Timber by EMSIEN-3 LTD
  • Refis novo
Quinta, 09 Novembro 2017 08:32

Sindicalistas prometem reivindicações contra nova lei trabalhista

Escrito por Aline Oliveira/CE
Lei nº13.467/2017 entra em vigor no dia 11 de novembro Lei nº13.467/2017 entra em vigor no dia 11 de novembro Ascom Comitê Sindical MS

A Lei Lei 13.467/2017 que altera regras da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) entrará em vigor neste sábado (11), em todo país e causa divergência entre diversos setores da sociedade.

Uma das categorias mais atingidas são os sindicatos que decidiram na última terça-feira (7), durante o Fórum dos Trabalhadores, realizado em Brasília (DF), uma manifestão em todas regiões brasileiras, monstrando a contrariedade a lei.

Para o coordenador do FST, Artur Bueno, é preciso fazer um enfrentamento nas bases, evitando que empregadores apliquem as nova lei instantaneamente. "Temos que fazer uma resistência no primeiro dia. Se conseguirmos esse enfrentamento na primeira empresa, as demais vão repensar a adoção das novas regras da Reforma Trabalhista. Mas se aceitarmos a reforma sem nenhum questionamento, ela sera colocada da forma como foi aprovada" alertou o sindicalista.

Cenário Regional

Em Mato Grosso do Sul, a categoria também mobilizará uma reação que acontecerá na sexta-feira (10), em Campo Grande na Rua 14 de julho, esquina com a Avenida Afonso Pena, a partir das 10h. Trata-se do Dia Nacional de Mobilização em Defesa dos Direitos, no qual será "encenado" o velório da CLT.

"Muitos direitos dos trabalhadores foram enganados nesses últimos meses de forma que não vimos outra forma de manifestar nossa indignação se não for assim, sepultando a CLT que foi drasticamente modificada para favorecer o empresariado, em detrimento do trabalhador", afirma José Lucas da Silva, presidente da Feintramag MS/MT.

Estão previstas ainda diversas manifestações públicas com panfletagem e esclarecimentos sobre as reformas e medidas que começarão a valer a partir do dia 11. A movimentação terminará na Praça Ary Coelho, à partir das 16h.

A Reforma Trabalhista sancionada pelo presidente da república, Michel Temer (PMDB) modifica vários parágrafos da CLT, Trabalho Temporário, Contratação e Demissão, Fundo de Garantia por tempo de Serviço (FGTS), Seguridade Social, Plano de Custeio, Direitos e Garantias Trabalhistas.

Entre em Contato

Editor de conteúdo
Clóvis de Oliveira
Email: clovis@douranews.com.br

Rua Floriano Peixoto, 343
Jardim América – Dourados/MS
CEP 79803-050
Tel.: 67 3422-3014
E-mail: douranews@douranews.com.br

Telefones Úteis

Horários de Vôos | Horários de Ônibus