Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O Programa Vale Universidade (PVU), mantido pelo Governo do Estado e gerenciado pela Sedhast (Secretaria de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho) recebe inscrições a partir das 8 horas da próxima terça-feira (3) pelo endereço eletrônico da pasta.
www.sedhast.ms.gov

Poderá se inscrever no PVU o acadêmico que comprove renda individual igual ou inferior a dois salários mínimos e meio e renda familiar mensal não superior a quatro salários mínimos, considerada a renda bruta, e que preencha os demais requisitos constantes na resolução.

“O Vale Universidade é uma oportunidade de crescimento tanto para quem dele participa quanto para o nosso Estado. A cada ano vemos na prática que muitos acadêmicos podem concluir seus cursos graças ao programa mantido pelo Governo do Estado. Neste ano, mais uma vez, muitos sonhos serão revigorados e a esperança de muitos, concretizada. Tudo isso por meio desse belo programa que é o Vale Universidade”, destacou a titular da Sedhast, Elisa Cleia Nobre.

Também são requisitos, dentre outros, estar matriculado em curso presencial de graduação autorizado pelo Ministério da Educação nos termos da legislação vigente, mantido por instituição de ensino superior pública ou privada, sediada no Estado e conveniada ao PVU, bem como estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cadastro Único).

Comentário

O Ministério da Saúde confirmou, nesta quarta-feira (26), o primeiro caso de um brasileiro infectado pelo novo coronavírus (o Covid-19). No momento, há vinte casos suspeitos da doença no país, espalhados pela Paraíba (1), Pernambuco (1), Espírito Santo (1), Minas Gerais (2), Rio de Janeiro (2) e Santa Catarina (2) e São Paulo (11). 59 casos suspeitos foram descartados, conforme reproduz a Agência Brasil de notícias.

O caso confirmado, de acordo com o Ministério, trata-se de um homem de 61 anos, morador da cidade de São Paulo, que esteve na região da Lombardia, no norte da Itália, entre os dias 9 e 21 de fevereiro. Ao retornar da viagem, na sexta-feira (21) passada, o paciente apresentou os sinais e sintomas compatíveis com a doença: febre, tosse seca, dor de garganta e coriza.

Atendido no Hospital Israelita Albert Einstein na segunda-feira (24), o homem foi submetido a exames clínicos que apontaram a suspeita de infecção pelo vírus. Com resultados preliminares realizados pela unidade de saúde e de acordo com o Plano de Contingência Nacional, o hospital enviou a amostra para o laboratório de referência nacional, o Instituto Adolfo Lutz, para contraprova. “Agora é que vamos ver como este vírus vai se comportar em um país tropical, durante o verão”, disse o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

“Como vai ser o padrão de comportamento deste vírus, que é novo e tanto pode manter o mesmo padrão de comportamento de transmissão que apresentou no hemisfério Norte, onde, nesta época, está fazendo frio”, disse o ministro.

Comentário

Os contribuintes sul-mato-grossenses que estão em atraso com o pagamento do IPVA (o Imposto sobre a Propriedade de Veículo Automotor) tem chance de se regularizar, por meio do site da Sefaz (Secretaria estadual de Fazenda), ou buscar auxílio junto às Agenfas, as agências fazendárias espalhadas por Mato Grosso do Sul.

Além disso, a legislação estadual garante parcelamento para dívidas até 2018 – e que não estejam inscritos em dívida ativa – do tributo, em até dez vezes. De acordo com o secretário da pasta, Felipe Mattos, “o proprietário paga uma multa referente ao atraso e, na sequência, faz os demais pagamentos no prazo regular. Para a consulta é preciso ter em mãos o documento do veículo”, destaca.

Até agora as duas primeiras parcelas do IPVA 2020 estão vencidas. As próximas datas para pagamentos são 31 de março, 30 de abril e 29 de maio de 2020. Do tributo que chega aos cofres públicos estaduais, 50% é destinado ao Estado e 50% aos municípios onde o veículo foi emplacado. O recurso vai para o Tesouro Estadual e Municipal e é aplicado conforme o planejamento financeiro, como pagamento de servidores até políticas públicas como educação, saúde, segurança, entre outros.

Em caso de dúvidas, os contribuintes que desejam se regularizar devem se dirigir pessoalmente às Agenfas em seus respectivos municípios, munidos de documentos pessoais e do veículo ou ainda procurar a Coordenadoria de Fiscalização do IPVA e do ITCD, que fica em Campo Grande, na avenida Fernando Corrêa da Costa, 858, das 7h30 às 17h30. A secretaria disponibiliza ainda os telefones (67) 3316-7513 / 7534/ 7541 para mais informações.

Comentário

Nota Oficial

A SES-MS (Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso do Sul) informa que foi notificada na noite desta terça-feira (25), através do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS), de um possível caso suspeito no Estado para o novo coronavírus. Trata-se de um homem com 24 anos de idade, com histórico de viagem de 14 dias na Tailândia, com vôo de conexão em Pequim na ida e vôo de conexão de volta na Alemanha.

Desembarcou no aeroporto de Guarulhos e veio de carro até o município de Ponta Porã. O paciente foi atendido no Hospital Regional de Ponta Porã, apresentando febre, coriza e dor de garganta. Seguindo o protocolo previamente estabelecido pela SES-MS, e de acordo com as recomendações do Ministério da Saúde, o paciente, que já está internado no isolamento da unidade com sintomas leves, está sendo avaliado pela equipe médica do hospital para confirmação ou descarte do caso. Amostras já foram coletadas para análise laboratorial de COVID-19, Influenza e outros vírus respiratórios.

Desde janeiro, a SES tem tomado diversas medidas de prevenção e monitoramento do novo coronavírus. Foi criado o Centro de Operações de Emergência (COE/MS) com o objetivo de auxiliar na definição de diretrizes estaduais para vigilância, prevenção e controle, bem como o acompanhamento e avaliação das ações desenvolvidas pelo Governo do Estado. Não foram detectados casos suspeitos no Estado.

Também foi elaborada nota técnica sobre as ações a serem adotadas em caso de surgimento de pessoas com os sintomas da doença e de como proceder com a coleta de amostras para exames. A nota já foi enviada aos profissionais de saúde dos 79 municípios e também a todos os serviços de saúde públicos e privados.

A SES também realizou reuniões nos municípios de Corumbá e Ponta Porã para prestar cooperação técnica na construção do fluxo de vigilância e atendimento de possíveis casos suspeitos na região de fronteira.

Importante salientar que o paciente encontra-se estável, sem sinais de agravamento, com todos os protocolos sendo seguidos pela equipe de saúde local.

CENTRO DE OPERAÇÕES DE EMERGÊNCIA (COE/MS)
SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DE MATO GROSSO DO SUL

Comentário

Quarta, 26 Fevereiro 2020 10:21

MS tem primeiro caso de coronavírus

O primeiro caso suspeito de Coronavírus no Mato Grosso do Sul pode estar localizado em Ponta Porã. Informação que circula no grupo de WhatsApp de coordenadores de endemias no Estado dá conta de um caso, que estaria sendo tratado no HR (Hospital Regional) da cidade brasileira que faz fronteira com Pedro Juan Caballero, no Paraguai.

A assessoria de comunicação da Secretaria estadual

de Saúde informou que vai emitir nota oficial nesse sentido

De acordo com as informações apuradas pelo Douranews, o paciente detectado com os sintomas da Cosid-19 está no isolamento. Seria de um homem que chegou da China por Assunção, capital do Paraguai, há dois dias, com sintomas gripais. Amostras já teriam sido coletadas e enviadas para exames no Lacen (Laboratório Central), em Campo Grande.

Providências

A Secretaria de Saúde do Estado emitiu nota técnica aos profissionais de saúde dos 79 municípios, em janeiro, “orientando sobre as ações a serem adotadas em caso de surgimento de pessoas com os sintomas da doença e de como proceder com a coleta de amostras para exames”.

Entre as recomendações feitas às equipes de vigilância epidemiológica municipais, bem como serviços de saúde, é previsto que “os casos suspeitos estáveis ficarão em isolamento no serviço de saúde que deram entrada ou domicílio”. Já os casos com evoluções mais graves “deverão ser encaminhados pela Central de Regulação Estadual para os hospitais de referência”. 

Comentário

Os ventos, ainda que de baixa intensidade, que acompanham a chuva fina que marca a manhã desta quarta-feira (26) ajudaram a derrubar uma árvore, da espécie sibipiruna, que era cuidada pelo empresário Eugênio Gaspareto no canteiro central da rua Floriano Peixoto, em frente ao prédio do Douranews.

arvore1

Árvore que ornamentava canteiro central como parada de pássaros, caiu com a chuva

A árvore, de tempos remotos, era preservada pelo ‘Gaúcho’, como é conhecido o empresário. Ele chegou a instalar, entre as copas da espécie, várias cabaças, ou porungas, como são conhecidas essas frutas em formato de peras que, quando trabalhadas artesanalmente, se transformam em casas de passarinhos.

Decorada com essas ‘casas’, a árvore servia como ponto de encontro de beija-flor e outras espécies do mundo animal que sobrevoam a área. Moradores e empresários das imediações que constaram a queda da sibipiruna, relembraram o cuidado com que Eugênio cuidava do patrimônio imaterial da rua.

Comentário

O Hospital Israelita Albert Einstein registrou no Ministério da Saúde a notificação de caso suspeito de coronavírus (Covid-19), em um paciente de 61 anos, que esteve recentemente na Itália. De acordo com o ministério, no atendimento ao caso, o hospital adotou todas as medidas preventivas para transmissão por gotículas, coletou amostras e realizou testes para vírus respiratórios comuns e o exame específico, conforme preconizado pela OMS, a Organização Mundial da Saúde.

Com resultados preliminares realizados pela unidade de saúde e de acordo com o Plano de Contingência Nacional, o hospital enviou a amostra para o laboratório de referência nacional, Instituto Adolfo Lutz, para contraprova. Segundo o ministério, este processo de validação dos resultados está em curso e a pasta divulgará o laudo final da investigação oportunamente. O ministério “recomenda, portanto, cautela sobre quaisquer informações que não sejam as oficiais, uma vez que a investigação não está concluída”.

O paciente com suspeita da doença esteve na região da Lombardia, no Norte da Itália, a trabalho, no período de 9 a 21 de fevereiro. Ele desembarcou sexta-feira (21) passada, em São Paulo, com sinais e sintomas (febre, tosse seca, dor de garganta e coriza) compatíveis com a suspeita de doença Covid-19. “O paciente está bem, com sinais brandos e recebeu as orientações de precaução padrão”, diz ainda a nota divulgada pelo ministério. O Ministério da Saúde não confirma a informação de que a pessoa infectada seria moradora em Guaíra, no Paraná.

Anvisa

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) deu início aos procedimentos padrão, solicitando à companhia aérea a lista de passageiros para identificar as pessoas que estiveram no mesmo voo procedente da Itália, país na lista de casos confirmados da doença.

“O documento será encaminhado ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) para investigação de outros passageiros do voo que tiveram contato com o caso suspeito”, diz a nota da Anvisa. A Agência reforça o alerta para as pessoas que estiveram recentemente em países com casos confirmados e apresentar febre, tosse, dificuldade em respirar ou outros sintomas respiratórios, procure atendimento médico de imediato e informe ao profissional de saúde a viagem feita para o exterior.

Na segunda-feira (24), o Ministério da Saúde informou que ampliou os critérios para definição de caso suspeito para o Covid-19. Agora, também estão enquadradas com suspeitas pessoas que apresentarem febre e mais um sintoma gripal, como tosse ou falta de ar, e vierem dos seguintes países: Alemanha, Austrália, Emirados Árabes, Filipinas, França, Irã, Itália, Malásia, Japão, Singapura, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Tailândia, Vietnã e Camboja, além da China.

“A decisão da pasta de aumentar o nível de segurança e sensibilidade da vigilância surgiu da preocupação que esses países têm gerado em decorrência da grande quantidade de casos do novo coronavírus nos últimos dias. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), esses países têm pelo menos cinco casos com transmissão interna da doença”.

Comentário

Michel Carlos de Oliveira Barbosa, de 18 anos, foi executado na madrugada desta quarta-feira (26) com tiros de pistola 9 mm, na periferia de Dourados.

De acordo com o boletim de ocorrência, Michel estava na companhia de um amigo na rua Adroaldo Pizzini, no Jardim Independência, quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram, e o que estava na garupa disparou pelo menos 12 tiros contra a dupla.

Michel foi atingido por 10 tiros de pistola, segundo levantamento da Perícia Técnica. Ele ainda foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital da Vida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu antes de receber os primeiros atendimentos.

O amigo da vítima, ferido com dois tiros, conseguiu correr do local do crime e foi levado por um colega ao hospital. À polícia, ele não quis dizer quem seriam os autores dos disparos e nem o motivo do crime.

Comentário

Apontado como uma das lideranças da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) na região sul de Campo Grande, Ian Guilherme Ribeiro Bronzoni, de 20 anos, conhecido no mundo do crime como "Metralha" ou "Puro Ódio", foi assassinado na noite desta segunda-feira (24), no bairro Parque do Sol. Dois homens em uma moto chegaram ao local onde Ian estava e dispararam várias vezes contra a vítima.

De acordo com o Campo Grande News, Ian Guilherme respondia a processos por tráfico de drogas, e também era suspeito de participação em julgamentos de desafetos do PCC, os chamados "tribunais do crime", junto com o irmão gêmeo, Iago Gustavo Bronzoni, o "Taurus", que está preso por envolvimento em execução ordenada pela facção, segundo a publicação.

A Polícia apurou que Ian estava na companhia de um adolescente na rua Durando Pereira da Silva, no Parque do Sol, quando foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta preta, que dispararam várias vezes. Ian Guilherme foi atingido por vários tiros, principalmente na região da cabeça. Após os disparos, os suspeitos fugiram em direção ao bairro Dom Antônio Barbosa.

O adolescente que estava com a vítima contou que um dia antes do crime ele e Ian Guilherme tiveram desavença com um homem identificado apenas como Breno, morador do Dom Antônio.

O irmão gêmeo do jovem assassinado, Iago Gustavo está preso desde dezembro do ano passado por envolvimento na execução de Maykel Martins Pacheco, de 19 anos, cujo corpo até hoje não foi encontrado, segundo o site da Capital.

Comentário

O corretor de imóveis Nelson Salazar morreu nesta segunda-feira (24) em Dourados. Ele estava com 67 anos de vida e sofreu um infarto quando se dirigia para uma clínica médica.

Conforme repercutiu o DiárioMS, Salazar ainda conseguiu telefonar para o médico, conforme sentiu dores no peito, mas acabou batendo o automóvel que dirigia a caminho. Ele chegou a ser levado para o Hospital da Vida, mas teve parada cardíaca antes dos procedimentos.

Salazar também era produtor rural. Durante vários anos foi integrante do Rotary Clube Dourados Água Boa e do Conselho Municipal de Saúde. Foi um dos fundadores da Associação de Renais Crônicos da Grande Dourados e, junto com João Evangelista Matoso, antigo sócio, fundou a Decorart, uma das primeiras lojas de decoração do Estado.

Comentário

Página 2 de 1575

O Tempo Agora

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus