Timber by EMSIEN-3 LTD
Quarta, 13 Março 2019 11:46

Merendeira escondeu 50 crianças na cozinha da escola durante ataque

Escrito por

A merendeira Silmara Cristina Silva de Moraes, de 54 anos, contou que ajudou a esconder 50 estudantes na cozinha durante ataque que matou alunos e um funcionário da Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo. Dois adolescentes atiraram em alunos e funcionários e depois se mataram na manhã desta quarta-feira (13). Já somam dez mortes, incluindo os atiradores que se suicidaram após a tragédia cometida.

A merendeira disse que os funcionários fizeram barricada com geladeira e freezer. Uma mesa também foi usada como escudo, relatou ao portal G1. “Nós estávamos servindo merenda e aí começou os 'pipoco' e as crianças entraram em pânico. Abrimos a cozinha e começamos a colocar o maior número de crianças dentro e fechamos tudo e pedimos para eles deitarem no chão", conta chorando. "Foi muito desesperador, porque foi muito tiro, muito tiro mesmo e era muito pânico".

Silmara ainda diz que os atiradores pareciam andar por todo lado. "Parecia que procuravam alguém. Iam para lá e para cá atirando muito. Nós não vimos nada. A gente abaixou e ficou escutando o movimento. Isso durou de 10 a 15 minutos mais ou menos", diz.

“Eu arrastei a geladeira e o freezer para fazer uma barricada e ficamos atrás. A mesa viramos e fizemos um escudo para proteger as crianças. Ficamos acuados em um canto só, se acontecesse alguma coisa ele ia pegar muita gente", contou.

  • unimed nova

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus