Timber by EMSIEN-3 LTD
  • unigran topo 1
  • Dnews Whats
Redação Douranews

Redação Douranews

O vereador Olavo Sul (PEN), presidente da Comissão de Segurança Pública e Trânsito, que tem como vice-presidente o vereador Alberto Alves dos Santos e como membro o vereador Carlito Heleno de Paula, pediu vistas ao Projeto de Lei 001/17, de autoria do vereador Cirilo Ramão, durante a segunda sessão do ano na Câmara Municipal. O pedido de vistas é para que o projeto seja debatido com os órgãos de segurança pública de Dourados.

O projeto, que “Institui a Campanha Municipal de Prevenção de Acidentes de Moto no âmbito do Município de Dourados”, seria incluído no calendário municipal para realização na segunda semana do mês de março e na terceira semana do mês de setembro de cada ano. Os eixos temáticos da campanha seriam fiscalização, repressão, educação, prevenção, saúde e legislação.

Para o vereador Olavo Sul, o projeto tem uma grande importância, principalmente, por causa dos acidentes automobilísticos causarem mais mortes no município. “Parabenizo o vereador Cirilo Ramão, mas afirmo desde o começo que nós apenas aprovamos a Lei. Meu objetivo no pedido de vistas é colaborar e discutir com a segurança pública as melhores formas para executar esse projeto. A população precisa e deve ter conhecimento de todos os projetos que tramitam nesta Casa de Leis”, disse o vereador.

O debate contou com a presença do Capitão Teodoro Caramalac Neto, representando o 3º Batalhão de Polícia Militar, o vice-presidente do Sindicato da Guarda Municipal, Nelson Araújo de Figueiredo, o Guarda Municipal Porfírio Arguelho Riveiro Junior, a agente Mirian dos Santos Ricco e o gestor de Educação para o Trânsito, ambos da Agetran, os vereadores e o assessor jurídico Oscar Kruger.

Durante a reunião foi sugerido ao vereador Cirilo Ramão uma emenda para enriquecer o projeto por ele apresentado à Casa de Leis. “Como guarda municipal, eu quero que essa lei seja efetiva, porque é um projeto muito importante para a cidade, por isso busquei a opinião dos órgãos que estão ligados e que deverão contribuir na prevenção e fiscalização. Discutimos alguns pontos com o vereador e esperamos que ele leve as modificações ao Plenário”, afirmou o vereador Olavo Sul.

Comentário

O promotor de Justiça eleitoral Fabrício Scafen Mingati pediu, terça-feira (14) passada, a cassação do diploma do prefeito de Nova Andradina, Gilberto Garcia, do PR e do vice dele Newton Luiz de Oliveira (Nenão), do PMDB. A manifestação reclama de por abuso de poder, caracterizado pelo uso indevido dos meios de comunicação, conforme denúncia apresentada ao juiz da 5ª Zona Eleitoral de Nova Andradina José Henrique Kaster Franco.

De acordo com o jornal Novanotícias, Mingati defende, ainda, a inelegibilidade dos representados por 8 anos e cassação do diploma que confirmou a eleição de Gilberto Garcia e Nenão. Na denúncia, consta que o vice que também é diretor da rádio Excelsior FM, não teria cumprido o plano de mídia das inserções, favorecendo nos horários de maior audiência da emissora dele as propagandas do atual prefeito José Gilberto Garcia e do vice Nenão.

Em defesa, o prefeito e o vice negaram abuso de poder e afirmaram que a mídia as inserções em questão não afetaram o resultado das eleições. A ação de investigação judicial eleitoral foi protocolada pela coligação “Nova Andradina Acima de Tudo" no mês de setembro de 2016, durante a campanha eleitoral.

Outros dois políticos eleitos que também estão se defendendo para manter-se no cargo, é o vereador eleito em Nova Andradina, João da Dan, do PSDB e Sandro Félix, do PMDB, em Taquarussu. Segundo a apurou o Novanoticias, várias testemunhas já foram ouvidas no fórum de Nova Andradina para apurar eventuais irregularidades durante o processo eleitoral.

Comentário

O presidente da Fundtur (Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul), Nelson Cintra, esteve na manhã desta sexta-feira (17) na Prefeitura de Dourados. O objetivo foi o debate de parcerias em diversos eventos na cidade. Cintra e dirigentes da Fundação foram recebidos pelo vice-prefeito Marisvaldo Zeuli, e pelo secretário de Governo Raufi Marques.

Entre as parcerias debatidas na reunião estão o Festival Gastronômico, a Expoagro e ainda o projeto de revitalização da praça Antônio Alves Duarte. O vice-prefeito Marisvaldo Zeuli destacou que o encontro foi muito produtivo para estruturação dos eventos do município e que o incentivo ao turismo local é um dos objetivos da administração da prefeita Délia Razuk.

O presidente da Fundtur Nelson Cintra disse que a Fundação contribuirá também com a Festa do Peixe e falou sobre a sintonia de trabalho que tem obtido com a administração. “Nós estaremos apoiando esse grande evento com o máximo que pudermos. Só tenho a agradecer essa interação de trabalho que temos, a qual certamente gerará resultados para a população”, disse.

Estiveram presentes ainda na reunião, a secretária de Desenvolvimento Econômico Rose Ane Vieira, a turismóloga Rejane Delvalle Morinigo, o secretário de Infraestrutura Tahan Sales Mustafá, a procuradora Geral do Município Lourdes Peres Benaduce, a arquiteta Ana Rose Vieira, o diretor de Desenvolvimento da Fundtur Geancarlo Merigui e a coordenadora Dinair Rezende Marques.

Festa do Peixe

Sobre a Festa do Peixe já foram iniciados os preparativos. Nesta semana uma equipe da Prefeitura junto com o vereador Jânio Miguel, esteve vistoriando os parques Antenor Martins e Primo Fioravante Vicente, locais que recebem o evento, para identificar as necessidades de estrutura. A expectativa é de que 50 mil visitantes passem pelos parques durante a festa, que acontece de 12 a 16 de abril em Dourados.

Comentário

Um mês após o início dos trabalhos, a Semsur (Secretaria municipal de Serviços Urbanos) já realizou a limpeza de pelo menos 80% das vias públicas da cidade. Segundo o secretário Joaquim Soares, a ação deve se estender até o final do mês, porque em alguns locais o trabalho terá de ser refeito por causa das chuvas que caíram nos últimos dias.

No período de 30 dias, equipes da Semsur executaram a limpeza dos canteiros centrais, praças e parques. Muitos desses locais não recebiam serviços de limpeza há vários meses, causando transtornos e criando uma imagem negativa no centro da cidade. Uma frente também atuou na Avenida Guaicurus, onde resta ainda um trecho de aproximadamente 7 km que deve ser feito nesta semana.

Os serviços compreendem roçada em canteiros, corte de grama, poda de árvores, retirada de entulho, manutenção da iluminação pública, entre outros. “Nos parques fizemos o ‘grosso’, com a limpeza parcial da área e a desobstrução das valetas. Mas a revitalização será completa, tanto no Parque Antenor Martins quanto no Rego D’água”, diz Joaquim.

Escolas

Por determinação da prefeita Délia Razuk, escolas e centros infantis foram priorizados nesta ação. Segundo Joaquim, nestes estabelecimentos os serviços atingiram 94%. Os 6% restantes são as aldeias indígenas e distritos, que devem receber a ação nos próximos dias.

“As escolas e Ceims são para as crianças e professores a extensão de suas próprias casas e têm que ser ambientes de acolhimento, livres da sujeira, insetos e animais peçonhentos”, explica o secretário. Nessa ação, a Semsur conta com parcerias do Imam, da Secretaria de Educação e também do Centro de Controle de Zoonoses.

Roçadas

Dourados conta hoje com 36 mil terrenos particulares baldios. A maioria deles não tem recebido os devidos cuidados por parte dos proprietários, o que obriga a Prefeitura a executar a limpeza e cobrar pelo serviço.
“O Município não pretender fazer das roçadas um meio arrecadador. Mas se os proprietários não atendem à notificação, o poder público tem que tomar providência. É até uma questão de saúde pública, pois a limpeza dos imóveis ajuda no combate ao mosquito transmissor da dengue e chikungunya, demais insetos, animais peçonhentos e caramujos”, observa.

Lixões

O secretário de Serviços Urbanos anunciou que até o final deste mês a Prefeitura deve lançar uma campanha para acabar com os lixões clandestinos na periferia da cidade. De acordo com Joaquim Soares, existem pelo menos 20 pontos ilegais de descarte de lixo em Dourados. A situação mais crítica, segundo ele, é a Via Parque. “Falta consciência das pessoas. Por isso, vamos buscar parcerias das escolas, dos grupos de jovens, para que nos auxiliem neste trabalho de conscientização contra os lixões”, diz.

“Precisamos, e é nossa obrigação, dar uma resposta à sociedade. Por isso estamos atacando todos os pontos onde há mato, sujeira e lixo. A ordem da prefeita é mudar esta realidade e propiciar à população uma cidade limpa, organizada, para que se sintam confortáveis na ida ao trabalho, à escola ou mesmo para passeios”, conclui o secretário.

Comentário

Parceria firmada entre o IEL e a unidade da Unigran em Campo Grande possibilitará a realização de atendimentos nas dependências do estabelecimento de ensino superior. O objetivo é aproximar o Programa de Estágio dos estudantes por meio da divulgação de vagas de estágio e de emprego, cadastramento no site, encaminhamento para vagas disponíveis e orientações sobre estágio.

Para o superintendente do IEL, José Fernando Amaral, a parceria vai aproximar ainda mais as duas instituições, beneficiando diretamente os alunos da faculdade. “O convênio reforça um dos principais papeis desempenhados pelo IEL, que é a colocação de jovens no mercado de trabalho”, frisou.

Segundo a coordenadora da área de desenvolvimento de carreira do IEL, Rosângela Ramos, na atualidade, as empresas estão cada vez mais investindo na contratação de estagiários, com o intuito de ter um profissional em formação compondo a equipe. “As empresas contribuem para o desenvolvimento deste estudante, vislumbrando a posterior contratação de um excelente profissional.
É uma via de mão dupla, que beneficia tanto o estagiário quanto a empresa”, disse.

A diretora-administrativa da unidade da Unigran na Capital, Mariana Zauith, destaca que o estágio é uma excelente oportunidade para o acadêmico adquirir experiência e começar sua rede de contatos no mundo profissional. “A parceria com o IEL vai facilitar o estágio, com vistas a uma futura contratação”, reforçou.

Comentário

Corpo de Bombeiros localizou na manhã de ontem (19), no Rio Formoso, em Água Clara, o corpo do adolescente de 16 anos, Marciel Silva, que estava desaparecido há dois dias. O jovem foi visto pela última vez na tarde de sexta-feira, quando tomava banho com a família.

Conforme informações do Portal Água Clara, o jovem caiu em uma parte funda do rio quando se afogou e desapareceu. Ele estaria com outro rapaz e uma prima, que conseguiram se salvar.

Afogamento

Na terça-feira, 12, Oládio de Deus e Claudevino Braga de Aquino foram encontrados mortos, por equipe do Corpo de Bombeiros, depois de desaparecerem no domingo, 12, no Rio Formoso, em Água Clara.

Irmãos pescavam nos fundos da Fazenda Xororó, quando Oládio caiu no rio. O corpo foi localizado a 1,2 mil metros do local em que estavam.

Claudevino, por sua vez, ao tentar resgatar o irmão foi levado por 200 metros.

Comentário

O indígena Geovani e Carmen Davi, de 19 anos, morador em um assentamento de indígena desaldeados localizado às margens da BR163, no distrito de Bocaja, em Douradina, morreu atropelado na altura do Km 304 entre Rio Brilhante e Douradina por volta das 21h40 deste sábado (18), como informa o jornal Riobrilhanteemtemporeal.

De acordo com as primeiras informações Giovani seguia de bicicleta quando tentou atravessar a rodovia e foi atropelado por um veículo Gol de cor prata com placas de Goiás. Segundo o condutor do Gol, um homem de 28 anos, ele seguia no sentido Dourados a Rio Brilhante em companhia de dois amigos quando o ciclista teria repentinamente entrado na frente do veículo e não foi possível evitar o choque.

Após o impacto, segundo apurou a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o corpo da vítima foi carregado por cerca de 500 metros no capô do veículo até o motorista conseguir parar no acostamento. Metade do corpo ficou para dentro do carro, o que provocou um suto e deixou manchas de sangue nas roupas do passageiro do Gol do banco que viajava no banco do carona, na frente. Do carro ninguém focou ferido.

Uma equipe de resgate da concessionária CCR MS Vias esteve no local mas o indígena já estava morto. O motorista do Gol informou que ele e os amigos estavam indo para Rio Brilhante e que não conseguiu parar o carro logo após a batida, pois, segundo ele, logo atrás vinham outros veículos. Familiares de Giovani que estiveram no local afirmaram que ele retornava de um fazenda na região onde trabalhava.

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.904 da Mega-Sena, cujo sorteio foi realizado na noite deste sábado (18) em Lagoa da Prata/MG.

Veja as dezenas sorteadas: 12 - 15 - 18 - 21 - 51 - 56.

A quina teve 82 apostas ganhadoras, e cada uma vai levar R$ 20.742,50. Outras 4.003 apostas acertaram a quadra e vão receber R$ 607.

O prêmio estimado para o concurso 1.905, a ser realizado na terça-feira (21), é de R$ 22 milhões, segundo a Caixa Econômica Federal.

Comentário

Farmácias e drogarias de Mato Grosso do Sul poderão disponibilizar a aplicação de vacinas, entre outros procedimentos de saúde, caso o projeto de lei apresentado pelo deputado Professor Rinaldo (PSDB) seja aprovado. Segundo ele, a intenção é normatizar os serviços farmacêuticos para ampliar o acesso às vacinas. Embora sem essa lei, atualmente grande parte das farmácias do Estado já aplicam vacinas.

“Com o aumento da procura por vacinas durante períodos de surtos de febre amarela e H1N1, ocorre o esgotamento do estoque nas redes públicas e clínicas particulares, o que alastra preocupação, insegurança e até mesmo a falta de proteção à população. Portanto o projeto permite a disponibilização nas redes credenciadas”, justificou o deputado na proposta.

De acordo com o projeto, os estabelecimentos deverão disponibilizar uma sala de atendimento individual, com tamanho mínimo de três metros quadrados, para a realização dos serviços agora ofertados e deverão, entre outras obrigações, informar à Secretaria Municipal ou Estadual de Saúde quais doses de vacinas são mensalmente aplicadas.

Comentário

O Ministério da Educação anunciou aumento de 7% do repasse dos recursos do salário-educação para municípios, estados e Distrito Federal em relação a 2016. No ano passado, o repasse foi R$ 11,71 bilhões e deve chegar a R$ 12,53 bilhões este ano, segundo informações do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação).

O salário-educação é uma contribuição social recolhida de todas as empresas e entidades vinculadas ao Regime Geral da Previdência Social. Após a arrecadação, feita pela Receita Federal, cabe ao FNDE repartir os recursos. Do valor arrecadado, 90% vai para a cota estadual/municipal (2/3) e para a cota federal (1/3), e 10% devem serem utilizados pela autarquia em programas e ações voltados à educação básica.

“O salário-educação é uma das principais fontes de recursos para a manutenção e desenvolvimento do ensino no país, ao lado do Fundeb (o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação)”, disse o presidente do FNDE, Silvio Pinheiro.

A distribuição dos recursos é feita com base no número de matrículas no ensino básico. A cota correspondente aos estados e municípios é depositada mensalmente nas contas das secretarias de educação. A cota federal é administrada pelo FNDE para reforçar o financiamento da educação básica. O objetivo é reduzir os desníveis socioeducacionais entre municípios e estados.

Comentário

Página 1179 de 1655
  • ms corona

O Tempo Agora

  • mascaras
  • unigran novo

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus