Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

O Residencial Guaçu, que será entregue em breve pela Prefeitura de Dourados, recebeu sinalização de trânsito. A equipe de sinalização e pintura esteve no local fazendo a pintura de faixas e de “Pare”, assim como colocando placas de sinalização vertical.

“Atendemos um pedido da prefeita Délia Razuk, que solicitou o término dos trabalhos rapidamente, para que se faça a entrega das unidades habitacionais aos contemplados”, disse o diretor-presidente da Agetran, Carlos Fábio Selhorst dos Santos.

Comentário

A prefeita Délia Razuk autorizou na manha desta segunda-feira (14) a cedência de um prédio da Prefeitura localizado no BNH 4° Plano para a implantação da unidade do Hospital do Amor, o novo nome do Hospital do Câncer de Barretos.

A cessão do prédio não terá ônus para o hospital que deverá começar a funcionar em três meses. A prefeita vai comunicar oficialmente a decisão à diretoria da associação de apoiadores do Hospital do Amor de Dourados que fez o pedido do prédio em meados de agosto deste ano.

Délia afirmou que o prédio deverá agora passar por reformas e adequações para estar pronto até dezembro. “Já podemos vislumbrar nossa cidade contando, muito em breve, com a unidade do hospital do câncer para a prevenção e diagnóstico da doença”, disse a prefeita.

A partir dessa decisão, a Procuradoria Geral do Município fará os tramites legais para a garantir a cessão do prédio do Hospital do Amor e definitivamente concretizar o sonho da comunidade.

Comentário

Pelo menos 180 órgãos de todo o país estão com inscrições abertas para preencher quase 20.500 vagas em concursos públicos nesta semana. Há oportunidades para todos os níveis de escolaridade e apenas nesta segunda-feira (14), dez concursos abriram inscrições novas.

Uma das opções, por exemplo, é oferecida pelo Ibge (o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) que tem mais de 2.600 vagas para profissionais de nível médio e superior de escolaridade. A remuneração chega a R$ 3.100, e as inscrições vão até nesta terça-feira (15).

As 1.343 vagas para coordenador de área estão distribuídas por todos os estados, em diversos municípios, incluindo Dourados, que oferece duas vagas (uma para pessoa portadora de deficiência), com vencimentos da ordem de R$ 3.100. Há ainda 1.315 vagas para agente, distribuídas entre as 27 capitais (Campo Grande tem 27), com salários de R$ 1.700.

CONFIRA O EDITAL COMPLETO

Com remuneração que chega a R$ 30.400, o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro seleciona para 50 vagas, profissionais de nível superior de escolaridade. As inscrições terminam no dia 25.

CONFIRA A LISTA DE OPORTUNIDADES

Comentário

Dourados vai receber quinta-feira (17) o pioneiro do marketing de experiência Manoel Carlos Júnior, para ajudar os pequenos negócios sobre a importância da inovação no mercado de varejo e aprender a conquistar e fidelizar clientes. O Workshop Varejo 4.0, realizado pelo Sebrae, vai mostrar como inovar na sua empresa e superar os concorrentes.

O palestrante, que é publicitário, sócio de uma das mais premiadas agências de propaganda do interior do Brasil e fundador do meetingempresarial.com.br, empresa que oferece desde 2008 experiências inspiradoras internacionais para empresários, estará em Dourados no dia 17 a partir das 19 horas no evento que ocorre na unidade regional do Sebrae, na rua Pres. Kenedy, 855, na Praça do Cinquentenário.

O consultor e palestrante é pioneiro do marketing de experiência e autor do 1° livro sobre o tema no país. Formado pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), em propaganda em marketing, no ano de 1996, Pós-graduado pela FGV Brasil, com MBA em Gestão de Marketing, Manoel Carlos alcançou destinos e diplomas internacionais em Boston, USA, pela Boston Business School, participando do Innovation Advanced Program e também em Fresno, California, no International English Institute, onde realizou o Branding Advanced Program.

Os participantes poderão conferir temas como mudanças do mercado de comércios e serviços; como construir estratégias de fidelização de clientes através de experiências sensoriais e emocionais; cultura de inovação. A oficina é voltada para empresários que desejam criar valor através da inovação e da diferenciação. O investimento é de R$150, que pode ser pago em cinco vezes de R$ 30. As inscrições podem ser realizadas por meio da Loja Virtual do Sebrae. Mais informações pelo 0800 570 0800.

Comentário

A acessibilidade faz mais parte do cotidiano das pessoas a cada dia que passa. Promover o direito de ir e vir é fundamental não apenas em órgãos ou locais públicos, como parques, instituições ou repartições, mas também nas moradias que é onde, teoricamente, as pessoas passam boa parte do dia. Esse é o tema escolhido para a 6ª edição da Casa do Estudante da Unigran, uma mostra confeccionada por acadêmicos do 2º semestre do curso de Arquitetura e Urbanismo.

Para Giovanna Moraes, de 18 anos, acadêmica do período matutino, participar deste projeto, além de colocar em prática a teoria aplicada em sala de aula, ajuda a entender melhor o dia a dia de uma pessoa com qualquer tipo de dificuldade de locomoção. “Nosso grupo projetou uma casa toda adaptada para a realidade de uma pessoa que precisa da cadeira de rodas para se locomover, então a cama é baixa, os móveis dentro da residência não podem ser maiores que um metro de altura, a área de giro tem que ser expandida para que a pessoa não bata nos móveis enquanto estiver se locomovendo, as portas precisam ser mais largas e os banheiros também adaptados. É um estilo de vida totalmente diferente e que precisa ser respeitado”, diz.

Ainda de acordo com a estudante, participar da mostra é muito válido para colocar em prática trabalho em equipe, divisão de tarefas e também a sociabilidade.

“Desde a projeção de como a casa seria até o fato de estar pensando em como vai ser meu futuro, cada detalhe como buscar os materiais ou erguer as paredes, foi de extrema importância para a minha formação e eu com certeza jamais vou me esquecer desta experiência”, ressalta.

O projeto é coordenado pela professora da disciplina de Projeto II, Rosane Lima. “As duas casas de, aproximadamente, 40m2, foram projetadas e construídas pelos acadêmicos que se dividiram em dois grupos, os alunos do matutino e os do noturno, que trabalharam em cima do tema ‘acessibilidade’. As casas foram todas adaptadas pensando na mobilidade das pessoas com deficiência física e visual, além de focar também na sustentabilidade, uma vez que os alunos utilizaram materiais recicláveis para a conclusão do projeto, o foco foi direcionado para o aproveitamento dos materiais”, afirma Lima.

A mostra está sendo realizada no saguão do bloco 10 da Unigran e pode ser visitada até o dia 30 deste mês. A entrada é gratuita. “Todos estão convidados para visitar nossa mostra e serão muito bem-vindos. A criatividade dos alunos está espetacular e os projetos de ambas as casas estão surpreendentes”, destaca a professora.

Comentário

Adair Araújo, de 23 anos, morreu na noite deste sábado (12) depois de pular da motocicleta em movimento em que estava como garupa, em Dourados. De acordo com informações apuradas, a moto era pilotada pela esposa de Adair, de 24 anos.

O acidente aconteceu por volta das 18 horas quando o casal voltava para casa. Já próximo a residência, Adair pulou da motocicleta em movimento caindo no chão, e se contorcendo. Conforme relata o site Midiamax, havia marcas de mordidas nas costas do homem.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e a jovem fugiu antes da chegada dos militares.

Comentário

Ainda era madrugada de sábado (12) quando o Esquadrão da Solidariedade “Amigos Del Chaco Paraguayo”, da UCP (Universidad Central Del Paraguay) partia de Pedro Juan Caballero para a comunidade de Santa Teresita, na cidade de Mariscal José Félix Estigarribia, departamento de Boquerón.

Nem mesmo os 700 quilômetros de distância e o cansaço da longa jornada tiraram o ânimo dos médicos, enfermeiros e universitários que foram levar um pouco de alento para o povo sofrido daquela comunidade atingida recentemente pelos incêndios florestais que atingiram cerca de 100.000 hectares e pelo calor intenso que castigou a região.

A Clínica Móvel da UCP atendeu cerca de 500 pessoas com atenção básica de saúde e foram distribuídos mais de 25 mil litros de água para as comunidades de Takye Axá, Guarani, Nivaclé e Guarani Añete com mais de 1500 familias beneficiadas, inclusive com cestas básicas. Muitos dos atendidos chegaram a chorar ao receber os donativos levados pelo “Amigos Del Chaco” da UCP. “Já não tinha mais nada para dar para meus filhos comerem e beberem”, disse uma mãe emocionada.

O Diretor Geral da UCP, Karlos Bernardo,disse que estava muito orgulhoso de sua equipe de profissionais médicos, de enfermagem e dos universitários que demonstraram senso humanitário e de comprometimento com o próximo. Já o vice-diretor Edgar Núñez disse que é gratificante como ser humano ter a oportunidade, apesar da distância, de poder levar alguma esperança e conforto às pessoas necessitadas.

Para os alunos a experiência vivida neste final de semana ficará para sempre na vida de cada um pois puderam conhecer outras realidades que os levaram a valorizar o sentido da vida, família e conhecer de perto o verdadeiro sentido da palavra gratidão.

Comentário

Domingo, 13 Outubro 2019 07:22

Vocé já sofreu de 'body shaming'?

Body shaming é uma expressão em inglês que, traduzida, significa "vergonha do corpo". É o nome que se dá à prática de atacar uma pessoa verbalmente por conta da forma física dela – e deixá-la com vergonha por isso. Esses ataques normalmente são feitos pelas redes sociais.

Foi pelo que passou Cleo Pires, de 37 anos, atriz e cantora, uma das filhas do cantor Fábio Junior, depois que, nos últimos meses, ganhou cerca de 20 quilos e vem sendo duramente criticada e constrangida. A situação ganhou repercussão e trouxe à tona a questão: por que o peso o da mulher é sempre comentado? Se ela emagrece ou se ela engorda, não importa. A forma do corpo feminino parece sempre ser assunto.

Para a psicóloga Denise Quaresma, professora da Universidade La Salle e pós-doutora em Estudos de Gênero, isso se dá porque as mulheres, historicamente, são pressionadas a ter uma "aparência perfeita".

“Facilmente temos a autoestima associada ao corpo, pela produção da imagem perfeita que foi feita durante décadas pelas mídias. Infelizmente, viramos produto de consumo e permitimos isso, pela falta de crítica a este modelo patologizante”, observa.

Em entrevista ao programa Fantástico, da TV Globo, exibida no domingo (6), Cleo falou sobre o assunto e refletiu a respeito da relação com o próprio corpo e quais estratégias adotou para lidar com o body shaming. “Não é normal você ser pressionada, julgada dessa forma por causa da sua aparência”, comentou.

A prática de ‘tirar sarro’ do corpo dos outros surgiu há tempos com as celebridades, quando elas eram fotografadas em ângulos, digamos, pouco favoráveis, deixando à mostra o que muita gente considera um "defeito". Com as redes sociais, é possível mascarar esses "defeitos" – o que leva a outro problema.

“Essas críticas impactam, na medida em que a pessoa que as recebe precisa ter um ego muito bem constituído para não considerá-las. Nota-se que a grande maioria das pessoas sucumbe a essas críticas avassaladoramente, pois no dia a dia escutamos pessoas que estão em busca de melhorar o corpo emagrecendo, como se a magreza fosse garantia de felicidade ou realização pessoal. O que é um grande engano”, analisa a psicóloga Denise.

Comentário

O Vaticano considera, oficialmente, que a Irmã Dulce será a primeira santa brasileira. Embora outras brasileiras e uma religiosa que atuou no país tenham sido canonizadas pela Igreja Católica, a irmã Dulce é a primeira mulher nascida no Brasil que teve milagres reconhecidos. Irmã Dulce, cujo nome verdadeiro é Maria Rita Lopes Pontes, foi uma das religiosas mais populares do país e ficou conhecida pelo trabalho filantrópico e pelo legado que deixou nas Obras Sociais que levam seu nome. Ela será canonizada em cerimônia transmitida diretamente do Vaticano, com o papa Francisco, na madrugada deste domingo (13), em Roma.

Outras canonizações da Igreja Católica envolvendo mulheres ligadas ao Brasil ocorreram em 2002 e 2017. A mais recente, de 2017, reconheceu 30 mártires católicos do Rio Grande do Norte, entre eles mulheres. Os mártires de Cunhaú e Uruaçu sofreram um massacre ao resistir à chegada dos holandeses em 1645. Na ocasião, mais de 80 fieis foram mortos. Alguns tiveram os nomes reconhecidos, outros não tiveram a identidade revelada. O grupo não tem uma história conhecida e não há milagres realizados.

Antes, em 2002, houve a canonização da Madre Paulina, que morava em Santa Catarina, mas nasceu na Itália e chegou ao Brasil aos 10 anos. Por causa da nacionalidade, ela não é considerada oficialmente uma santa brasileira, embora seus milagres tenham ocorrido no país, como a cura de uma mulher com hemorragia e a operação no cérebro de uma menina, que saiu da cirurgia sem sequelas. Por isso, Irmã Dulce dos Pobres é considerada pela Igreja Católica a primeira santa brasileira.

Santo brasileiro

Apesar de a irmã Dulce ser a primeira santa brasileira, a Igreja Católica já reconheceu outro santo do país: Frei Galvão. Ele foi canonizado em 11 de maio de 2007, no Vaticano, pelo Papa Bento 16. Conhecido pelas pílulas milagrosas que, segundo a fé católica, têm poder de cura, Frei Galvão nasceu em 1739, em Guaratinguetá, no interior de São Paulo, onde está hoje o santuário em homenagem a ele.

Comentário

Levantamento da Opas (Organização Pan-Americana da Saúde) da OMS (Organização Mundial de Saúde) define que o conceito de saúde vai além da mera ausência de doenças, pois de acordo com os estudos realizados, só é possível ter saúde quando há completo bem-estar físico, mental e social.

Mas, um dos fatores que mais vem preocupando os especialistas da Organização são os diversos fatores da chamada “vida moderna”, que podem colocar em risco a saúde mental dos indivíduos; entre eles, rápidas mudanças sociais, condições de trabalho estressantes, discriminação de gênero, exclusão social, estilo de vida não saudável, violência e violação dos direitos humanos e o estresse causados pelo excesso de estudado e competição cada vez maior entre os indivíduos em busca de sucesso e reconhecimento.

Para promover o Dia Mundial da Saúde Mental, a UCP (Universidad Central de Paraguay) realizou quinta-feira (10) uma série de palestras, debates e jogos interativos onde os acadêmicos participaram ativamente e conheceram a necessidade do fortalecimentos mental no dia-a-dia com atividades que ajudam a minimizar o estresse diário dentro do mundo acadêmico e social, em eventos que mobilizaram mais de 500 pessoas.

As palestras foram ministradas polo médico Hugo Masuchia, pelas professoras Tassia Brito e Jéssica Luiz e também pelos técnicos de Educação Básica da Diretoria de Educação de Amambay Mirta Alvarez e Fábio Escobar. O diretor geral da UCP, Karlos Bernardo disse que a instituição tem se destacado das demais justamente pela preocupação com o bem-estar dos universitários, professores, colaboradores e todos que de uma forma ou de outra estão envolvidos no processo educacional e na formação acadêmica.

“Isso que fizemos aqui faz parte da nossa filosofia e com os nossos projetos de extensão a UCP tem chegado até às comunidades de várias cidades do interior do Paraguai, através do Departamento de Desenvolvimento e Pesquisa em conjunto com o Departamento Acadêmico”, definiu Karlos. Várias dinâmicas de grupos foram realizadas durante o evento que lotou o plenário da Universidad.

Comentário

Página 2 de 1456
  • al sustentavel 2

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus