Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Crianças que não apresentarem a cicatriz vacinal após receberem a dose contra a tuberculose – conhecida como BCG – não precisam ser revacinadas. A recomendação foi divulgada nesta terça-feira (5) pelo Ministério da Saúde e está alinhada com a OMS (Organização Mundial da Saúde) e o Comitê Técnico Assessor de Imunizações.

De acordo com a Agência Brasil de notícias, o Ministério da Saúde informou, por meio de nota, que estudos comprovaram a eficácia da vacina também em crianças que não ficam com cicatriz após a aplicação. A orientação, segundo o governo federal, foi encaminhada aos estados e municípios na sexta-feira (1) passada.

Prevenção

De acordo com o Ministério, a principal maneira de prevenir a tuberculose em crianças é por meio da BCG, ofertada gratuitamente no SUS (Sistema Único de Saúde). A dose deve ser dada ao nascer, nas maternidades, ou na primeira visita da criança ao serviço de saúde, o mais precocemente possível.

A vacina também está disponível na rotina dos serviços para crianças menores de 5 anos e protege contra as formas mais graves da doença, como a tuberculose miliar e a meníngea.

Dados da pasta mostram que a BCG é uma das doses com maior adesão atualmente no Brasil. Em 2017, a vacina registrou 96,2% de cobertura em todo o país – acima do preconizado pelo ministério, de, pelo menos, 90%. Em anos anteriores, a taxa ultrapassou os 100%, sendo 107,94% em 2011; 105,7% em 2012; 107,42% em 2013; 107,28% em 2014; e 105,08% em 2015.

“Os gestores têm até o mês de abril para atualizar, no SIPNI (o Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização), a situação vacinal local, mas dados preliminares já indicam uma cobertura, em 2018, de 87,5%”, conclui a nota do Ministério da Saúde.

Comentário

O governador Reinaldo Azambuja vai conversar com os ministros do TCU (Tribunal de Contas de União) sobre a importância de agilizar o parecer sobre a renovação e aumento da capacidade da Ferrovia Paulista. Ele falou sobre o assunto nesta terça-feira (5) com o diretor de Relações Governamentais da Rumo, Emanoel Tavares Costa Junior.

O crescimento da capacidade na Malha Paulista permitirá a ampliação dos embarques na Ferronorte nos terminais de Chapadão do Sul e Aparecida do Taboado, abrindo a possibilidade de criação de novos pontos de embarque em Mato Grosso do Sul. “É um investimento importante que vai dar competitividade aos produtos sul-mato-grossenses. No Tribunal de Contas, vamos mostrar a importância para o desenvolvimento do Estado”, afirmou o governador.

Até 2017, a Ferronorte, que tem 755 quilômetros, de Santa Fé do Sul (SP) a Rondonópolis (MT), não tinha nenhum terminal em operação em Mato Grosso do Sul. “Com a ação do Governo do Estado, hoje isso mudou. Foram investidos R$ 27 milhões em Chapadão do Sul e R$ 60 milhões em Aparecida do Taboado”, lembrou o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck.

Resultado: no ano passado foram transportados 600 mil toneladas de soja e milho e 611 mil litros de etanol, em Chapadão do Sul; e 1,2 milhão de tonelada de celulose, em Aparecida do Taboado. Para este ano, a previsão é de 2 milhões de toneladas de grãos, 755 mil litros do combustível e 1,5 milhão de tonelada de celulose.

A Rumo informou que recebeu o aval da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e aguarda apenas o parecer da Corte de contas. A reunião no gabinete da Governadoria contou também com a presença do vice-governador e secretário estadual de Infraestrutura, Murilo Zauith; do prefeito de Aparecida do Taboado, Robinho Samara; do secretário municipal de Governo de Chapadão do Sul, Guilherme Diniz; do secretário adjunto da Seinfra e diretor-presidente da Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos), Luís Roberto; e Vinicius Correa, da Rumo.

Comentário

Os contribuintes douradenses têm até domingo (10) para pagar, em cota única, ou a primeira parcela, o IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) de 2019, usufruindo de descontos, em Dourados. Como o vencimento cai no domingo, o auditor fiscal tributário Cláudio Matos Leite lembra que o cidadão poderá pagar o imposto no próximo dia útil, segunda-feira (11), conforme garante o artigo 1º da Lei 7089/83 e vale para boletos e faturas de qualquer natureza.

Os boletos começaram a ser entregues na segunda semana de janeiro para mais de 99 mil contribuintes, informa o Departamento de Administração Tributária. “Em menos de um mês mais de 12.900 contribuintes já efetuaram o pagamento, a maioria em cota única. O cidadão tem descontos muito positivos e a cada ano essa adesão tem sido maior”, disse Cláudio.

Segundo o auditor, pouco mais de mil pessoas optaram por parcelar, enquanto que a cota única foi paga por 11.700 contribuintes, um aumento de 14,5% em relação ao mesmo período, de 1 a 31 de janeiro de 2018.

Cláudio lembra que quem paga até a data de vencimento em cota única tem até 20% de desconto, se não tiver débitos anteriores, e esse valor pode ser de 30% se o contribuinte acumula 4 anos de pagamento à vista e em dia. Para quem tem débito anterior, mas quer pagar à vista, o desconto é de 10% e para quem parcelou, mas está com o carnê em dia, o desconto é de 15%.

O boleto pode ser pago em qualquer agência bancária, casas lotéricas ou caixas eletrônicos. As pessoas que têm acesso ao serviço internet banking poderão pagar usando apenas o código de barras, e, em caso de perda ou atraso no pagamento, o contribuinte pode retirar a segunda via na Central de Atendimento ao Cidadão ou pelo site www.dourados.ms.gov.br na opção Central de Serviços. A Central atende no horário das 7h30 às 13h30.

Conforme a Secretaria de Fazenda, a arrecadação com o IPTU em 2018 foi de pouco mais de R$ 59 milhões. A estimativa para 2019 segue a do ano passado, com previsão de faturamento de R$ 65 milhões.

Comentário

A prefeita Délia Razuk recebeu na manhã desta terça-feira (5), no gabinete, o prefeito de Douradina Jean Clavisso Fogaça. O assunto da reunião foi a manutenção de parcerias entre os municípios em ações que têm contemplado a população das duas cidades.

“Estamos visitando a prefeita da cidade polo regional com vistas a manter as nossas parcerias e nos colocar à disposição para novas empreitadas”, disse o prefeito Jean. O mandatário douradinense destacou as ações recentes que melhoraram o acesso para a população rural das regiões como a de Panambi, Barro Preto e travessões do Carlão e do Torto, locais que foram recuperados e tiveram pontes reformadas em parceria.

A prefeita Délia agradeceu a visita e conversou com o colega, para alinhar pensamentos em relação ao crescimento da Grande Dourados. “Dourados é um polo e precisamos da cooperação e compreensão dos nossos vizinhos no sentido de melhorar a condição de vida de todos os cidadãos, principalmente no que tange à prestação de serviços essenciais”, disse.

Douradina é uma das cidades mais próximas do centro urbano de Dourados, e já foi distrito do Município. Além do prefeito Jean Fogaça, estiveram na reunião o procurador-geral do município Sérgio Henrique Pereira Martins de Araújo e Ana Maria Gonçalves, assessora do deputado Dagoberto Nogueira.

Comentário

Em publicação na edição suplementar do Diário Oficial que circula pela internet, na página oficial do Município, no final da manhã desta terça-feira (5), a prefeita Délia Razuk (PR) está contratando, via processo seletivo simplificado, pessoal para serviços de manutenção e apoio (limpeza e zeladoria) que deverão atuar no âmbito das Unidades Urbanas e no Campo, da Prefeitura de Dourados.

De acordo com o edital 01/2019, o processo seletivo destina-se à seleção de pessoal, para contratação temporária de excepcional interesse público, pelo prazo de três meses, podendo ser prorrogado por igual período. As inscrições serão gratuitas, e deverão ser realizadas entre esta terça (6) e a sexta-feira (8), informa a publicação.

“O candidato que não tiver experiência profissional na área pleiteada não está impedido de participar do referido processo seletivo”, diz um dos itens do edital assinado pela prefeita e o procurador geral do Município, advogado Sergio Henrique Martins de Araújo. O pré-requisito exigido é o Ensino Fundamental Incompleto e os contratados vão ganhar R$ 1.352 por 40 horas semanais.

Comentário

Visando identificar a avifauna existente nos campi da Universidade Federal da Grande Dourados e estimular a prática da observação de aves entre os estudantes e a população em geral de forma prática e sustentável, a Editora da UFGD publicou o livro Aves no Campus, de autoria do professor Rafael Henrique de Tonissi e Buschinelli de Goes.

A obra é resultante do projeto de extensão de mesmo nome e traz registros fotográficos obtidos no primeiro ano de andamento do projeto (2017) e informações sobre 37 famílias e 109 aves, além de apresentar registros de alguns locais conhecidos da UFGD.

Segundo o autor, o projeto nasceu de um sonho de criança constantemente incentivado pela família e amigos, e por meio dele foi possível conciliar fotografia e aves, as duas paixões do professor. O livro pode ser adquirid no espaço físico da EduFGD, na rua Albino Torraca, 1009.

Faça download da obra no catálogo da Editora

“As fotos aqui selecionadas retratam um pouco desse encanto e colocam a universidade sob outro ponto de vista, revelando a beleza e a diversidade dos pássaros que frequentam o campus. Sob esse olhar, caminhar pela Universidade Federal da Grande Dourados passa a ser mais do que um ato corriqueiro para a comunidade acadêmica. Torna-se uma experiência de muitas cores e sombras, muitos cantos e sons”, afirma o professor Rafael na apresentação do livro.

 

Comentário

Na primeira sessão ordinária deste ano, realizada na manhã desta terça-feira (5), os deputados estaduais se pronunciaram sobre o aumento abusivo nas contas de energia elétrica dos sul-mato-grossenses. O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Barbosinha (DEM), informou que a Casa de Leis irá fazer audiência pública para que a empresa Energisa esclareça quais os critérios para o reajuste.

“Tendo em vista os recentes aumentos na conta de energia, bem como a complexidade que envolve os cálculos, tarifas e impostos que compõem a fatura, é necessário ouvir a concessionária”, afirmou Barbosinha, ao propor a audiência marcada para às 9 horas do dia 12 de março na Assembleia. O parlamentar ainda apresentou requerimento à empresa, solicitando informações sobre o procedimento para inclusão dos beneficiários na tarifa social de energia.

O deputado Marçal Filho (PSDB) também quer ouvir a diretoria da Energisa. “Esta Casa irá tomar providências para evitar mais prejuízos aos cidadãos”, anunciou, ao informar que uma reunião já foi agendada com os dirigentes da concessionária para quarta-feira (13) que vem, às 14 horas, na sala da Presidência da Assembleía.

Recentemente, a Energisa justificou ao Procon/MS que as altas temperaturas registradas no Estado, principalmente no meses de dezembro e janeiro, causaram elevação do consumo de energia entre a população. Os deputados Pedro Kemp (PT), João Henrique (PR) e Felipe Orro (PSDB) não se conformaram com a resposta.

“Existem divergências nas ponderações da Energisa. Precisamos de uma discussão ampla e plural. Além das tarifas, a empresa precisa explicar as demissões feitas, a rotatividade de funcionários e a falta de investimento no Estado. Já pedi ao Procon para interceder para que não haja cortes de energia enquanto recorrem dos valores”, acrescentou Orro.

Kemp optou em convocar a reunião com a Energisa no dia 18 de fevereiro, às 14 horas, no Plenarinho Nelito Câmara. “A Assembleia há muito acompanha reclamações dos consumidores com relação aos serviços prestados pela concessionária. O início deste ano já foi marcado por milhares de contestações recebidas de todas as regiões de Mato Grosso do Sul relativas ao aumento abusivo nas contas de dezembro, janeiro e fevereiro. Em alguns casos, os valores duplicaram. Temos que questionar os responsáveis”, concordou.

Comentário

O deputado estadual Barbosinha (DEM), líder do governo na Casa de Leis, apresentou na manhã desta terça-feira (5) Projeto de Lei que dispõe sobre o direito ao parto humanizado nos estabelecimentos públicos de saúde do Estado de Mato Grosso do Sul. A proposta assegura a toda gestante o direito de receber assistência humanizada durante o parto na rede pública de saúde do Estado. O atendimento não deve comprometer a segurança do procedimento ou da saúde da parturiente, concepto ou recém-nascido.

A gestante também deve optar pelos procedimentos que resguardem a segurança do parto, trazendo maior conforto e bem-estar, incluindo procedimentos médicos para alívio da dor. As limitações e deficiências das gestantes também devem ser respeitadas, com rotinas revisadas e avaliadas pelo Ministério da Saúde e a OMS (Organização Mundial de Saúde).

Os princípios fundamentais do parto humanizado devem ser observados. Um deles é o acesso ao atendimento digno e de qualidade em toda a gestação, parto e puerpério (pós-parto), o acompanhamento pré-natal com a mínima interferência do médico, trazendo segurança para a parturiente e o bebê, utilizando métodos menos invasivos e mais naturais que respeitem o processo natural e fisiológico do parto.

Também será oportunizado, de acordo com o projeto de Barbosa, à gestante, a elaboração de um Plano Individual de Parto, onde devem ser indicados o estabelecimento onde será prestada a assistência pré-natal, a maternidade onde o parto será preferencialmente realizado e a maternidade onde a gestante deverá ser atendida nos casos de intercorrência pré-natal.

Caberá à Secretaria estadual de Saúde instituir a orientação e fiscalização dos estabelecimentos e serviços de saúde. O Poder Executivo pode celebrar convênios com órgãos públicos federais, estaduais e municipais, universidade e Ongs (Organizações Não Governamentais) para promover medidas de humanização do parto que visem o acompanhamento e avaliação das ações decorrentes desta proposta.

Após a análise pela CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação) da Casa de Lei, o Projeto de Lei segue para o Plenário e, se aprovado em todas as suas fases de votação, entra em vigora na data de sua publicação no Diário Oficial Eletrônico de Mato Grosso do Sul. Já o prazo para os serviços de saúde adotarem as providências necessárias ao cumprimento da lei é de até 90 dias. Se esta lei entrar em vigor, a Lei 2736, de 21 de dezembro de 2001, será revogada automaticamente.

Para o deputado Barbosinha, é necessária uma assistência humanizada à gestante na hora do parto. “Muitas mulheres sofrem maus tratos, abusos e violência psicológica no momento do parto, principalmente as que optam pelo parto normal, que requer atenção e uma série de cuidados especiais da equipe envolvida. Quando existe a má qualidade na assistência à saúde da gestante e da parturiente surge a prática da violência obstétrica, que viola direitos fundamentais e personalíssimos da mulher no momento considerado mais importante de sua vida”, declarou.

Comentário

Os líderes das bancadas do PSDB, Marçal Filho, do PT, Pedro Kemp e do PP, Gerson Claro, respectivamente, e ainda o líder do Governo do Estado na Assembleia, deputado estadual Barbosinha (DEM), falaram na sessão da manhã desta segunda-feira (4) das expectativas para os próximos quatro anos de atuação parlamentar em prol da sociedade sul-mato-grossense.

O deputado estadual Barbosinha (DEM), líder do governo na Casa de Leis, reestreiou na tribuna da Assembleia assegurando que é necessário sabedoria para reconhecer as mudanças. “Precisamos distinguir o que pode e o que não pode ser mudado. Esta vitória do governador Reinaldo Azambuja [PSDB] norteia o destino do Estado. Vivemos um momento de transição no País e creio que nossa nação será próspera, justa e mais igualitária. Mato Grosso do Sul está pronto para avançar e fazer parte da honrosa tarefa de construir um novo Brasil. E a nossa liderança não será construída sozinha, e sim com todos que compõem a base do governo”, registrou.

Marçal destacou a experiência nos mandatos de deputado federal e vereador. “Trago para cá muitos anseios. Estreio hoje aqui enquanto deputado estadual eleito e empossado e tenho muito a aprender, apesar de minha experiência. O compromisso com a população de Mato Grosso do Sul traz a necessidade de realizar um mandato participativo, sempre em contato com a população, pois devemos respeitar o voto popular com o nosso trabalho", acrescentou.

Já o deputado Pedro Kemp (PT) enfatizou a importância do exercício da democracia no Poder Legislativo em seu discurso. “Acredito que a democracia, por pior que seja, é sempre melhor que uma ditadura. Não abro mão de expressar minhas convicções e falar pelas minorias que enfrentam mazelas, as vozes dos trabalhadores, populações empobrecidas, negros discriminados, pessoas com deficiência. O Estado deve racionalizar os gastos e combater os privilégios. Precisamos de boas iniciativas para alavancar nosso desenvolvimento, de novos investimentos", afirmou.

Gerson Claro (PP) considerou o interesse público o principal objetivo da atuação dos parlamentares eleitos. “A voz angustiada das ruas e o discurso político desacreditado nos trouxe aqui. Fomos escolhidos para representar a população, fiscalizar as leis existentes, elaborar novas, sempre buscando uma vida melhor para a sociedade. É preciso coragem e sabedoria para quebrar paradigmas. Penso que é fundamental um projeto para fomentar e subsidiar cidadãos para o uso do gás natural, a regularização fundiária também é muito importante para o Estado, o pacto federativo para nossos estados e municípios”, concluiu.

Comentário

Pedagogia da UNIGRAN é um dos melhores do país, conforme Guia do Estudante

Englobar, reproduzir e transmitir conhecimentos de forma lúdica. O papel do pedagogo é de extrema importância, principalmente na alfabetização e séries iniciais do ensino infantil. Com quatro estrelas no Guia do Estudante, o curso de Pedagogia da Unigran tem como objetivo principal formar professores tanto da Educação Infantil quanto das séries iniciais do Ensino Fundamental, além, de funções de gestão em instituições de ensino e órgãos públicos relacionados à educação.

De acordo com a professora Elizabete Velter Borges, coordenadora do curso, a meta principal da Instituição é a formação de professores que tenham como meta o exercício da docência com base em pesquisas. “A formação para nós é muito importante e nosso intuito vai além, queremos formar profissionais com base também em organização do trabalho pedagógico em espaços escolares e não escolares que possam contextualizar a educação nacional, estadual e municipal, possibilitando, assim, moldar profissionais, além de compromissados, aptos a atuar em qualquer situação”, afirma.

O profissional formado na Unigran pode atuar em diversas áreas da Pedagogia, entre elas: educação infantil, anos iniciais do ensino fundamental, educação de jovens e adultos, educação especial, além de educação profissional, empresarial, além da educação escolar indígena. “Capacitamos os profissionais para promover educação de qualidade em todos os níveis, seja para crianças, jovens ou adultos, respeitando sempre a multiculturalidade, a cidadania, a sustentabilidade ao meio ambiente e as relações ético-raciais”, menciona Elizabete Velter.

Para que os alunos possam desempenhar todas as atividades com sucesso, a Instituição conta com laboratórios modernos, aulas práticas e teóricas, estágios supervisionados, além de um espaço voltado para a prática do ensino aplicado em sala de aula, uma Brinquedoteca completa, com jogos educativos, livros, atividades culturais e atividades lúdicas.

Processo Seletivo 2019

Com duração de oito semestres, o curso de Pedagogia é oferecido no período noturno. Mais informações podem ser obtidas AQUI. Para ingresso em 2019, a UNIGRAN oferece vagas por meio do Vestibular que pode ser agendando no site www.vestibularunigran.com.br, ou ainda com nota do Enem ou como portador de diploma. Contatos pelo telefone (67) 3411-4313 ou (67) 9 9222-5948 (WhatsApp).

Comentário

Página 11 de 1217
  • mistura
  • unimed

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus