Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Uma mulher, de 30 anos, foi presa e indiciada por lesão corporal de natureza grave depois de arrancar parte da mão do marido, de 27 anos, na dentada. O episódio aconteceu na noite deste sábado (22), durante churrasco que aconteceu na residência do casal, em Mundo Novo.

De acordo com informações da PM (Polícia Militar), a festa era regada a bebidas alcoólicas e o casal estava embriagado. Foi apurado no local que a briga entre os companheiros aconteceu por motivo banal.

Testemunhas declararam que, durante o desentendimento, a mulher quebrou garrafas e atacou o marido com mordida em uma das mãos. A dentada foi tão forte que parte entre os dedos polegar e indicador do rapaz foi arrancada, conforme reproduz o jornal Correio do Estado.

Ainda na confusão, a agressora cortou os pés com vidros das garrafas que ela havia quebrado. Além disso, a mulher tinha um ferimento no pescoço. O casal foi levado para hospital, onde a mulher ainda causou transtornos a profissionais da saúde, segundo relataram policiais.

Dois jovens mortos em acidente de moto nesta madrugada, em Campo Grande, foram identificados como Ana Beatriz Vieira Silva, de 18 anos, e Guilherme Pablo de Souza Cardoso, de 21. O caso aconteceu por volta das 3 horas da madrugada, no cruzamento da avenida Manoel da Costa Lima com a rua Jussara, próximo do trevo do Imbirussu.

Cardoso eram quem conduzia a moto Yamaha Factor 150 cc e Beatriz estava na garupa. Por motivos ainda a serem apurados, o motociclista perdeu o controle do veículo, atingiu uma placa e os dois foram arremessados contra uma parede de farmácia.

Comentário

Passado o segundo turno das eleições, a situação financeira das prefeituras virá à tona. De 3.155 municípios que informaram o quadro de finanças ao Tesouro Nacional, 2.442, ou 77,4%, já estão com as contas no vermelho, segundo levantamento feito pela CNM (a Confederação Nacional dos Municípios). E a situação vai piorar até o fim do ano, com a contínua queda da arrecadação, deixando a ‘bomba fiscal’ para a próxima administração, como divulga reportagem do portal da revista Época.

Ao contrário dos governadores, que alardearam nos últimos meses a crise sem precedentes nos cofres estaduais para ganhar mais dinheiro do governo federal, as prefeituras empurraram os problemas para debaixo do tapete durante a campanha eleitoral - não é exatamente um trunfo eleitoral mostrar que as finanças estão descontroladas.

Os futuros prefeitos, que vão herdar o rombo - no caso dos reeleitos, deles mesmos -, fizeram uma romaria nos últimos dias pelos gabinetes do Congresso em busca de dinheiro para 2017. Mas, com o teto de gastos já aplicado ao Orçamento federal do ano que vem, se depararam com grande dificuldade para emplacar os pedidos de emendas aos deputados e senadores.

As informações prestadas pelos municípios ao Tesouro não são obrigatórias. Por isso, boa parte dos 5.570 prefeitos não as enviam. Mesmo assim, o levantamento representa o retrato mais amplo disponível sobre as finanças das prefeituras. Ao analisar por Estados, todos os municípios do Amazonas e do Rio que divulgaram as informações estão no negativo. Em São Paulo, 402 prefeituras registram déficit. No Rio Grande do Sul, o quadro não é muito diferente, com 371 cidades nessa situação.

“A bomba já estourou e vai ficar pior até o final do ano. No período eleitoral, quem vai dizer que está mal?", diz o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski. Segundo a confederação, 576 delas estão atrasando salários.
Fundo menor

A crise se agravou porque os prefeitos contavam com R$ 99 bilhões de repasses do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) em 2016, mas a previsão é que esse valor não chegará a R$ 84 bilhões no fim do ano. A queda das transferências da União é mais dramática para Estados do Nordeste e Norte do País, onde boa parte das prefeituras depende desse dinheiro.

As prefeituras também arcam com custos cada vez maiores com a Previdência. No ano passado, a despesa com servidores inativos cresceu 13,22% ante 2014, segundo dados do Tesouro Nacional para municípios acima de 200 mil habitantes. As receitas correntes, por sua vez, subiram apenas 6,81% no período.

Comentário

Ninguém acertou os seis números do concurso 1.869 da Mega-Sena, sorteados na noite deste sábado (22) em Santos Dumont/ MG. Veja as dezenas: 11 - 23 - 24 - 26 - 40 - 52.

A quina teve 66 apostas ganhadoras e cada uma vai levar R$ 49.705,43. Outras 4.827 apostas acertaram a quadra e vão ganhar R$ 970,89 cada uma.

A estimativa de prêmio do próximo sorteio, a ser realizado na quarta (26), é de R$ 64 milhões, segundo a Caixa Econômica Federal.

Comentário

Os poetas douradenses Adail Alencar Taveira, Itaciana Santiago e Davi Roballo participam, neste final de semana, de um Encontro Literário que acontece em Salvador com a Comunidade Elos Literários.

A programação inclui passeio aos pontos turísticos e projetos culturais da capital baiana, teve noite de gala com produtores culturais locais e encerra neste domingo (23).

Comentário

O prefeito Murilo Zauith (PSB) entregou na manhã deste sábado (22) as obras de asfalto, drenagem e sinalização no bairro Jardim Novo Horizonte. A infraestrutura que chegou durante a atual administração foi um compromisso feito pelo prefeito, que mudou a vida dos moradores.

“A nossa vida agora é outra”, conta a doméstica Iracema de Souza Santos, de 56 anos. Ela mora no bairro há décadas e relata que antes haviam poucos moradores, os loteamentos não eram bem delimitados e havia muito barro. “A gente tinha que sair de sacolinha no pé para poder andar aqui e carregava bicicleta nas costas porque não passava pelas ruas”, relata. “Hoje só de acordar e ver que o asfalto está aqui, que podemos chegar e sair, ver tudo limpinho, é muito bom”, complementa.

Também moradora há muitos anos, a dona de casa Eli Barbosa Soares de Souza, de 56 anos, relata que o asfalto era uma reivindicação antiga da comunidade, que antes do Murilo já havia ouvido promessas. “Eu acompanho e admiro o Murilo desde que ele era deputado, e eu vejo que tudo aquilo que ele prometeu está cumprindo. Eu só tenho a agradecer ao que ele fez pelo meu bairro”, disse a moradora.

Murilo lembrou que teve a oportunidade de estar à frente da prefeitura, graças à população de Dourados que acreditou no projeto definido por ele e votou nele nas duas eleições em que venceu. Disse que quando foi eleito, Dourados passava por um momento de “vazio de liderança e frustração” como o que o país está vivendo hoje, e os moradores acreditaram que ele assumiria a responsabilidade e estava preparado para administrar a cidade. “Temos que ser gratos à população de Dourados, porque se nós estamos a frente da prefeitura é porque tivemos mais de 60% dos votos nas duas eleições”, relata.

Ele conta que “amassou barro” pedindo voto no Jardim Novo Horizonte e prometeu aos moradores que levaria a infraestrutura que hoje entrega para o bairro. “Foi uma opção que nós fizemos, atender as pessoas que mais precisam na cidade, que mais precisam da boa aplicação do dinheiro público para ter uma qualidade de vida”, complementou.

O prefeito entregou a 2ª frase da pavimentação do Jardim Novo Horizonte, nas proximidades da Subestação da Enersul, na Vila Toscana e loteamento Cidade Jardim. A 1ª fase já havia sido entregue no dia 8 deste mês, na área que limita com o Jardim Flórida II e Clube Indaiá.

No total, nas duas fases, o Jardim Novo Horizonte está recebendo investimento de recursos próprios da Prefeitura de R$ 11,125 milhões. São 92.563, 30 metros quadrados de asfalto, meio fio e calçadas e ainda 5.622,56 metros lineares de galerias de escoamento de águas pluviais. Esses recursos fazem parte do pacote de investimentos de R$ 52 milhões contratados na Caixa Econômica Federal. Além disso, a Prefeitura investe mais recursos próprios na sinalização viária vertical e horizontal das ruas do bairro.

Comentário

A vereadora Délia Razuk (PR), eleita prefeita de Dourados para os próximos quatro anos, anunciou neste sábado (22) a formação de um grupo de seis pessoas que vão compor a Comissão de Transição, por parte dela, para iniciar, segunda-feira (27), os ajustes da troca de comando do Município com a equipe que deve ser designada pelo prefeito Murilo Zauith (PSB) no Diário Oficial de segunda.

“Isso não quer dizer que esses nomes vão ser escolhidos depois para o secretariado”, justificou, rebatendo especulações que circulam nas redes sociais e rodas políticas como eventuais nomes do futuro primeiro escalão. A equipe de transição da prefeita Délia Razuk será comandada pelo presidente do PR local, o ex-vereador Albino Mendes e terá, ainda, como auxiliar direto, o coordenador da campanha dela, ex-vereador Raufi Marques. O secretariado só será anunciado após a diplomação, prevista para o dia 19 de dezembro.

Os ex-candidatos a vereador na coligação vitoriosa, advogado Wilson Matos e o arquiteto Fábio Luiz, o odontólogo Carlos Augusto Moreira (Guto) e a educadora Marinete Nelvo, que já foi diretora do Departamento de Educação da Secretaria municipal de Educação na gestão interina de Délia, completam a equipe anunciada pela prefeita eleita.

A futura prefeita aproveitou a entrevista concedida na rádio FM92 para agradecer “a responsabilidade e transparência” com que o prefeito Murilo tem conduzido esse processo, abrindo todos os setores da administração para a troca de informações com os membros da futura gestão e anunciou, ainda, que vai criar um grupo ligado diretamente ao gabinete dela, assim que assumir, para acompanhar as ações do Poder Público e a repercussão desse trabalho junto à população.

Comentário

Os 11 atuais vereadores da Câmara de Dourados, reeleitos para o mandato seguinte, de 2017 a 2020, já se preparam para tentar estruturar o ‘grupo dos 11’ no sentido de exercer poder de influência na eleição da nova Mesa Diretora.

O atual presidente da casa, vereador reeleito Idenor Machado (PSDB), não confirma os entendimentos, diz que “vamos começar a conversar só depois da diplomação, lá pra perto da virada do ano” [a Justiça Eleitoral tem até o dia 18 de dezembro para diplomar os eleitos], mas afirma que é possível, sim, que os vereadores que vão permanecer nos mandatos tenham interesse nessa disputa.

Idenor citou ainda, em entrevista neste sábado (22) na rádio FM92, que ser presidente da Câmara é uma tarefa difícil, ele próprio lembrou que ainda durante a campanha eleitoral teve que passar quase uma semana em Campo Grande, cuidando de interesses administrativos.

“O presidente da Câmara e o primeiro secretário da Mesa tem direito a um acréscimo de 50% nos subsídios, mas eu e o vereador Dirceu Longhi [do PT, não reeleito] preferimos abrir mão dessa vantagem financeira e continuamos trabalhando no mesmo ritmo, com a mesma dinâmica, mantendo a autonomia do Legislativo em primeiro lugar”, afirmou o vereador do PSDB.

Idenor Machado preside a Câmara desde 2011 e, como estará iniciando uma nova legislatura, de 2017 a 2018, pode novamente ser eleito presidente, dependendo dos entendimentos que venham a ser realizados até à posse dos novos vereadores.

Comentário

odas as 5,7 mil toneladas de café arábica colocadas à venda nesta quinta-feira (20) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) foram comercializadas. O café, estocado em armazéns de Minas Gerais, foi comercializado por meio de dois leilões eletrônicos, com arrecadação total de R$ 43,17 milhões.

Essas ofertas regulares estão previstas até o final do ano e fazem parte da estratégia do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para regulação do mercado interno, devido à elevação dos preços do produto. Técnicos da Companhia acompanham diariamente o comportamento do café no mercado.

Com mais essas duas operações, a quantidade total de café leiloado agora chegou a 708 mil sacas, com 60 Kg cada, o que equivale a 42,5 mil t. A quantidade restante, que deverá ser ofertada em novos leilões previstos até dezembro, é de 175 mil sacas ou 10,5 mil t.

Comentário

Em dívida com 140 mil torcedores que esperam reembolso de ingressos devolvidos, o Comitê Organizador da Olimpíada do Rio de Janeiro também tem dívidas com várias empresas que prestaram serviços aos Jogos.

Segundo reportagem do jornal Folha de S. Paulo, com repercussão nas mídias sociais, o Rio 2016 tem pedido desconto de 30% aos fornecedores para honrar com os compromissos. A dívida é de, pelo menos, R$ 20 milhões, conforme divulga o Globesporte.com.

“Temos dívidas e estamos negociando. Isso eu posso dizer. Mas é normal. O Comitê assumiu o compromisso de não utilizar dinheiro público. Ainda temos recursos de patrocinadores e também do COI para entrar. No final vai dar tudo certo. Não tem chance (de os fornecedores ficarem sem receber). O Rio 2016 vai honrar todos os compromissos”, disse Mario Andrada, diretor de comunicação do Comitê Organizador.

Comentário

Página 1195 de 1434
  • unimed nova

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus