Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

A Band se pronunciou pela primeira vez, nesta sexta-feira (7), sobre a guerra entre SBT, Record e RedeTV! e as operadoras de TV paga brasileiras. “O sinal de três canais de TV aberta brasileiros foi cortado das principais operadoras de TV a cabo do país. As emissoras querem cobrar dos assinantes pela retransmissão do conteúdo, que sempre foi gratuito”, disse a âncora do Jornal da Band, Paloma Tocci, ao chamar uma reportagem sobre o caso.

Houve corte de sinal dessas emissoras nas operadoras NET, Claro, Sky, Oi e Embratel – a Vivo segue com a transmissão porque as negociações entre a empresa e a Simba avançaram de maneira positiva. Desde o corte, Marcelo de Carvalho, vice-presidente da RedeTV!, vem aparecendo na programação do canal e nas redes sociais em vários vídeos que ensinam que o público ainda pode ver o conteúdo das emissoras de graça comprando um kit de TV digital.

Artistas de Record, SBT e RedeTV! também vêm aparecendo em campanhas na TV e nas redes pedindo para que os espectadores pressionem suas operadoras de televisão por assinatura para que negociem com a Simba, como destaca reportagem do portal da revista Veja na internet.

Comentário

A Secretaria de Administração Penitenciária do Amazonas confirmou que, ao todo, seis detentos foram mortos dentro da UPP (a Unidade Prisional do Puraquequara), em Manaus, nesta sexta-feira (7). Equipes de grupos especiais da Polícia Militar ainda permanecem no local para reforçar a segurança, segundo publica o portal G1.

De acordo com a Secretaria, foram encontrados os corpos de Janderson Araújo da Silva, (o "Boca Rica"), Leonardo Almeida de Souza, Marcos Henrique Neves de Lima, Tiago de Araújo, Felipe Xavier Oliveira e Felipe Gonçalves Marques, em celas diferentes do presidio.

A UPP abriga presos provisórios desde 2002 e tem capacidade para 626 internos. Entretanto, 1.286 estão alojados no presídio, segundo o Governo. A razão dos crimes ainda não foi esclarecida. Das seis vítimas, uma foi morta enforcada e, a outra, decapitada.

Comentário

A prefeita Délia Razuk e o vice-prefeito Marisvaldo Zeuli receberam na manhã desta sexta-feira (7) a visita do presidente do Sindicato Rural de Dourados, Lucio Damália, que foi levar o convite oficial para o lançamento da 53ª edição da Expoagro, e pediu o apoio logístico do município para algumas atividades da feira de agronegócios, que acontece entre 12 e 21 de maio, no Parque de Exposições João Humberto de Carvalho.

Damália disse que a Expoagro é uma das maiores vitrines de tecnologias inovadoras e da produção agropecuária do Centro Oeste, graças às parcerias com empresas e instituições púbicas, como a prefeitura, por exemplo, “que tem contribuído para o sucesso de cada edição”.

A prefeita Délia Razuk reconheceu a importância do setor do agronegócio para o desenvolvimento da região e disse que a Expoagro é uma oportunidade ímpar de o município mostrar ao restante do estado, do país e até de países vizinhos, a sua pujança e potencial econômico, que tem na agropecuária um dos principais esteios.

Délia fez algumas sugestões para a organização da feira e garantiu o apoio da Prefeitura na manutenção da área do parque de exposições durante toda a realização do evento. A prefeita assegurou a disponibilização de transporte de alunos de escolas públicas para as visitas diárias à feira e sugeriu a realização de concurso de redação, com premiação aos melhores textos, na ótica dos escolares, sobre a feira agropecuária. A ideia foi bem recebida pelo presidente do Sindicato Rural e pelo vice-prefeito Marisvaldo, que também já presidiu a entidade e falou da importância do incentivo aos alunos, “até para que tenham noções sobre as atividades do campo”, e para que haja uma reaproximação dos cidadãos urbanos com a zona rural.

A secretária de Governo, Patrícia Bulcão, o diretor-presidente da Agehab, Sergio Henrique Martins, e a procuradora-geral do município Lurdes Beneduce também participaram da reunião no gabinete da prefeita.

Comentário

A Secretaria municipal de Cultura já definiu as atrações que a 13ª Festa do Peixe trará na programação noturna, com shows e apresentações culturais. O secretário Gil Esper destacou o esforço conjunto entre as secretarias envolvidas na festa para preparar uma festa com diversidade de estilos.

Os shows de Geraldo Espíndola, Grupo Sampri, as duplas Marcos Cesar & Juliano e Kleber & Kleberson, a banda Dagata e os Aluizios, e os grupos Arte do Batuque, Chama Porã e Postal Sul compõem a agenda de shows noturnos.

“Temos do sertanejo, passando pelo samba, MPB, rock. É a diversidade de estilos que vai fechar os dias de festa sempre iniciando às 20 horas”, explicou o secretário.

Além da programação noturna, a Secretaria de Cultura também desenvolve durante o dia outras atividades culturais, como oficinas e apresentações, incluindo de circo. “Uma festa deste porte tem que trazer opções. Temos pesca, esportes, shows, praça de alimentação. Muita coisa legal que o douradense vai curtir”, disse Esper.

Esportes

A programação esportiva ficará a cargo da Funed (Fundação de Esportes de Dourados). Durante todos os dias do evento haverá competições de vôlei de areia, futevôlei e torneio de futebol mirim para as crianças e adolescentes.

A Funed também realiza a primeira edição da Corrida do Peixe, com a largada marcada para as 16 horas de sábado (15) que vem, no Parque Antenor Martins e chegada no Parque do Rego D’Água. As inscrições estão abertas até quarta-feira (12), das 7h30 às 13h30 na Funed.

Comentário

Pescaria e comercialização de peixe, inseridos em uma gama de atrações culturais e esportivas, com a utilização de dois parques, é a oportunidade de negócio destacada pelos produtores que fornecerão o pescado para a 13ª Festa do Peixe.

Em reunião na manhã desta sexta-feira (7), na Secretaria de Agricultura Familiar e Economia Solidária, os piscicultores destacaram o apoio e a organização da festa no aproveitamento do segmento para a economia local.

Claudio Pradela, piscicultor veterano da Festa do Peixe, destacou o viés da oportunidade de negócio para a classe produtora da região que enfrenta, como outros segmentos, a crise econômica. “Faço a feira há muitos anos e ela é, sem dúvida, uma válvula de escape que temos para vender nossa produção. A Festa do Peixe é uma oportunidade de negócio, junto com uma oportunidade de diversão imensa para Dourados e região, e na semana da Páscoa, quando temos por costume o consumo do peixe. Este ano está muito boa a expectativa”, disse o produtor.

Como regra de mercado e auxílio a esta comercialização dos produtores douradenses, a qualidade do produto oferecido conta há algum tempo com o acompanhamento de especialistas de universidades de Dourados. Especificamente na qualidade da carne do peixe e da água onde ele é criado, a Universidade Federal da Grande Dourados desenvolve pesquisas de acompanhamento tendo por primazia a qualidade do pescado.

“A parceria da UFGD monitora os peixes há três anos em parceria com a prefeitura. Vários pontos são interessantes neste trabalho. Temos cuidados com a despesca, com o transporte, o abate até a comercialização. A qualidade do peixe fresco é o nosso objetivo e o douradense tem esta garantia”, disse Fabiana Cavichiolo, pesquisadora da UFGD.

Preços

O secretário Landmark Ferrreira Rios informou que o valor do quilo do peixe na festa foi definido em reunião com os produtores e a organização do evento. O pacu será comercializado a R$ 10, o catfish a R$ 13 e o pintado a R$ 15. “Conseguimos chegar a este preço em um consenso entre produtores, levando em consideração o momento econômico do Brasil, para que a população tenha acesso”, disse o secretário.

“Apesar da crise, esperamos uma grande festa. Tenho a certeza que esta será a melhor festa. Foi mais divulgado, mais conversado. O produtor, o visitante, a organização, todos tem sido bem cuidados”, disse o produtor Antonio Custodio de Souza.

Comentário

A Prefeitura de Dourados lançou, neste ano, e já está desenvolvendo, por meio da Funed (Fundação de Esporte de Dourados), o projeto “Primeiro Passo”, em oito polos distribuídos em regiões diferentes do município. O projeto funciona de segunda a sexta-feira em dois períodos e o objetivo é fazer com as pessoas tenham uma vida saudável e, ao mesmo tempo possam combater o sedentarismo e manter uma convivência em grupo.

Esse trabalho é aberto para todas as faixas de idade, basta chegar em um dos polos, se apresentar ao professor e participar das atividades. Profissionais estarão à disposição para orientar em exercícios de caminhadas, ginásticas e alongamentos.

O diretor-presidente da Funed, Jânio César Amaro, explica que o projeto está em fase inicial, mas o resultado já é surpreendente. Dia a dia aumenta o número de participantes e hoje são atendidas em média, 190 pessoas. “O objetivo da prefeita Délia Razuk é levar atividades saudáveis a um número cada vez maior de pessoas.

Locais e horários

As atividades acontecem, na segunda, quarta e sexta-feira, das 6h30 às 8h30, na Escola Municipal Professora Avani Cargnelutti Fehlauer no Jardim Flórida, e das 17 às 19 horas no Parque Ambiental Rego D'água Primo Fioravante Vicente.

Na terça e quinta-feira, das 6h30 às 8h30, existem grupos na Praça Paraguaia, região do Jardim Itália; das 17 às 19 horas na Praça da Juventude, na região do Parque das Nações.

Segunda, quarta e sexta-feira, das 6h30 às 8h30, no Ceper do BNH 1º Plano e das 18 às 20 horas na Escola Municipal Pedro Palhano.

Na terça e quinta-feira das 6h30 às 8h30 na Praça do Parque Alvorada e no das 17 às 19 horas na Praça do Izidro Pedroso.

Comentário

O Senai vai implantar, a partir de segunda-feira (10), a primeira Central de Atendimento – pelo número 0800-7070-745 - para padronizar o telefone de contato da instituição e facilitar o acesso da população e empresas às informações sobre os cursos da área de educação profissional e soluções para as indústrias. A equipe de colaboradores que irá atuar na Central de Atendimento do Senai passou por treinamento para conhecer detalhadamente a cartela de serviços do Senai e, desta forma, esclarecer as dúvidas da população, além de serem capacitados para atender com qualidade o cliente.

“Com uma Central de Atendimento própria, o Senai assegura maior controle sobre a qualidade e o processo de atendimento, e pode acompanhar detalhadamente os processos de atendimento ao cliente, e qualidade oferecida pela central de relacionamento. Essa proximidade, o fato de a operação acontecer dentro de casa também permite uma imersão maior dos atendentes à cultura e valores da empresa, de modo que a experiência do cliente pode ser mais próxima ao que o Senai espera”, avaliou o diretor-regional do Senai, Jesner Escandolhero, que recepcionou os colaboradores da Central de Atendimento no primeiro dia do treinamento.

O diretor-técnico do Senai, Gilberto Schaedler, acrescentou que teve uma expectativa em relação à Central de Atendimento no que diz respeito à consolidação da marca da instituição e prospecção de clientes. “Temos uma expectativa muito grande sobre o trabalho de vocês, que serão o primeiro contato e formarão a primeira impressão que um eventual cliente ou aluno nosso terão sobre o Senai, por isso, o trabalho de vocês é imprescindível”, disse aos colaboradores durante o treinamento.

Responsável pela Central de Atendimento do Senai, a analista técnica Anny Torquato explicou que, inicialmente, o 0800-7070-745 estará disponível para Campo Grande e, até o fim de 2017, ampliará a abrangência para todos os municípios do interior do Estado. “A meta é que até o fim do ano todos os interessados nos serviços do Senai possam se informar por um número padrão, o 0800-7070-745”, disse.

Colaborador da Central de Atendimento, Juan Vilhalba diz estar confiante de que prestará um bom serviço. “Nossa expectativa é elevar os níveis de atendimento ao público, que já é uma marca registrada do Senai, e ser referência em telemarketing”, ressaltou. Mônica Costa, que também é colaboradora, declara que aplicará a experiência que tem na área para fazer um trabalho de qualidade. “Nós do Senai vamos mostrar que telemarketing não é sinônimo de mau atendimento, demora e irritação. É possível atender bem e com qualidade”, pontuou.

Comentário

Decreto 14.715, desta quarta-feira (5), que autoriza o reajuste do convênio para manutenção do transporte escolar, foi publicado na edição desta quinta-feira (6) do Diário Oficial do Estado, o que garantirá o acesso a mais de 20 mil alunos das redes estadual e municipais de ensino pelos ônibus e vans bancados pelas Prefeituras dos municípios.

O reajuste dos valores da “per capita” (custo por aluno) foi assinado pelo governador Reinaldo Azambuja a pedido do presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Pedro Caravina, que foi ao governo do Estado no mesmo dia em que tomou posse à frente da diretoria da entidade juntamente com os prefeitos que integram a comissão de transporte escolar da entidade — Jean Sérgio Fogaça (Douradina), Doutor Bandeira (Amambai) e Jeferson Luiz Tomazoni (São Gabriel do Oeste).

Durante evento promovido pela Undime na manhã desta quinta-feira (6), no plenário da Assomasul, a secretária estadual de Educação, Maria Cecília Amêndola da Mota, comunicou sobre a efetivação do convênio, destacando a preocupação do governador Reinaldo Azambuja com a área educacional.

Atualmente, os valores praticados são de R$ 183,67 mensais por aluno nas linhas puras (somente estudantes da Rede Estadual) e R$ 102,57 mensais por aluno nas linhas mistas (alunos do Estado e município). Com o novo valor do repasse, as linhas puras passam a R$ 214,82 por aluno e as mistas para R$ 119,96.

“Todos os nossos prefeitos pedem mais ajuda no valor, porque tanto a frota própria de ônibus, quanto à terceirizada, custam muito aos cofres municipais. Para se ter uma ideia, em Bataguassu, gastamos cerca de R$ 220 mil por mês com transporte escolar. Desse total R$ 150 mil é o município que arca. Se nós pensarmos que temos 30 linhas, o que se gasta é na importância de R$ 3,5 milhões em transporte escolar. É dinheiro que poderia ser usado em melhoria nas escolas, em climatização de salas de aula, entre outras coisas. Por isso que cada vez que a gente consegue um reajuste desse só temos a agradecer”, explicou Caravina.

Comentário

O PT realiza neste domingo (9) o PED (Processo de Eleições Diretas) municipal, oportunidade considerada pelos membros da legenda como o momento de reafirmar a força do partido, “em um processo importante de renovação partidária e fortalecimento da militância”, conforme avalia o vereador Elias Ishy, único membro, reeleito, da legenda na Câmara de Dourados.

Da pauta do PED local consta a avaliação do cenário internacional e nacional, organização do partido, eleição da nova direção estadual e dos delegados ao encontro nacional. Em Dourados, o PED será realizado na Câmara de Vereadores, das 9h às 17 horas. Faz parte da abertura uma mesa de discussão onde será debatido o atual cenário político e os desafios do PT, concomitante ao processo de votação, de escolha da chapa de delegados estaduais, no candidato a presidente e na chapa municipal.

O assessor do gabinete de Ishy na Câmara, o geógrafo Natal Ortega, é o candidato de consenso para presidir o novo diretório municipal, com o desafio, segundo disse, de reaproximar o PT da sua base social e “fortalecer a luta contra os retrocessos políticos e a retirada de direitos do povo brasileiro”, atitudes que, segundo avalia, “estão sendo implantadas de forma autoritária, desrespeitando a vontade da maioria da população e do programa de governo vitorioso nas eleições de 2014”. Natal já presidiu o PT douradense durante a gestão do então prefeito Laerte Tetila.

Já o PED estadual vai acontecer entre os dias 5 a 7 de maio, e contará com a participação dos delegados eleitos neste domingo nos municípios. Já foram inscritas seis chapas estaduais e dois nomes tem se colocado publicamente a disposição de disputar a presidência: o do ex-deputado Antonio Carlos Biffi, o atual presidente regional, e Humberto Amaduci, ex-prefeito de Mundo Novo.

Em junho, o processo terá como tarefa debater a atual conjuntura, definir a política que vai orientar o partido visando as futuras eleições e eleger a nova direção nacional.

Comentário

A Prefeitura de Dourados realizou nesta quinta-feira (6), através do setor de fiscalização e pesquisa do Procon, a segunda pesquisa de preços dos produtos consumidos na semana santa, com destaque para os chocolates e peixes. Foram pesquisados 142 itens em 14 estabelecimentos.
De acordo com o levantamento final produzido pela equipe, com relação à pesquisa de chocolates efetuada no dia 23 de março passado, foi constatado que, ao comparar os preços desses produtos nas duas pesquisas, houve uma queda de 12,4 %.

Já os peixes apresentaram alta de 12,2% em relação à última pesquisa, realizada em abril de 2015 e os enlatados (complementos formado por itens constantes nas duas pesquisas) tiveram queda de 7,8%.

Nos preços dos chocolates, por exemplo, a pesquisa atual detectou que o produto com maior diferença entre o menor e o maior valor foi o Ovo Hot Wheels 170g, encontrado a R$ 29,90 e a R$ 49,99, uma diferença de 67,19% e a caixa de bombom Nestlé 300g apresentou diferença de 71,08% entre o menor e o maior preço.

De acordo com a pesquisa, 30 produtos (todos ovos de páscoa) apresentaram diferença superior a 30% entre o menor e o maior preço.

Em relação ao preço de peixes houve, nesta pesquisa, diferença de 117,45% (no Pintado inteiro) entre o estabelecimento com menor e maior preço. Já o peixe do tipo Bacalhau apresentou diferença de 103,91% e o filé de Merluza foi encontrado com menor preço de R$ 12,90 e maior preço de R$ 23,99, uma diferença de 85,97%.

Nos peixes, ainda, foram encontrados nove produtos com diferença maior de 50% de um estabelecimento para outro e nos enlatados, 14 produtos tiveram diferença maior que 50% entre o estabelecimento com menor para o de maior preço.

Comentário

Página 1187 de 1709
  • Vitoria

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis