Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Sábado, 06 Julho 2019 09:27

Dourados tem a primeira geada do ano

A temperatura mais baixa do ano, registrada por volta de 6h15 da manhã deste sábado (6), foi 0.9°C, apontou o serviço GuiaClima, que mede os indicadores meteorológicos, instalado pela Embrapa de Dourados. À meia-noite da sexta-feira (5) os termômetros ainda marcavam seis graus e o dia começou com média de 7ºC em torno de 8 horas da manhã.

Vários internautas registraram geadas, as primeiras do ano em Dourados, logo pela manhã. Josué Junior, por exemplo, constatou o fenômeno assim que chegou ao trabalho, enquanto o cinegrafista Marciel Arruda e o sonoplasta Clezer Gomes registraram a geada ao tentar sair da garagem das casas.

Confira o video

Para este sábado, a máxima prevista é de 17 graus e podem ocorrer novas quedas acentuadas na virada do dia, com novo registro de geada na madrugada do domingo (7), conforme previsto pelo Inmet (o Instituto nacional de Meteorologia).

Comentário

O acordo comercial entre o Mercosul e a UE (União Europeia) prevê proteção para 36 produtos tipicamente brasileiros, segundo o Mapa (Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento). O texto ainda é preliminar e deve passar por revisões e o acordo ainda não está em vigor porque depende da aprovação de todos os países envolvidos no pacto, lembra reportagem do portal G1.

Entre os produtos protegidos estão a cachaça, o queijo Canastra, a linguiça Maracaju e o café Alto Mogiana, conforme lista divulgada pelo Ministério. A medida reconhece a indicação geográfica dos produtos tipicamente brasileiros e garante que não sejam reproduzidos em outros países, ou seja, ficam protegidos de imitações.

Isso significa, por exemplo, que o único queijo Canastra que poderá ser vendido na União Europeia será o queijo da região da Serra da Canastra (MG) e a linguiça a de Maracaju, produzida em Mato Grosso do Sul.

No acordo, os países do Mercosul também concordaram em garantir o mesmo tipo de proteção a produtos tipicamente europeus, como o vinho da região de Champagne, na França. Os europeus destacaram ainda que, pelo acordo, serão proibidas expressões como "tipo", "estilo" e "imitação".

As indicações geográficas têm como objetivo a valorização de produtos tradicionais. Há dois tipos: indicação de procedência (IP), que se refere ao nome de um país, cidade ou região conhecida como centro de produção de determinado produto; e a denominação de origem (DO), que reconhece um país, cidade ou região cujo produto tem certas características específicas graças ao meio geográfico.

Comentário

O vereador Toninho Cruz (PSB) solicitou da Prefeitura Municipal, através das Secretarias de Serviços Urbanos, Obras Públicas e de Governo, a doação de uma área para a implantação do Centro Comunitário de Multiuso nos bairros Harrison de Figueiredo I, II e III e Dioclécio Artuzi I, II e III.

Segundo o vereador, a comunidade carece de um espaço harmônico e seguro para realizar reuniões e promover os eventos sociais, encontros esses que geram ações que desempenham um papel fundamental na consolidação e a interatividade quanto ao laço social entre as famílias, desde a realização de festividades comemorativas, quanto ao se reunirem para discutir as necessidades coletivas da comunidade.

“A participação popular nas políticas de uma cidade é importantíssima, uma vez que são dessas reuniões que saem boas ideias e aonde o gestor público poderá extrair as dificuldades das comunidades e, nada mais justo, oferecer um espaço digno e atraente para a população sentir-se valorizada juntamente com a Administração”, destacou o vereador Toninho Cruz. (Da assessoria)

Comentário

O vereador Marcelo Mourão (PRP) tem visitado desde janeiro as UBS (Unidades Básicas de Saúde) de Dourados com o objetivo de conhecer os desafios enfrentados pela atual gestão nessa área. Ao longo de todo o semestre, encaminhou à Prefeitura várias solicitações, algumas das quais já atendidas. No entanto, a principal reclamação da população e dos gestores das UBS é a falta de médicos de diversas especialidades, o que compromete e retarda o acesso a tratamentos.

Por isso, Marcelo encaminhou ao ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta uma indicação solicitando a contratação de profissionais pelo programa Mais Médicos para atendimentos em Dourados.
“É uma medida que vai beneficiar a todos os cidadãos que dependem da Saúde Pública, não apenas de Dourados, mas também de outros municípios que encaminham seus pacientes para tratamento em nossa cidade”, afirmou o parlamentar, ao ressaltar que uma das principais deficiências no atendimento diz respeito às especialidades médicas, o que tem feito com que os pacientes esperem muito tempo para conseguir iniciar tratamentos.

“Há casos de pacientes que são obrigados a esperar mais de um ano por uma consulta inicial. Esta situação coloca em risco a vida das pessoas, pois quando enfim conseguem o atendimento, as enfermidades têm avançado muito, complicando os tratamentos. A contratação de profissionais pelo programa Mais Médicos pode resolver essa questão e eu espero que o ministro da Saúde atenda o nosso pedido, que vai beneficiar toda nossa população”, finalizou Marcelo.

Comentário

A Secretaria municipal de Obras Públicas iniciou a construção da área de lazer do Residencial Guassu, estrutura que atenderá as 200 famílias que receberão unidades habitacionais em breve no espaço que será aberto à população da região. A área de lazer possui 16 mil metros quadrados e contará com centro social, vestuários, campo de futebol suíço, quadra de vôlei de areia, parque infantil e pista de caminhada.

A estrutura será entregue juntamente com as unidades habitacionais, as quais já estão em adiantada fase de construção. O residencial tem previsão de ser entregue ainda no segundo semestre deste ano, de acordo com a secretária de Obras, Marise Bianchi Maciel, acrescentando que o valor do investimento da área de lazer é de R$ 272.802,83. Já o residencial possui investimentos que somam R$ 27,3 milhões, sendo R$ 20,5 milhões da União, R$ 4,2 milhões do Estado e R$ 1,6 milhão do Município, que também doou o terreno.

A secretária Marise Bianchi destaca que, desde que assumiu a gestão, a prefeita Délia Razuk tem buscado dar celeridade à construção de conjuntos habitacionais no município para atender, especialmente, as famílias carentes. O residencial começou a ser implantado em 2012, e a lista das famílias beneficiadas também era remanescente deste período e foi atualizada pela Agehab (Agência municipal de Habitação e Interesse Social), com base no cadastro de famílias em situação de vulnerabilidade social, segundo a assessoria de comunicação.

Comentário

Mais de mil profissionais da Educação realizaram cursos online no primeiro semestre de 2019, por meio do ambiente virtual de aprendizagem, EaD Semed, criado pelo NTEM (Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal). A Prefeitura de Dourados, por meio da Semed (Secretaria Municipal de Educação), direcionou a criação da plataforma dentro do objetivo de ofertar formação continuada aos profissionais.

Conforme a professora Valeria Ribeiro, coordenadora do NTEM da Semed, Dourados é pioneiro em Mato Grosso do Sul a ofertar o ambiente virtual, com software gratuito, com processos colaborativos, acessível através da Internet, permitindo a criação de cursos online, grupos de trabalho e comunidades de aprendizagem.

Visualize a plataforma digital

Dois cursos foram concluídos no primeiro semestre com 1.002 profissionais inscritos. Cursos que serão ofertados e estão em andamento no segundo semestre já somam mais de 1.500 inscritos. Na EaD Semed, os potenciais são oferecidos pela plataforma Moodle que vão desde a oferta de material teórico, em diferentes mídias, como textos, apresentações audiovisuais, à interação/colaboração entre formadores e cursistas, por meio de fórum, chats, questionários com correção automática.

A professora Valeria Ribeiro destaca que outro diferencial da EaD Semed é a geração automática de certificados para os cursistas, na conclusão do curso, o que contribui com o meio ambiente por evitar impressão dos documentos. E o secretário de Educação, Upiran Jorge Gonçalves da Silva, enfatiza que a estruturação da EaD Semed atende metas do PME (Plano Municipal de Educação) que versam sobre qualidade de ensino e formação continuada de todos os profissionais da Reme (Rede Municipal de Ensino).

“O ambiente virtual visa ao fomento das formações continuadas oferecidas pela Semed. Os cursos são oferecidos de acordo com as demandas que surgem na Secretaria e também para apoiar os programas federais do MEC”, destacou o secretário.

Os trabalhos na plataforma foram iniciados efetivamente em fevereiro de 2019, com o desenvolvimento das atividades referentes à Semana Pedagógica. No segundo semestre letivo, há previsão de novos cursos para atender as demandas que as escolas enviam para a Semed e outras que o próprio NTEM planeja, a fim de cumprir o Plano Anual de Ações do Núcleo.

Comentário

A Câmara de Dourados aprovou, na última sessão antes do início do recesso parlamentar do meio do ano, na noite desta quinta-feira (4), o Projeto de Lei 140/2019, que autoriza o Poder Executivo a estabelecer, com o Governo do Estado, a gestão associada do serviço de saneamento básico de Dourados. O projeto foi aprovado em urgência especial, o que dispensa uma segunda votação para ser encaminhado à sanção da prefeita Délia Razuk.

De acordo com o projeto do Poder Executivo, a Sanesul, junto com o Governo do Estado, se compromete a realizar a prestação, organização, planejamento, regulação e fiscalização do serviço de saneamento básico nas infraestruturas, instalações operacionais e serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário do Município.

O presidente da Câmara, vereador Alan Guedes (DEM), informou que foi firmado compromisso com a Sanesul da participação do Legislativo na elaboração do novo contrato. “Ficou acordado entre a Mesa Diretora e a Sanesul a criação de uma comissão para acompanhar as definições das cláusulas contratuais da renovação do contrato, que vence neste semestre. Haverá fiscalização de todos os serviços prestados”, enfatizou.

Nota Dourada e Auxílio-Alimentação

Ainda do Poder Executivo, foi aprovado o Projeto de Lei que institui a Campanha “Nota Dourada” e dispõe sobre a concessão de créditos fiscais e sorteio de prêmios. De autoria da Mesa Diretora da Casa de Leis, foi aprovado o Projeto de Lei que institui a concessão de auxílio-alimentação aos servidores da Câmara Municipal de Dourados.

Em 2ª discussão e votação, foram aprovados os projetos, do Poder Executivo, que concedem reajuste geral de vencimentos aos servidores de Dourados; autoriza o Executivo a desafetar área que indica e desenvolver ações para implementar o Programa Minha Casa, Minha Vida, estabelecido pela Lei Federal 11.977/2009, alterada pela Lei Federal 12.424/2011; e o que dispõe sobre a criação do Conselho Municipal de Saneamento Básico.

De autoria da vereadora Lia Nogueira (PR), foi aprovado o Projeto de Lei que institui e inclui no Calendário Oficial de Datas e Eventos do município, o Dia Municipal do Trabalhador da Construção Civil, a ser comemorado anualmente no segundo domingo do mês de outubro e o Projeto de Lei Complementar do Poder Executivo, que altera dispositivo na Lei Complementar 205/2012, que dispõe sobre o zoneamento, uso e ocupação do solo e o sistema viário em Dourados, alterando a dimensão mínima dos lotes na Área de Restrição Urbana (ARU) em 200m², aprovado por unanimidade.

Comentário

Morreu, no final da madrugada desta sexta-feira (5), em Dourados, o professor Carlos Roberto Cristino de Oliveira, ex-vereador por dois mandatos e ex-presidente da Câmara Municipal no período de março de 1987 a dezembro de 1988. Ele foi também chefe de Gabinete do então prefeito Antônio Braz Melo.

Carlos Cristino nasceu em Santo Anastácio (SP), formou-se pela Universidade Federal do Mato Grosso na carreira do Magistério e depois, em Dourados, lecionou, entre outros estabelecimentos, na Escola Estadual ‘Ministro João Paulo dos Reis Veloso’. Foi vereador por dois mandatos, de 1983-88 e de 1989-92.

O presidente da Câmara, vereador Alan Guedes (DEM), lamentou o falecimento do professor Carlão, como ele era chamado entre os amigos. “Não tive o prazer de conviver com ele no Parlamento, mas sei da história política que ele construiu e das contribuições emprestadas para a formação da nossa cidadania, seja nas salas de aula ou na vida pública”.

O funeral do ex-presidente da Câmara acontece no salão da igreja São Francisco.

Comentário

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), comemorou a aprovação, nesta quinta-feira (4), do relatório da reforma da Previdência (PEC 6/19) pela comissão especial da Casa que analisa mudança nas regras de aposentadoria dos trabalhadores. “A Câmara deu [hoje] um importante passo. Esta foi a nossa primeira vitória e, a partir da próxima semana, vamos trabalhar para aprovar o texto em plenário, com muito diálogo, ouvindo todos os nossos deputados, construindo maioria”, disse Maia, pelo Twitter.

Segundo a previsão de Maia, texto já começa a ser discutido pelo plenário na terça-feira (9) e deve ser votado antes do recesso parlamentar, que se inicia no dia 18 deste mês. Para o texto começar a ser debatido no plenário, o regimento da Câmara estabelece um prazo de duas sessões após a conclusão da votação na comissão especial. Mais avalia que já tem votos necessários para aprovar a reforma no plenário. A expectativa do parlamentar é que a medida seja aprovada por pouco mais de 325 deputados.

Com a aprovação na comissão especial, a proposta seguirá para o plenário da Câmara. Por se tratar de uma proposta de emenda à Constituição (PEC), o texto precisa ser aprovado por três quintos dos deputados, o correspondente a 308 votos favoráveis, em dois turnos de votação. Aprovado pelos deputados, segue para apreciação do Senado, onde também deve ser apreciado em dois turnos e depende da aprovação de, pelo menos, 49 senadores.

Segundo o relator Samuel Moreira, o impacto fiscal corresponderá a R$ 1,074 trilhão no período de 10 anos. A estimativa inclui a redução de despesas de R$ 933,9 bilhões e aumento de receitas (por meio de alta de tributos e fim de isenções) de R$ 137,4 bilhões. A proposta original, enviada pelo governo em fevereiro, previa uma economia de R$ 1,236 trilhão em uma década, mas não incluía elevação de receitas, conforme divulga a Agência Brasil de notícias.

Comentário

A Prefeitura de Dourados confirmou o depósito realizado nesta quinta-feira (4) e o salário de 92% dos funcionários da administração municipal está disponível para saque nas agências do Banco do Brasil já na manhã desta sexta-feira (5). São R$ 16 milhões nas contas de 6.900 servidores, compreendendo os salários dos funcionários que recebem até R$ 5.789 líquidos.

De acordo com a Secretaria de Fazenda, também foi possível disponibilizar o montante para pagar 100% dos servidores que recebem com recursos do Fundeb, o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação.

Depois desse esforço, ficaram 539 servidores para receber o pagamento na próxima semana. O saldo remanescente da folha é R$ 4,9 milhões em valores líquidos, que a Prefeitura promete disponibilizar até o meio da semana. A folha salarial totaliza R$ 21 milhões em valores líquidos. Desse montante, R$ 11,3 milhões são pagos com recursos próprios e R$ 4,7 milhões com recursos do Fundeb.

Esta semana o secretário municipal de Fazenda, Paulo Cesar Nogueira Junior reuniu servidores para anunciar que o pagamento da folha seria feito de forma escalonada, priorizando os menores salários, possivelmente até o final do ano, se não houver um incremento na arrecadação

Comentário

Página 12 de 1368

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus