Timber by EMSIEN-3 LTD
Redação Douranews

Redação Douranews

Onze pessoas foram mortas em um bar localizado no bairro do Guamá, em Belém, na tarde deste domingo (19), publica a Agência Brasil de notícias. As vítimas da chacina são seis mulheres e cinco homens que, segundo relatos de testemunhas às autoridades, participavam de uma comemoração. A maioria das vítimas foi atingida por tiros na cabeça.

Além dos mortos, uma pessoa baleada está internada e outras que participavam da festa conseguiram escapar do local. Até o início da madrugada desta segunda-feira (20), nove das 11 vítimas fatais já tinham sido identificadas e, segundo a Secretaria estadual de Segurança Pública, os corpos liberados para as famílias.

Após se reunir com o governador Helder Barbalho e titulares dos órgãos de segurança, o secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social do Pará, Ualame Machado, prometeu rigor na apuração do crime. “Nenhuma linha de investigação será descartada, a fim de responsabilizar os envolvidos, mas elas permanecerão em sigilo para garantir o andamento seguro da investigação”, afirmou o secretário.

A ocorrência mobilizou, inicialmente, 30 viaturas, 20 motocicletas e policiais civis e militares, além de agentes da Força Nacional de Segurança Pública que estão atuando em Belém e região metropolitana, em apoio às forças locais. Palco da chacina, o bar tem autorização para funcionar e realizava uma festa desde a noite de sábado (18), já tendo, inclusive, motivado inúmeras reclamações de vizinhos incomodados com o barulho.

Comentário

O vereador Toninho Cruz (PSB) homenageia a Unigran em nome da mantenedora Cecília Zauith, extensiva a todos os organizadores, com Moção de Congratulação e Aplauso pela realização da 3ª edição da Unigran Decor que acontece na cidade.

Com a temática ‘Casa, sua vida sua história’, a Unigran Decor encanta quem passa pelos 26 ambientes de exposição do imóvel e reúne, em um só lugar, arquitetura, design e gastronomia. O local escolhido para sediar o evento deste ano foi a mansão Garcete, uma das primeiras construídas em Dourados, ainda na década de 70, localizada na rua Albino Torraca, 1727, esquina com a Olinda Pires de Almeida, na Vila Progresso.

A Mostra, que é realizada pelos acadêmicos dos cursos de Arquitetura e Urbanismo e Design de Interiores, está aberta ao público para visitação até o dia 23 de junho, de quarta-feira a domingo, das 16 às 22 horas.

Comentário

Áudio gravado de um diálogo em que o desembargador Paulo Alberto de Oliveira conversa com colegas magistrados do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), reproduzido pelo site TpoMidiaNews, de Campo Grande, mostra Oliveira apontando que o serviço do promotor é ‘sofrível’ e ‘capenga’, por falta de sustentação.

A gravação foi reproduzida de sessão que examinava uma ação de improbidade administrativa - crime que pode cassar mandato de político corrupto - proposta por promotor de Justiça do MP-MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul). Paulo Oliveira já foi procurador de Justiça e chegou a comandar o MP, lembra a reportagem, antes de ser elevado a desembargador no TJMS.

Ouça o áudio

“A sociedade fica revoltada com o Poder Judiciário” ao saber que a corte arquiva determinado processo, mas isso ocorre por causa do “encaminhamento péssimo do MP”, afirmou o desembargador, segundo o áudio. O magistrado diz ainda que ao analisar a ação de improbidade “a gente até vislumbra que tem coisa errada (que houve crime, no caso), mas o inquérito (denúncia do MP-MS) foi feito capenga”, comenta Paulo Oliveira.

O desembargador afirma ainda que há casos em que os membros do Judiciário precisam fazer das tripas coração para “salvar” a denúncia do MP. Pelo diálogo, ele conta que “não vai mais receber ação malfeita” pelos promotores de Justiça e que seguirá o que chamou de “rigorosíssimo critério”, conforme relata o site da Capital.

Comentário

Uma mulher foi espancada pelo marido na madrugada desta segunda-feira (20), em Ponta Porã, por causa do choro de um bebê de 7 meses, segundo publicou o site Ponta Porã Informa, acrescentando que o autor estaria embriagado.

O homem teria chegado a casa do casal por volta das 23 horas de sábado (18), já embriagado. Em seguida, o bebê de 7 meses do casal começou a chorar e a mulher levantou para ver o que o filho tinha. Irritado com o choro do filho, o autor passou a espancar a esposa que segurava a criança no colo.

Vizinhos ouviram os pedidos de socorro da vítima e chamaram a Polícia que encontrou a mulher com vários hematomas no rosto. O homem foi levado para a delegacia.

A Mesa Diretora da Câmara de Dourados reprogramou o horário da Sessão Ordinária desta segunda-feira (20), que regimentalmente ocorre a partir das 18h30, para às 13h30. A alteração ocorre em função do agendamento da Sessão Especial, para às 17 horas, quando os vereadores vão julgar o relatório da Comissão Processante que investiga o vereador afastado Idenor Machado (PSDB).

A Sessão Ordinária das 13h30 prevê, conforme a pré-pauta aprovada no encontro dos vereadores nesta manhã, no Plenarinho da Casa, a participação do Grupo de Apoio à Adoção de Dourados e da Associação Comercial e Empresarial de Dourados, com o uso da Tribuna Livre por parte da tesoureira do grupo, Marli de Oliveira e da presidente da Aced, Elizabeth Salomão, que vão abordar temas ligados às duas entidades. Em seguida, serão votados projetos da Ordem do Dia.

Comentário

O Ministério da Justiça prorrogou por mais 180 dias, a contar desta segunda-feira (20), a presença da Força Nacional de Segurança Pública nas ações de prevenção e repressão a crimes nas áreas de fronteiras do País.

De acordo com a portaria publicada no Diário Oficial da União, o trabalho dos militares será em apoio às atividades da PF (Polícia Federal) nessas regiões.

Em Mato Grosso do Sul, essa ação conjunta compreende os limites de Ponta Porã com o vizinho Paraguai e por Corumbá com a limítrofe Bolívia.

O contingente a ser disponibilizado obedecerá ao planejamento definido pelo ministério e caberá à PF o apoio logístico e dispor da infraestrutura necessário, diz ainda a portaria.

O pedido de prorrogação da Força Nacional de Segurança Pública nas ações de segurança da fronteira foi feito pela diretoria-geral da PF, conforme especifica a portaria assinada pelo ministro Sergio Moro.

Comentário

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou neste domingo (19), em entrevista à rede de TV Fox News, que a China pretende se tornar a maior economia do mundo, mas que isso não vai acontecer enquanto ele estiver no poder.

Conforme repercute o portal G1, EUA e a China estão em uma escalada de protecionismo econômico. Os americanos elevaram tarifas de importação de 5.000 produtos chineses, e Pequim retaliou com uma taxa em cerca de 2.500 itens americanos.

Para Trump, essa é parte de uma estratégia da China para se tornar a maior economia do mundo. "Acredito que essa seja a intenção deles. Eles são ótimas pessoas, têm uma cultura incrível. Eu gosto muito do presidente Xi [Jinping], mas ele está do lado da China e eu estou do nosso lado", afirmou ao apresentador Steve Hilton, na Fox News, em entrevista gravada na semana passada na Casa Branca.

Trump acusou seus antecessores de serem fracos demais com a China. "Com eles, nunca tiramos 10 centavos da China. Não culpo os chineses, mas todos os nossos presidentes, e não só Obama. Eles deixaram isso acontecer", disse o presidente norte-americano.

O presidente disse, ainda, que muitas empresas estão saindo da China e se mudando para outros países asiáticos, como o Vietnã, por causa das tarifas impostas pelos Estados Unidos.

"É a maior realocação da atualidade. E você vai ver muitas empresas americanas fazendo mais produtos nos Estados Unidos. Podem até comprar da China, mas tiraremos deles com tarifas. Isso não é tão ruim. Mas vou tirar deles e dar para os nossos agricultores", disse.

Comentário

O HU (Hospital Universitário) da Universidade Federal da Grande Dourados abre nesta segunda-feira (20) o período de inscrições para a Seleção Pública de Vagas de Estágio, visando a formação de cadastro de reserva para candidatos de diversos cursos de graduação. As inscrições encerram-se no dia 27 de maio.

Confira o edital

Para participar da seleção, o acadêmico deve estar devidamente matriculado em instituição de ensino superior e apresentar frequência ativa no curso de graduação ao qual estiver vinculado. A carga horária do estágio é de 20 horas semanais, divididas em quatro horas diárias, pelas quais o estagiário receberá uma bolsa mensal de R$ 364, mais auxílio transporte no valor de R$ 132.

Provas

Aos candidatos inscritos será aplicada prova escrita, de caráter eliminatório e obrigatório, a ser realizada no dia 6 de junho. Para cada curso de graduação, foi estabelecido um conteúdo programático, de acordo com o anexo III do edital de abertura.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 3410-3154. O HU fica localizado na rua Ivo Alves da Rocha, 558, no bairro Altos do Indaiá.

Comentário

A defesa do vereador Idenor Machado (PSDB), último a ser julgado na série de sessões especiais que analisa relatórios elaborados pelas Comissões Processantes instaladas na Casa com o fim de julgar condutas ilícitas cometidas por vereadores flagrados em operações do Ministério Público, está ameaçando ‘melar’ o relatório preparado pelo vereador Junior Rodrigues (PR), que pede a cassação de mandato do ex-presidente da Câmara de Dourados.

A sessão, marcada para às 17 horas desta segunda-feira (20) deverá julgar se o ex-presidente da Câmara de Dourados por três vezes cometeu a quebra do decoro parlamentar, como sustenta o relatório elaborado pelo vereador Junior ao pedir a cassação do mandato com base nas provas colhidas durante a operação ‘Cifra Negra’.

Outros dois presos na mesma operação, Cirilo Ramão (MDB) e Pedro Pepa (DEM), se livraram do pedido de cassação depois que os relatórios analisados em duas sessões distintas, e que pedia a negativa da denúncia, foram aprovados, na quarta-feira (15), por 12 votos a seis e um impedimento e nesta quinta (16), por 11 votos a seis, com dois impedimentos, envolvendo suplentes interessados no resultado.

É com base nessas absolvições que a defesa de Idenor questiona o relatório assinado pelo vereador Júnior Rodrigues (PR), contradizendo onde ele diz que Idenor Machado cometeu “condutas indecorosas com o Parlamento de Dourados e praticou infração político-administrativa” e que isso implica na perda do mandato efetivo dele. “O processo é o mesmo, e se não houve provas para cassaros outros, não deve haver aqui também”, justifica a defesa de Machado.

Comentário

A Comunidade Quilombola promove torneio de futebol suíço no distrito de Picadinha dia 9 de junho em Dourados. Segundo informações de Vilmar Oliveira, o Chinda, podem participar equipes de Dourados e de outros municípios da região.

A organização prevê prêmio em dinheiro para os três primeiros colocados, de R$ 1.500 para o campeão, R$ 700 para o segundo colocado e R$ 300 para o terceiro lugar.

A equipe organizadora estabeleceu em R$ 250 a taxa por inscrição. Vagas limitadas para 12, no máximo 15 times. O sistema de disputa e sorteio serão conhecidos durante Congresso Técnico entre os representantes minutos antes de começar o torneio.

Interessados devem confirmar participação o quanto antes mediante pagamento de inscrição. Chinda adianta que além do futebol também haverá bebidas e churrasco no local. A organização acredita na participação maciça dos desportistas por ser um acontecimento para aproximar pessoas.

“O relacionamento interpessoal continua sendo uma das armas mais poderosas para promover harmonia entre a sociedade”, diz Oliveira. O campo da comunidade encontra-se em excelente estado de conservação.

Interessados em mais detalhes desse evento de integração entre as comunidades podem ligar na loja Salim Esportes 3424-0401 ou falar com o próprio Chinda pelo celular 9 9953-6041.

Comentário

Página 1 de 1302
  • unimed nova

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus