Timber by EMSIEN-3 LTD
Quarta, 24 Novembro 2010 15:05

Mães de vítimas querem criminalização da homofobia

Escrito por Redação Douranews, com Assessoria

Participando do seminário “Assassinatos praticados contra a população LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais)”, as mães de jovens vítimas de violência homofóbica pediram a aprovação de uma lei que criminalize esse tipo de preconceito.

Ao usar a palavra, Angélica Ivo disse que “ninguém tem de tolerar ninguém, tem é que conviver bem com a diversidade, com respeito à vida. Algo emergencial deve ser feito", afirmou a mãe do jovem Alexandre Ivo, 14, assassinado no Rio de Janeiro no início do ano.

Outra a participar foi Viviane Marques, cujo filho Douglas Marques foi baleado no Parque Garota de Ipanema no último dia 14, segundo consta por militares. Ela defende a aprovação de uma lei específica. “As pessoas têm que ter liberdade de ser quem são, e tá complicado ser livre nesse País”, sustentou.

As duas mulheres participam do seminário organizado pelas comissões de Direitos Humanos e Minorias; e de Legislação Participativa.

  • unimed nova

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus