Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O empresário Racib Panage Harb protocolou, no começo da tarde desta quinta-feira (6), documento em que pede a impugnação da chapa “Legislativo Forte”, encabeçada pelo vereador Pedro Pepa (DEM), inscritas para disputar as eleições para conduzir a Câmara de Dourados pelos próximos dois anos.

A eleição está prevista para acontecer a partir das 14 horas desta sexta-feira (7), mas o vereador Pepa foi preso no começo da tarde de quarta-feira (5), juntamente com os colegas Idenor Machado (PSDB) e Cirilo Ramão (MDB), este último também inscrito na chapa para ser o primeiro secretário, e responsável por ordenar despesas do Legislativo, na futura Mesa diretora.

Racib defende a tese de que os três presos devem ser afastados das funções legislativas e que os demais vereadores não sejam ‘cumplices’ dessa situação. Ele também convocou a sociedade a comparecer na Câmara, na tarde desta sexta, para acompanhar os desdobramentos do processo de eleição.

Outra chapa

A outra chapa inscrita é encabeçada também por um vereador do DEM, o advogado Alan Guedes, e, em caso de aceitação do pedido de Racib, 16 vereadores estarão aptos ao voto já que, conforme entendimento da área jurídica, não há tempo hábil para que os suplentes sejam convocados a participar dessa decisão. 

Comentário

Duas jovens de 24 e 18 anos, moradoras em Ponta Porã foram novamente presas transportando anabolizantes e esteróides pela Guarda Municipal de Dourados. Elas já haviam sido presas há oito dias com uma carga de 600 medicamentos.

Desta vez, conforme flagrante lavrado na madrugada desta madrugada (6) no Terminal Rodoviário, guardas municipais faziam rondas preventivas quando identificaram as mesmas duas jovens em atitudes suspeitas.

Uma das autoras ainda tentou fugir em um taxi abandonando a mala, porém, ambas foram presas. Dentro da bagagem foram encontrados novamente vários anabolizantes e esteroides medicamentos de uso proibido e controlados sem qualquer autorização legal da Anvisa (Agência Nacional de Saúde) para dar entrada no Brasil.

Foram localizados aproximadamente 300 frascos de anabolizantes, esteroides e hormônios para crescimento trazidos do Paraguai sem autorização legal. Elas relataram que após terem sido presas anteriormente foram obrigadas a fazer nova viagem com os anabolizantes. Que pegaram os remédios em uma transportadora do Paraguai para entregar no Terminal Rodoviário de Dourados, a um desconhecido, mediante o recebimento de R$ 2.000.

Comentário

O futuro ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, anunciou nesta quinta-feira (6) que a advogada e pastora evangélica Damares Alves – assessora do senador Magno Malta (PR-ES) desde 2015 – será a ministra de Mulher, Família e Direitos Humanos no governo Jair Bolsonaro.

Ainda de acordo com Onyx, a pasta que será comandada pela assessora parlamentar do Senado ficará responsável também pela gestão da Funai (Fundação Nacional do Índio), entidade que dá assistência aos povos indígenas. A Funai vai deixar o guarda-chuva do Ministério da Justiça a partir do ano que vem.

Com a indicação de Damares para a Esplanada dos Ministérios, Bolsonaro já definiu 21 dos 22 ministérios de seu governo. Falta apenas definir e anunciar o titular do Ministério do Meio Ambiente, segundo publica o portal G1.

O anúncio de Damares para o comando do novo Ministério dos Direitos Humanos ocorreu durante uma entrevista coletiva concedida na sede do governo de transição, em Brasília. A futura ministra estava ao lado de Onyx e chegou a conversar com a imprensa.

Alvo de três processos relacionados à Lei Maria da Penha, o deputado federal eleito Juliam Lemos (PSL-PB), que integra a equipe de transição, também acompanhou a indicação oficial da futura ministra das Mulheres. Dois dos três processos que ele responde foram arquivados a pedido da ex-mulher dele. Lemos nega as acusações, de acordo com a reportagem.

Comentário

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) anunciou nesta quinta-feira (6), em Brasília, o início da Operação Integrada Rodovida 2018/2019. Pelo oitavo ano consecutivo, forças federais, estaduais e municipais vão atuar em conjunto a fim de tentar evitar acidentes de trânsito. Na prática, o policiamento nas estradas federais começa no dia 14, informa a Agência Brasil de notícias.

“Todos que viajarem por rodovias federais vão observar aumento no policiamento rodoviário”, disse o diretor-geral da PRF, Renato Dias, em Coletiva de imprensa. Além do habitual reforço do efetivo federal durante o período de férias, policiais rodoviários federais de folga que se voluntariem a trabalhar podem ser escalados conforme a necessidade.

O planejamento vai priorizar o reforço da fiscalização nos pontos críticos das rodovias. A operação será dividida em dois períodos, abrangendo as festas de Natal e Ano Novo, férias escolares e Carnaval - feriados marcados pelo aumento no fluxo de veículos e de passageiros. O primeiro período irá de 14 de dezembro a 31 de janeiro. Já a segunda etapa ocorrerá entre 22 de fevereiro até 9 de março de 2019, informa a PRF.

Ao longo do período, a PRF e os demais órgãos públicos vão intensificar a fiscalização para coibir, principalmente, ultrapassagens irregulares; excesso de velocidade; consumo de álcool; atropelamentos de pedestres e o trânsito irregular de motocicletas. Simultaneamente, os ministérios da Justiça, das Cidades, dos Transportes e da Saúde promoverão companhas publicitárias de conscientização em todo o Brasil.

De acordo com Dias, além de garantir segurança e conforto aos usuários das rodovias federais, a iniciativa visa a cumprir o compromisso que o Estado brasileiro assumiu com a ONU (Organização das Nações Unidas), se comprometendo a reduzir em 50% o número de mortos e feridos em acidentes de trânsito.

“O Brasil é signatário da Década Mundial de Segurança Viária 2011/2020 e tem que fazer um esforço operacional para reduzir e cumprir a meta de reduzir em 50% a letalidade. Somente nas rodovias federais, desde 2011, já conseguimos reduzir em 30% o número de mortos e em 32% a quantidade de acidentes graves”, afirmou Dias.

Segundo o Ministério da Saúde, o percentual de redução dos acidentes, quando considerada a malha viária nacional, é de apenas 12,8%. A diretora do Departamento de Doenças e Agravos Não Transmissível e Promoção da Saúde, do Ministério da Saúde, Fátima Marinho, informou que cerca de 35 mil pessoas morreram ou ficaram gravemente debilitados em função de acidentes de trânsito registrados em 2014.

“Isso impacta as famílias, a sociedade e os investimentos públicos. Ao reduzir o número de acidentes graves e a mortalidade, estamos conseguindo não só salvar vidas e evitar que muita gente fique com uma deficiência para o resto da vida, mas também economizando milhões que podem ser investidos em outras áreas prioritárias”, diz.

Segundo Fátima, o SUS (Sistema Único de Saúde) gasta cerca de R$ 500 milhões ao ano só com a hospitalização de pessoas acidentadas no trânsito. “Economizando com os tratamentos, podemos investir mais em prevenção e no tratamento de doenças para as quais o orçamento também é limitado”, observa.

A PRF calcula que os cofres públicos economizaram bilhões com a redução no número de acidentes sem vítimas. Enquanto em 2012 os sinistros acarretaram um custo total de R$ 12,9 bi para os cofres públicos (mesma quantia gasta em 2013), em 2017, foram gastos R$ 8,9 bilhões.

Comentário

Após meses de negociação, Mato Grosso do Sul ganha novos voos regulares e extras, além de maior frequência de conexão para os principais destinos do País. Bonito, Campo Grande e Corumbá terão conectividade com cidades como Foz do Iguaçu, Belo Horizonte e Porto Alegre. A capital sul-mato-grossense também ganha mais horários de voos para São Paulo e Rio de Janeiro. Esta ação faz parte do programa de Captação de Voos instituído pela Fundtur-MS, a Fundação de Turismo de MS e prevê um trabalho constante para ampliar o acesso aos principais destinos do Estado.

O governador Reinaldo Azambuja explica que o aumento de voos é resultado de negociação com as empresas e da política de incentivo fiscal estadual, que reduziu a alíquota do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do querosene como contrapartida para as companhias áreas aumentarem o número de operações no Estado. “Com essa redução de ICMS, ninguém é mais competitivo que a gente. Mato Grosso do Sul tem o menor índice do Brasil”, garante.

Ele ainda destaca que as ações do Governo têm o objetivo de alavancar o setor econômico. “Não estamos olhando para arrecadação. Eu prefiro muito mais ter um voo que vai aumentar o turismo e vai acabar movimentando a economia como um todo do que contar com uma certa quantia de ICMS”, justifica.

Para o diretor-presidente da Fundtur, Bruno Wendling, a captação de novos voos é uma das principais estratégias para o fomento do turismo. “O acesso a um destino, tanto aéreo quanto terrestre, é um dos pontos primordiais para o desenvolvimento do turismo. Por esse motivo, essa articulação para a captação e o aumento da frequência dos voos que já existiam começou fortemente no início do ano de 2018. O Governo do Estado, por meio da Fundtur e parceiros, esteve com duas das principais companhias aéreas brasileiras e algumas internacionais para negociar essa conquista”, ressalta Wendling.

Novos voos

Um dos destaques dos novos voos é Campo Grande – Foz do Iguaçu, que deixa mais perto dois dos maiores destinos de ecoturismo do mundo a partir de 20 de dezembro deste ano. Segundo o diretor-presidente, ligar Bonito a Foz era uma reivindicação antiga dos empresários do setor no Estado.

Destaque também para os voos diretos Campo Grande – Belo Horizonte, que entram em operação em 4 de fevereiro de 2019, Campo Grande – Porto Alegre, em operação a partir de 22 deste mês e Campo Grande – Rio de Janeiro a partir do dia 21 de dezembro, este último através do Aeroporto Internacional do Galeão, que é um dos principais portões de entrada internacional do Brasil.

Comentário

O Ministério da Saúde selecionou o Hospital da Vida de Dourados para participar do Projeto “Qualiti Hospitalar”, dentro do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (Sistema Único de Saúde). A unidade está entre 12 selecionadas em todo o país para a proposta, que tem duração de três anos.

Qualiti Hospitalar é um programa que visa à qualificação da atenção e gestão hospitalar, com foco nas ferramentas de segurança do paciente/gestão da clínica. Todos os hospitais selecionados terão acompanhamento, apoio e consultoria prestados pelo HCor (Associação Beneficente Síria), de São Paulo.

O Ministério da Saúde destaca o objetivo de apoio aos gestores para que promovam mudanças nos serviços por meio da organização dos processos assistenciais e administrativos e aborda a proposta de “universalizar o Sistema Único de Saúde” dentro de uma visão de que todos os pacientes contem com um atendimento seguro.

A enfermeira Quézia Peres Woeth, da coordenação do projeto no Hospital da Vida, destacou a proposta com apoio a adoção de boas práticas assistenciais com planos de melhorias contínuas.

“É um direcionamento do Programa Nacional de Segurança do Paciente e política nacional de atenção hospitalar, para que possamos transmitir o melhor serviço ao paciente com as ferramentas que dispomos”, disse.

Ela destacou ainda que se trata de uma seleção criteriosa em nível nacional e que será um grande diferencial para os serviços prestados em Dourados. Até o ano de 2020, os profissionais participantes contarão com assessoria de equipe do HCor “in loco” a cada 40 dias.

A próxima etapa do projeto acontece nos dias 13 e 14 de dezembro, em Campo Grande. Grupo de participantes coordenadores de áreas do Hospital da Vida participará de oficinas do “Qualiti Hospitalar” para desenvolver o projeto em Dourados.

Comentário

O setor de fiscalização/pesquisas do Procon realizou nesta quinta-feira (6) a primeira pesquisa de produtos de ceia de natal para 2018. O levantamento envolveu 10 estabelecimentos comerciais da cidade e foram pesquisados preços de panetones, carnes (aves, suína, bovina e peixe), frutas, enlatados e bebidas, num total de 53 itens.

De acordo com o órgão, foram encontrados 18 produtos com diferença superior a 100% do estabelecimento com menor preço para o de maior preço.

Ainda conforme o Procon, o novo levantamento indica queda de 2,8% no preço médio dos produtos encontrados em todos os estabelecimentos em relação à pesquisa publicada no dia 18 de dezembro do ano passado, ou seja, quase um ano depois, é vantajoso pesquisar antes de concluir as compras do período.

Confira a variação de preços

Nos estabelecimentos onde foram encontrados todos os produtos da pesquisa, a diferença verificada entre o menor preço o maior preço foi de 44,3%, destacando-se, por exemplo, a paleta suína encontrada, no menor preço, a R$ 5,99 e maior, R$ 28,90, uma diferença de 382,47%.

Segundo os fiscais do Procon, panetone chocotone com 500 gramas foram encontrados a R$ 5,99 e a R$ 25,50 (diferença de 325,71%); frutas cristalizadas, o quilo, variando de R$ 9,50 a R$ 35,96 (diferença de 278,53%); damasco seco, de R$ 17,90 a R$ 54,16 o quilo (diferença de 202,57%); e a sidra tradicional de maçã com 660ml, de R$ 3,89 até a R$ 12,90, configurando uma diferença de 231,62%.

Cuidados

O Procon volta a alertar para a necessidade de o consumidor efetuar uma cuidadosa pesquisa de preço, avaliando sempre a relação preço x qualidade, ficar atento às informações contidas nos rótulos, como peso, data de fabricação, prazo de validade e condições de conservação, considerando o custo benefício do deslocamento no caso de estabelecimentos que estão apresentando produtos mais baratos que os da sua região, e mais: sempre exigir a nota fiscal no ato da compra. O telefone do Procon em Dourados é 151 ou 3411-7754.

Comentário

A prefeita Délia Razuk recebeu na manhã desta quinta-feira, a visita da superintendente regional do Trabalho, Viviane Lacerda Lopes Nogueira. A visita de cortesia, de acordo com a superintendente, foi para reafirmar a disposição do órgão em dar sequência à parceria que mantém com a Prefeitura de Dourados.

Atualmente, a Prefeitura cede dois servidores do seu quadro de efetivos para a agência do Ministério do Trabalho em Dourados. Os servidores atuam exclusivamente na emissão da Carteira de Trabalho e Previdência Social.

Presente na reunião, a secretária de Desenvolvimento Rose Ane Vieira disse que as parcerias formalizadas pela administração municipal têm sido bastante produtivas para Dourados. Ela também falou que a partir de março, outros serviços passarão a ser oferecidos por meio desta parceria, contemplando significativa parcela da população.

Também participaram do encontro com a superintendente do Trabalho, o secretário de Educação Upiran Gonçalves, o procurador-geral do Município Sergio Henrique Martins Araújo e o assessor especial do Gabinete Alexandre Mantovani.

Comentário

O secretário de Educação do Município, Upiran Jorge Gonçalves, enalteceu, durante solenidade de inauguração do Ceim Argemira Rodrigues Barbosa, no residencial Ildefonso Pedroso, na manhã desta quinta-feira (6) em Dourados, toda a dedicação dos servidores da Secretaria e conclamou a todos para que tenham, a cada dia, ainda mais desta atitude. Upiran representou a prefeita Délia Razuk no ato solene e também fez menção à atuação da chefe do executivo em garantir tranquilidade para o trabalho da Semed.

“Ninguém nos obrigou a assumirmos nossos postos de trabalho. Ninguém colocou uma faca em nossa garganta para que aceitássemos nossas funções. Portanto, assim como todos já têm se mostrado disciplinados e dedicados, gostaria que focássemos nisto e continuássemos neste caminho. A prefeita tem se mostrado muito solícita e nos dado condições”, discursou.

O secretário destacou que, no ato da inauguração, evidencia-se mais um passo nesta caminhada da proposta de consolidação do ensino de qualidade para Dourados. “Estamos empenhados e primando pela qualidade do ensino. Hoje é um dia de realização. Ainda que erremos em algum momento, estamos trabalhando, e eu costumo lembrar que quem erra, é porque tenta acertar. Quem não erra, está inerte”, disse. Este é o quinto Ceim inaugurado e estruturado para funcionar efetivamente na atual administração.

Repassada pela Caixa Econômica Federal à Prefeitura, a unidade faz parte do projeto de implantação do residencial e disponibilizará dois turnos de atendimento em 2019, com ampla estrutura, enquadrado na Tipologia A do programa Pró-Infância do Ministério da Educação e nas normas da BNCC (a Base Nacional Comum Curricular). Toda a estrutura, que disponibilizará 216 vagas, foi visitada pelas autoridades que foram à solenidade.

Logo após o descerramento da placa de inauguração, foi plantada em uma área próxima ao parquinho, uma muda de ipê amarelo, no contexto do projeto “Plantando sonhos, mudando realidades”, da Semed em parceria com o Imam (Instituto municipal do Meio Ambiente).

Homenagem

O nome do Ceim homenageia a professora Argemira Rodrigues Barbosa, conhecida como Dona Mira, que trabalhou desde a década de 70 até o ano 2000 na educação municipal. A filha dela, Sandra Alves Damasceno Monteiro, falou sobre a homenagem e ficou bastante emocionada. “Gostaria de agradecer imensamente esta homenagem à minha mãe. Ela foi verdadeiramente uma desbravadora nesta cidade”, disse.

A coordenadora do Ceim, Edna Tardiani de Oliveira Flores, agradeceu à família da homenageada e prometeu: “faremos o que estiver ao nosso alcance para elevar o nome dela ao maior plano possível e isso será possível porque temos uma equipe empenhada”.

Comentário

Prefeitura intensifica fiscalização quanto
a padrão de calçadas e limpeza de terrenos

A Semsur (Secretaria municipal de Serviços Urbanos) promete intensificar, neste mês, a fiscalização em relação ao padrão de calçadas em áreas comerciais e a limpeza em terrenos na área central e nos bairros. A ação objetiva manter os pontos padronizados quanto ao calçamento de forma a garantir a circulação de pedestres e de portadores de deficiência. No caso dos terrenos baldios, a ação busca prevenir doenças, já que terrenos sujos são atrativos para proliferação de insetos e de animais peçonhentos.

De acordo com o secretário Joaquim Soares, nos pontos de comércio na área central serão cobradas providências necessárias para o calçamento com piso tátil no passeio público e, também, o acesso aos portadores de deficiência. Caso não ocorra regularização, o infrator estará sujeito às sanções legais.

Joaquim diz que a Lei 205/2012 impõe que as calçadas destinadas ao passeio público devem estar devidamente pavimentadas com material antiderrapante para a circulação de pedestres e cadeirantes, que a largura mínima do passeio público em todas as áreas urbanas é de 2,50 metros, sendo que nas Zonas Especiais de Interesse Social, o passeio público poderá ter dimensão mínima de 1,50 metro.

O texto diz ainda que “em todas as vias urbanas o passeio público deve ser construído a partir da guia do meio-fio, com adequação do piso tátil”.

Quanto às roçadas e limpeza nos terrenos, o secretário ressalta que são obrigações do proprietário, sendo que é previsto em lei que quando estes não tratem das manutenções, a Prefeitura encaminhe esses serviços para os locais, com custos. A cobrança é lançada no carnê do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

“O edital de notificação prevê que os proprietários devem providenciar a roçada e limpeza de seus terrenos e estão sob pena, se não fizerem, de multas, de acordo com o Código de Posturas do Município, em seus artigos 170 e 174”, disse Joaquim.

O secretário observa que quando a roçada for executada pela Prefeitura haverá posterior cobrança pelos serviços, acrescido de 10% do valor a título de administração. A multa hoje é de R$ 1.972,30. Em caso de reincidência, a multa tem valor dobrado, conforme divulga a assessoria de comunicação do Município.

Comentário

Página 8 de 1148

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus