Timber by EMSIEN-3 LTD
  • governo abril
  • Dnews Whats
Domingo, 18 Março 2018 09:49

Estado conserta rodovias usando colchão drenante para evitar formação de borrachudos

Escrito por
Manta colocada sobre pedras recebe outra camada de pedra antes do asfalto que ganha maior durabilidade Manta colocada sobre pedras recebe outra camada de pedra antes do asfalto que ganha maior durabilidade Assessoria/Edemir Rodrigues

Até o final de maio deste ano deverá ser concluída a obra que vai acabar com o sofrimento de quem utiliza as rodovias MS 156 e a MS 157 em Itaporã. A MS 156, que vivia tendo problemas com o asfalto, mesmo com os serviços de manutenção, está sendo totalmente reconstruída pelo Governo do Estado, com o uso de matéria-prima apropriada e tecnologia de ponta. “Estamos fazendo a reconstrução dessa rodovia, usando um modelo novo para garantir durabilidade do asfalto, para não acontecer como aconteceu no final de 2014 em muitas rodovias do nosso Estado, que foram destruídas pela chuva”, destacou o governador Reinaldo Azambuja.

O empresário Ary Lulu, dono da Renove Pneus, está instalado na MS 156 desde 2010 e conta que sempre que chovia forte a enxurrada levava o asfalto. “Na parte baixa a chuva arrancava o asfalto, e agora a gente vê que o serviço está sendo bem feito”, comentou. Com a conclusão da obra, ele acredita que haverá uma melhoria para os comerciantes instalados na via. “Com essa buraqueira a gente tinha bastante movimento por causa dos pneus estourados, mas a gente não pode pensar em benefício próprio, temos que pensar no que é melhor para todos, e como a obra que está sendo feita é de excelente qualidade, todo mundo vai sair ganhando”, afirmou.

Qualidade

Em ritmo acelerado de execução, as obras na entrada do município de Itaporã chamam a atenção de quem passa pelo local. Projetada para receber um intenso fluxo de veículos pesados, o trecho é rota que liga o Sul do País ao Pantanal, e está sendo executada para durar no mínimo 10 anos sem manutenção, informou o fiscal da Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), Raimundo Nonato.

Segundo ele, rodovias que recebem intenso fluxo de veículos pesados devem ser bem construídas para suportar o peso e não demandar uma manutenção precoce. Outra particularidade desse percurso é o lençol freático aflorado. “Nesta obra estão sendo utilizadas algumas camadas. Nós retiramos o solo mole e o substituímos por pedra rachão que forma um colchão drenante no leito. Por cima utilizamos uma manta e por cima dessa manta outra camada de pedra de 20 cm de espessura. A manta vai funcionar como uma espécie de filtro e isso vai evitar que se formem os ‘borrachudos’ na rodovia”, explica.

Para o secretário estadual de Infraestrutura, Marcelo Miglioli, que visitou a obra na semana passada, com a qualidade da obra que está em execução o problema da rodovia será resolvido definitivamente. “Estamos realizando um serviço de reconstrução dessa rodovia e entendemos que vamos definitivamente resolver o problema, que sempre foi crônico para Itaporã. Era uma via que já estava completamente deteriorada e que colocava em risco a vida das pessoas”, pontua.

Realizada com recursos próprios do Governo, pelo Fundersul (o Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário do Estado do Mato Grosso do Sul), a revitalização desses trechos das rodovias recebe investimentos da ordem de R$ 7.132.505,93. A previsão de entrega é para o final do mês de maio.

  • mistura
  • unigran pos

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus