Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O governo de Cuba informou nesta quarta-feira (14) que decidiu sair do programa social Mais Médicos, citando "referências diretas, depreciativas e ameaçadoras" feitas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro à presença dos médicos cubanos no Brasil. O país caribenho envia profissionais para atuar no Sistema Único de Saúde desde 2013, quando o governo da então presidente Dilma Rousseff criou o programa para atender regiões carentes sem cobertura médica.

"O Ministério da Saúde Pública de Cuba tomou a decisão de não continuar participando do Programa Mais Médicos e assim comunicou à diretora da Organização Pan-Americana de Saúde [Opas] e aos líderes políticos brasileiros que fundaram e defenderam a iniciativa", diz a nota do governo, em comunicado que não diz a data em que os médicos cubanos deixarão de trabalhar no programa. A Opas disse apenas que foi comunicada da decisão, sem dar mais detalhes.

Expulsão pelo Revalida

Em agosto, ainda em campanha, Bolsonaro declarou que ele "expulsaria" os médicos cubanos do Brasil com base no exame de revalidação de diploma de médicos formados no exterior, o Revalida. A promessa também estava em seu plano de governo.

Fora do Mais Médicos, os formados no exterior não podem atuar na medicina brasileira sem a aprovação no Revalida. Mas no caso do programa federal, todos os estrangeiros participantes têm autorização de atuar no Brasil mesmo sem ter se submetido ao exame.

"Nós juntos temos como fazer o Brasil melhor para todos e não para grupelhos que se apoderaram do poder e [há] mais de 20 anos nos assaltam e cada vez mais tendo levado para um caminho que nós não queremos. Vamos botar um ponto final do Foro de São Paulo. Vamos expulsar com o Revalida os cubanos do Brasil", declarou Bolsonaro em pronunciamento realizado em Presidente Prudente (SP).

“Qualquer estrangeiro vindo trabalhar aqui na área de medicina tem que aplicar o Revalida. Se você for para qualquer país do mundo, também. Nós não podemos botar gente de Cuba aqui sem o mínimo de comprovação de que eles realmente saibam o exercício da profissão. Você não pode, só porque o pobre que é atendido por eles, botar pessoas que talvez não tenham qualificação para tal”, justificou.

Após a decisão do governo cubano, Bolsonaro se manifestou pelo Twitter dizendo: "Condicionamos à continuidade do programa Mais Médicos a aplicação de teste de capacidade, salário integral aos profissionais cubanos, hoje maior parte destinados à ditadura, e a liberdade para trazerem suas famílias. Infelizmente, Cuba não aceitou."

Bolsonaro disse ainda que "além de explorar seus cidadãos ao não pagar integralmente os salários dos profissionais, a ditadura cubana demonstra grande irresponsabilidade ao desconsiderar os impactos negativos na vida e na saúde dos brasileiros e na integridade dos cubanos". O presidente eleito acrescentou que "Cuba fica com a maior parte do salário dos médicos cubanos e restringe a liberdade desses profissionais e de seus familiares".

"Eles estão se retirando do Mais Médicos por não aceitarem rever esta situação absurda que viola direitos humanos. Lamentável!", escreveu no Twitter o futuro presidente, conforme repercutiu o portal G1.

Comentário

O governador Reinaldo Azambuja obteve nesta quarta-feira (14), em audiência com o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, em Brasília, a garantia do repasses a hospitais de Mato Grosso do Sul. Ele discutiu a liberação do depósito dos convênios para a construção do Hospital Regional de Dourados, no valor de R$ 9,4 milhões, e o repasse mensal de R$ 6 milhões para o Hospital do Trauma, de Campo Grande. O ministro assumiu o compromisso de liberar esses recursos.

O Hospital de Dourados está em construção. A unidade terá perfil assistencial de hospital geral, que priorizará as linhas de cuidados de urgência e emergência, cardiologia, nefrologia, oftalmologia e cirurgia geral, com 210 leitos, UTI adulto e pediátrico e centro cirúrgico e obstétrico, entre outros setores. Enquanto ele não fica pronto, o Governo do Estado locou o hospital São Luis, onde são feitas 300 cirurgias eletivas por mês.

Já em Campo Grande, o Hospital do Trauma foi entregue após duas décadas do início da construção. Específico para atendimento de politraumatizados, a unidade foi construída em anexo à Santa Casa de Campo Grande para realizar atendimentos de média e alta complexidade em ortopedia, ajudando a desafogar o sistema de saúde na Capital. São mais de 6.600 m² de área construída, com 100 leitos de internação, 10 leitos de UTI, cinco salas cirúrgicas, duas salas para cirurgia de pequeno porte, uma sala de fisioterapia, uma sala de reabilitação, três salas de observação com 15 leitos, duas salas de raio x, uma sala de tomografia, duas salas de odontologia, três consultórios e uma sala de emergência.

Vigilância em Saúde

Reinaldo Azambuja solicitou ainda aumento do repasse de verbas de média e alta complexidade para municípios de Mato Grosso do Sul e habilitação de alguns serviços e equipamentos. Também nesta quarta-feira, em Brasília, Reinaldo Azambuja e o secretário estadual de Saúde, Carlos Alberto Coimbra, garantiram três caminhonetes, que serão usadas para as ações de vigilância em saúde em Campo Grande. A audiência contou ainda com a presença do deputado federal Geraldo Resende (PSDB).

Comentário

Os governadores eleitos do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, de São Paulo, João Dória, e do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, responsáveis pela organização do fórum que reuniu representantes de 19 estados e do DF, comemoraram os resultados da conversa que tiveram nesta quarta-feira (14) com o presidente eleito Jair Bolsonaro e equipe. Eles destacaram a sinalização positiva de apoio financeiro para os estados e, como contrapartida, vão negociar com as bancadas estaduais os projetos de interesse comum e as reformas.

Para os governadores, é necessário, porém, levar adiante as propostas que viabilizem a recuperação financeira dos estados, como a liberação de recursos e a securitização. Diante do aceno positivo do governo eleito, eles se dispuseram a negociar com as bancadas as propostas em discussão no Congresso Nacional e as reformas, especialmente a da Previdência. Um novo encontro já foi agendado para o dia 12 de dezembro.

Os governadores destacaram a votação da cessão onerosa, que autoriza a Petrobras a vender seu direito de exploração do pré-sal para a iniciativa privada. Segundo Ibaneis, o assunto vai ser colocado em votação no Senado, em regime de urgência, no dia 21.

Paulo Guedes, confirmado para o Ministério da Economia, disse que a disposição é que os recursos sejam divididos entre os estados. O percentual e a forma como isso será feito, no entanto, ainda não foram detalhados, conforme resumiu a Agência Brasil de notícias.

Recuperação financeira

Witzel defendeu como alternativa a securitização. A proposta de securitização das dívidas está na Câmara dos Deputados e autoriza os estados a vender créditos que têm a receber dos contribuintes. “É uma das formas imediatas”, afirmou o governador eleito do Rio.

Segundo Witzel, a exemplo do que fez o Rio, Minas Gerais e Rio Grande do Sul vão tentar acesso à Lei de Recuperação Fiscal para pagar a dívida em seis anos. “O Rio de Janeiro já fez, e está dando certo. No Rio, quero manter até 2020 e depois renovar até 2023”, informou o futuro governador.

Na tentativa de aliviar o caixa dos estados, os governadores apelaram também para a liberação de recursos do Refis (o Programa de Recuperação Fiscal), que ainda não ocorreu.

Para Doria, o pacto federativo será um compromisso que atinge diretamente os prefeitos, que precisam de recursos para saúde, educação, transporte e segurança pública. Ele lembrou que as prefeituras também são responsáveis pelas guardas municipais.

Os governadores ressaltaram que vão se empenhar, junto a suas bancadas, para a aprovação da reforma da Previdência em 2019. De acordo com os futuros governadores, não foram apresentadas condições à equipe de transição para o apoio.

“O apoio é integral à reforma da Previdência. É importante que seja a primeira das reformas, não a última”, disse Doria. As reformas administrativas e tributária também estão no radar dos governadores.

Próximos passos

O próximo fórum de governadores será no dia 12 de dezembro, em Brasília. Em pouco mais de três semanas, cada governador comprometeu-se a conversar com suas bancadas para aprovar propostas de interesse comum em tramitação no Congresso.

Também definiram que vão aprimorar a pauta discutida nessa primeira reunião com a elaboração de uma carta conjunta em que destacaram 12 pontos: segurança pública e sistema penitenciário, servidores públicos e folha de pagamento, reforma administrativa, reajuste da tabela do SUS (Sistema Único de Saúde) e a prorrogação do Fundeb (o Fundo de Desenvolvimento do Ensino Básico), previsto para ser encerrado em 2020. O Fundeb é uma ajuda financeira repassada pela União para auxiliar os estados a manter o ensino básico, observa a publicação da agência oficial de notícias do Governo.

Comentário

O Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados vai realiza, nos dias 8 e 9 de dezembro, o I Simpósio de Fisioterapia, evento voltado a profissionais, residentes e estudantes da área de saúde, com objetivo de proporcionar a troca e atualização de conhecimentos em Fisioterapia Hospitalar.

Esta será a primeira iniciativa do tipo entre as filiais da Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) em Mato Grosso do Sul, e representa oportunidade de capacitação focada na integralidade da saúde dos pacientes, no atendimento humanizado e na melhoria dos processos de ensino e de formação de novos profissionais.

Durante os dois dias, palestras, minicursos e mesas redondas comporão a programação, que terá 35 vagas destinadas a colaboradores de Fisioterapia do HU e outras 35 disponíveis para outros profissionais (internos e externos), residentes e acadêmicos. Para participar, é necessário efetuar inscrição até o dia 3 de dezembro.

ACESSE AQUI

A inscrição não será cobrada, porém a organização do Simpósio sugere que os participantes colaborem com uma contribuição solidária, na forma de doação de produtos de higiene pessoal, que será destinada a Associação de Voluntários do HU e repassada a pacientes que necessitem desses itens durante a internação. Podem ser doados: sabonete líquido, shampoo, condicionador, creme dental, escova de dentes e desodorante.

Programação

Durante as manhãs do evento, serão trabalhadas as mesas redondas e as palestras – no auditório do hospital – e no período da tarde, serão ministrados os minicursos – no auditório e em sala da Biblioteca. As atividades englobam três grandes temas: reabilitação física hospitalar, novas tecnologias para assistência ao usuário e atualizações sobre ventilação mecânica.

Integram o grupo de palestrantes a fisioterapeuta do Hospital e Maternidade SEPACO, de São Paulo (SP), e especialista na área de Fisioterapia em Pediatria e Neonatologia, Ana Beatriz de Oliveira Salgueiro; o fisioterapeuta, mestre em Saúde, e sócio-diretor da empresa Pullmonar - Assistência Fisioterapêutica Especializada, de Campo Grande, Gabriel Victor Guimarães Rapello; o fisioterapeuta e mestre em Saúde, também sócio-diretor da empresa Pullmonar, Rodrigo Koch, e o fisioterapeuta especialista em Fisioterapia Hospitalar e Terapia Intensiva e colaborador da Associação Hospitalar Moinhos de Vento, de Porto Alegre, Márcio Luiz Ferreira de Camillis.

No total, o Simpósio terá carga de 20 horas. Os certificados serão emitidos pela Ebserh ao participante que obtiver no mínimo 75% de frequência. O I Simpósio de Fisioterapia do HU é uma iniciativa da Unidade Multiprofissional em parceria com a Divisão de Gestão de Pessoas e representantes do serviço de Fisioterapia do hospital. Atuam como apoiadores do evento: Pullmonar - Assistência Fisioterapêutica Especializada, Respirare Equipamentos Respiratórios, Kikão Restaurante, Dourados Center Hotel, Unigran e o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do MS (Terapia 13). Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 3410-3088 (com Raquel).

Comentário

Um caminhão com uma carga de 400 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai foi apreendido na madrugada desta quarta-feira (14) pela PF (Polícia Federal), durante uma operação de controle e fiscalização nas margens do Lago de Itaipu, na região de Santa Helena Velha, no Paraná.

Os policiais federais perceberam uma movimentação de carros perto do lago e decidiram investigar. Após buscas no local, identificaram marcas de pneus de caminhão em meio à plantação de soja. Mais adiante localizaram o veículo e mais uma caminhonete.

De acordo com a PF, o caminhão Mercedes-Benz e a caminhonete Fiat Strada foram abandonados pelos criminosos ao perceberam a presença dos agentes na região. “Os veículos e a carga ilícita foram apreendidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Federal em Foz do Iguaçu e posteriormente à Receita Federal para as providências legais”, informou a PF por meio de nota.

Comentário

A cooperativa Sicredi Centro-Sul MS promove, desde abril, a campanha promocional “Poupar no Sicredi é Tudo de Bom”. Na terceira apuração, foram sorteados um carro Fiat Mobi, uma moto Honda, modelo CG 125 Fan e um drone DJI, modelo Phanton 3. O grande sortudo que levou um carro Fiat Mobi, zero km, foi o associado da agência Itaquiraí, Alfredo Leandro Pacheco.

O associado recebeu as chaves carro das mãos do presidente da Sicredi Centro-Sul MS, Sadi Masiero, do vice-presidente, Edilson Antonio Lazzarini e do gerente da agência no município, Érik Gonçalves de Oliveira, na presença dos colaboradores da agência do Sicredi no município e familiares.

Os outros dois prêmios deste sorteio tiveram como ganhadores o associado da agência Deodápolis, Rafael Marques Lazzarini, que levou uma moto Honda, modelo CG 125 Fan, zero km e o ganhador do drone DJI, modelo Phantom 3, Pedro Pereira Vargas, da agência Caarapó.

As chances de ganhar ainda não acabaram, informa a assessoria do banco A Sicredi Centro-Sul MS ainda realizará mais um grande sorteio no mês de dezembro. Ao longo do ano, os associados, pessoas físicas e jurídicas, que realizarem depósitos em poupança, depósitos a prazo e aplicação em capital social na cooperativa concorrem a grandes prêmios. O período de participação da promoção “Poupar no Sicredi é Tudo de Bom” iniciou no dia 2 de abril e segue até o dia 7 de dezembro. Os prêmios são válidos somente para associados da Sicredi Centro-Sul MS que realizarem as aplicações nos produtos participantes e assegurarem seus cupons. Ao todo, são 97 prêmios que somam R$ 327 mil.

A próxima apuração da promoção será realizada no dia 15 de dezembro e terá um verdadeiro festival de prêmios, com o sorteio de um micro-ondas Philco, duas bicicletas Caloi, um ar condicionado Electrolux 12.000 BTUs, um Xbox One, um refrigerador Brastemp, um Iphone 8, um notebook Dell, um fogão Brastemp, um voucher de viagem nacional no valor de R$ 5 mil, uma TV LG 65”, um carro Hyundai modelo HB20 e uma camionete GM modelo S10 CD Advantage, para todos os associados participantes de acordo com o regulamento.

Comentário

O ministro que coordena a transição de governo e futuro chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou nesta quarta-feira (14) que o "martelo está batido" para a criação do Ministério da Cidadania no governo de Jair Bolsonaro (PSL).

Em entrevista à Rádio Gaúcha, Lorenzoni explicou que a nova pasta cuidará das áreas de desenvolvimento social, direitos humanos e políticas de combate às drogas – atualmente o governo federal tem oS ministérioS do Desenvolvimento Social e dos Direitos Humanos para isso.

Lorenzoni declarou na entrevista que parte do Ministério do Trabalho poderá ficar com a nova estrutura, mas que o modelo será analisado pelo presidente eleito Jair Bolsonaro. "O Ministério do Trabalho ficará junto com a 'produção' ou vai para um outro ministério chamado de Cidadania, que aí tem lá o Desenvolvimento Social, os Direitos Humanos", disse o ministro.

"Esse martelo está batido... Ele vai cuidar dos direitos humanos, do desenvolvimento social e vai trazer a Senad [Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas]... E ele vem para trabalhar com recuperação de drogados", completou.

Magno Malta

Nas discussões sobre a estrutura do novo governo, chegou a se especular a fusão das pastas de Direitos Humanos e Desenvolvimento Social sob o nome de Ministério da Família, com o senador Magno Malta (PR-ES) entre os cotados para ser ministro, conforme repercutiu o portal G1.

Comentário

A AgroSeiva, Empresa Júnior do curso de Agronomia da Unigran, realizou a AgroFeira, comercializando verduras e legumes agroecológicos, ou seja, livre de defensivos agrícolas. Todos os produtos foram produzidos pelos próprios acadêmicos no Cantão do Bosque, o bloco de Ciências Agrárias da Unigran, como atividade de algumas disciplinas do curso.

Quem prestigiou a feira pôde adquirir, com um preço acessível, beterraba, rabanete, alface crespa e lisa, cebolinha, rúcula, couve, cenoura e almeirão. O acadêmico Wesley Riato Linares, do 6º semestre e um dos diretores da AgroSeiva, explicou que a feira tem dois objetivos principais: “oferecer para a comunidade acadêmica produtos agroecológicos de qualidade a um preço baixo e, consequentemente, também arrecadar recursos para as atividades tanto da Empresa Júnior quanto do nosso curso”.

Já o coordenador de Agronomia da Unigran, Mateus Secretti, destacou ainda a contribuição na formação dos alunos. “Além de levantar recursos, a feira também contribui na formação profissional dos acadêmicos, despertando e fortalecendo o empreendedorismo, que hoje é imprescindível para qualquer profissional, preparando para a realidade do mercado de trabalho”, menciona.

A AgroSeiva informou ainda que pretende realizar, no mínimo, uma feira por mês, e organizar os ciclos das culturas para garantir essa realização com mais frequência. Os interessados em saber as datas que a feira vai acontecer podem acessar a página do curso de Agronomia no facebook, no endereço facebook.com/agrounigran.

Comentário

“Há treze anos esse Conselho estava desativado e agora será um novo tempo. Só temos a agradecer a prefeita Délia Razuk que nos deu essa abertura”. Assim, a coordenadora da Casa dos Conselhos, Nádia Etiene Domingos, agradeceu, durante ato de posse do Comafro (Conselho Municipal de Defesa e Desenvolvimento de Direitos dos Afro-brasileiros), a reativação do movimento em solenidade que ocorreu na manhã desta terça-feira (13), na Prefeitura de Dourados.

O Comafro é uma representação paritária e conta com envolvidos de várias entidades. Luhara de Souza Arguelho, presidente do Conselho, destacou o objetivo dos membros de construir ações “práticas, dinâmicas e reflexivas”. Ela ressaltou ainda que os representantes estavam em tratativas para a retomada do Conselho “há anos”, e agora foi possível.

A prefeita Délia Razuk parabenizou a luta das comunidades para retomar o Conselho e destacou que agora os membros farão “linha de frente” quanto às demandas dos afros-descendentes em Dourados. A “voz da comunidade” diante da estruturação do grupo foi destacada pelo secretário de Assistência Social Landmark Rios. Ele enfatizou a atuação do Conselho como fundamental junto à gestão municipal.

Conselheiros destacaram que várias ações já vêm sendo articuladas nas escolas, junto à comunidade. Uma delas é o Festival da Cultura Afro, que acontecerá em breve na Praça Antônio João, e também uma audiência pública sobre o movimento negro. Uma apresentação cultural no pátio da Prefeitura de Dourados encerrou a solenidade.

Comentário

A Fatec (Faculdade de Tecnologia) do Senai de Dourados está com inscrições abertas para o Vestibular 2019 aos cursos superiores de Tecnologia em Alimentos, Tecnologia em Automação Industrial e Tecnologia em Manutenção Industrial, que oferecem 110 vagas no período noturno. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 8 de fevereiro de 2019 pelo site www.ms.senai.br/educacaoou diretamente na secretaria acadêmica da Faculdade, localizada na Rua 20 de Dezembro, 2.445, no Jardim Rasslem.

Segundo o diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, as ofertas na área de educação de nível superior estão sempre alinhadas com as demandas das indústrias de Mato Grosso do Sul. “O Senai tem docentes qualificados e diferenciados em função da experiência industrial assim como toda a sua estrutura de laboratórios e equipamentos para aulas práticas. Acreditamos sempre nas oportunidades em cada vez mais podermos desenvolver profissionais com estrutura técnica forte no intuito de fortalecer a indústria estadual”, reforçou.

As provas serão realizadas conforme agendamento, de segunda à sexta-feira, das 13 às 16 horas e das 19 às 21 horas, e aos sábados, das 13 às 16 horas, sendo que o resultado sairá no dia seguinte à realização da prova diretamente na secretaria acadêmica da Faculdade. No entanto, no caso do candidato que optar por fazer as provas no último dia permitido, ou seja, 8 de fevereiro de 2019, o resultado será divulgado, excepcionalmente, no dia 9, pois as aulas terão início no dia 18 de fevereiro.

Para fazer a prova, o candidato deverá apresentar o comprovante de inscrição, documento oficial de identidade com foto, caneta esferográfica azul ou preta, lápis e borracha. Além disso, o candidato que estiver cursando as 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio ou equivalente somente poderá se inscrever na condição de treineiro. Os candidatos portadores de diploma de curso superior ou que tenham nota do Enem igual ou superior a 450 pontos obtidas nas edições realizadas após 2015 não precisam participar do processo seletivo e podem efetuar a matrícula de forma direta.

Os documentos necessários para a matrícula são: certidão de nascimento ou casamento (original + duas cópias), carteira de identidade (original + duas cópias), título de eleitor (original + duas cópias), CPF (original + duas cópias), histórico escolar do Ensino Médio (original + duas cópias), certificado de reservista ou prova de que está em dia com as obrigações militares (somente para candidatos do sexo masculino e com mais de 18 anos), comprovante de residência atualizado (original + uma cópia) e uma foto 3x4 colorida, frontal e recente.

Comentário

Página 1 de 1116
  • Unimed 38

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus