Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O secretário municipal de Saúde, Vagner da Silva Costa, havia protocolado junto à Funsaud (Fundação municipal dos Serviços de Saúde) de Dourados, na segunda-feira (11), documento solicitando a realização de completa auditoria contábil e financeira para conferir a aplicação dos recursos repassados mensalmente pela pasta para que a Fundação possa custear os serviços de manutenção no Hospital da Vida e da UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

Esse encaminhamento ocorre às vésperas de operação policial que foi deflagrada nesta terça (12), pela manhã, quando a Polícia Federal designou apuração para conferir como são aplicados os repasses feitos com dinheiro da Saúde para que a Fundação garanta o custeio do funcionamento dessas unidades.

Vagner é secretário de Saúde da Prefeitura em definitivo desde o dia 22 de janeiro, depois de ter respondido interinamente pela função após a exoneração do titular, Renato Vidigal. A secretária-adjunta é a enfermeira e assistente social Berenice de Oliveira Machado Souza; ambos, servidores de carreira do Município.

“Desde que assumi, estamos realizando os levantamentos em todos os setores da Secretaria e na Fundação de Saúde não poderia ser diferente. Por isso, já havia protocolado documento pedindo uma apuração de como a Funsaud está utilizando os repasses que fazemos todos os meses”.

Ainda na segunda-feira desta semana, o presidente da Funsaud, Daniel Rosa, relatou que o órgão vinha acumulando um déficit de R$ 1,5 milhão mensais, do repasse de R$ 4 milhões que é feito pela Secretaria para custear a Saúde no Município.

Transparência

A CI (Comunicação Interna) 022/2019, assinada pelo secretário Vagner Costa e encaminhada ao Setor de Auditoria da Secretaria, leva em conta a situação demonstrada pelos dirigentes da Fundação e solicita a realização de auditoria contábil e financeira do período compreendido entre janeiro de 2017 a dezembro de 2018 nos contratos firmados com a Funsaud.

A medida “busca maior transparência na utilização dos recursos públicos”, justifica o secretário, acrescentando ainda que, se necessário, o setor encarregado poderá solicitar apoio da Auditoria do Estado, “desde que as ações sejam realizadas em conjunto”, conforme consta da CI.

Comentário

A operação ‘Purificação’, que é realizada na manhã desta terça-feira (12) por um grupo de 32 homens da PF (Polícia Federal) em Dourados, prendeu um fornecedor de marmitas que atendia servidores municipais e pacientes atendidos pela Funsaud (a Fundação de Saúde do Município), revelou no final da manhã, em entrevista de imprensa, o delegado Dênis Collares, que coordenou a operação.

Policiais federais desencadearam a operação a partir de denúncias de que empresa, sem sede e nem funcionários, teria sido beneficiada com um contrato superior a R$ 1,8 milhão para o fornecimento de marmitas a funcionários e pacientes do Hospital da Vida e da UPA, instituições administradas pela Fundação de Saúde de Dourados.

De acordo ainda com a Polícia Federal, a operação ainda está em fase inicial e, dependendo dos desdobramentos das investigações, poderão ocorrer novas prisões. O delegado Collares observou também, durante encontro com a imprensa, que “o escoamento do dinheiro público deixa de atender outras áreas mais importantes”.

Comentário

Uma caminhonete em chamas, da marca Ford, modelo Ranger, de cor branca, placas OZJ 9999, da cidade de Santo Antonio de Jesus, encontrada na manhã desta terça-feira (12) pela Polícia, pode ter ligações diretas com o tríplice homicídio ocorrido sábado (9) na localidade de Sanja Pytã, no interior do Paraguai.
.
O carro queimado foi encontrado na região de San Francisco que fica uns 300 metros da Ruta V, na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, fronteira com a brasileira Ponta Porã, em Mato Grosso do Sul, e apresenta as mesmas características do veículo utilizado no crime de sábado passado.

Durante atentato a tiros, morreram Julio Cesar Ortiz Ferreira, diretor da rádio Tupi FM; Alessandro Nunes de Moura e um primo dele, o adolescente Gabriel Zaracho Moura. A polícia acredita que a caminhoneta foi levada até o local e queimada. As investigações continuam para se apurar ligações desse caso com as ramificações de grupos que comandam o crime organizado na fronteira.

Comentário

A Universidade Federal da Grande Dourados publicou o edital de abertura de inscrições para seleção de filmes de curta–metragem da 7ª MAD (a Mostra Audiovisual de Dourados). As inscrições estão abertas até o dia 25 de março e o formulário pode ser baixado AQUI.

A seleção contemplará até 15 filmes curta-metragem de Mato Grosso do Sul nas categorias: Ficção, Documentário, Trash, Experimental/Arte e Videoclipe. Para concorrer a uma das categorias, os interessados deverão encaminhar a proposta no endereço eletrônico Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

A MAD premiará do primeiro ao terceiro colocado dentro de cada categoria os filmes de Mato Grosso do Sul, No Prêmio Curta do Mato, com valores entre R$ 400 e R$ 1.200. Também será premiado um filme curta-metragem, inscrito de qualquer parte do país, dentro do Grande Prêmio MAD, com o valor de R$ 3.500,00.

Ainda receberão troféus os vencedores de melhor direção, melhor roteiro, melhor fotografia cinematográfica, melhor montagem e melhor atuação. O filme com maior porcentagem de voto popular também receberá troféu.

Além da exibição da MAD, os filmes inscritos e selecionados serão exibidos no Cineclube da UFGD, no decorrer da programação anual.

A 7ª Mostra Audiovisual de Dourados ocorrerá de 22 a 26 de maio e é uma realização da Coordenadoria de Cultura da UFGD, vinculada à Proex (Pró-Reitoria de Extensão e Cultura) com o objetivo de proporcionar um encontro de exibição, debate e discussão da produção do audiovisual regional e nacional.

ACESSE AQUI O EDITAL COMPLETO

Comentário

A operação de combate à corrupção em licitações na área de saúde, em Dourados, que a PF (Polícia Federal) cumpre desde às primeiras da manhã, visa oito mandados de busca e apreensão e um de prisão temporária. A Prefeitura ainda não se manifestou.

De acordo com a PF, o grupo envolvido teria se associado para possível direcionamento na licitação e execução de contrato de fornecimento de alimentação para pacientes e funcionários de hospitais públicos do município, o que teria causado prejuízo de milhões de reais.

Um dos locais alvos é a Secretaria municipal de Saúde, que funciona próximo do prédio principal da Prefeitura, na rua Coronel Ponciano, mas os policiais também realizaram buscas no prédio da Funsaud (Fundação de Saúde), na área central da cidade.

Os crimes investigados, segundo a Polícia, são: estelionato qualificado, uso de documento falso, associação criminosa e fraude à licitação. A operação leva o nome de Purificação, e refere-se a ‘depurar, expurgar, sanear’, os processos licitatórios na administração pública de Dourados.

Comentário

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (12), em Dourados, a Operação Purificação com o cumprimento de nove mandados de busca, apreensão e de prisão de envolvidos em denúncias de fraudes em licitações por meio de direcionamento e da execução de contratos com a administração pública.

Um dos alvos da operação nesta terça é a Secretaria Municipal de Saúde de Dourados. De acordo com as primeiras informações, são cumpridos nove mandados, oito de busca e apreensão e um de prisão temporária. 32 policiais participam da operação.

O nome da operação refere-se a depurar, expurgar, sanear, os processos licitatórios no âmbito da Administração Pública com verba federal. A Polícia deve se pronunciar, em nota oficial, nas próximas horas

Comentário

A Câmara de Dourados recebeu, na manhã desta segunda-feira (11), o presidente da Funsaud (Fundação de Serviços de Saúde de Dourados), Daniel Rosa, que apresentou um diagnóstico das condições financeiras do órgão. O presidente ainda apontou que a superlotação é um problema, devido à grande demanda de pacientes de outros municípios.

De acordo com o presidente da Funsaud, o órgão tem recebido dívidas de gestões anteriores, e vem acumulando um déficit de R$ 1,5 milhão mensais, sendo que é repassado mensalmente R$ 4 milhões para custear a Saúde no Município. “O problema da Fundação não é de hoje. Estamos nos desdobrando para colocar a conta em ordem”, comentou Daniel.

Ele ainda explicou que a UTI do Hospital da Vida, por exemplo, possui 60% dos pacientes de outros municípios. O mesmo ocorre com a Ala Vermelha do hospital onde, dos 20 leitos, 13 são ocupados por pessoas de cidades vizinhas. “Além de Dourados, atendemos mais 32 municípios, o que soma quase um milhão de habitantes. Com isso, estamos tomando as tratativas para regular essa situação”, comentou o dirigente.

O presidente da Câmara de Dourados, vereador Alan Guedes (DEM), observou, durante a reunião da pré-pauta com os vereadores da Casa e o presidente da Fundação é que “a receita não fecha”, fazendo com que o órgão acumule dívidas. O vereador ressaltou que o município tem arcado com a responsabilidade de todos os municípios da macrorregião de Dourados.

“Nós chegamos a um consenso de sugerir a realização de um seminário, para buscar soluções para o problema, ou, caso não ocorra, de liderar um movimento, junto à Secretária municipal de Saúde e outros órgãos competentes, para mudar esta situação”, comentou Alan.

Comentário

Conforme o Douranews antecipou na semana passada, a Comissão de Consulta Prévia publicou a relação das três chapas que apresentaram candidatos para disputar a Consulta Prévia de reitor e vice-reitor da UFGD para o quadriênio 2019-2023.

Estão inscritos, respectivamente, para reitor e vice-reitor, os candidatos Etienne Biasotto e Claudia Lima (Unidade UFGD); a professora Liane Calarge e o professor Caio (UFGD mais) e, por último, a chapa UFGD em ação com os professores Joelson e Nelson. As inscrições, entretanto, só serão homologadas na sexta-feira (15), quando vence o prazo de recursos.

De acordo com o Regimento da Consulta Prévia, são elegíveis os docentes da carreira de Magistério Superior da UFGD, em efetivo exercício, posicionados na classe de Professor Titular ou Associado nível IV, ou que possuam título de Doutor (conforme os dispositivos da Lei 9.192, de 20 de dezembro de 1995), neste caso, independente do nível ou da classe ocupada.

A campanha para escolher o próximo reitor, ainda dependendo da homologação das chapas, a partir dos resultados apresentados ao MEC, está liberada no âmbito das instalações da UFGD a parir deste sábado (16) até o dia 10 de março. As eleições acontecem no dia 19 do mês que vem.

Ainda de acordo com o cronograma, os eleitores vão participarão da Consulta Prévia em 12 de março e o resultado será entregue para o Colégio Eleitoral no dia 15 de março. Por sua vez, o Colégio Eleitoral se reunirá no máximo em até três dias úteis para apreciação e homologação dos resultados, bem como, a elaboração da lista tríplice, para o encaminhamento devido ao Ministério da Educação para nomeação.

Comentário

“Vocês acabam de escrever seus nomes na história da instituição”. Foi com essa saudação que o reitor do IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul), Luiz Simão Staszczak, abriu a primeira diplomação de técnicos da história do Campus Dourados, em cerimônia realizada quinta-feira (7) no município, e presidida por ele. Foram diplomados 28 concluintes do curso técnico integrado em Informática para Internet.

“Aqui em Dourados, temos histórias de jovens que não acreditavam que poderiam ser programadores mesmo antes de ingressarem em um curso superior, e hoje têm projetos aceitos por diversas empresas, demonstrando como o conhecimento obtido no IFMS, aliado às suas potencialidades, os tornaram aptos para o mundo do trabalho”, afirmou o reitor.

Nos cursos técnicos integrados ao ensino médio, o estudante cursa as disciplinas regulares junto com as específicas da formação técnica. “Grande parte dos jovens que ingressam em um curso técnico vislumbra o vestibular, mas ao conhecer o IFMS percebe que ele pode ser o protagonista de sua formação desde o ensino médio, pois em nossa instituição são oferecidas oportunidades que passam pela iniciação científica, extensão tecnológica e, finalmente, o estágio, o que abre as portas para o primeiro emprego”, explicou Staszczak.

Esse é o caso da mais nova técnica em Informática para Internet, Júlia Lira. No IFMS, as dificuldades da jovem se transformaram em motivação, o que a levou a ser contratada pela empresa onde realizou o estágio. "Apesar de sempre ter gostado de temas relacionados à informática, tive dificuldades em algumas das disciplinas técnicas e, por isso, passei a me dedicar mais. Essa dedicação se transformou em um maior interesse pela área da programação”, explicou a técnica.

No último ano do curso, Júlia conseguiu um estágio em uma agência de publicidade. Ao final, foi contratada pela empresa que, segundo ela, se interessou em aspectos de sua formação desenvolvidos no Instituto Federal. “São habilidades que só foram aprimoradas graças ao IFMS, como o trabalho em equipe, minhas formas de me expressar em público, defender as ideias, de me portar no trabalho. Digo que estou formada não apenas em uma área técnica, mas recebi uma formação humana que vou levar para toda a vida”, afirmou Júlia.

A jovem não se acomoda e quer seguir os estudos. “Tenho planos de seguir me aperfeiçoando em design, que é uma das áreas do técnico em informática para internet, e também estudando programação, e principalmente, seguir desenvolvendo tudo o que aprendi neste curso”, finaliza.

Vocação

O coordenador dos cursos do Eixo Tecnológico Informação e Comunicação, Pesquisa e Extensão do Campus Dourados, professor Sérgio Sass, explica que o curso está cada vez mais inserido nos arranjos produtivos locais, sendo bem visto e recomendado pelas iniciativas pública e privada do município.

“As empresas têm nos procurado para ofertar empregos, estágios e oportunidades, pois nossos estudantes se destacam em feiras de tecnologia, desenvolvimento de projetos e na atuação em estágios”, disse o coordenador.

Se alguns dos estudantes formados já estão empregados na área, outros verticalizam a formação com o ingresso em cursos superiores na área. É o caso da técnica Isabela Batarce. “Não gostava da área, mas o interesse foi surgindo conforme eu fui cursando e descobrindo todas as possibilidades, principalmente pelas oportunidades de ter participado da iniciação e feiras científicas, que foram experiências maravilhosas, onde pude trocar conhecimentos, impressões, ideias com outros estudantes e professores”, afirmou.

A jovem passou em vestibulares nas áreas de Engenharia de Software e Sistemas de Informação, e ainda aguarda resultados de outras provas. Isabela relembra que sempre encontrou apoio nos familiares e servidores para conseguir concluir o curso. “Foram três anos muito proveitosos, mas também muito difíceis, e sempre que pensei em desistir tive professores que me incentivaram e também outros servidores que compõem o Instituto Federal”, agradeceu a profissional.

Inserção

O Campus Dourados do IFMS está localizado no bairro Canaã I, onde reside o agora técnico em Informática para Internet, Jean Ribeiro. Na visão dele, a presença da instituição no bairro abre possibilidades de crescimento para jovens que, muitas vezes, estão expostos a situações de vulnerabilidade social.

“Fui o primeiro estudante do bairro a entrar no IFMS e percebo diversos outros ingressando nos cursos. No Instituto Federal, os jovens têm a oportunidade de crescer, de sonhar”, destacou o técnico, que é também poeta e rapper. Jean não tem planos de seguir como técnico em Informática para Internet. Está focado em investir na carreira artística, o que segundo ele só se tornou possível graças ao IFMS.

“Nos Festivais de Arte e Cultura eu pude expressar minha arte, minhas músicas e poemas, as pessoas começaram a gostar, demonstrar interesse, e hoje já tenho até um CD lançado”, contou Jean.

Comentário

O contribuinte que não conseguiu pagar as taxas de IPTU (o Imposto Predial e Territorial Urbano) que venceram neste domingo (10), em Dourados, poderão fazê-lo sem acréscimos até nesta quarta-feira (13). É o que prevê comunicado distribuído na manhã desta segunda (11), prazo ainda permitido para quitar as parcelas, ou pagamento em parcela única, do tributo, pela Prefeitura.

De acordo com o comunicado, feito via assessoria de comunicação, a Secretaria municipal de Finanças decidiu prorrogar o vencimento da parcela para o dia 13 de fevereiro, próxima quarta-feira. “Uma nova guia já pode ser retirada nesta segunda-feira na Central do Cidadão, localizada na avenida Presidente Vargas em frente à Praça Antônio João, e a partir desta terça-feira (12) pelo site www.dourados.ms.gov.br, na aba IPTU 2019”, diz o comunicado.

A alteração nessas datas foi necessária, segundo a Prefeitura, depois que o sistema bancário apresentou problema para quem optou por pagar o boleto nesta segunda-feira (11), já que os documentos foram emitidos com data de vencimento original para 10 de fevereiro. Conforme garantido pelo artigo 1º da Lei 7089/83, o cidadão pode pagar o imposto no dia útil imediatamente posterior à data de vencimento, desde que o dia do vencimento coincida em sábados, domingos ou feriados.

“Decidimos prorrogar para que ninguém seja lesado de nenhuma forma”, disse Cláudio Matos Leite, auditor fiscal tributário da Secretaria. Ele garante que os descontos garantidos para quem paga a cota única ou a primeira parcela estão mantidos até a nova data de vencimento.

“Em cota única, o cidadão tem até 20% de desconto, se não tiver débitos anteriores, e esse valor pode ser de 30% se o contribuinte acumula 4 anos de pagamento à vista em dia. Para quem tem débito anterior, mas quer pagar a vista, o desconto é de 10% e para quem parcelou, mas está com o carnê em dia o desconto é de 15%”, diz o servidor.

Comentário

Página 6 de 1217
  • mistura
  • unimed

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus