas de debates. A proposta garante uma economia de R$ 870 bilhões aos cofres públicos em 10 anos, segundo o relator, Tasso Jereissati (PSDB-CE). Aprovado, agora o projeto será encaminhado para análise do plenário da Casa, que vai promover cinco sessões de discussão antes da votação em primeiro turno dos 81 senadores. A CCJ ainda avalia os destaques, que são sugestões de mudanças pontuais no texto-base.

Com a aprovação da PEC (Proposta de Emenda à Constituição) 6/2019, texto principal, os senadores ainda precisam votar a chamada PEC paralela, uma segunda fase da reforma. A matéria trata de mudanças que não foram incluídas no parecer do relator, como a extensão das novas regras previdenciárias a estados e municípios.

Caso esse segundo texto também seja aprovado, a economia com a reforma salta para R$ 1,312 trilhão na próxima década: R$ 962 bilhões à União e R$ 350 bilhões a estados e municípios. Depois do trâmite no Senado, a PEC paralela ainda precisa passar pela Câmara, observa o Correio Braziliense.

Comentário

O projeto ‘Elaboração de Material Educativo nos Diferentes Ciclos da Vida’, desenvolvido por acadêmicos do 6º semestre de Nutrição da Unigran, inicia a 2ª edição com a confecção de cartilhas e folders orientativos sobre práticas alimentares saudáveis que serão direcionados aos alunos da Escola Pública Municipal Indígena Tengatui Marangatu, da Aldeia Jaguapiru de Dourados.

Acompanhados pelas professoras Juliana Barros de Almeida e Thalyta Muniz Lemes, coordenadoras da atividade, os estudantes visitaram a escola para o primeiro contato com o público-alvo. O objetivo é transformar o conhecimento técnico-científico em informação acessível ao público leigo de forma didática/lúdica, respeitando a cultura alimentar indígena.

“O processo de educação nutricional é importante ferramenta para orientar as crianças e adolescentes quanto às escolhas alimentares corretas e, por conseguinte, melhorar a qualidade de vida. Queremos incentivar nossos acadêmicos a elaborar um material específico para esta comunidade e aproveitar para aproximá-los de uma cultura diferente da que estão acostumados”, mencionou Juliana Barros. Segundo a professora, a escassez de alimentos vivenciada pela população indígena aparece paralelamente a problemas de saúde relacionados à má alimentação com a introdução de alimentos como açúcar, sal, refrigerante, biscoitos e produtos industrializados na alimentação habitual. “A promoção das práticas alimentares saudáveis por meio de educação alimentar e nutricional, em linguagem de fácil entendimento e apropriada para cada faixa etária, respeitando as peculiaridades da cultura alimentar indígena, é uma estratégia de vital importância para prevenção de problemas alimentares e nutricionais”, assegurou.

A coordenadora da escola, Simone Martins Freitas, acompanhou a visita dos futuros nutricionistas e apresentou os projetos que as crianças desenvolvem, como a horta e a roça escolar. “É muito interessante esta iniciativa, principalmente o fato da professora Juliana querer aproximar o pessoal da cidade com o pessoal da aldeia. Nós temos coisas boas e isso deve ser mostrado, apesar dos desafios, a escola tenta, de alguma forma, ajudar os alunos. E, neste projeto, pensamos em várias atividades que poderão ser desenvolvidas com os alimentos tradicionais que hoje têm se perdido, que é uma forma de manter nossa cultura apesar das transformações do tempo. Nossas preocupações são o uso de veneno, incentivo à alimentação saudável, ensiná-las a produzir o próprio alimento e consumir em casa”, garantiu.

A professora é ex-aluna da escola e afirmou que tem o sentimento de querer o mesmo para os alunos. “Eu sempre falo para eles: hoje eu estou aqui, mas amanhã serão vocês que estarão no meu lugar. E o meu incentivo para eles é continuar estudando. Conhecimento é a única coisa que ninguém vai tirar da gente, é uma arma de luta para sobrevivermos”.

O grupo da estudante Beatriz Carolina Rodrigues Farias vai trabalhar com crianças na idade pré-escolar. “O mais atrativo para esta faixa etária é o visual, as cores. Queremos trabalhar algo com desenhos. O plantio, o cultivo, a colheita, como tratar o alimento e como levar para casa como comida. A minha primeira ideia é falar como trabalhar a higiene nos alimentos, a técnica dietética do que ele produz, por exemplo, se produz mandioca o que poderá fazer com este alimento que é acessível, como a tapioca. Eles ganham uma cesta básica que contém fubá, eles sabem o que fazer com o fubá? Então, o intuito do nosso material será mostrar coisas que podem praticar com o que têm”, disse.

A base para construção do material didático e o conteúdo técnico-científico da cartilha/folder será o conteúdo trabalhado nas disciplinas ‘Educação Nutricional’ e ‘Nutrição da Infância ao Idoso’. O conteúdo científico do material elaborado será avaliado pelas professoras coordenadoras do projeto e o material será apresentado à banca de avaliação antes de ser levado às crianças da Escola Indígena Tengatui Marangatu

Comentário

A prefeita Délia Razuk entregou nesta terça-feira (3) mais um lote de máquinas, mobiliários e equipamentos para a Secretaria de Saúde, que destinará para os postos de saúde espalhados pela cidade e distritos. O ato contou com a presença da secretária de Saúde, Berenice de Oliveira Machado e do diretor de Patrimônio Acácio Barbosa. Recentemente, a prefeita havia entregado o que foi considerada a maior aquisição de equipamentos para atender a Saúde de Dourados.

A prefeita afirmou que a população merece saúde de qualidade e estes equipamentos vão garantir melhor atendimento aos usuários dos postos de saúde. A secretária Berenice Machado agradeceu o empenho da prefeita e disse que os serviços prestados nessas unidades produzem melhores resultados com os novos equipamentos.

Foram entregues 11 câmaras de conservação de vacinas, sendo nove de 120 litros e duas de 280 litros, 48 seladoras hospitalares de pedal, 10 focos refletores ambulatoriais com haste flexível e 40 caixas térmicas de 26 litros com mostrador digital. Entre os novos equipamentos, foram listados ainda 39 detectores fetais tipo de mesa, duas cadeiras oftalmológicas, quatro autoclaves, 37 longarinas, 120 cadeiras fixas, 10 armários de porta, oito arquivos de quatro gavetas, 10 geladeiras, uma cadeira de rodas e dois laser pulse.

Os postos de saúde também serão beneficiados com um ultrassom odontológico, três aparelhos de ultrassom, dois carros de emergência hospitalar, um amalgamador, um fotopolimerizador, quatro macas, 10 escadas de dois degraus, dois fogões, sete ventiladores de parede, 25 aparelhos de ar condicionado, quatro balanças digitais e três câmaras de conservação de vacinas de 1500 litros.

Os recursos para a aquisição destes equipamentos foram viabilizados através de emendas de parlamentares ao Orçamento da União e também das chamadas emendas impositivas de vereadores, conforme informou a assessoria de comunicação do Município.

Comentário

Mesmo com a crise financeira nacional e a redução do consumo de gás natural boliviano em grandes centros urbanos, Mato Grosso do Sul conseguiu ampliar o investimento público nos primeiros seis meses de 2019 para atender a população.

Estados e capitais cortaram o recurso pela metade, mas o governo sul-mato-grossense aumentou o valor em 37,82%, em relação ao primeiro semestre de 2015, corrigido pela inflação (índice IPCA), conforme levantamento do jornal Valor Econômico, que considerou os investimentos liquidados informados nos relatórios de execução orçamentária.

Nos estados, a queda foi de 52,5% e, nas capitais, de 53,4%. Das 27 unidades federadas, 19 reduziram esses gastos. Além de Mato Grosso do Sul, tiveram alta apenas Alagoas, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul. O melhor resultado foi do Paraná, com crescimento de 202,79%. O pior foi do Rio de Janeiro, com queda de 96,45%.

Austeridade

Em Mato Grosso do Sul, foram investidos R$ 355,64 milhões no último semestre graças a política de austeridade implantadas pelo governo desde 2015, como a renegociação da dívida do Estado, redução das secretarias, reforma da previdência estadual e a diminuição do valor mensal pago aos professores contratados.

As medidas, muitas delas impopulares, reduziram o crescimento vegetativo do gasto com pessoal ativo e inativo e deram algum fôlego ao governo estadual que tem conseguido manter os pagamentos dos servidores em dia e obras e ações em áreas essenciais como saúde, segurança e educação.

Em valor absoluto, Mato Grosso do Sul investiu mais no primeiro semestre deste ano do que vários estados considerados ‘ricos’, como Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Gás

Além do cenário financeiro nacional, Mato Grosso do Sul enfrenta uma queda vertiginosa de sua principal receita: o ICMS do gás natural boliviano. Como o combustível chega ao Brasil por Corumbá, toda a arrecadação do produto importado fica com o Estado.
O bombeamento do gás boliviano, que beirava 1 bilhão de metros cúbicos por mês no início de 2016, desabou para menos de 400 milhões de m³ mensais no período de abril a junho de 2019, incentivado pelos recordes de produção brasileira. Com isso, o recolhimento de ICMS do gás natural também desabou, de mais de R$ 150 milhões em outubro de 2018, para menos de R$ 78 milhões/mês em abril, maio e junho deste ano.

Consumo interno

A perda só não é maior porque Mato Grosso do Sul tem aumentado o próprio consumo. Em quatro anos, o número de consumidores do gás natural boliviano no Estado aumentou 142%, passando de 3.866 para 9.343, de julho de 2015 para julho deste ano. Já o consumo praticamente triplicou, passando de 6,2 milhões de m³ para 18,5 milhões de m³ do produto. A expetativa da distribuidora MSGÁS é de alcançar 10 mil consumidores em setembro deste ano e chegar a 15 mil em 2022.

Comentário

O diretor-presidente da Sanesul, Walter Carneiro Junior, vai inaugurar nesta quinta-feira (5) um conjunto de obras em Nova Alvorada do Sul, onde há expressivos investimentos na área de saneamento, água e esgoto. Somados, são cerca de R$ 8.5 milhões investidos em obras no município para melhorar o sistema de abastecimento de água e de coleta e tratamento de esgoto.

Walter Carneiro vai inaugurar a ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) com capacidade de tratar 30 litros de esgoto bruto por segundo. Também, as redes coletoras e ligações domiciliares de esgoto, realizadas nos bairros Vacílio Dias, Jardim Indaiá I, Jaime Medeiros, Zé Tabinha, Maria de Lourdes I, Jardim Guanabara, Jardim Eldorado e parte da região Central. Essas obras foram executadas com recursos do Governo Federal (via Funasa), por meio do Programa de Aceleração do Crescimento 2, da própria Sanesul e emendas, totalizando um investimento de cerca de R$ 7,2 milhões em esgotamento sanitário.

No mesmo ato, também vai inaugurar outro empreendimento importantíssimo para Nova Alvorada do Sul, com a ativação do poço tubular profundo NOA-008, com profundidade de aproximadamente 150 metros e vazão de 44 mil litros, que atende toda a cidade. Um investimento de cerca de R$ 282.501,64.

Distrito de Pana

Nessa localidade será inaugurada a nova rede de distribuição e as ligações domiciliares de água e o abrigo de tratamento e instalação de dois reservatórios elevados metálicos de 50 mil litros de água cada. São 8.550 metros de rede 363 ligações, uma infraestrutura para atender todos os moradores. Também haverá entrega da nova estrutura operacional de atendimento aos clientes do distrito, o novo escritório, com investimentos da ordem de R$ 1.003.552,75 em recursos da própria Sanesul.

Comentário

A Fifa divulgou nesta quarta-feira (4), em conjunto com a FIFPro, a lista com as jogadoras que concorrem a uma vaga na seleção do ano. Através dos votos de milhares de atletas profissionais do mundo inteiro, a relação chegou a 55 nomes: cinco goleiras, 20 defensoras, 15 meio-campistas e 15 atacantes.

O Brasil está sendo representado por Andressa Alves, Formiga e Marta.

Essa é a quarta edição da premiação da FIFPro exclusiva para o futebol feminino, a primeira em parceria com a Fifa. Para chegar à lista final, cada jogadora que participou da votação precisou apontar sua seleção ideal com uma goleira, quatro defensoras, três meio-campistas e três atacantes.

A seleção do ano será divulgada no dia 23, em Milão, no The Best Football Awards da Fifa, que apontará também a seleção do ano no futebol masculino, melhor jogador do mundo, o vencedor do prêmio Puskás, entre outras premiações.

Comentário

Durante sessão ordinária da de Dourados, segunda-feira (2), o vereador Olavo Sul (Patriota) mais uma vez cobrou sobre a morosidade do Poder executivo em solucionar a falta do transporte escolar, que tem trazido prejuízos a estudantes dos distritos, que correm o risco de perderem o ano letivo.

Na terça-feira (3), o vereador participou da 9ª reunião para discutir sobre o impasse do transporte. Junto com ele estavam pais dos estudantes, o secretário de Educação, Upiran Gonçalves, o secretário de Serviços Urbanos, Fabiano Costa, e o procurador do município, Sergio Henrique.

“Infelizmente, a situação vem sendo resolvida parcialmente, de acordo com as manifestações dos pais. Primeiro resolveram dos universitários indígenas, depois das sitiocas e nesta reunião foi dada a palavra que, a partir de quarta-feira, serão atendidas as linhas da Zona da Matinha BR-463, Posto da Capela BR-163 e da região da usina São Fernando”, comentou o vereador.

O procurador Sergio Henrique comentou que, provavelmente, ainda essa semana deve sair a autorização para manutenção da frota dos ônibus do município, que seria a solução cobrada pelo vereador Olavo Sul.

“A minha luta continua, ainda está sem o transporte os alunos da Escola Agrotécnica e distritos de Dourados. Essa é minha forma de trabalhar buscando intermediar e cobrar soluções para essas situações contribuindo com a administração pública municipal e principalmente com a população, a qual sou representante. Ainda parabenizo os pais que vem participando, pois a mobilização tem sido fundamental nesta luta”, finalizou o vereador. (Da assessoria)

Comentário

A Câmara de Dourados vai realizar, nesta quinta-feira (5), às 19 horas, Sessão Solene em homenagem ao Dia do Administrador. A proposição, do vereador Alan Guedes (DEM), conta com o apoio do CRA (Conselho Regional de Administração), por intermédio do presidente, o administrador Rogério Elói Gomes Bezerra.

O Dia do Administrador é comemorado em 9 de setembro no Brasil, como uma data dedicada a homenagear o profissional responsável por gerenciar uma organização, e que pode atuar em diferentes áreas. O profissional de Administração pode trabalhar em empresas familiares, na área da administração hospitalar, gestão de pessoas, marketing, tecnologia da informação, consultoria, administração financeira, comércio internacional, professor de graduação, gestão estratégica, e etc.

Durante a sessão, além de homenagens a profissionais indicados para receber comendas e moções, a Câmara vai entregar o diploma de Honra ao Mérito à Seccional de Dourados do CRA, primeira e única do interior do Estado, criada em dezembro de 2006 com o objetivo de descentralizar os atendimentos e oferecer a agilidade na tramitação dos processos envolvendo a categoria, como definiu à época o delegado regional do Conselho, professor Narciso Bastos Gomes, então coordenador da Empresa Junior da Unigran.

De acordo com o roteiro do cerimonial definido para a Sessão Solene, serão conferidas ainda as seguintes homenagens: Comenda ‘Administrador Emérito 2019’ à empresária Helena Masako Tsumori Uemura; Moção ‘Legislativa 2019’ aos administradores Fernando Rodrigues da Silva, Fábio Antonio da Silva, Franz Maciel Mendes, Mauro Aparecido Ribeiro e Marcelo Sussumu Takahashi Fuziy; e ainda a Moção ‘Acadêmicos Eméritos 2019’ aos futuros profissionais da área, Daniel Rojas Lopes, Danielly Gomes Marques e Franciele Rosa de Souza.

Comentário

Página 14 de 1434
  • unimed nova

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus