Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Depois de auditoria realizada entre os dias 18 e 19 de setembro deste ano, o Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) credenciou o laboratório de análise de sementes do IST Alimentos e Bebidas (Instituto Senai de Tecnologia em Alimentos e Bebidas), localizado em Dourados, conforme comunicado recebido quinta-feira (3) que, a partir de agora, oferece á região que engloba os municípios de Maracaju e Dourados mais um espaço para melhorar a competitividade da agroindústria de Mato Grosso do Sul.

Com esse reconhecimento, o laboratório de análise de sementes do IST Alimentos e Bebidas passa a fazer parte do Registro Nacional de Sementes e Mudas habilitado a exercer a atividade de análise em sementes de soja e milho. Conforme o diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, o credenciamento reforça a credibilidade da instituição, representa uma expansão de mercado e irá trazer grandes ganhos para a sociedade.

“A equipe toda que se envolveu no desenvolvimento desse laboratório está de parabéns, pois fazer um projeto, montagem, execução e auditoria do Mapa em um ano é praticamente um prazo recorde, motivo de muito orgulho para todos nós e com certeza irá beneficiar a agroindústria da região”, afirmou Rodolpho Mangialardo, acrescentando que a ideia de construir o laboratório vem ao encontro de uma demanda da agroindústria da região, que já tinha manifestado uma preocupação com a qualidade das sementes vindas, na grande maioria, da Região Sul do Brasil.

“Começamos a estudar e identificamos que há uma série de características que precisam ser confiáveis para que a produtividade do plantio seja garantida. Por isso, decidimos construir um laboratório para ajudar a agroindústria, podendo também prestar serviço à cadeia de produção de grãos de todo o Estado”, explicou o diretor-regional do Senai.

Poderão contratar os serviços do laboratório de sementes empresas produtoras de sementes, cooperativas revendedoras, produtores de grãos que queiram atestar o vigor e qualidade do material genético adquirido para controle de qualidade da lavoura, empresas de produtos agroquímicos e obtentores de cultivares e pesquisadores. Para atender essa demanda, o laboratório está estruturado com equipamentos de alta tecnologia e performance para que o melhor resultado seja atingido e conta com equipe qualificada e treinada para executar os ensaios.

Segundo a coordenadora do LabSenai Alimentos e Bebidas, Daniela Menegat, incialmente, estão sendo realizados serviços de análises laboratoriais em sementes de milho e soja, como determinação de pureza e verificação de outras cultivares, determinação de outras sementes por número, determinação do grau de umidade, teste de germinação, teste de vigor envelhecimento acelerado, teste de peroxidase e uniformidade, além de peso de mil sementes. As análises são realizadas de acordo com metodologias oficiais descritas nas Regras de Análise de Sementes, publicadas pelo Mapa.

“Sementes puras apresentam alta qualidade física e genética. A pureza física implica na ausência de impurezas tais como: palhas, folhas, sementes de plantas daninhas, sementes de outras culturas, etc. A pureza genética implica que o lote de sementes contenha apenas sementes com características conhecidas da variedade ou cultivar em análise”, detalhou o responsável técnico do laboratório de análise de sementes, Edilson Cardoso de Oliveira Junior.

Ele acrescentou que o primeiro passo em direção ao máximo rendimento das culturas é obtido por meio de uma população recomendável de plantas, que requer que sementes de alta qualidade sejam semeadas. “O sucesso de uma lavoura depende de diversos fatores, mas, sem dúvida, o mais importante deles é a utilização de sementes de elevada qualidade, que gere plantas de elevado vigor e desempenho superior de campo. O uso de sementes de elevada qualidade permite o acesso aos avanços genéticos, com as garantias de qualidade e tecnologias de adaptação nas diversas regiões produtoras”, concluiu.

Comentário

Em razão do feriado da Divisão do Estado e antecipação da comemoração do Dia do Servidor Público, não haverá expediente na maioria das repartições públicas de Mato Grosso do Sul nesta quinta (10) e sexta-feira (11), oferecendo ao funcionalismo um novo ‘feriadão’ de quatro dias, até às 7h30 de segunda-feira (14), quando será retomado o expediente.

Portaria que disciplina o expediente forense para o ano de 2019 foi publicada no Diário da Justiça do dia 9 de janeiro, e no Diário da Justiça de 21 de agosto deste ano regulamentada a antecipação do feriado dedicado ao Dia do Servidor Público, 28 de outubro (segunda-feira) para este dia 10 de outubro.

A mesma providência foi adotada pelo governador Reinaldo Azambuja, antecipando a comemoração do Dia do Servidor Público para o dia 10 de outubro de 2019, igualmente ao presidente da Câmara de Dourados, vereador Alan Guedes. A Prefeitura de Dourados ainda não havia se manifestado oficialmente sobre esses procedimentos.

 

Comentário

Contando com 80 crianças na faixa etária de seis a 12 anos, a Escola Municipal Bernardina Correia de Almeida realizou, sexta-feira (4), na quadra de esportes do estabelecimento, o 2º Festival de Judô Escolar. Pais, familiares e comunidade em geral lotaram o espaço para prestigiar o evento. Como se trata de um festival cujo objetivo é fomentar a prática esportiva, todos os alunos receberam medalhas de participação.

O evento organizado pela direção da escola e o professor da modalidade, Jonathan Alex Espindola Hermes, foi um marco para os alunos. De acordo com o professor Jonathan, os alunos estavam eufóricos no decorrer da semana, aguardando ansiosamente por esse momento, e para que fosse possível a realização de mais um festival, o projeto contou com o empenho e dedicação da diretora Eliane Triches, coordenação e professores, além do esforço dos próprios alunos.

Para a coordenadora do Núcleo de Educação Física da Semed (Secretaria municipal de Educação), professora Mariza Araújo, o momento foi de muita alegria. “Estar presente no festival, prestigiando, apoiando o projeto, é uma grande satisfação, visto que apesar das dificuldades para se manter um projeto, a escola não desistiu e tem demonstrado compromisso com o processo de educação”, afirmou Mariza Araújo.

Comentário

Como as estatísticas demonstram que é crescente a taxa de suicídio entre adolescentes no Brasil [em 2017, por exemplo, o Ministério da Saúde divulgou o Boletim Epidemiológico de Tentativas de Suicídios e Suicídios Consumados no Brasil, que revelou que a maior taxa de mortes ocorre entre jovens de 15 a 29 anos], o vereador Cido Medeiros (DEM) protocolou na sessão ordinária de segunda-feira (7) na Câmara de Dourados uma indicação à prefeita Délia Razuk (PTB) e aos secretários de Saúde e de Educação, sugerindo a implantação de ações preventivas da depressão em pré-adolescentes e adolescentes nas escolas do município.

Segundo Cido Medeiros, a depressão nos jovens cresce a cada dia, seja por motivos de convivência familiar ou problemas escolares. “Mais difícil do que notar a dor dos filhos é reconhecer que esse sentimento é tão limitante que exige, sim, um acompanhamento especializado. Esse momento é um divisor de águas. Se a depressão em adultos é tão devastadora, imagine entre os que estão no começo da vida. O adolescente é mais intenso e impulsivo. Por isso, não tem experiência para tomar decisões claras nem capacidade de enxergar em longo prazo”, avalia o vereador.

No mundo, o suicídio acomete mais de 800 mil pessoas por ano, sendo a segunda maior causa de morte entre pessoas entre 15 e 29 anos, conforme dados da OMS (Organização Mundial da Saúde) – a primeira é a violência. Estes números podem ser ainda maiores, pois há indícios de subnotificação – para cada registro oficial, existem pelo menos quatro tentativas não registradas. Conforme a OMS, as tentativas devem ser cerca de 20 vezes mais frequentes do que o ato consumado. A situação é tão grave que a entidade determinou, como um imperativo global, a redução das taxas de suicídio em 10% até 2020.

Na justificativa da indicação protocolada, Cido Medeiros propõe que as escolas tenham ações preventivas para o combate da depressão e do suicídio entre os adolescentes. A sugestão prevê que os educadores participem de cursos de formação e de requalificação sobre o assunto para lidar adequadamente com o tema. As escolas poderão fazer parcerias com instituições públicas e/ou privadas para promover ações como palestras, workshops e outros instrumentos de capacitação, além de promoverem encontros com famílias para inseri-las no debate.

Cido explicou que se trata de uma propositura muito necessária para a prevenção da depressão e adolescentes. “O número de suicídios na população jovem é alarmante. No Brasil, a taxa de crescimento de casos de suicídio na faixa etária de 10 a 14 anos aumentou 40% em dez anos e 33,5% entre adolescentes de 15 a 19 anos. Em média, dois adolescentes tiram a própria vida por dia, segundo pesquisas. Com certeza, estes são números alarmantes. É vital que os pressionais da saúde, pais e educadores estejam atentos aos sinais dados pelos adolescentes e é fundamental que façamos esse acompanhamento nas escolas”, conclui Cido Medeiros. (Da assessoria)

Comentário

A Polícia apura as circunstâncias do acidente ocorrido nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (9) na região central da cidade. Após tentar desviar de um Fiat Pálio, supostamente, o Honda Fit acabou capotando na rua Hayel Bon Faker, esquina com a Antônio Emilio Figueiredo, em frente da churrascaria Guaporé.

Registro do fato foi feito pelo canal do internauta - Dourawhats - 9 9913 8196

O Corpo de Bombeiros atendeu no local e ajudou a socorrer os ocupantes dos carros, porém, não houve o registro de vítimas. O trecho da Hayel Bon Faker está exigindo atenção redobrada de veículos e usuários da via, por conta das obras de alargamento da pista que são realizadas pelo Governo do Estado.

Comentário

Desembargadores da 1ª Câmara Cível do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) decidiram, por unanimidade, em julgamento realizado nesta terça-feira (8), rejeitar a preliminar e negaram provimento a recurso ingressado pelo prefeito de Laguna Carapã, Itamar Bilibio (MDB).

Com a rejeição, fica mantida sentença de primeiro grau proferida pelo juiz José Domingues Filho em 10 de agosto de 2018, nos autos da ação civil de improbidade administrativa de n.º 0900013-31.2018.8.12.0002 que determinava a perda da função pública, com suspensão dos direitos políticos por três anos e proibição de contratar com o poder público direta ou indiretamente por três anos.

Bilibio recorreu da decisão para permanecer no cargo. O julgamento do recurso havia sido pautado para o dia 21 de maio deste ano, mas foi adiado em virtude de pedido feito pelo advogado de defesa do prefeito. Itamar já havia sido afastado do cargo por acusação de nepotismo, após nomear a esposa como secretária, mas conseguiu retornar cerca de 30 horas após o afastamento.

Comentário

O Ministério da Cidadania começou a convocar mais de cinco mil ex-beneficiários do Programa Bolsa Família a devolverem recursos recebidos indevidamente, no maior processo de cobrança de ressarcimento de repasses promovido pela pasta. No total, o Governo federal está emitindo cobranças no valor aproximado de R$ 5,8 milhões aos cofres públicos.

As pessoas foram identificadas a partir de auditoria da CGU (Controladoria Geral da União) e de cruzamento de dados com o TCU (Tribunal de Contas da União), a partir da suspeita de que essas pessoas tenham prestado informações irregulares intencionalmente ao Cadastro Único para Programas Sociais ou tinham renda superior ao permitido para participar do programa. A primeira cobrança de recebimentos indevidos nessa modalidade foi realizada em 2018 recuperou um milhão de reais aos cofres da União.

Para o secretário especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Lelo Coimbra, a inciativa mostra o empenho do governo federal em combater as irregularidades e garantir que o benefício chegue a quem realmente precisa. “Isso é importante por dois motivos: primeiro, temos muita gente que precisa desse dinheiro. Embora sendo pouco, ajuda no combate à extrema pobreza. Segundo, por uma questão de justiça esse repasse não pode ser dado a quem usou de maneira indevida essa oportunidade, que seja devolvido”, apontou o secretário.

Cartas com aviso de recebimento estão sendo enviadas às famílias identificadas já com a GRU (Guia de Recolhimento da União) no valor previsto pelo governo federal. Os beneficiários têm até 30 dias para apresentar uma defesa ao Ministério da Cidadania. Caso a defesa não seja apresentada, os ex-beneficiários têm o mesmo período para pagar a guia. O não pagamento implica na inclusão do nome no Cadin, o Cadastro Informativo de Créditos não quitados do Setor Público Federal) e no sistema de cobrança do Tribunal de Contas da União (e-TCE).

O secretário nacional de Renda de Cidadania, Tiago Falcão, explica que as famílias que quitarem o débito com a União poderão ser selecionadas para retornar ao benefício após um ano, se atenderem às regras para participar do programa e após passar por um processo de averiguação das informações. “Não pagando, entrando no cadastro de devedores, as famílias têm limitações para fazer empréstimos, financiamento, abertura de contas, além de não conseguirem certidão negativa de débito junto à União. Isso faz então que ela tenha a sua vida financeira bastante complicada caso não regularize a situação”, explicou. Falcão reforçou que o pagamento da guia encerra o processo imediatamente.

Bolsa Família

O Programa é voltado para famílias extremamente pobres (renda per capita mensal de até R$ 85) e pobres (renda per capita mensal entre R$ 85,01 e R$ 170). Os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, como contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de Saúde e Educação. Atualmente, o programa atende mais de 13,5 milhões de famílias com cerca de R$ 2,5 bilhões por mês.

Comentário

Filas extensas e tempo médio de espera de uma hora e meia na escola Castro Alves, em Dourados, para escolher, domingo (6) passado, os novos conselheiros tutelares, levou o deputado Barbosinha (DEM-MS) a usar a tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão desta terça-feira (8), para repercutir o reclame da população quanto a falta de estrutura na eleição, quando apenas 6 mil pessoas compareceram às urnas no município em um colégio eleitoral médio de 140 mil votantes e tiveram que esperar por horas para exercer o direito de cidadania.

Dourados teve apenas um local de votação para comportar todo esse contingente eleitoral, enquanto a cidade de Caarapó, por exemplo, com um contingente de pouco mais que 20 mil eleitores, disponibilizou três locais de votação. Na avaliação do parlamentar douradense, seriam necessários, pelo menos, quatro locais para atender os eleitores.

“O cidadão em uma eleição não obrigatória como esta, em um domingo, dia de descansar e de ficar ao lado dos familiares, precisa ter persistência e determinação para não desistir. Fui exercer minha cidadania acompanhado da minha família e fiquei uma hora e vinte e cinco minutos na fila”, contou Barbosinha.

O deputado disse ter observado muitos eleitores desistindo de votar por conta da falta de estrutura adequada. “Poderíamos ter um público ainda maior se o pleito estivesse organizado e com mais locais para acolher as urnas. A democracia se faria mais presente nesta eleição e acabamos presenciando um caos absurdo”.

Com população de cerca de 230 mil habitantes, Barbosinha cobra mais empenho do poder público em Dourados para atender votações não obrigatórias. Ministério Público, Conselho da Criança e do Adolescente e Poder Judiciário deveriam estar unidos na demonstração de um maior interesse neste tipo de eleição, na opinião do parlamentar.

Na escola Castro Alves havia sete salas de votação, cada uma com duas urnas, para atender a demanda de todos os eleitores do município. “Tivemos apenas um ponto de votação e é preciso ter bom senso nestes casos. Esses conselheiros tutelares têm a missão de zelar pela integridade de adolescentes e crianças e motivados por este apelo os eleitores foram às urnas”, comentou.

Barbosinha acredita que a demora não foi maior devido ao bom trabalho desenvolvido por equipes de uma Universidade local. “Eles criaram um processo de pesquisa rápida do título de eleitor, o que acabou não tornando a espera ainda maior ou inviabilizou totalmente essa eleição”, avaliou.

Para finalizar, o deputado deixou um alerta para os organizadores. “Para as próximas eleições de escolha dos novos conselheiros tutelares tenhamos mais pontos de votação e facilidade para que as pessoas possam exercitar sua democracia em uma escolha tão importante”, finalizou.

Comentário

A Primeira Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu nesta terça-feira (8) tornar o deputado Arthur Lira (PP-AL), líder do bloco composto por PP, MDB e PTB na Câmara, réu por corrupção passiva, acusado de receber R$ 106 mil de propina em espécie. Os ministros, porém, rejeitaram a parte da denúncia relativa ao crime de lavagem de dinheiro. Votaram pelo recebimento da denúncia os ministros Alexandre de Moraes, Rosa Weber e Marco Aurélio Mello, relator, para quem a denúncia apresentada pela PGR (Procuradoria-Geral da República) conseguiu demonstrar haver indício de crime. "A história contida na peça [denúncia] revela materialidade criminosa", disse o ministro. Luís Roberto Barroso e Luiz Fux não estavam presentes.

O caso remonta a 2012, quando um dos assessores parlamentares do deputado foi flagrado no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, tentando embarcar para Brasília com a quantia. Após a ocorrência, o próprio Arthur Lira admitiu ter pago as passagens de ida e volta do assessor à capital paulista, mas alegou não saber sobre o dinheiro. Contudo, segundo a denúncia, apresentada em abril do ano passado pela então procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o deputado orientou o assessor a ocultar o dinheiro nas vestes, junto ao corpo, inclusive dentro das meias, de modo a não ser detectado ao passar pela área de segurança do aeroporto. Ao tentar passar pelo aparelho de raio-x, o funcionário foi abordado por agentes aeroportuários e detido pela Polícia Federal.

A denúncia afirma ainda que a propina teria sido paga pelo então presidente da CBTU (a Companhia Brasileira de Trens Urbanos), Francisco Colombo, com o intuito de angariar apoio político para permanecer no cargo. O MPF apontou que o dinheiro se insere no contexto de outros crimes investigados na Operação Lava Jato e delatado pelo doleiro Alberto Yousseff.

A defesa de Arthur Lira alegou que as investigações não foram capazes de comprovar que o deputado agiu no sentido de “receber” o dinheiro e havia argumentado a inépcia da denúncia, que disse ter sido baseada somente na palavra de um delator conhecido por ser inimigo do deputado. "Trata-se de denúncia de ouvi dizer", afirmou o advogado Pierpaolo Cruz Bottini. O deputado disse que não vai comentar o assunto, conforme reproduziu a Agência Brasil de notícias.

Comentário

O IFMS (Instituto Federal de Mato Grosso do Sul) realizou na tarde desta segunda-feira (7), em Campo Grande, durante duas horas e meia, debate entre os três postulantes a dirigente máximo da instituição pelos próximos quatro anos. Eles responderam a perguntas sobre ensino, gestão de pessoas, desenvolvimento institucional, comunicação, entre outros temas.

Mediado pela pedagoga Giane Silva, representante da Comissão Eleitoral Central, o debate foi realizado na sede da reitoria e transmitido por videoconferência aos dez campi e ao vivo pelas redes sociais do IFMS. Todos os três candidatos a reitor do Instituto, Jiyan Yari, Elaine Cassiano e o Professor Simão, participaram.

Nesta terça-feira (8), a partir das 18 horas, acontece o debate dos candidatos diretores dos nove Campis da instituição, incluindo Dourados e na quarta-feira (9) ocorre, simultaneamente, em todas as unidades e na reitoria do IFMS, o processo de escolha dos novos dirigentes.

Comentário

Página 7 de 1456
  • al sustentavel 2
  • kikao professor

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus