Timber by EMSIEN-3 LTD
Quinta, 08 Fevereiro 2018 11:30

Promotor nega novo pedido de adiamento para convocação de guardas aprovados em concurso Destaque

Escrito por
Grupo com 92 aprovados no concurso público da prefeitura aguarda convocação Grupo com 92 aprovados no concurso público da prefeitura aguarda convocação Divulgação

O promotor de Justiça da 10ª. Promotoria de Justiça do MPE (Ministério Público Estadual) em Dourados, Eteocles Brito Mendonças Dias Junior, negou o pedido formulado pelo comandante da Guarda Municipal de Dourados, Silvio Reginaldo Peres Costa, de adiar por mais 30 dias o prazo para o cumprimento do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) firmado em fevereiro deste ano para a conclusão de todas as etapas do processo de convocação dos 92 guardas municipais aprovados em concurso público realizado em 2016.

De acordo com o despacho, publicado no dia 2 deste mês, como a próxima fase do certame, consistente no curso de formação dos novos agentes, deve ter duração de quatro meses, o cumprimento dessa providência deve se iniciar ainda em fevereiro, “como o previsto inicialmente”, havendo “tempo hábil para que as nomeações ocorram até o mês de julho/2018”.

“Caso contrário – escreve Eteocles Brito -, considerando tratar-se o presente de ano eleitoral e, portanto, sujeito às disposições da Lei das Eleições (art. 73, V) – veja abaixo -, em sendo permitida a dilação do prazo, admitir-se-ia que as nomeações reclamadas na presente execução se dessem apenas no ano vindouro, o que se mostraria deveras prejudicial à sociedade”.

Credibilidade

Segundo o promotor público, pelo TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) que serve de base a esta decisão, “tais nomeações deveriam ter ocorrido até 31 de dezembro de 2016, mais de um ano atrás, o que foi descumprido naquela ocasião, e o vem sendo também na atual situação. Ora, tal conduta da administração municipal, consistente em, de forma reiterada, descumprir acordos firmados com o Parquet [o Ministério Público], e mesmo em sede judicial, postergando o cumprimento de obrigações assumidas, tem apontado para a falta de credibilidade dos gestores, ensejando atuação judicial firme visando fazer cumprir os postulados da administração pública”.

Ao final, o promotor manda intimar o representante legal da Guarda, no caso o comandante Silvio Peres, para que, “imediatamente, sob pena de incidência de multa diária no montante 1000 UFERMS por dia: 1. cumpra com a obrigação de fazer consistente em dar prosseguimento ao Edital PMD/FAPEMS 001/2016, no que diz respeito ao preenchimento das 92 vagas de Guarda Municipal de Dourados, empreendendo todas as medidas administrativas e materiais necessárias para o prosseguimento e conclusão do certame, notadamente do curso de formação profissional e prova de títulos dos candidatos, no prazo máximo de 120 dias; e, 2. Igualmente, proceda a nomeação de todos os candidatos habilitados dentro do número de vagas, antes da data máxima estipulada pelo art. 73, V, da Lei das Eleições”.

Veja o que diz a Lei das Eleições:

artigo 73 lei eleitoral

Última modificação em Quinta, 08 Fevereiro 2018 11:33

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus