Timber by EMSIEN-3 LTD
Quarta, 21 Agosto 2019 07:07

Caixa anuncia linha de credito da casa própria atualizada pela inflação

Escrito por

A Caixa Econômica Federal lançou nesta terça-feira (21) uma linha de crédito imobiliário atualizada pela inflação, medida pelo IPCA (o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), durante cerimônia realizada no Palácio do Planalto, da qual participaram o presidente Jair Bolsonaro, ministros e o presidente da Caixa, Pedro Guimarães. A linha anunciada nesta terça valerá para imóveis residenciais enquadrados no SFH (o Sistema Financeiro da Habitação) e no SFI (Sistema Financeiro Imobiliários).

De acordo com a Caixa:
• a taxa mínima será de IPCA + 2,95% ao ano;
• a taxa máxima será de IPCA + 4,95% ao ano;
• as taxas valerão para novos contratos;
• as taxas entrarão em vigor a partir de 26 de agosto;
• a adesão à nova modalidade será facultativa, ou seja, o cliente poderá optar por aderir ou não ao formato;
• os contratos terão prazo máximo de 30 anos;
• o financiamento será de até 80% do valor do imóvel;
• a parcela vai ser recalculada mensalmente, de acordo com a inflação divulgada pelo IBGE (portanto, a parcela pode variar a cada mês);
• o consumidor que optar pela modalidade de correção pelo IPCA não poderá alterar o contrato para ter a correção pela Taxa Referencial;
• o banco disponibilizou R$ 10 bilhões para a nova linha de crédito.

Atualmente, de acordo com a Caixa, a taxa mínima é composta pela Taxa Referencial + 8,5% ao ano; e a taxa máxima, por TR + 9,75%. Durante o evento no Palácio do Planalto, Pedro Guimarães afirmou que na condição atual a parcela de um imóvel de R$ 300 mil seria superior a R$ 3 mil. Com a nova modalidade, segundo ele, a parcela cairá para cerca de R$ 2 mil.

Expectativas

De acordo com a Caixa, a expectativa é que a mudança anunciada nesta terça-feira reduza o custo de crédito imobiliário. Para analistas, porém, empréstimos para a compra da casa própria corrigidos pela inflação representam risco porque, se o IPCA aumentar no período do contrato, o custo do financiamento também aumentará.

Segundo o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, a correção pela inflação visa dar mais transparência para o cliente que optar pelo crédito. Ele afirmou ainda que o custo também poderá aumentar se acompanhar a TR. Atualmente, há linhas de crédito com a correção vinculada à Taxa Referencial (definida pelo Banco Central), com diferentes sistemas de amortização.

  • unimed nova

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014

WhatsApp 9 9913 8196

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus