Timber by EMSIEN-3 LTD
  • fetems fundeb
Redação Douranews

Redação Douranews

O prefeito Murilo Zauith (PSB) e o presidente do Imam (Instituto municipal do Meio Ambiente) participam, nesta terça-feira (13), às 9 horas, no auditório da Embrapa Agropecuária Oeste, do Ato Simbólico de assinatura do Projeto de Cooperação Técnica entre o MPF (Ministério Público Federal), o MPT (Ministério Público do Trabalho), MPE (Ministério Público do Estado) em parceria para viabilizar investimentos nos laboratórios da Embrapa de Dourados em favor da análise e monitoramento de resíduos de agrotóxicos em águas superficiais das bacias hidrográficas dos rios Ivinhema, Dourados e Amambai.

A construção desse laboratório será realizada em fases, através do projeto de cooperação técnica "Monitoramento dos Resíduos de Agrotóxicos em Águas Superficiais de Mato Grosso do Sul”. Segundo o pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, Rômulo Penna Scorza Júnior, coordenador técnico do projeto, a Embrapa, como uma empresa que tem como objetivo gerar tecnologias para a agricultura em benefício da sociedade brasileira, está sempre atenta a possíveis impactos ambientais dos atuais sistemas de produção.

Comentário

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, protocolou hoje (12), no STF (Supremo Tribunal Federal), a primeira denúncia derivada da Operação Lava Jato contra o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Na denúncia, que envolve também o deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE), Renan é acusado de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, por ter recebido, segundo o MPF (Ministério Público Federal), R$ 800 mil em propina do diretor comercial da companhia Serveng, Paulo Twiaschor. O executivo foi denunciado por corrupção ativa e lavagem de dinheiro.

De acordo com Janot, o dinheiro foi repassado por meio de duas doações legais para a campanha política de 2010, ano em que Renan foi eleito senador pelo estado de Alagoas. O destino oficial do dinheiro foi o diretório nacional do PMDB, que então repassou as quantias de modo fracionado para as campanhas dos políticos, numa estratégia típica de lavagem de dinheiro, segundo a denúncia.

No entanto, para o procurador-geral da República, o objetivo real do repasse foi comprar a atuação política de Renan e Aníbal para que Paulo Roberto Costa fosse mantido na diretoria de Abastecimento da Petrobras. Em troca, o ex-executivo da estatal atuaria para favorecer a Serveng em licitações.

Na denúncia, Janot ressalta que o apoio do PMDB a Paulo Roberto Costa foi confirmado nas delações premiadas do senador cassado Delcídio do Amaral, do operador financeiro Fernando Soares (o Baiano) e do doleiro Alberto Yousseff. Janot pede que Renan e Aníbal devolvam R$ 1,6 milhões aos cofres públicos, a título de reparação material e de “danos transindividuais causados”.

A denúncia resultou na abertura do 11º inquérito contra Renan Calheiros no STF, oito deles derivados das investigações da Lava Jato. Desde o início do mês, o senador se tornou réu no Supremo, acusado de peculato em uma ação penal não relacionada aos desvios na Petrobras, segundo publica a Agência Brasil.

Comentário

O prefeito Murilo Zauith (PSB) inaugurou nesta segunda-feira (12) o prédio próprio do Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), mais um investimento feito pela atual administração em termos de estrutura física para a Secretaria de Assistência Social.

Segundo a secretária da pasta, Ledi Ferla, por iniciativa de Murilo foram construídos, reformados, ou ampliados, 17 prédios próprios onde funcionavam ou funcionam os serviços assistenciais.
Ledi cita a construção de dois Cras (Centro de Referência de Assistência Social) e a reforma e ampliação de mais sete; a reforma e ampliação do Centro de Assistência Social, onde hoje funcionam em prédios próprios o Conselho Tutelar, Centro POP e Casa dos Conselhos, no prédio onde funcionou a sede da Prefeitura de Dourados, no centro da cidade.

Murilo também mandou construir a sede própria da Secretaria de Assistência Social, do CCI (Centro de Convivência do Idoso Maria Martiniano de Brito) e do Creas e ainda foram reformados e ampliados as sedes da Casa da Acolhida e do CCI Andres Chamorro, localizado no Jardim Água Boa.

De acordo com a secretária, além da imensa despesa com aluguel que a Prefeitura deixou de ter, o município de Dourados ganhou pontos no Indicador de Qualidade dos Serviços de Assistência Social, um monitoramento feito pelo governo estadual, cuja nota é repassada para o governo federal.

“Com os novos prédios, além da economia em aluguel, melhorou a qualidade dos serviços prestados na Assistência Social, e aumentamos a nota do município, que é indicador para recebermos mais recursos estaduais e federais”, explica Ledi.

Uma das melhorias foi na adaptação dos prédios para pessoas com deficiência. Os quatro itens exigidos pelo Indicador de Qualidade dos Serviços de Assistência Social é a qualidade dos prédios da Assistência Social, dos serviços, do número de profissionais na área e horário de atendimento, de oito horas. Ledi informou que o único prédio da área de Assistência Social que ainda é alugado é do Cadastro Único.
Creas

Ao entregar o novo prédio do Creas, que visa o atendimento especializado e continuado de famílias e pessoas em situação de ameaça ou violação de direitos (violência física, psicológica, sexual, tráfico de pessoas, cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto, entre outros), o prefeito Murilo elogiou o trabalho da Secretaria de Assistência Social, que é extremamente técnico com pessoas especializadas capaz de apresentar um bom trabalho para a sociedade.

“Nunca presenciei a assistência social fazendo política, distribuindo cestas básicas, por exemplo, mas sim, ajudando a pessoa a caminhar com suas próprias pernas, ensinando a pescar”, comentou, lembrando que a Assistência Social de Dourados hoje é referência em Mato Grosso do Sul.

O secretario de Planejamento, Luiz Roberto Martins Araujo, lembrou que todos os dias a atual administração tem obras para inaugurar e o atual prédio do Creas é mais uma, que trará um beneficio muito grande à população. “Certamente o prefeito Murilo vai deixar grandes obras em todas as áreas e na Assistência Social foi uma das mais beneficiadas”, disse.

O deutado estadual João Grandão (PT), os vereadores Idenor Machado e Sérgio Nogueira (PSDB), o juiz da Infância e da Juventude, Zaloar Murat Martins e secretários municipais, entre outros convidados, prestigiou a entrega da obra, na rua João Pedro Gordin, 55, Vila Santa Catarina, próximo do prédio do CAM, onde funciona a sede e a maioria das repartições da Prefeitura.

Comentário

A Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) protocolou, sexta-feira (9) passada, na governadoria, ofício cobrando do Governo do Estado a moralização no processo de convocações de professores da Rede Estadual de Ensino. O compromisso havia sido firmado entre a Fetems e o Governo, porém não está sendo cumprido pela Secretaria estadual de Educação que, de acordo com nota da entidade, “vergonhosamente mantem os vícios da utilização indevida de convocações de professores para suprir deficiência de órgãos da administração em funções completamente alheias ao que determina a Lei Complementar 087/200 (Estatuto dos Profissionais da Educação Básica de Mato Grosso do Sul)”.

Segundo a Fetems, a legislação deixa claro, no artigo 19, que a convocação é permitida apenas para suprir a necessidade das unidades escolares em sala de aula. No ano de 2015 foram 592 páginas de convocações (Diário Oficial – Suplemento 9035), mais 457 páginas (Diário Oficial – Suplemento 9037), totalizando 1049 páginas. Com o acordo de reduzir o número de convocados a Secretaria publicou, só no primeiro semestre de 2016, 598 páginas de convocações e na maioria absoluta delas em vaga pura ou em projetos.

“O espanto maior veio na última semana”, diz a nota da Federação dos Professores, quando o Diário Oficial trouxe 636 páginas de convocações distribuídas em aulas complementares para convocações em projetos (23 páginas), convocação para vaga pura (204 páginas), convocação para substituição (120 páginas) e convocação para projeto (248 páginas).

A Secretaria de Administração do Estado já estava ciente, desde abril do ano passado, de que havia mais professores convocados do que efetivos no quadro da Rede Estadual, mesmo tendo aberto concurso público. As tais convocações de “projeto” se constituem em um verdadeiro engodo legal, jurídico e caracteriza “claramente, desvio de finalidade”, aponta a Fetems.

“Queremos uma explicação do atual Governo do Estado, pois suas ações na teoria são uma e na prática são outras? Exigimos que o compromisso firmado de redução de convocações seja cumprido, que a LC 087/200 seja o norte deste processo e que se ponha fim no processo de convocar professores para serviço administrativo, burocrático e apadrinhamento da Secretaria de Educação em Mato Grosso do Sul”.

A Fetems informou ainda que vai questionar juridicamente tal postura da atual secretária de educação, Maria Cecília Amendola da Motta. “Nesse momento de grave crise econômica, social e moral, requeremos deste Governo que se adote providências para o cumprimento da norma legal de regência que estabelece a suplência especificamente para a função de docência”, diz a entidade.

Comentário

O Banco do Brasil informou em comunicado ao mercado distribuído nesta segunda-feira (12), que 9.409 empregados aderiram ao Peai (o Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada) da empresa. A adesão ao plano estava aberta até sexta-feira (9) passada e o público potencial que poderia aderir ao programa era de 18 mil pessoas.

Com essa adesão, o banco terá despesas com pagamento de incentivos em 2016 de R$ 1,4 bilhão. Entretanto, em 2017 a estimativa é de redução de despesas com pessoal no valor de R$ 2,3 bilhões, de acordo com o comunicado. No dia 21 de novembro, o banco anunciou medidas de reestruturação, como fechamento de agências, ampliação do atendimento digital, redução de jornada de trabalho e o Peai.

Por meio do plano, o banco concedeu incentivo de desligamento correspondente ao valor de 12 salários, além de indenização pelo tempo de serviço, que varia de um a três salários, a depender do tempo de banco (entre 15 e 30 anos completos). Para aderir era preciso já estar aposentado pela Previdência Social ou ter 50 anos de idade e, no mínimo, 15 anos de trabalho no banco.

Comentário

Evandro Ferreira Prieto, de 21 anos e Aguineu Evanir dos Santos Rodrigues, de 35, moradores na cidade de Colombo/PR, foram presos na noite de sábado (10), e com eles a Polícia apreendeu um veículo roubado em Curitiba.

O fato ocorreu durante bloqueio policial na rodovia MS 156, quando foi abordado um Corsa de cor prata com placas de Curitiba, que era conduzido por Aguineu e um veículo Ford Fiesta de cor branca com placa também de Curitiba, conduzido por Evandro.

Em vistoria, os policiais do DOF constataram que o veículo Ford Fiesta era produto de roubo na cidade de Curitiba e que o Corsa era o dito” finan” [veículo financiado onde são pagas algumas parcelas], dado em troca de drogas ou vendido no Paraguai.

Aguineu, que é sogro de Evandro, fazia o papel de batedor do Fiesta, e ambos entregariam o veículo Corsa a uma pessoa desconhecida no Paraguai, mediante compromisso de receber 3 mil reais pelo ‘serviço’. O caso foi registrado como receptação na Delegacia de Amambai.

Comentário

A campanha de vacinação antirrabica, de combate à doença mais conhecida como ‘raiva’, disseminada a partir dos animais, segue nesta semana em mais seis bairros de Dourados. A imunização de cães e gatos continua ainda até o final deste mês, dentro da meta de vacinar 80% dos 53 mil cães no município, entre área rural e urbana. Não existe meta para gatos. Nesta semana serão montados apenas pontos fixos, que vai atender das 7h30 às 17 horas.

Nesta segunda-feira (12), a vacinação estará concentrada no Jardim Monte Líbano, em frente ao Mercado dos Pampas, na rua Dom João VI. Na terça-feira (13), na Vila Rosa, na unidade de saúde; quarta-feira (14), na Vila Progresso, no Parque dos Ipês; na quinta-feira (15), no Ceper do BNH I Plano; na sexta-feira (16), na Vila Matos, na Escola Estadual Reis Veloso; e no sábado (17), a vacinação será no Parque Alvorada, na Escola Municipal Aurora Pedroso de Camargo.

Devem ser levados para tomar as doses animais acima de quatro meses de vida, incluindo fêmeas prenhas ou amamentando, já que não há contraindicação. A vacina é totalmente gratuita e deve ser aplicada somente pelos agentes do CCZ. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3411-7753, no Centro de Zoonoses.

Comentário

Após ser rebaixado pela primeira vez na história do Campeonato Brasileiro, o Internacional já tomou a primeira providência pensando em 2017. O clube anunciou a contratação do técnico Antônio Carlos Zago, que se destacou no comando do Juventude. O ex-zagueiro, revelado no futebol douradense e que também já jogou no Santos, substitui Lisca, que ficou no comando da equipe em apenas três partidas.

Zago terá contrato de um ano e será apresentado no estádio Beira-Rio, às 10h30 locais desta terça-feira (13) quando o Inter também vai anunciar o auxiliar Galeano e o preparador físico Carlos Pacheco - os três foram desligados do Juventude no domingo (11) e irão capitanear o projeto para recolocar o Colorado na Série A do Brasileirão. O novo técnico já disputaria a Série B com o Juventude, mas recebeu contato do presidente eleito Marcelo Medeiros e do vice de futebol Roberto Melo e decidiu trocar de clube. Além do trio da comissão técnica, o Inter também anunciou o retorno do diretor executivo Jorge Macedo, que trabalhou brevemente no Fluminense ao longo de 2016.

No Juventude, Zago conquistou o acesso para a Série B neste ano e sai com o "dever cumprido", segundo a manifestação oficial do clube de Caxias do Sul. Também levou a equipe gaúcha para a final do Estadual, eliminando o Grêmio na semifinal, e esteve nas quartas da Copa do Brasil, na melhor campanha desde o título de 1999.

Comentário

Solenidade marcada para esta segunda-feira (12), no auditório da governadoria, às 9 horas, vai celebrar o 37º aniversário da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) e ressaltar a importância da agricultura familiar para o desenvolvimento socioeconômico sul-mato-grossense. Com o tema “Boas Iniciativas de Assistência e Extensão Rural e Comemoração do Dia da Extensão Rural”, o evento é uma realização do governo do Estado, por intermédio da Sepaf (Secretaria estadual de Produção e Agricultura Familiar) e da própria Agraer. “É a área rural que abastece a cidade de comida saudável, gera emprego, renda e, também, matéria-prima para indústrias. Além de muitas das vezes preservar costumes e tradições locais seja por meio de festas ou feiras”, pontua o diretor-presidente da Agraer, Enelvo Felini.

Na ocasião, serão homenageados 10 agricultores familiares e extensionistas com a entrega do “Certificado de Mérito”, conferido àqueles que realizam “Boas Práticas de Assistência Técnica e Extensão Rural”, como parte integrante da Política do Plano Safra da Agricultura Familiar 2016/2017. A ação também conta com o apoio do Governo federal, por meio da Sead (Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário), e parceiros da Comissão Estadual de Boas Práticas Agropecuárias de ATER – Edição 2016, entre elas o Senar.

Por deliberação do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável, vinculado à Sepaf, a Agraer também receberá placa em comemoração aos 37 anos de sua criação e reconhecimento aos serviços de assistência técnica e extensão rural prestados aos agricultores familiares de Mato Grosso do Sul. Em razão da passagem do “Dia da Extensão Rural”, celebrado terça-feira (6) passada, serão condecorados também servidores da Agraer que tenham prestado “relevantes serviços à agricultura familiar no Estado”.

Por fim, durante as comemorações, haverá a entrega do “Selo Quilombola do Brasil” à família Quintino, de Pedro Gomes. Este Selo, instituído pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário, é uma importante ferramenta para identificação de produtos oriundos dessas comunidades.

Comentário

O presidente da Fiems, Sérgio Longen, vai apresentar quarta-feira (14) os dados relativos ao desempenho industrial de Mato Grosso do Sul em 2016 e as projeções para 2017. Os dados incluem número de estabelecimentos industriais, número de trabalhadores na indústria, receita das exportações de industrializados, PIB Industrial, faturamento da indústria e massa salarial do setor.

Essa apresentação será feita durante Coletiva de Imprensa que está sendo convocada para às 9 horas, na sede da entidade, na Casa da Indústria, em Campo Grande

Comentário

Página 1196 de 1570

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus