Timber by EMSIEN-3 LTD
  • cmd outubro rosa
Redação Douranews

Redação Douranews

A Câmara de Dourados realiza nesta terça-feira (22) a Audiência Pública que tem como tema “Funsaud: avanço ou retrocesso?”. O evento relaciona-se ao funcionamento da Fundação de Saúde de Dourados, que é responsável pela gestão administrativa e hospitalar das unidades de saúde Hospital da Vida e UPA (Unidade de Pronto Atendimento).

O ato está marcado para às 18h30, na Câmara de Vereadores. A proposta é da Comissão de Saúde, da qual fazem parte o vereador Elias Ishy (PT) - presidente, Daniela Hall (PSD) - vice e Juarez de Oliveira (MDB) - membro. A atividade contará com relatos de experiências onde serão abordadas as condições de trabalho, os direitos trabalhistas, a mudança de regime, o funcionalismo público e o assédio moral.

Após vários problemas e irregularidades assinaladas pela CGU (Controladoria Geral da União) e pelo Ministério Público Estadual, a Prefeitura determinou a intervenção das atividades exercidas pela Funsaud. Dívida milionária, débito de FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), falta de materiais básicos, número insuficiente de profissionais para atender, pacientes nos corredores e outros locais insalubres, entre outros problemas foram apontados pelos promotores.

O vereador Elias Ishy explica que essa demanda surgiu justamente com os funcionários que tentam dialogar com a Prefeitura sobre essas condições e a qualidade da saúde pública buscando soluções. “Sabemos da gravidade do assunto e construímos o evento justamente para que o Poder Público converse com os trabalhadores, trabalhadoras e com a população em geral. É uma oportunidade de esclarecimento em meio a tantas angústias e indagações”, afirma.

Mais recentemente, a administração divulgou a intenção de desabilitar a “gestão plena”, repassando a responsabilidade para o Governo de Mato Grosso do Sul. De acordo com os profissionais, restam apenas dúvidas sobre o futuro. Eles lembram, no entanto, que só pela instituição são 600 famílias envolvidas e que o atendimento pelo SUS (Sistema Único de Saúde) é referência no Estado. (Com assessoria)

Comentário

Mais uma solenidade que integra as comemorações dos 40 anos da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) será realizada nesta terça-feira (22), no Plenário Júlio Maia, a partir das 19h30. Dessa vez, os homenageados serão os desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), por proposição do deputado e presidente da Casa de Leis, Paulo Corrêa (PSDB).

A honraria será conferida a 63 desembargadores e durante o evento também estão previstas homenagens póstumas a magistrados, que serão representados por familiares. A condecoração está prevista na Resolução 61/2019, que instituiu o Diploma de Honra ao Mérito Legislativo aos desembargadores do TJMS pelos relevantes serviços prestados em favor da instituição nestes 40 anos.

O evento é aberto ao público e à imprensa. A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul é localizada que está localizada na Avenida Desembargador José Nunes da Cunha, no Jardim Veraneio, Parque dos Poderes, Bloco 9, em Campo Grande.

Comentário

O vereador Madson Valente (DEM) considerou extremamente importante o aumento de recursos para a saúde pública de Dourados, conforme anunciado na sexta-feira (18) pelo ministro Luiz Henrique Mandetta em visita ao município. O parlamentar compreende que é algo que deva ser enaltecido, pois historicamente Dourados sempre priorizou esta pauta e desejou o aumento de transferências de recursos, feito que ocorreu somente nesta gestão, por isso ele destacou os papéis dos agentes públicos e da equipe da prefeita Délia Razuk (PTB).

“Eles realmente não mediram esforços neste sentido. Também destaco o importante papel desenvolvido pelo secretário de Saúde de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende, e compreendo que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, é conhecedor das dificuldades do município e, por isso, considero que o aumento deste repasse se fazia necessário”, apontou o vereador.

Madson também ressaltou que estes recursos garantidos promovem tranquilidade para toda a região, visto que Dourados é gestão plena e atende 33 municípios, sendo que recentemente a secretária de Saúde do município, Berenice Machado, levantou a possibilidade de não realizar mais este serviço, entregando para o Estado ou transferindo a responsabilidade para outro município, porém, com estes recursos garantidos pelo ministro e com a transferência prevista de recursos maiores a partir de novembro, “não haverá razões para que a gestão atual promova o descredenciamento da gestão plena”.

“Fico extremamente feliz, compreendo que estes volumes maiores de recursos são alentos para nossa sociedade, que Dourados desde que se faça a gestão necessária poderá, em curto espaço de tempo, proporcionar para os douradenses e toda região melhores dias, melhores condições aos usuários do SUS, por isso me somo a euforia da atual administração e compreendo, destacando que este sempre foi o grande sonho de todos os gestores, que Dourados tivesse uma maior transferência de recursos e isso aconteceu. Espero que ocorra zelo, otimização destes recursos e maior planejamento, pois nossa grande aspiração foi correspondida, agora há dinheiro e, por isso, o sistema precisará funcionar plenamente, visto que a população de Dourado assim exigirá”, disse o vereador Madson Valente.

Comentário

A Faculdade do Senai de Dourados está com as inscrições abertas do vestibular para preencher as 70 vagas dos cursos superiores de Tecnologia em Automação Industrial e Tecnologia em Manutenção Industrial. Do total de vagas, 30 são para o curso superior de Tecnologia em Automação Industrial e 40 para o curso superior de Tecnologia em Manutenção Industrial, ambos no período noturno.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 5 de fevereiro de 2020 pelo site www.meufuturoagora.com.br ou diretamente na secretaria da unidade, localizada na Rua 20 de Dezembro, 2.445, no Jardim Rasslem, em Dourados. Conforme o diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, os cursos buscam atender as demandas da região.

“O Senai tem se consolidado na oferta de várias modalidades da formação profissional, desde a qualificação básica até a pós-graduação e o Ensino Superior faz parte da nossa estratégia de expansão da oferta de ensino e de qualificação profissional para desenvolver a indústria em todo Mato Grosso do Sul”, afirmou Rodolpho Mangialardo.

As provas serão realizadas conforme agendamento, de quarta à sexta-feira, das 8 às 11 horas, das 13 às 16 horas e das 19 às 22 horas, e aos sábados, das 13 às 16 horas. O resultado poderá ser obtido no dia seguinte à realização da prova diretamente na secretaria acadêmica da Faculdade e as aulas terão início no dia 17 de fevereiro de 2020.

Para fazer a prova, o candidato deverá levar, no dia do processo seletivo, um quilo de alimento não perecível e apresentar o comprovante de inscrição, documento oficial de identidade com foto, caneta esferográfica azul ou preta, lápis e borracha. Além disso, o candidato que estiver cursando as 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio ou equivalente somente poderá se inscrever na condição de “treineiro”. Os candidatos portadores de diploma de curso superior ou que tenham nota do Enem igual ou superior a 450 pontos obtidas nas edições realizadas após 2015 não precisam participar do processo seletivo e podem efetuar a matrícula de forma direta.

Comentário

A senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) foi escolhida a madrinha do projeto de prevenção e rastreio do câncer de mama e do colo do útero do Hospital de Amor em Mato Grosso do Sul. A parlamentar vai destinar cerca de R$ 500 mil em recursos de emendas para ajudar a instituição a expandir o projeto no Estado.

Por meio da assessoria, ela informou que no dia 4 de novembro será inaugurado um Centro de Diagnóstico Móvel (Carreta) na cidade de Dourados, que irá atender mulheres de toda a região com consultas e exames preventivos gratuitos. A carreta tem capacidade de receber 110 mulheres por dia para realizar os exames papanicolau e mamografia. No mês, serão feitos 2.500 atendimentos em média. A meta do projeto é eliminar, em três anos, a mortalidade feminina causada pelo câncer do colo do útero e de mama.

A instituição utiliza métodos avançados para detectar possíveis tumores em estágio inicial, aumentando as chances de cura dos pacientes. De acordo com o médico Wilson Xavier, um dos coordenadores do Hospital de Amor, o projeto de prevenção e rastreio de câncer do hospital é um dos mais modernos e exclusivos do mundo. Apenas o Brasil e a Holanda utilizam tal tecnologia.

“Poder apadrinhar um projeto tão importante, que acolhe tantas mulheres, me deixa muito honrada. Iniciativas como essa devem ser apoiadas para que mais pessoas tenham a chance de viver. A população de Mato Grosso do Sul pode contar comigo para auxiliar e incentivar projetos tão bonitos como esse”, garante a senadora Soraya Thronicke.

Hospital de Amor

O famoso Hospital do Câncer de Barretos, agora conhecido como Hospital de Amor, é uma instituição filantrópica especializada no tratamento e prevenção de câncer, e atua em 11 estados brasileiros. Mato Grosso do Sul conta atualmente com duas unidades: Campo Grande e Nova Andradina, ambas com os centros de atendimentos fixos e móveis.

Em Dourados, os atendimentos na unidade fixa estão previstos para começar no início de 2020, logo após a inauguração do Centro de Diagnóstico Móvel no próximo mês.

Comentário

Dando continuidade às prioridades do governo na área de infraestrutura, que prevê a construção de pontes de concreto em substituição às de madeira nas diversas regiões do Estado, a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) lançou o “Programa Mais Pontes” para agilizar e ampliar as entregas da gestão.

Com o programa, a previsão é construir 80 novas pontes de concreto por ano. Conforme levantamento da Agesul, o Governo do Estado entregou na gestão anterior, de janeiro de 2015 a dezembro de 2018, 65 pontes de concreto. Contabilizando as pontes entregues e as que já estão em execução, o valor total de investimento no setor já supera R$ 13.2 milhões.

“Temos repetido a forma como o Reinaldo (Azambuja) conduziu seu primeiro mandato e o ‘Programa Mais Pontes’ é a continuação desse compromisso firmado com a população do Estado. O nosso objetivo é melhorar o acesso aos municípios, proporcionar o escoamento da produção e oferecer segurança à comunidade e àqueles que cruzam as estradas do nosso Estado”, ressaltou o vice-governador e secretário de Infraestrutura, Murilo Zauith.

Conforme a diretora de Empreendimentos Viários da Agesul, Elizabeth Sumiko Anami Nogueira, o programa ganhou uma equipe exclusiva para que tudo seja ainda mais produtivo. “Para o ‘Programa Mais Pontes’ formamos uma equipe exclusiva para projetos e execução de pontes, o que torna o processo ainda mais produtivo. Nas pontes com menos de 25 metros de comprimento conseguimos, inclusive, colocar a equipe da Agesul para atuar, economizando os gastos. Contamos com quatro engenheiros, sendo um deles calculista”, explicou.

Em 2019, de janeiro a junho, foram entregues quatro novas pontes de concreto, nos municípios de Cassilândia, Jardim, Eldorado e Ponta Porã, e feita a recuperação de uma importante ponte no município de Jardim, totalizando mais de R$ 4,9 milhões em investimentos.

Em Jardim, a ponte antiga sobre o Rio dos Velhos cedeu por problemas estruturais e parte da estrutura precisou ser recuperada. Com o novo projeto, a ponte foi ampliada de 48 metros para 60 metros, com três vãos, sendo o central de 24 metros. Também no município foi construída a ponte de concreto sob o córrego Guardinha. Para ambas as obras foram investidos mais de R$ 1,5 milhão.

Em Eldorado a Agesul concluiu a ponte de concreto armada sobre o córrego Cerrito, na rodovia vicinal que corta a aldeia indígena. Em Ponta Porã foi construída a ponte sobre o Rio Dourados, no trecho que compreende o assentamento Nova Era-Itamaraty e em Cassilândia a construção foi erguida sobre o córrego Cedro, na divisa do setor central e do bairro Jardim Duarte.

Em execução

Até janeiro de 2020 está prevista a entrega de mais seis novas pontes nas cidades de:
• Paranaíba (ponte de 60m sobre o Rio Barreiro);
• Bandeirantes (ponte de 20m sobre o Rio Cervo);
• Aquidauana (ponte de 40 m sobre o Córrego das Antas)
• Glória de Dourados (ponte de 25 m sobre o Rio Pirajuí);
• Bodoquena (ponte de 50 m sobre o Rio Salobra);
• Bela Vista (ponte de 60m sobre o Córrego Vacadiga).

Obras em licitação

Nesse ano diversas pontes também já estão em licitação e vão beneficiar várias regiões do Estado:
• Batayporã (ponte de concreto armado sobre o rio Samambaia);
• Rio Negro (ponte de concreto armado sobre o Rio Negro);
• Coronel Sapucaia (ponte de concreto armado sobre o Rio Iguatemí);
• Pedro Gomes (ponte de concreto armado sobre o Córrego Roncador);
• Paraíso das Águas (ponte de concreto armado sobre o córrego Mimoso);
• Porto Murtinho (ponte de concreto armado sobre a Vazante II do Rio Branco);
• Água Clara (ponte de concreto armado sobre o Rio Ribeirão dos Bois);
• Anastácio (ponte de concreto armado sobre o Rio Taquaruçu);
• Naviraí (duas pontes de concreto armado sobre o Córrego Cumandaí);
• Rio Negro (ponte de concreto armado sobre o Rio Negrinho);
• Bandeirantes/Corguinho (ponte de concreto armado sobre o Córrego Aquidauana);
• Porto Murtinho (ponte de concreto armado sobre o Córrego Aquidabã);
• Corumbá (três pontes de concreto armado e 5 galerias na MS-243, trecho do entroncamento BR-262)
• Costa Rica (ponte de concreto armado sobre o córrego Cascavel);
• Coxim (ponte sobre o Córrego Figueira)

Comentário

O entregador de pizza Ademir Castro Amante, de 38 anos, que foi atropelado na noite deste domingo (20) na BR 163, próximo do pesqueiro Kanoa quando se dirigia para fazer uma entrega na região do Parque das Nações, morreu na madrugada desta segunda-feira (21) no Hospital da Vida depois de duas paradas respiratórias quando era levado pelo Samu e, já no hospital, teve outra parada fatal.

Ademir era casado e tinha três filhos, trabalhava durante o dia em uma empresa de materiais de construção e à noite entregava pizza para completar a renda, segundo familiares. Ele foi atropelado por um Gol que conduzido por Juliano Bogarin da Silva, de 37 anos. No acidente, outros carros acabaram se chocando depois que o motociclista foi arremessado contra o para-brisa do Gol que ainda caiu no barranco às margens da rodovia.

De acordo com a Polícia, que prendeu Juliano Bogarin no local do acidente após a ação da PRF (Polícia Rodoviária Federal), o motorista do Gol foi autuado em flagrante por conduzir sob a influência de álcool. O teste de bafômetro apontou 1,03 mg/l, quatro vezes acima do limite máximo tolerado pela legislação. Dione Henrique da Silva, de 31 anos, que conduzia um Celta e que teria passado por cima do corpo de Ademir após o atropelamento, também foi preso pela Guarda Municipal, já no Parque das Nações. Ele nega.

Comentário

A reforma trabalhista continua sendo alvo de debates e questionamentos em diferentes segmentos da atividade profissional, dois anos depois de entrar em vigor no País. Evento nesse sentido será realizado quinta (24) e sexta-feira (25) na Unigran, em Dourados, pela Escola Judicial do TRT24 (Tribunal Regional do Trabalho da 24ª. Região), conforme anunciou nesta sexta-feira (27) o desembargador Francisco das Chagas Lima Filho, diretor da Escola Judicial do Tribunal.

Lima Filho esteve em Dourados e, durante encontro com a reitora da Instituição, professora Rosa Maria D’Amato De Déa, confirmou a realização do evento “Reforma Trabalhista e sua repercussão no mundo do trabalho”, que será aberto na noite da quinta-feira (24), pelo diretor da Escola Judicial.

O primeiro palestrante da noite será o desembargador Francisco da Mota Peixoto Giordani, abordando o tema ‘Aspectos do Contrato de Trabalho Pós-Reforma Trabalhista’, tendo como debatedor o professor José Carlos Parpinelli, do curso de Direito da Unigran.

As palestras e debates prosseguem durante toda a sexta-feira (25), com a juíza Thereza Christina Nahas (As principais alterações trazidas pela reforma trabalhista), o juiz Renato Sabino (Contrato de trabalho intermitente), o juiz André Luiz Nacer de Souza (Testemunho sobre alteridade), Antônio Fabrício Gonçalves (A in-constitucionalidade da tarifação das indenizações por danos morais na Justiça do Trabalho) e Osvaldo Sirota Rotbande (Reforma trabalhista e mudanças no sistema sindical).

Comentário

O vereador Sergio Nogueira (PSDB) cumpriu agenda em Brasília na última semana, de terça (15) a quinta-feira (17). O parlamentar participou de reuniões da bancada federal e realizou visitas aos gabinetes dos deputados federais e senadores a fim de conseguir recursos para investimento na implantação de usinas de reciclagem da construção civil em Dourados.

Segundo Sergio Nogueira, o objetivo ao buscar estas emendas é instalar as usinas dentro do aterro sanitário e reciclar todos os resíduos da construção civil. “Isto acabará com os lixões e depósitos clandestinos nas periferias e o depósito de lixo nas áreas de preservação ambiental e beira dos córregos, aumentará o tempo de vida útil do aterro sanitário do município, criará oportunidades de trabalho e ajudará a reduzir o déficit habitacional de Dourados com a utilização dos tijolos e blocos produzidos. As usinas produzirão pisos e lajotas para calçamentos de praças e calçadas resolvendo um grave problema de Dourados”, afirmou.

As visitas iniciaram na terça-feira no período da tarde. Na quarta-feira pela manhã Sergio Nogueira foi recebido pelo senador Nelson Trad Filho (PSD), apresentou o projeto das usinas e obteve a garantia do líder da bancada federal que envidará todos os esforços junto aos demais parlamentares para que seja garantido o recurso de emendas individuais ou da bancada do ano de 2020 para a instalação em Dourados.

O vereador foi atendido também pelos deputados federais Dr. Luiz Ovando (PSL) e Vander Loubet (PT) em seus gabinetes. Conversou com os deputados Dagoberto Nogueira (PDT), Fábio Trad (PSD), Tio Trutis (PSL) e Bia Cavassa (PSDB) na reunião da bancada. Os deputados Beto Pereira e Rose Modesto atenderam o vereador na sala da liderança do PSDB da Câmara Federal.

As conversas com a senadora Soraya Tronick (PSL) ocorreram nos aeroportos de Campo Grande e de Brasília quando Sergio Nogueira recebeu a garantia do atendimento na solicitação de emendas parlamentares para a maior cidade do interior de MS. O parlamentar esteve no gabinete da senadora Simone Tebet (MDB) e protocolou ofício solicitando emendas para a implantação da usina e um olhar diferenciado para Dourados na destinação das suas emendas.

Aeroporto e Assistência Social

Durante a estadia na capital federal, Sergio Nogueira enfatizou aos deputados e senadores a importância e urgência da revitalização do Aeroporto Regional de Dourados Francisco de Matos Pereira. “Eu destaquei em todas as conversas que tive com os parlamentares federais a importância de colocar uma emenda de bancada para o aeroporto de nossa cidade. Pois nossa cidade atende cerca de um milhão de pessoas da região sul do estado e, inclusive, do Paraguai, e há necessidade de melhorarmos a infraestrutura do nosso aeroporto. Chegou a hora dos parlamentares atenderem à nossa reivindicação para o desenvolvimento da nossa região”, frisou.

Na quarta-feira à tarde o vereador foi recebido no gabinete do secretário especial do governo do MS em Brasília, ex-senador Pedro Chaves, do qual recebeu a garantia de apoio junto ao Ministério do Desenvolvimento Social para a liberação de recursos do Fundo Nacional de Assistência Social que estão atrasados, para que Dourados possa continuar os atendimentos socioassistenciais.

“A viagem pode ser considerada bem sucedida pelos contatos realizados e as garantias de destinação de emendas que serão feitas até o dia 24 de outubro pelos parlamentares federais. Sinto ter cumprido meu dever como representante da população douradense, mas só ficarei satisfeito quando houver a efetivação da destinação dessas emendas”, reforçou Sergio Nogueira. (Da assessoria)

Comentário

Após a rodada quase perfeita para o Flamengo, o time carioca deu um grande passo rumo ao título do Campeonato Brasileiro e, de acordo com os matemáticos, parece ser uma questão de tempo para a equipe comandada por Jorge Jesus levantar a taça. O time carioca tem 97% de chances de sagrar-se campeão e, dependendo de uma combinação de resultados, pode garantir o título daqui quatro rodadas, justamente no clássico carioca com o Botafogo.

O site Infobola aponta o Flamengo com 97% de chances de ser campeão. Em segundo aparece o Palmeiras com 2% e depois o Santos com 1%. As demais 17 equipes não tem chances ou o valor é inferior a 1% - de acordo com as probabilidades. O São Paulo, quarto colocado, está 20 pontos atrás do líder, restando 11 rodadas a serem disputadas.

Os flamenguistas não podem reclamar do que aconteceu no final de semana no futebol. O Flamengo derrotou o rival Fluminense por 2 a 0 e viu seus dois principais concorrentes perderem pontos. O Palmeiras só empatou com o Athletico-PR em 1 a 1, na Arena da Baixada, e o Santos perdeu fora de casa para o Atlético-MG por 2 a 0.

Com os resultados, o Flamengo chegou aos 64 pontos, enquanto o Palmeiras tem 54 e o Santos 51. A vantagem carioca é tão grande que existe até uma remota possibilidade do time rubro-negro conquistar o título por antecipação, daqui a quatro rodadas, repercute o portal Terra. Para isso, precisa vencer os quatro jogos, o Palmeiras fazer até um ponto neste período (um empate e três derrotas), o Santos somar até quatro pontos (uma vitória, um empate e duas derrotas ou quatro empates) e o São Paulo somar até nove pontos (três vitórias e uma derrota).

Comentário

Página 1 de 1463

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus