Timber by EMSIEN-3 LTD
  • unigran topo 1
  • Dnews Whats
Redação Douranews

Redação Douranews

De cada 100 litros de água coletada e tratada, em média, apenas 67 litros chegam às torneiras de todo o Brasil. Os outros 37% são desperdiçados, junto com o dinheiro investido no saneamento básico. O prejuízo financeiro com as perdas de água no país chega a R$ 8 bilhões ao ano, segundo estudo do Instituto Trata Brasil, feito com base nos dados mais recentes (2013) do Ministério das Cidades.

Tamanho desperdício também contribui para a situação de colapso hídrico. Ligações clandestinas, infraestrutura desgastada, vazamentos, obras mal executadas ou medições incorretas no consumo de água são as principais causas da perda de faturamento das empresas operadoras, sejam públicas ou privadas.

De acordo com os cálculos do Trata Brasil, todo o volume perdido em 2013 equivale a 6,5 vezes a capacidade do sistema Cantareira (sem considerar as reservas técnicas). Macapá é a cidade que mais desperdiça (73,56%) e deixa de arrecadar quase 74% por conta dessa situação.

Veja o ranking do desperdício:

1) Macapá (AP)
• Índice de perda na distribuição em 2013: 73,56%
• Índice de perda de faturamento: 73,91%
• Índice de atendimento total de água: 38,82%
• População em 2013: 437.256

2) Jaboatão dos Guararapes (PE)
• Índice de perda na distribuição em 2013: 70,63%
• Índice de perda de faturamento: 65,45%
• Índice de atendimento total de água: 53,96%
• População: 675.599

3) Porto Velho (RO)
• Índice de perda na distribuição em 2013: 70,33%
• Índice de perda de faturamento: 68,87%
• Índice de atendimento total de água: 30,77%
• População: 484.992

4) Paulista (PE)
• Índice de perda na distribuição em 2013: 67,43%
• Índice de perda de faturamento: 58,49%
• Índice de atendimento total de água: 85,43%
• População: 316.714

5) Cuiabá (MT)
• Índice de perda na distribuição em 2013: 67,29%
• Índice de perda de faturamento: 64,50%
• Índice de atendimento total de água: 93,03%
• População: 569.830

6) São Luís (MA)
• Índice de perda na distribuição em 2013: 67,24%
• Índice de perda de faturamento: 68,61%
• Índice de atendimento total de água: 90,15%
• População: 1.053.922

7) Várzea Grande (MT)
• Índice de perda na distribuição em 2013: 64,35%
• Índice de perda de faturamento: 65,91%
• Índice de atendimento total de água: 98,26%

• População: 262.880

8) Maceió (AL)
• Índice de perda na distribuição em 2013: 61,28%
• Índice de perda de faturamento: 59,47%
• Índice de atendimento total de água: 94,65%
• População: 996.733

9) Mossoró (RN)
• Índice de perda na distribuição em 2013: 60,58%
• Índice de perda de faturamento: 54,20%
• Índice de atendimento total de água: 93,74%
• População: 280.314

10) Rio Branco (AC)
• Índice de perda na distribuição em 2013: 60,21%
• Índice de perda de faturamento: 60,2%
• Índice de atendimento total de água: 48,97%
• População: 357.194
Fonte: EcoD (http://www.ecycle.com.br)

Comentário

O Sebrae vai realizar, segunda-feira (20), em Dourados, o curso “Gestão Financeira Na Medida”, evento que acontece a partir das 19 horas na sede da instituição em Dourados, à rua Presidente Kennedy, 855, na Praça do Cinquentenário.

O objetivo é auxiliar empresários no planejamento dos negócios e integração de ferramentas que permitam realizar o controle de recursos da empresa; organizar o fluxo de caixa; definir indicadores; avaliar demonstrativos de resultados; e formar o preço adequado do produto ou serviço oferecido.

O investimento para a capacitação é de R$ 150. Inscrições e mais informações podem ser obtidas no Portal do Sebrae ou pelo telefone 0800 570 0800.

Comentário

A Biosev foi condenada pela Justiça do Trabalho de Mato Grosso do Sul a pagar como horas extras o tempo de deslocamento de um motorista de caminhão canavieiro da cidade de Rio Brilhante até a sede da usina, localizada na zona rural. O trabalhador pegava uma condução fornecida pela empresa e levava cerca de 1h50 para fazer o percurso de ida e volta, conhecido como horas ’in itinere’.

O segundo parágrafo do artigo 58 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) determina que "o tempo despendido pelo empregado até o local de trabalho e para o seu retorno, por qualquer meio de transporte, não será computado na jornada de trabalho, salvo quando, tratando-se de local de difícil acesso ou não servido por transporte público, o empregador fornecer a condução". Dessa forma, estão presentes na relação de emprego entre o caminhoneiro e a usina todos os requisitos para o pagamento das horas in itinere.

Porém, a empresa alegou que foi firmado um Acordo Coletivo de Trabalho, em 2013, quando passou a pagar 20 minutos diários pelo tempo de deslocamento, defendendo a prevalência da norma coletiva. O relator do recurso explicou no voto que, em razão de reiteradas decisões do Tribunal Superior do Trabalho, a Súmula 5 do TRT/MS, que acolhia como válida cláusula coletiva suprimindo horas de percurso, foi cancelada.

Comentário

Um homem foi assassinado a tiros por volta das 14 horas desta segunda-feira (13), no interior do cemitério municipal de Nova Andradina. Segundo publica o Jornal da Nova, a vítima levou pelo menos três tiros a queima-roupa.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, juntamente com equipes da PM (Polícia Militar) e da Força Tática e no local já encontram o homem sem vida e junto ao corpo dele capsulas e uma bala intacta de uma arma de calibre .38.

O resultado da seleção do Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) para o primeiro semestre de 2017 já está disponível. A lista de pré-selecionados na chamada regular pode ser consultada no site do programa. Os estudantes não pré-selecionados foram automaticamente incluídos na lista de espera. Os pré-selecionados terão prazo desde esta terça (14) até o dia 20 para concluir a inscrição no Sistema de Financiamento ao Estudante. Para os que ficaram na lista de espera, o prazo é até o dia 3 de março.

Veja aqui se o seu nome foi aprovado

A pré-seleção dos estudantes assegura apenas a expectativa de direito às vagas. A contratação do financiamento dependerá da conclusão da inscrição no SisFies e do cumprimento das demais regras e procedimentos do programa. Cabe aos estudantes consultar os resultados e cumprir os prazos estabelecidos.

O Fies oferece financiamento de cursos em instituições privadas de ensino a uma taxa efetiva de juros de 6,5% ao ano. Neste semestre, o governo reduziu o teto do financiamento aos estudantes e o limite mensal passou de R$ 7 mil para R$ 5 mil. O candidato deve ter renda familiar mensal bruta de até três salários mínimos por pessoa. O percentual de financiamento é definido de acordo com o comprometimento dessa renda. O programa atende 150 mil estudantes em todo o País.

Comentário

A presidente da Câmara de Vereadores de Dourados, Daniela Hall (PSD), recebeu na manhã desta segunda-feira (13), no plenarinho da casa, a visita do deputado estadual licenciado do PSB e atual secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, José Carlos Barbosa, o Barbosinha. Eles aproveitaram para discutir a segurança pública em Dourados, juntamente com o comandante da PM (Polícia Militar) no Município, tenente coronel Carlos Silva.

Barbosa agradeceu o convite da Câmara para falar do que está sendo feito para melhorar a segurança pública no Estado e em Dourados. Falou também de investimentos futuros. Desejou sucesso aos vereadores e falou da importância do fortalecimento do Legislativo. “Um poder forte não se enverga a outro. Precisamos ter um Executivo forte e também um Legislativo forte. Quando isso acontece tudo funciona bem”, ressaltou.

Ao se colocar à disposição dos vereadores de Dourados, ele pediu também a dedicação de todos para o fortalecimento da classe política e falou da importância da parceria entre os vereadores e o setor de segurança. “Vocês vereadores conhecem cada espaço da cidade e sabem de todos os problemas. Por isso é muito importante essa troca de informações para melhorar o atendimento à comunidade”, afirmou.

A presidente da Câmara agradeceu a presença de Barbosa e destacou a reunião como muito importante. “Para nós foi muito importante discutir a segurança pública, saber o que está sendo feito e poder dar as nossas sugestões. Essa é uma área muito importante e nós vereadores estamos sempre atentos, reivindicando e colaborando para que nossas famílias possam ter cada vez mais condições de viver em paz”, disse a vereadora.

A visita do secretário Barbosa é a continuidade do projeto idealizado por Daniela de receber autoridades políticas para discutir propostas e projetos de obras e serviços importantes para Dourados. No dia 3 os vereadores receberam o deputado federal Geraldo Resende e no dia 26 de janeiro a reunião foi com a deputada federal Tereza Cristina Corrêa da Costa (PSB).

Dourados

Durante a reunião o secretário Barbosa falou dos investimentos que o Governo do Estado tem feito para melhorar a segurança. Para Dourados ele citou a compra de 276 coletes à prova de balas e outros equipamentos de segurança e de 10 novas viaturas de quatro rodas e 21 motos para a Polícia e ainda três unidades de salvamento para os Bombeiros. Informou que o Estado está providenciando mais 10 viaturas (Trail Blazer) para a Polícia Militar de Dourados e a implantação de mais uma unidade do Corpo de Bombeiros.

Sobre o Corpo de Bombeiros, a Câmara sugeriu o uso de parte das dependências do Estádio Douradão para a instalação da nova unidade, em função da facilidade de acesso às rodovias e regiões urbanas em expansão. Barbosa prometeu estudar o pedido e também apresentou aos vereadores as emendas que indicou para Dourados. Como deputado licenciado ele continua detentor da indicação de emendas, entre elas, de recursos para a aquisição de duas bases móveis para a Polícia Militar. Cada base é formada por cinco viaturas, uma tipo van, uma caminhonete e três motos. As emendas também contemplam obras, escolas e entidades com fins assistenciais, anunciou.

Comentário

Em visita ao senador Waldemir Moka (PMDB), coordenador da bancada de Mato Grosso do Sul em Brasília na tarde de sexta-feira (10), em Campo Grande, a vereadora e presidente da Câmara de Dourados, Daniela Hall (PSD), pediu para que fossem garantidos mais recursos para Dourados e buscou apoio para alavancar a representatividade feminina no cenário nacional.

Pontualmente a vereadora tratou sobre os investimentos necessários para concluir as obras da Feira Livre da Rua Cafelândia, cuja 2ª etapa foi finalizada no final de 2016 com recursos do Mapa (Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento) através de emendas do senador Moka e do deputado federal Geraldo Resende (PSDB).

“Primeiro quero agradecer as ações do senador durante todo o seu mandato por incluir Dourados em suas políticas, assim, como agradecer a emenda de R$ 1.250.000,00, para a conclusão da feira livre em nosso município, uma conquista em conjunto com o deputado federal Gerado Resende, cuja emenda foi no mesmo valor”, destacou Daniela.

Ela também afirmou que agora é preciso empenho na execução das obras no sentido de finalizar o projeto e atender de maneira definitiva os feirantes e os consumidores que utilizam o espaço feira, denominada João Totó Câmara. “É preciso fazer uma estrutura para abrigar a praça de alimentação garantindo assim bem estar das pessoas e também fazer uma cobertura no setor de hortifrutigranjeiros para melhorar o ambiente de comercialização e uma sala administrativa”, relata.

Em contrapartida, o senador disse que já foram apresentadas novas emendas ao Ministério de Agricultura e que contemplarão não somente este segmento mas sim outras frentes. Moka aproveitou para destacar a participação de Daniela na construção de políticas públicas para a segunda maior cidade de Mato Grosso do Sul

“Eu fico muito feliz em recebe-la em meu escritório e ver mulheres fortes de garra participando mais da política e fico mais feliz ainda, vendo no comando do Poder Legislativo uma mulher de garra, talentosa. Dourados está muito bem representada”, enfatiza. Moka disse ainda que isso é uma mudança dos tempos e convoca as mulheres a atuarem mais no cenário político.

Marquinhos Trad

Ainda em Campo Grande, Daniela Hall foi recebida pelo prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), em seu gabinete, durante uma visita de cortesia. Na ocasião a presidente do legislativo douradense afirmou que terá uma gestão atuante, mas pautada no bom relacionamento. “Essa visita é para dizer que a Câmara de Dourados é uma parceira e estamos prontos para somar”, afirmou.

Marquinhos Trad disse que o lugar de mulher é onde ela decide estar. Em Dourados, por exemplo, "é na presidência da Câmara Municipal", destacou. “Hoje recebi a visita da minha colega de partido, a vereadora Daniela Hall, uma jovem liderança que assume o primeiro mandato já se destacando na história política da cidade”, saudou o prefeito da Capital.

Comentário

Um incêndio, causado por uma sequência de descargas elétricas durante temporal, destruiu parte da vegetação do banhado do Rio Formoso em Bonito, interior de Mato Grosso do Sul. Por ser tratar de uma APP (Área de Preservação Permanente) naturalmente alagada, o acesso das equipes de regaste ficou prejudicado, sendo impossível apagar o fogo, que se alastrou por uma área de aproximadamente 3 mil hectares, segundo a PMA (Policia Militar Ambiental).

Além de deixar a cidade em estado de alerta, o incêndio reacendeu as discussões sobre a criação das UCs (Unidades de Conservação) na região. Pelas redes sociais alguns moradores questionaram a necessidade de uma proteção mais restritiva no banhado do rio, que é maior fonte de renda do município.

Já o secretário de Meio Ambiente do município e presidente da Fundação Amigos do Rio Formoso, Alexandre Ferro, se posicionou de forma pacificadora, afirmando que a proteção dos banhados é de extrema importância e está acima de qualquer discussão, mas que o controle das chamas só foi possível devido ao auxílio de moradores das propriedades rurais que abrigam o banhado.

Ainda segundo Ferro, as discussões sobre a criação das UCs não é prioridade da Prefeitura neste momento. “Nós estamos preocupados em sanar problemas emergenciais, como a coleta seletiva, o aterro sanitário e a estação de esgoto. Até mesmo porque, o banhado do Rio Formoso está protegido. Ele já é uma APP e é extremamente proibida qualquer atividade humana no local”, destacou.

O local ainda deve passar por perícia da PMA e do Ibama para certificar a causa do incêndio, mas segundo os policiais, a hipótese mais concreta é que o fogo foi provocado pela queda dos raios, uma vez que o início das chamas aconteceu em um local totalmente isolado. As chamas começaram na quinta-feira (9) e só foram controladas na madrugada deste sábado (11), quando ’já havia queimado o que tinha para queimar’, como relatou a PMA.

O secretário de Meio Ambiente também comentou sobre a preocupação com uma nova chuva, que pode levar as cinzas para dentro do rio, tirando a oxigenação da água, o que levaria à morte de centenas de peixes. “Nossas equipes ainda estão no local. Hoje vimos um pouco de fumaça e estamos monitorando para saber se é um novo foco ou apenas restos do incêndio. Os fazendeiros também estão de prontidão, preparados para novas intervenções. Durante esses três dias todas os proprietários fizeram o trabalho de moto-bomba, mantendo as chamas apenas de um lado do rio”. As autoridades ainda não avaliariam o impacto ambiental do sinistro.

O deputado Federal Geraldo Resende (PSDB) cobrou do coordenador do PROFAA (Programa Federal de Auxílio a Aeroportos), Eduardo Henn Bernardi, rapidez na conclusão dos projetos de engenharia e arquitetura para a revitalização completa do Aeroporto Francisco de Matos Pereira em Dourados. A previsão é de que todos os projetos sejam entregues até o mês de maio pelos técnicos contratados pelo Banco do Brasil, que são os responsáveis pela elaboração e confecção dos projetos, e as obras comecem em junho.

Na manhã desta segunda-feira (13), o deputado foi, mais uma vez, conferir as precárias condições do Aeroporto de Dourados e ratificou a certeza de que a obra é indispensável para a cidade. O parlamentar celebrou essa conquista para toda a Grande Dourados. “Com os cortes nos gastos promovidos pelo governo federal, os investimentos em novos aeroportos foram adiados, inclusive em Mato Grosso do Sul, mas bati às portas do Ministério dos Transportes e consegui manter o projeto de Dourados, de forma que serão construídos, este ano, apenas seis novos aeroportos em todo o Brasil, sendo um deles em nossa cidade”, ressalta Geraldo Resende.

Para o deputado, é inadmissível que uma cidade polo de desenvolvimento não seja dotada de um aeroporto moderno. “Solicitei esta audiência porque entendo que Dourados precisa de um aeroporto que esteja realmente à altura das necessidades da região”, argumenta. “Os passageiros sofrem diariamente com os recorrentes atrasos ocasionados por tempo ruim, além de desvios de voos para Campo Grande. Tudo isso aumenta o tempo de viagem e causa enormes dores de cabeça”, disse o deputado.

Assim que os projetos forem apresentados, o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (SAC) firmará o Termo de Compromisso com o governo estadual, que será responsável pelo processo de licitação e execução das obras. “Confio que o governador Reinaldo Azambuja dará sequência rápida aos trâmites burocráticos e vencer essa etapa da escolha da empresa que irá erguer o novo aeroporto” afirmou o parlamentar.

A revitalização do aeroporto de Dourados foi inserida pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão ao PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) 2017. A obra está orçada em R$ 49 milhões, sendo que R$ 15 milhões já em 2017, outros R$ 15 milhões serão aplicados em 2018 e os R$ 19 milhões restantes serão direcionados em 2019, quando a construção será concluída, de acordo com o projeto.

O empenho de Geraldo Resende para dotar o município de um moderno aeroporto teve início ainda no mandato passado. “Desde 2011, tenho me debruçado diariamente sobre a reforma completa do aeroporto”, lembra. “À medida que os repasses forem realizados, fiscalizarei o andamento das obras para que não ocorram atrasos e transtornos à população”, frisou o deputado.

Após os investimentos de R$ 49 milhões, o aeroporto de Dourados terá um moderno terminal de passageiros com 2.160m2, a pista será aumentada para 2.280 metros por 45 metros de largura, terá novo pátio com quatro posições para aeronaves, nova seção de combate a incêndio de 360m2, nova iluminação noturna, sinalização de pista e um centro de operação e navegação aérea, permitindo a qualquer aeronave que hoje opera voos domésticos no Brasil ter totais condições de pouso e decolagem em Dourados, graças à articulação política do deputado Geraldo Resende em Brasília.

Comentário

Nem a polícia esperava ver uma maneira tão inusitada de se deter um suspeito. Um motorista conseguiu prender um ladrão na porta do ônibus que dirigia, em Bogotá, na Colômbia. Sem conseguir se mexer, o criminoso foi levado até a delegacia enganchado entre as portas do coletivo.

O ladrão havia roubado um dos passageiros e iria descer no ônibus quando o motorista fechou a porta com tudo. Pedestres viram o incidente e, sem saber sobre o que se tratava, tentaram tirar o sujeito preso à porta. No entanto, os passageiros começaram a gritar para deixar o homem ali.

"O motorista ajudou o trabalho das autoridades e imediatamente fechou a porta no ladrão para que não roubasse mais", disse o comandante da polícia, Diego Vasquez, ao jornal "El Espectador". No final, o assaltante foi solto pela polícia, já que a vítima, que o celular roubado, decidiu não prestar queixa do crime.

Comentário

Página 1188 de 1657
  • ms corona

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis